sexta-feira, janeiro 29, 2010

Pavlova com Maracujá da Nigella

Já devem ter visto o programa da Nigella Lawson que passa no canal Sic Mulher, o "Nigella Bites". Se ainda não viram aconselho-vos a verem. Apesar de a senhora ter umas maneiras "curiosas" na cozinha, as receitas apresentadas são bastante interessantes, para além de ter umas boas dicas para aplicarmos nas nossas casas.
Num desses programas a Nigella, que também congela as claras de ovo para usar mais tarde, fez uma Pavlova que me ficou debaixo de olho. A mim e à minha mãe, que no dia seguinte não me falava de outra coisa.
Os anos do meu pai foram a ocasião ideal para experimentar a tal Pavlova. E o facto é que foi um sucesso.
Bom Fim de Semana!

Ingredientes:

4 claras de ovo
16 colheres de sopa de açúcar (4 colheres por cada clara)
1 colher de chá de vinagre de vinho branco
2 colheres de chá de amido de milho (Maisena)
1 colher de chá de extracto de baunilha
200ml de natas frescas
2 colheres de sopa de açúcar em pó
8 maracujás

Preparação:

Bata as claras de ovo até estas ficarem em castelo, mas não demasiado firmes (a formarem uns picos suaves).
Adicione depois o açúcar e bata um pouco mais com a batedeira. Junte o vinagre, o amido de milho e o extracto de baunilha e envolva cuidadosamente com uma colher de pau.
Forre um tabuleiro com papel vegetal. Com a ajuda de um prato desenhe um circulo no papel vegetal e sobre o circulo disponha a mistura de claras de modo a formar um disco.
Leve a forno quente (180ºC). Logo que coloque a mistura de claras no forno regule-o para 150ºC e deixe cozinhar cerca de 30 minutos. Desligue o forno e deixe a mistura de claras no forno.
Retire apenas quando estiverem frias.
Depois de fria coloque a Pavlova no prato de servir, invertendo-a sobre o prato.
Bata as natas com o açúcar em pó até ficar em chantilly e coloque sobre a base de claras.
Decore com a polpa dos maracujás, ou qualquer outra fruta a seu gosto.

Bom Apetite!

quinta-feira, janeiro 28, 2010

Hamburgers de Aproveitamentos

Tinha sobrado carne grelhada de um jantar anterior. A carne lá andava, muito provavelmente para ser comida num dos meus almoços solitários durante a semana, mas acabou com outro destino.
Preparei assim uns hamburguers bastante apetitosos!

Ingredientes para 4 hamburguers:

250gr de restos de carne cozinhada (grelhada, assada, estufada sem molho...)
1 ovo
1 cebola pequena
1 colher de sopa bem cheia de pão ralado

Para servir:
1 tomate
pickles
4 fatias de pão de forma

Preparação:

Na picadora ou robot de cozinha coloque a carne, a cebola em pedaços, o pão ralado e o ovo. Misture bem até obter uma mistura homogénea.
Forme 4 hamburguers e leve ao frigorífico durante 10 minutos para ficarem mais firmes.
Aqueça uma frigideira com um 1 colher de sopa de óleo ou azeite e frite os hamburguers de ambos os lados até ficarem dourados.
Para servir torre as fatias de pão de forma (eu cortei-as antes com um copo para ficarem com o tamanho dos hamburguers). Coloque sobre cada fatia de pão 1 rodela de tomate e por cima desta o hamburguer.
Decore com os pickles e sirva.

Bom Apetite!

quarta-feira, janeiro 27, 2010

Camarão Albardado

Estes camarões serviram como petisco num dos nossos jantares de domingo. Estavam muito bons. Só foi pena terem acabado depressa.

Ingredientes para 2 pessoas:

16 camarões calibre 20/30
1 ovo
1/2 chávena de farinha
água q.b.
sal e pimenta q.b.
Molho a gosto para servir (molho agridoce, maionese, cocktail...)

Preparação:

Descasque os camarões tendo o cuidado de deixar o ultimo segmento do rabo. Tempere com uma pitada de sal e deixe escorrer.
Entretanto prepare a polme. Bata o ovo com a farinha e tempere de sal e pimenta. Vá juntando a água aos poucos até obter uma polme com a consistência de uma massa de bolo espessa.
Aqueça uma frigideira com óleo, e quando o óleo estiver quente, pegue os camarões pelo rabo, megulhe na polme de modo a ficarem bem cobertos e em seguida coloque-os no óleo quente.
Deixe fritar até a polme ficar dourada.
Retire e escorra sobre papel absorvente.
Sirva quentes com o molho da sua preferência, ou regados com sumo de limão.

Bom Apetite!

terça-feira, janeiro 26, 2010

Bifinhos de Porco com Molho de Mostarda Amarela

Reparei que, neste início de 2010 ainda não tenho nenhuma receita de peixe. Não fiquem no entanto a pensar que não se come peixe cá em casa... Come-se bastante. Mas o peixe por estes lados é apreciado grelhado apenas com umas pedrinhas de sal. Perdoem-me então esta falta, e passemos a uma receita de carne que desta vez levou um molho pouco calórico de mostarda.

Ingredientes para 2 pessoas:

300gr de lombo de porco cortado em bifinhos finos
azeite q.b.
1 colher de chá de farinha maisena
150ml de leite magro
2 colheres de sopa de mostarda (Tipo Savora)
1 colher de sopa de molho inglês
sal e pimenta q.b.
1 dente de alho
molho piri-piri a gosto
sumo de limão
1 colher de chá de mostarda com grão à antiga (opcional)

Preparação:

Tempere os bifinho de porco com sal, pimenta, o alho picado e o sumo de limão.
Leve ao lume uma frigideira anti-aderente com 1 colher de sopa de azeite e aloure, de ambos os lados os bifinhos de porco. Retire e reserve.
Entretanto dissolva a maisena no leite e coloque na frigideira onde fritou a carne. Adicione depois a mostarda savora, o molho inglês, o piri-piri e tempere com um pouco de sal, pimenta e sumo de limão. Se gostar do sabor de mostarda um pouco mais forte, junte a mostarda em grão.
Deixe ferver até o molho engrossar e, se necessário junte um pouco mais de leite. Rectifique os temperos e junte a carne ao molho e deixe aquecer bem antes de servir.
Sirva com arroz branco e um esparregado de espinafres.

Bom Apetite!

segunda-feira, janeiro 25, 2010

French Toast

Sabem aquelas mesas fantásticas de pequeno-almoço nos hotéis? Ou então as que aparecem nas telenovelas? Com sumos, compotas, bolo, croissants, pão fresco, ovos...
Cá em casa, ao sábado, tenta-se recriar um pouco esses pequenos almoços. Pomos a mesa e comemos calmamente enquanto conversamos. A ementa vai variando: um sábado são ovos mexidos e sumo de laranja acabado de espremer, no outro são croissants e capuccino, no outro são papas de aveia, e há sempre leite, e pão acabado de fazer.
Este fim de semana, foi a vez de fazer french toast, que não é nada mais nada menos, do que uma espécie de rabanada que não leva açúcar e pode ser comida com acompanhamentos doces ou salgados.

Ingredientes para 2 pessoas:

4 fatias de pão de forma sem côdea
2 ovos batidos
leite
2 colheres de sopa de manteiga

Preparação:

Coloque leite num prato de sopa e num outro prato bata os 2 ovos.
Leve ao lume uma frigideira anti-aderente com a manteiga e deixe derreter.
Passe as fatias de pão de forma primeiro pelo leite, e depois pelos ovos batidos e leve a fritar na manteiga quente. Deixe dourar de ambos os lados e escorra sobre papel absorvente.
Sirva as french toast ainda quentes com açúcar e canela, compota ou mel, ketchup ou outro qualquer outro acompanhamento a gosto.

Bom Apetite!

sexta-feira, janeiro 22, 2010

Workshop de Culinária

Aproveito para divulgar um workshop de culinária que terá lugar na Quinta de S. Luiz em Pereira, Coimbra, no dia 6 de Fevereiro, pelas 11h.
Um workshop de Canapés: Pequenos Regalos para Surpreender em Grande, com o Chef Hélio Santos, chefe executivo do restaurante da Quinta de S. Luiz e com a minha humilde presença.
Para mais informações e reservas:
http://www.quintasluiz.com

Coxas de Frango em Marinada de Lima e Especiarias

As refeições do dia-a-dia não têm que ser insípidas, nem complicadas, nem hipercalóricas. Na maioria das vezes basta a alquimia da cozinha para se transformar uma banal refeição em algo muito mais saboroso. É por isso que para mim, a cozinha é um prazer tão grande: de misturar, experimentar, mexer, provar, alterar, melhorar, piorar, simplificar, complicar, cheirar, ...
E por isso, as coxinhas de frango que apenas ia grelhar para o jantar, acabaram por ficar dignas de figurar aqui, simplesmente porque marinaram nuns ingredientes que lhe conferiram um sabor delicioso. Ah, a alquimia de cozinhar!

Ingredientes para 2 pessoas:

4 coxinhas de frango
1 lima
chili-flakes (piri-piri moído)
sal q.b.
pimenta q.b.
1 colher de chá de alho em pó
1 colher de chá de acafrão das indias
1 colher de chá de garam masala (ou Caril)
azeite q.b.
Molho Sweet Chili para servir (ou agridoce se preferir)

Preparação:

Tempere as coxinhas de frango com o sumo de lima, o sal e pimenta, as especiarias e os chili-flakes a gosto. Envolva-as bem e deixe repousar nesta marinada pelo menos 30 minutos.(Se quiser poderá retirar a pele às coxinhas antes de as colocar na marinada)
Aqueça bem o grelhador, retire as coxinhas da marinada e pincele-as com um pouco de azeite. Coloque-as na grelha bem quente e deixe grelhar bem de ambos os lados até ficarem com uma bonita cor dourada e bem cozinhadas, principalmente junto ao osso.
Sirva as coxinhas com gomos de lima e molho sweet-chili e acompanhe com arroz branco e salada.

Bom Apetite!

quinta-feira, janeiro 21, 2010

Omelete com Chouriço Picante e Espinafres

Esta omolete foi preparada para um dos nossos jantares do Domingo. Eu sou da opinião que com ovos em casa é muito simples de desenrascar qualquer coisa rápido e saudável para comer.
Neste caso foi o ideal para petiscar depois de uma sopa quentinha, sempre muito bem vinda nesta altura do ano.

Ingredientes para 2 pessoas:

4 ovos
1/2 chouriço com pouca gordura
sal e pimenta q.b.
azeite
2 mãos cheias de folhas de espinafres frescas

Preparação:

Tire a pele ao chouriço e leve a saltear numa frigideira anti-aderente com um pouco de azeite. Adicione os espinafres e deize começar a murchar.
Entretanto bata os ovos com um pouco de sal e pimenta e junte à mistura de chouriço e espinafres. Deixe os ovos começarem a coagular e, com a ajuda de uma espátula vá dobrando a omolete até estar cozinhada, mas não em demasia para os ovos não ficarem borrachosos.
Sirva em fatias com uma salada de tomate.

Bom Apetite!

quarta-feira, janeiro 20, 2010

Couve com Azeite e Alho

Uma parte dos legumes que se consomem cá em casa são de agricultura familiar, i.e., vêm directamente da quintinha dos meus avós. Portanto consomem-se os legumes da época.
Se no verão houve courgete em abundância, de tal maneira que ainda ando a fazer sopa com courgete congelada nessa altura, agora há imensas couves. Se há couves, são couves que se vão consumindo.
Como não sou grande apreciadora de couve cozida, tenho-a preparado salteada, apenas com azeite e alho. É um excelente acompanhamento.

Ingredientes para 2 pessoas:

1 couve coração de boi pequena
4 dentes de alho
azeite q.b.
sal
pimenta
colorau em pó (facultativo)

Preparação:

Corte a couve numa juliana grossa - com a grossura de um dedo - tendo o cuidado de retirar o caule e o interior mais grosso.
Lave a couve em água abundante e deixe escorrer bem.
Entretanto pique os dentes de alho e coloque-os numa frigideira larga juntamente com o azeite. Deixe aquecer e introduza a couve. Deixe a couve cozinhar, mas atenção para não a deixar demasiado cozida e murcha. O ideal é que fique ainda crocante. Tempere de sal e pimenta a gosto.
Coloque na travessa de servir e polvilhe com um pouco de colorau em pó e um pouco mais de pimenta. Sirva como acompanhemento de carnes assadas, grelhadas ou estufadas.

Bom Apetite!

terça-feira, janeiro 19, 2010

Carne de Porco Estufada com Cogumelos

Há uns tempos, a minha mãe deu-me uma panela de cozedura lenta (crockpot). Curiosamente, a panela tem mais de 30 anos - foi oferecida aos meus pais como prenda de casamento - mas nunca tinha sido usada.
Estas panelas eram uma espécie de Bimby na altura. Colocavam-se os alimentos e os temperos na panela, ligava-se e saía-se para trabalhar. Quando se chegava a casa, depois de 8 ou 10 horas, o jantar estava pronto!
Ora a minha panela lá foi ficando em casa até que este fim de semana resolvi experimentar.
Panela mais básica não deve haver. Tem apenas 1 botão e 3 funções: off, low e high! Sem livro de instruções e após uma pesquisa sobre panelas de cozedura lenta no google, resolvi arriscar. O que mais podia acontecer era a panela já não funcionar. Mas funcionou!
A receita foi muito simples, como a maioria das receitas para as panelas de cozedura lenta, e tem a vantagem de não ser preciso adicionar nenhum tipo de gordura. A receita pode ser adaptada a uma panela convencional e a tempos de cozedura mais aceitáveis.
Mas foi engraçado preparar tudo de manhã e ligar a panela, almoçar, sair toda a tarde e chegar a casa e ter o jantar pronto!

Ingredientes para 4 pessoas:

1 quilo de perna de porco cortada em cubos pequenos
200gr de cogumelos frescos pequenos
sal
1 malagueta seca
2 cravinhos
100ml de vinho branco
4 colheres de sopa de polpa de tomate
3 dentes de alho picados
1 colher de sopa de molho inglês
pimenta q.b.

Preparação:

Colocar todos os ingredientes na panela, ligar em "low" (lento) e deixar estufar durante cerca de 8 horas.
Se não tiver uma panela de cozedura lenta, basta colocar todos os ingredientes numa panela convencional e leve a estufar em lume brando até tudo estar cozinhado.
Sirva com arroz branco ou batatas fritas e uns legumes cozidos.

Bom Apetite!

segunda-feira, janeiro 18, 2010

Pão Integral com Aveia

Apesar de usar a minha máquina de pão pelo menos 1 vez por semana há mais de 3 anos, é raro colocar aqui receitas para a máquina de pão. Na maioria das vezes acabo por fazer pão usando as farinha que já se compram prontas, às quais é só juntar água. A minha máquina é mais usada para amassar e levedar as mais diversas massas, como as massas de pizzas e de bolo rei ou rainha, do pãozão recheado, ou outra qualquer massa que precise de ser amassada e de levedar.
Outras vezes faço uma ou outra receita de pão, quase sempre infalíveis e das quais gostamos muito.
Este sábado, enquanto nos sentávamos à mesa para tomar o pequeno almoço com o pão quente ainda a fumegar ao nosso lado, lembrei-me que era já tempo de partilhar a receita.

Ingredientes para 1 pão de 750gr:

200gr de farinha de trigo
250gr de aveia
250gr de farinha integral
500ml de água
1 saqueta de levedura seca (usei Vahiné)
sal q.b.
1 colher de sopa de açúcar

Preparação:

Na cuba da máquina coloque a água morna. Junte depois as farinhas, a aveia, o sal, açúcar e por fim a levedura seca.
Ligue a máquina e escolha o programa mais apropriado.
Coma ainda morno com manteiga, fiambre ou a compota da sua preferência.

Bom Apetite!

sexta-feira, janeiro 15, 2010

Ensopado de Borrego

Eu sei que esta carne não é do agrado de todos, mas cá em casa gostamos bastante, portanto, de vez em quando, lá vem um prato de borrego (que pode ser feito com cabrito se preferirem...)
É um prato tradicional português, muito comum na zona do Alentejo e ideal para esta época do ano. Robusto e saboroso. O M. adorou!

Ingredientes para 2 pessoas:

800gr de borrego partido em pedaços pequenos
azeite ou banha
1 cebola
1 raminho de salsa
1 folha de louro
1 colher de chá de colorau
4 grãos de pimenta
3 cravinhos
sal
0,5 dl de vinagre
4 batatas
algumas fatias de pão caseiro

Preparação:

Coloque o azeite ou a banha num tacho, deixe aquecer e aloure os pedaços de borrego. Reduza o calor e acrescente a cebola e a salsa picadas, o louro, o cravinho, a pimenta, o colorau e tempere de sal. Deixe refogar muito bem juntando um pouco de água se necessário.
Quando estiver bem cozido acrescente a água necessária para fazer o ensopado. Assim que esta levantar fervura acrescente as batatas previamente descascadas e cortadas em quartos.
Adicione o vinagre, tape e deixe cozer e apurar.
Sirva o ensopado sobre o pão caseiro previamente torrado.

Bom Apetite!

quinta-feira, janeiro 14, 2010

Arroz Malandro de Camarão

Eu não sei como é em vossas casas, mas por aqui, quando o tempo começa mesmo a arrefecer as comidas reconfortantes e a fumegar são presença quase constante à mesa.
Foi o caso deste arroz de camarão bem malandrinho (com molho, para quem não sabe o que é um arroz malandro)! Delicioso e simples!

Ingredientes para 2 pessoas:

100gr de miolo de camarão
12 camarões grandes
2 colheres de sopa de polpa de tomate
1 cebola
1 dente de alho
1 folha de louro
azeite q.b.
sal
1 malagueta seca
1 medida de arroz
2 colheres de sopa de coentros picados
3 a 4 medidas de água (consoante queira o arroz com mais ou menos líquido)

Preparação:

Comece por fazer um refogado com o azeite, a cebola e o alho picados e a folha de louro.Junte a malagueta seca partida ao meio e metade dos coentros.
Adicione a polpa de tomate o miolo de camarão e os restantes camarões previamente descascados mas com a cabeça e o rabinho. Tempere de sal e adicione a água.
Assim que esta levantar fervura junte o arroz e rectifique os temperos. Deixe cozinhar em lume brando e, se necessário acrescente mais água quente durante a cozedura para um arroz mais malandrinho.
Sirva de imediato, a fumegar, polvilhado com coentros!

Bom Apetite!

quarta-feira, janeiro 13, 2010

Folhadinhos de Alheira

Eu sei que massa folhada e alheira são duas coisas bem calóricas. Eu sei que está na minha lista de resoluções para 2010 perder uns quilinhos. Mas estes folhadinhos foram para levar para o aniversário da Tia B., e eu apenas comi um para provar....
E deixo a ideia pois são muito fáceis de preparar e resultam muito bem como entradinhas numa festa com muitos convidados!

Ingredientes para cerca de 24 folhadinhos:

1 placa de massa folhada rectangular já esticada
1 alheira pequena
gema de ovo para pincelar
sementes de sésamo

Preparação:

Ligue o forno e regule-o para 180ºC. Entretanto corte cerca de 24 quadradinhos de massa folhada, cortando tiras ao alto e depois na horizontal.
Tire a pele à alheira e coloque um pedacinho da alheira crua no centro de cada quadradinho de massa.
Embrulhe depois as pontas da massa para cima, torcendo-as de modo a formar uma trouxinha.
Coloque os folhadinhos num tabuleiro forrado com papel vegetal e pincele com a gema de ovo diluída num pouco de água.
Salpique com as sementes de sésamo e leve ao forno até a massa folhar e ficar douradinha e estaladiça, cerca de 30 minutos.
Sirva mornos ou à temperatura ambiente.

Bom Apetite!

terça-feira, janeiro 12, 2010

Pastelinhos de Massa Filo com Chévre e Mel

Esta foi uma das entradas escolhidas para o nosso jantar de final de ano. São muito simples de preparar e uma delícia, principalmente para aqueles que, como eu e todos os que comeram, gostem de queijo.

Ingredientes para cerca de 18 pastelinhos:

1 embalagem de massa filo (cerca de 20 folhas)
2 queijos de cabra (chévre)
mel q.b.
manteiga q.b.
sementes de sésamo q.b.
Rucula selvagem
vinagre balsâmico

Preparação:

Comece por cortar cada um dos queijinhos em 9 rodelas.
Corte depois as folhas de massa filo em 4 tiras cada uma. Derreta um pouco de manteiga e com um pincel pincele de manteiga uma das folhas de massa e sobreponha outra folha sobre esta. Coloque uma das rodelas de queijo sobre a massa e enrole cuidadosamente fechando bem as pontas da massa. Repita até ter todos os pastelinhos formados.
Coloque-os depois os pastéis num tabuleiro forrado com papel vegetal e pincele novamente com manteiga polvilhando-os de seguida com as sementes de sésamo.
Leve os pasteis a forno quente, 180ºC, até os pastelinhos estarem dourados e crocantes e o queijo derretido. Retire do forno e regue generosamente com o mel.
Sirva os pastelinhos numa cama de rucula selvagem temperada com um pouco de vinagre balsâmico e azeite.

Bom Apetite!

segunda-feira, janeiro 11, 2010

Entremeada com Erva Doce e Alecrim

Tal como a Marizé, também eu fiz esta receita de carne deliciosa que encontrei na revista Olive de Janeiro de 2010.
Apesar de por estas bandas ser mais usual utilizar a entremeada para grelhar, a utilização da peça inteira assada lentamente no forno é realmente algo que não devem deixar de experimentar.

Ingredientes para 4 pessoas:
(adaptado de Olive, Janeiro de 2010, pág.54)

1 peça de entremeada inteira com cerca de 1,5 Kg
3 dentes de alho
folhas de 2 raminhos de alecrim
2 colheres de chá de erva doce em semente (também conhecida como funcho)
1 colher de sopa de azeite
200ml de vinho branco
sal

Preparação:

Com uma faca bem afiada corte o courato da peça de porco de modo a fazer uma quadricula. Coloque depois a peça de carne numa bacia com a pele virada para cima e deite sobre esta água a ferver. Isto vai fazer com que a pele retraia e os cortes da carne fiquem mais "abertos" para receberem melhor o tempero.
Num almofariz misture os dentes de alho, as folhas de alecrim, as sementes de erva doce, o azeite e o sal. Faça uma espécie de pasta e barre a peça de carne já seca com esta mistura.
Num tabuleiro coloque o vinho branco e sobre este a carne já temperada.
Leve a assar em forno quente, 200ºC, durante 30 minutos. Ao fim deste tempo, reduza a temperatura do forno para 140ºC e deixe cozinhar durante 2 a 3 horas até a carne estar cozinhada e a pele crocante.
Sirva com legumes cozidos e batatas assadas.

Bom Apetite!

sexta-feira, janeiro 08, 2010

Bochechas de Porco no Forno com Molho de Vinagreta

Desde que tinha visto esta receita no livro do Vitor Sobral "Entre Tachos e Tabuleiros" que andava com vontade de experimentar. Mas nunca mais me lembrava de comprar as bochechas de porco (ou burras). O tempo foi passando, e quase 1 ano depois de me terem oferecido o livro, e algumas receitas experimentadas depois, lá comprei finalmente as bochechas e segui a referida preparação.
Antes de mais, deixem que diga que estavam muito boas, afinal a receita é do Vitor Sobral, mas houve uma coisa que me incomodou. O nome original da receita é "Burras de porco no forno, curgete alourada e vinagreta de coentrada". Até aqui, nada a assinalar. Mas, há medida que se vai fazendo a receita percebe-se que falta alguma coisa. é que, na receita, de curgete alourada, nada! Ou seja, fazemos as bochechas no forno, fazemos o molho de vinagreta e as curgetes não entram em nenhum lado! Ora se não entram, porque é que fazem parte do nome da receita? E também não são o acompanhamento sugerido!
Até se podem ter esquecido dessa parte, eu compreendo, mas será que (ainda) ninguém notou? Só eu é que andei às voltas com a receita, à procura da curgete perdida?

Ingredientes para 2 pessoas:
(ligeiramente adaptado de "Entre Tachos e Tabuleiros" - Vitor Sobral, pág.132

6 bochechas de porco limpaS
1 cebola
2 dentes de alho
50ml de vinho branco
azeite q.b.
1 pitada de colorau
1 pitada de cominhos
sal
pimenta q.b.

Para a Vinagreta:
100 ml do líquido do assado
1 fio de azeite
3 colheres de sopa de vinagre de vinho
2 colheres de sopa de cebola picada
2 colheres de sopa de coentros frescos picados

Preparação:

Coloque a carne no tabuleiro onde irá assar e tempere-a com a cebola e os alhos picados, o colorau, os cominhos, o sal e a pimenta. Regue depois com o vinho e o azeite. Deixe a carne ficar na marinada cerca de 24 horas.
Leve depois a cozer, tapado, em forno muito brando (150ºC) durante cerca de 3 horas. Ao fim de duas horas deixe cozinhar já destapado.
Para servir prepare a vinagreta emulsionando o molho do assado com o azeite e vinagre.
Cubra a carne com esta vinagreta e polvilhe com a cebola e os coentros picados.
Sirva com puré de batata e legumes cozidos.

Bom Apetite!

quinta-feira, janeiro 07, 2010

Tapas de Cogumelos e Rucula

Ainda antes do Natal e restantes festas, passaram lá por casa estas tapas bem simples e saborosas que fizeram parte dos nossos já conhecidos jantares de Domingo.
Mais uma vez, foi o conteúdo do frigorífico a ditar o que comer: havia cogumelos e rucula já meio murchinhos. No cesto do pão 1/2 baguete a ficar dura. E cá em casa nada se deita fora... Tudo se aproveita. E apesar de os melhores ingredientes fazerem as melhores refeições, o aproveitamento de ingredientes também dá saborosos repastos!

Ingredientes para cerca de 12 tapas:

1/2 baguete
8 cogumelos brancos frescos
1 colher de sopa de vinagre balsâmico
tomilho q.b.
1 mão cheia de rucula selvagem
1 dente de alho
azeite q.b.
sal e pimenta

Preparação:

Lave e corte os cogumelos em fatias. Numa frigideira anti-aderente coloque um fio de azeite, o dente de alho picada e salteie os cogumelos até ficarem cozinhados. Junte depois o vinagre balsâmico, deixando ferver um pouco e tempere de sal, pimenta e tomilho. Reserve.
Entretanto corte a baguete em fatias da grossura de um dedo e coloque-as num tabuleiro de ir ao forno. Regue com um pouco de azeite e coloque-as no forno já quente apenas para alourarem.
Divida a mistura de cogumelos pelas fatias de pão e cubra com um pouco de rucula previamente lavada e bem seca. Regue com um pouco de azeite e sirva ainda quentes.

Bom Apetite!

quarta-feira, janeiro 06, 2010

Bolo Raínha

E chegamos ao Dia de Reis, o último dia deste período de festividades!
Para comemorar, decidi fazer não um Bolo Rei, mas sim um Bolo Raínha. A receita estava guardada desde o ano passado e veio daqui. Em vez de amassar à mão decidi usar a Máquina do Pão, e o resultado não desiludiu. Um bolo muito bom e fofo, digno de uma qualquer Raínha.
Feliz Dia de Reis para todos!

Ingredientes para 1 bolo grande:

100 grs nozes
100 grs amêndoas inteiras
600 grs farinha
125 ml de leite
1 pacote de levedura seco (usei 1 pacotinho de Vahiné)
1 colher chá sal
1 colher chá extracto baunilha
165 grs de açucar amarelo
100 grs de manteiga derretida
3 ovos

Cobertura
metades de nozes e amêndoas inteiras
2 colheres sopa açucar amarelo
2 colheres sopa água
leite para pincelar
açúcar em pó para decorar

Preparação:

Aqueça o leite e desfaça nele o fermento. Coloque esta mistura na cuba da máquina de pão, junte a manteiga derretida, o extracto de baunilha e os ovos batidos (que devem estar à temperatura ambiente). Acrescente depois a farinha, o açúcar, o sal e as nozes e amêndoas previamente passadas pela máquina de picar.
Ligue a máquina e utilize o programa de amassar e levedar. Se não tiver máquina de pão misture os ingredientes à mão, deixando levedar num local abrigado. Depois de levedada, a massa deve ter duplicado de volume.
Forme uma bola e coloque-a no tabuleiro de ir ao forno previamente untado e polvilhado com farinha. Com as mãos abra um buraco no meio e forme uma coroa (Coloque um copo ou taça enfarinhado no meio para evitar que o buraco feche). Cubra com um pano e deixe levadar mais 45 minutos.
Pincele o bolo com o leite, decore com os frutos secos e leve ao forno a 180ºC cerca de 40 minutos ou até o bolo estar cozido. Retire do forno e deixe arrefecer. Faça uma calda com a água e o açúcar amarelo e pincele o bolo com ela.
Para finalizar polvilhe abundantemente com açúcar em pó.

Bom Apetite!

terça-feira, janeiro 05, 2010

Frango do Campo Cerejado com Arroz de Forno

São ainda algumas as receitas do ano anterior que esperam a hora de ser publicadas. É o caso deste frango cerejado, receita tradicional que fez muito sucesso aqui por casa ainda antes do natal.
A preparação é bastante simples, o verdadeiro segredo está na qualidade do frango que deverá ser caseiro ou, quanto muito frango do campo.

Ingredientes para 2 pessoas:

1/2 frango caseiro ou do campo
1 medida de arroz carolino
6 dentes de alho
sal q.b.
azeite q.b.
1 cebola
1 cenoura
1 raminho de salsa

Preparação:

Coza o frango em água temperada de sal, juntamente com a cenoura e a cebola. Assim que o frango estiver cozido retire-o reservando o caldo da cozedura.
Num tacho leve um pouco de azeite a aquecer e frite o arroz. Adicione 2 medidas do caldo da cozedura do frango e a salsa, e rectifique de sal. Assim que levantar fervura desligue o lume, coloque tudo numa assadeira de barro e coloque no forno já quente deixando o arroz secar e cozinhar, ficando lourinho.
Entretanto leve uma frigideira ao lume com o azeite, os dentes de alho esmagados com a casca e os pedaços de frango bem escorridos. Deixe alourar em lume brando, tendo o cuidado de ir virando de vez em quando até a pele do frango se apresentar com uma crosta dourada.
Sirva o frango sobre o arroz de forno.

Bom Apetite!

segunda-feira, janeiro 04, 2010

Creme de Espargos

O novo ano começou e ainda andamos todos em modo "festas""! Mas as festas acabaram e é altura de voltar às rotinas. É também altura de voltar a ter cuidado com a alimentação e esquecer os excessos cometidos durante o ultimo mês.
Para ajudar a entrar novamente na rotina alimentar, nada como uma sopinha saudável, quente e nutritiva.

Ingredientes para cerca de 6 pessoas:

500gr de espargos verdes
2 batatas médias
1 cebola pequena
azeite
sal q.b.

Preparação:

Descasque as batatas e arranje os espargos retirando-lhes as partes fibrosas. Corte os legumes em pequenos pedaços, reservando as pontinhas de espargos para mais tarde.
Leve uma panela ao lume com um fio de azeite e salteie os legumes. Cubra-os com água a ferver e tempere de sal. Deixe cozinhar até os legumes estarem bem macios.
Bata depois a sopa com a varinha mágica até esta estar bem cremosa. Se necessário acrescente um pouco mais de água. Rectifique os temperos e junte as pontinhas dos espargos. Leve novamente a sopa ao lume apenas para cozer os espargos.
Sirva bem quente.

Bom Apetite!

sexta-feira, janeiro 01, 2010

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin