quarta-feira, Junho 30, 2010

Empadas de Pato

Há produtos fantásticos. Só é pena é (ainda) não estarem à venda em Portugal.
Passo a explicar: estas empadas foram super simples de fazer. Depois de cozer e desfiar o pato, não devo ter demorado mais do que 5 minutos até as colocar no forno. E a massa, perguntam vocês? Aí é que está a novidade, o produto fantástico! E se eu vos dissesse que há à venda umas rodelas de massa (tipo massa tenra) com cerca de 10 cm de diametro pronta a usar, em embalagens de 16 unidades e por cerca de 1€?
E na realidade há! E simplifica tanto a tarefa deliciosa de fazer empadas em casa quando não nos apetecesse fazer a massa - e há dias assim! Só que estas maravilhosas embalagens de massa não estão à venda em Portugal. Para isso temos de passar a fronteira até aos nossos vizinhos espanhois, e aí as encontramos à venda em qualquer Mercadona.
É uma pena ainda não terem chegado até Portugal. Principalmente porque são comercializadas pela marca  La Cocinera que é distribuida pela Nestlé,  um nome tão bem representada por aqui. Fica aqui o apelo a que tragam este produto para cá (e já agora as pepitas de chocolate para as bolachas também eram bem vindas!)
E fica também a receita das empadas. Quanto à massa, podem sempre susbtituir por massa folhada ou por uma massa quebrada.

Ingredientes para 8 empadas:

1 embalagem de massa para empanadillas La Cucinera
1 chávena de pato cozido e desfiado
100ml de água de cozedura do pato
sal e pimenta q.b.
1 colher de sopa de farinha maisena
1/2 cebola
azeite
1 gema

Preparação:

Pique a cebola e leve-a ao lume com um pouco de azeite. Assim que a cebola começar a ficar loura junte o pato desfiado e a maisena desfeita no caldo de pato. Deixe cozinhar em lume brando, mexendo até engrossar. Rectifique de sal e pimenta.
Forre 8 forminhas de silicone com uma rodela de massa cada e encha com a mistura de pato. Tape depois com outra rodela dobrando as bordas de modo a que o recheio não se liberte.
Pincele com a gema de ovo batida com umas pings de água e leve a assar em forno quente (180ºC) durante 15 minutos ou até a massa estar dourada e cozinhada.
Sirva como prato principal juntamente com uma salada. Ideal também para piqueniques ou para levar para a praia.

Bom Apetite!

terça-feira, Junho 29, 2010

Febras com Queijo Amanteigado e Cebola

Se há coisa que compro sempre, porque são ideias para refeições do dia-a-dia, são febras de porco. Ou se fazem enroladas, ou grelhadas, ou uns panados em dias mais especiais pois os fritos fazem mal.
E andavam umas febras esquecidas propositadamente no congelador, à espera de um dia de inspiração culinária para ver se lhes dava uma cara diferente. E lá surgiu a ideia de as juntar com uma cebolada e umas fatias de queijo da serra amanteigado. Lá que estavam boas, estavam, mas para comer com moderação!

Ingredientes para 2 pessoas:

4 febras pequenas
2 dentes de alho
1 cebola grande
1 folhinhas de louro
1 colher de chá de molho inglês
azeite q.b.
sal e pimenta
vinho branco
sumo de 1/2 limão
4 fatias pequenas de queijo amanteigado (usei queijo da serra, mas serve outro queijo amanteigado)

Preparação:

Tempere as febras com sal, pimenta, louro, o alho picado, o sumo de limão e um golinho de vinho branco.
Leve ao lume uma frigideira com um pouco de azeite e aloure as febras até estarem cozinhadas.Junte o molho inglês e a marinada e deixe ferver 5 minutos em lume brando. Retire e reserve mantendo quente.
Coloque um pouco mais de azeite na frigideira e adicione a cebola previamente cortada em rodelas e deixe alourar. Tempere com um pouco de sal.
Sobre cada febra coloque uma fatia de queijo amanteigado e cubra com a cebolada ainda quente de modo a derreter o queijo.
Sirva com arroz e uma salada verde.

segunda-feira, Junho 28, 2010

"Panquecas" Rechadas com Carne Picada

A semana começa com uma receita de "panquecas" que na realidade são crepes, recheados com umas sobras de carne que assim foram recicladas numa nova receita. Uma refeição simples que acompanhamos com uma salada e que comemos num jantar de domingo. É que por aqui as refeições não têm passado de reciclagens e de coisas muito simples que as festas, jantaradas e jantarinhos têm sido muitos e não me têm deixado cozinhar tanto como gostaria!

Ingredientes para 6 crepes:

Crepes

75 gr de farinha
125 ml de leite magro
sal
1 ovo grande
25 gr de manteiga

Recheio
1 chavena de restos de carne cozinhada e picada
1 colher de sopa de farinha
leite q.b.
sal e pimenta q.b.
azeite
1 colher de chá de oregãos
2 colheres de sopa de queijo parmesão

Preparação:

Inicie pelos crepes. Junte a farinha peneirada e o sal. Adicione o ovo e o leite e misture bem.
Deixe a massa repousar no frigorifico durante 1 hora. Adicione depois a manteiga derretida, e, numa frigideira anti aderente deite colheradas de massa e assim que estiver cozinhada de um lado, vire o crepe e deixe cozinhar do outro lado. Repita até esgotar toda a massa.
Prepare depois o recheio. Leve ao lume um pouco de azeite e salteie a carne picada. Polvilhe com a farinha e regue com um pouco de leite, deixando o molho engrossar. Tempere de sal, pimenta, queijo ralado e os oregãos. Recheie cada crepe enrolando-o depois.
Sirva os crepes com uma salada verde.

Bom Apetite!

sexta-feira, Junho 25, 2010

Clafoutis de Cereja

Dois acontecimentos diferentes deram origem a que eu finalmente experimentasse esta sobremesa.
Em primeiro lugar tinha acabado de ler recentemente (e finalmente) o "Julie&Julia", da Julie Powell e por causa disso andava outra vez enamorada do meu "Mastering the Art of French Cooking" da Julia Child, de tal maneira que o tinha como leitura de cabeceira escolhendo receitas aqui e ali para fazer. Entre essas receitas estava o Clafoutis de cereja. Mas o preço não me convidada ainda a comprar cerejas, ainda por cima para utilizar numa sobremesa. Mas, sem estar a contar chegou cá a casa uma cesta cheia trazida pelos meus avós. E, apesar do trabalho de ter de as descaroçar, não resisti a finalmente fazer o Clafoutis da Julia Child.

Ingredientes:
(em Mastering the Art of French Cooking, pág.607 - Julia Child e outros)

340gr de cerejas descaroçadas ( de preferência das vermelhas escuras e carnudas - eu usei outra variedade mais pálida)
240ml de leite
60gr de açúcar + 60gr de açúcar
3 ovos
1 colher de sopa de extracto de baunilha
1 pitada de sal
70gr de farinha

Preparação:

Junte os ovos com o leite, 60gr de açúcar, o extracto de baunilha, a farinha e o sal e com a varinha mágica ou o liquidificador bata tudo muito bem.
Unte um pirex ou prato de ir ao forno com um pouco de manteiga e coloque uma camada fina da massa que preparou. Leve ao forno quente (180ºC) durante 1 ou 2 minutos só até essa primeira camada assentar. Retire do forno e espalhe as cerejas previamente descaroçadas e polvilhe com as restantes 60gr de açúcar. Cubra com o resto da massa e alise a superfície.
Coloque novamente no forno e deixe cozinhar cerca de uma hora. O clafoutis estará pronto quando estiver inchado e dourado e quando ao introduzir um palito esta sair limpo.
Sirva o clafoutis ainda morno previamente polvilhado com açúcar em pó.

Bom Apetite!

quinta-feira, Junho 24, 2010

Gaspacho e Uma Oferta Especial

Recebi no início desta semana uma oferta muito generosa e simpática da Ervas da Zoé. Para quem não sabe são ervas e chás certificados e de agricultura biológica produzidos por um jovem casal que decidiu abandonar uma vida citadina e dedicar-se de corpo e alma, e com uma paixão enorme, a este projecto.
Cá a casa chegaram então várias ervas e chás em caixinhas e saquinhos tão amorosos que eu abri com todo o cuidado para não danificar as embalagens.
A primeira ervinha a sair da caixa foi a hortelã da ribeira que veio alegrar um refrescante gaspacho - uma sopa fria comum nas zonas quentes como Alentejo, Algarve e Andalucia, apesar das variações na sua preparação.

Ingredientes para 2 pessoas:

3 tomates chucha
1 pepino pequeno
1/2 pimento vemelho pequeno
1/2 cebola nova
Azeite
Vinagre
Sal e Pimenta
1 colher de sobremesa de Hortelã da Ribeira seca da Ervas da Zoé

Preparação:

Tire a pele e as sementes ao tomate, mergulhando-os uns segundos em água a ferver. Descasque o pimento, corte-o em quartos e com a ajuda de uma colher de chá retire-lhe as sementes.
Descasque também o pimento (a pele torna-se um pouco indigesta) usando um descascador de batatas e retire-lhe as sementes.
Corte depois todos os legumes em pequenos cubos e coloque no liquidificador juntando também um copo cheio de gelo. Pique bem até obter uma mistura homogénea.
Tempere a gosto com sal, pimenta, um pouco de vinagre e com a hortelã da ribeira.
Sirva bem frio regado com um fio de azeite.

Bom Apetite!

quarta-feira, Junho 23, 2010

Frango Assado com Ervas Frescas

Para mim há algo de reconfortante num frango assado. É a verdadeira comida de conforto, a comida que me faz sentir em casa, a comida que me consegue recompor de (quase) todos os males. É comida de domingo e de almoços de família. E é sempre tão simples de fazer.
Desta vez o frango foi assado com uma mistura de ervas frescas, que vieram de casa dos meus avós e que inundaram a casa de um aroma delicioso enquanto o frango assava!

Ingredientes para 4 pessoas:

1 frango com cerca de 1,5Kg
2 raminhos de tomilho
2 raminhos de alecrim
1 folha de louro
2 dentes de alho
1/2 limão
sal e pimenta q.b.
azeite
vinho branco

Preparação:

 Dentro do frango coloque o limão, os dentes de alho esmagados, os raminhos de alecrim e de tomilho e a folha de louro. Tempere bem o frango com sal e pimenta, por dentro e por fora e esfregue-o bem com o azeite.
Coloque o frango numa assadeira e regue com o vinho branco. Leve a assar em forno quente (180ºC) até o frango estar cozinhado e bem dourado de ambos os lados. Durante o tempo de assadura vá pincelando o frango com o molho que se vai formando no tabuleiro.
Sirva com batatinhas assadas ou arroz e uma salada verde.

Bom Apetite!

terça-feira, Junho 22, 2010

Robalo Salteado com Esparguete Nero

E o que me dizem a esta fantástica refeição que demorou pouco mais de 10 minutos a preparar? Eu achei deliciosa, saudável e muito prática. A fazer mais vezes de certeza absoluta.

Ingredientes para 2 pessoas:

2 filetes de robalo sem pele nem espinhas (podem usar outro peixe branco)
200gr de espatguete nero de sepia
1 cebola pequena
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.
tomilho fresco

Preparação:

Coza o esparguete em água a ferver temperada com um pouco de sal até ficar al dente. (Deixo aqui um pequeno truque para poupar tempo e energia. Em vez de levar a água ao lume e esperar que ferva, use uma cafeteira electrica para ferver a água - é mais rápido e fica mais económico- e coloque-a depois na panela.)
Entretanto corte os filetes de robalo em pequenos cubos. Leve ao lume a cebola picada com um pouco de azeite e quando a cebola começar a ficar translúcida junte os cubinhos de peixe. Tempere com sal e pimenta e perfume com umas folhinhas de tomilho. Deixe saltear uns minutos até o peixe estar cozinhado.
Entretanto escorra o esparguete e misture-o ao peixe salteado.
Sirva de imediato polvilhado com mais uma folhinhas de tominho.

Bom Apetite!

segunda-feira, Junho 21, 2010

Bruschetta de Peperonata

... que é como quem diz, torrada de pimentos, tomate e cebola. Pois bem, um clássico da cozinha italiana. É o que dá andar (finalmente!) a lêr o "Comer, Orar, Amar" da Elisabeth Gilbert. Como dá para perceber ainda só estou na parte de comer, o que significa uma vontade enorme de me meter num avião e ir a correr até Itália e comer as pizzas, os gelados e as massas descritas no livro. Na falta disso, só me resta ir até a cozinha e fazer uns petiscos italianos para mim e para o M.!

Ingredientes para 2 pessoas:

1 pimento vermelho
1 tomate maduro
1 cebola pequena
azeite
sal e pimenta
vinagre de vinho branco
2 fatias de pão caseiro ou alentejano
1 dente de alho

Preparação:

Comece por cortar o pimento em tiras e o tomate em cubinhos descartando as sementes.
Leve depois uma cebola picada ao lume juntamente com um pouco de azeite e deixe refogar ligeiramente. Junte depois o tomate e o pimento, tempere de sal e pimenta e deixe cozinhar em lume brando, bem tapado, durante 20 minutos ou até o pimento estar cozido. Acrescente um bom esguicho de vinagre e deixe ferver mais 2 minutos.
Entretanto torre as fatias de pão e ainda quentes esfregue-as com o dente de alho e regue-as com azeite. Coloque a peperonata por cima e delicie-se!

Bom Apetite!

sexta-feira, Junho 18, 2010

Sorvete de Pêssego com Tomilho

Da ultima ida dos meus avós "à terra", chegou-me um cesto cheio de cerejas, pêssegos, alecrim, tomilho, hortelã e ainda umas belíssimas hortenses que são das minhas flores favoritas.
Nesse dia foi uma barrigada de cerejas, e outra de pêssegos. Mas tinha de haver receitas com ingredientes tão naturais e biológicos.
Como ando numa paixão assolapada por sorvetes - que apesar do açúcar são muito menos calóricos que os gelados que levam natas e ovos - resolvi experimentar esta combinação realmente saborosa e fresca de pêssego e tomilho. Espero que gostem.
Bom fim-de-semana!

Ingredientes:

120gr de açúcar
500ml de água
2 raminhos de tomilho
4 pêssegos grandes

Preparação:

Leve a água ao lume com o açúcar e com os raminhos de tomilho. Deixe ferver em lume brando cerca de 10 minutos. Retire e deixe arrefecer um pouco
Entretanto lave e descasque os pêssegos e parta-os em bocados, desfazendo-os depois com a varinha mágica.
Passe a calda de açúcar por um coador e adicione-a depois aos pêssegos triturados. Retire as folhinhas dos raminhos de tomilho e junte-as também. Misture bem.
Coloque depois a mistura na máquina de gelados e, cerca de 30 minutos depois terá o sorvete pronto a colocar numa caixa hermética. Guarde no congelador até servir.
Se não tiver uma máquina de gelados coloque a mistura no congelador e passado uma hora, com a ajuda de um garfo, esmague e bata os cristais de gelo que entretanto se formaram. Repita esta operação até a mistura ter a textura de um gelado. Guarde depois numa caixa hermética até servir.

Bom Apetite!

quinta-feira, Junho 17, 2010

Pão com Chouriço na Máquina de Fazer Pão

Parece impossível ter a minha máquina há tanto tempo, e nunca ter experimentado fazer um pão com chouriço. Se não fosse a minha mãe a falar maravilhas do pão que tinha feito, acho que ainda nem tinha experimentado. Fica realmente muito saboroso, e é um optimo pão para petiscos de fim de semana, piqueniques ou para comer assim, acabadinho de sair da máquina....

Ingredientes para 1 pão pequeno:

125gr de farinha de trigo
125gr de farinha para fabrico de pão - farinhas prontas para a máquina (podem usar qualquer variedade, mas a de pão rustico fica melhor)
1/2 chouriço
150ml de água

Preparação:

Retire a pele ao chouriço e pique-o na picadora. Na cuba da máquina de pão coloque a água, e depois as farinhas, terminando com o chouriço.
Use o programa mais indicado, segundo as instruções da sua máquina. (Eu uso quase sempre o de pão rápido e nunca me saiu mal!)
Depois de pronto, retire cuidadosamente o pão da cuba e, com a ajuda do utensílio próprio retire as pás de amassar.
Sirva morno ou frio cortado em fatias.

Bom Apetite!

quarta-feira, Junho 16, 2010

Salada de Espinafres com Pêra Rocha, Nozes e Gorgonzola

Com o calor começa a época das saladas e das suas inúmeras combinações, das mais convencionais às mais atrevidas. Esta encheu-me as medidas e foi um excelente almoço!

Ingredientes para 2 pessoas:

100gr de espinafres
2 pêras rochas pequenas
4 nozes
50gr de Gorgonzola
2 colheres de sopa de azeite
1 colher se sopa de vinagre balsâmico
flôr de sal q.b.
pimenta q.b.

Preparação:

Disponha as folhas de espinafres já lavadas e bem secas numa saladeira. Descasque as pêras e corte-as em fatias finas, colocando-as sobre os espinafres. Misture as nozes em pedaços e o Gorgonzola desfeito com as mãos envolvendo tudo suavemente.
À parte faça o molho misturando todos os ingredientes.
Antes de servir verta sobre a salada.

Bom Apetite!

terça-feira, Junho 15, 2010

Leite Creme de Alfazema

Andava para fazer esta combinação há já algum tempo, desde que experimentei o leite creme de tomilho. É curioso como o leite-creme se torna uma sobremesa versátil apenas pela substituição de aromas: limão, laranja, tomilho, alfazema, louro, cidreira, as variantes são imensas e saborosas.
E não pensem que isto são modernices de chefes de cozinha. Quando contei à minha avó esta minha experiência, ela surpreendentemente me disse que já na aldeia do meu avô  lhe tinham sugerido esta junção!E olhem que quem sugeriu foi alguém sem qualquer tipo de conhecimento e "cultura"" gastronómica. Afinal, para quem acha que os chefes só têm ideias malucas, parece que aprenderam tudo com o nosso povo!

Ingredientes para 6 pessoas:

500 ml de leite meio-gordo
100gr de açúcar
4 gemas
4 flores de alfazema
20gr de farinha Maisena (Amido de Milho)
açúcar  para queimar o leite-creme

Preparação:

Levar o leite a ferver com as flores de alfazema dentro de um coador de chá e deixar depois em infusão durante 1 hora.
Numa taça, misturar bem o açúcar com a farinha e as  gemas.
Adicionar depois, pouco a pouco o leite, mexendo sempre. Coar a mistura para um tacho e levar novamente ao lume, sem parar de mexer, até engrossar.
Distribuir o leite-creme pelas tacinhas e deixar arrefecer.
Na altura de servir polvilhar as tacinhas com o açúcar e queimar com o maçarico de cozinha. Servir de imediato.

Bom Apetite!

segunda-feira, Junho 14, 2010

Morcela com Ananás

Começamos a semana com um novo petisco. Desta vez uma combinação pouco usual mas bastante saborosa de morcela com ananás que vi, há já algum tempo, no "Tertúlia de Sabores" da simpática Moira. A receita foi mais uma adaptação do que uma réplica, mas mesmo assim resultou muito bem!!
Foi uma óptima solução para acabar com meia morcela e umas rodelas de abacaxi que andavam no frigorífico.

Ingredientes:

1/2 morcela da beira
4 rodelas de abacaxi fresco
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de açúcar

Preparação:

Corte o anaás em pedaços e a morcela em rodelas. Numa frigideira anti-aderente coloque a morcela e deixe-a cozinhar até ficar torradinha de ambos os lados. Retire e reserve. Limpe a frigideira com papel absorvente e coloque o azeite e o açúcar, Deixe aquecer e junte o ananás em pedaços e deixe caramelizar.
Sobre cada pedaço de ananás coloque uma rodela de morcela. Sirva como petisco ou aperitivo antes de um jantar.

Bom Apetite!

sexta-feira, Junho 11, 2010

Pica-Pau de Porco

Agora, com as festas dos santos populares, o mundial de futebol e, esperemos, o calor, apetecem petiscos simples e saborosos que reúnam todos à volta da mesa. Este pica-pau é um perfeito exemplo!
Bom fim de semana!

Ingredientes para 2 pessoas:

2 bifanas ou bifes de cachaço pequenos
azeite
2 dentes de alho
1 folhinha de louro
1/2 malagueta fresca
sal e pimenta q.b.
1 colher de sobremesa de molho inglês
100ml de cerveja

Preparação:

Corte a carne em pequenas tiras e pique os dentes de alho. Leve ao lume o azeite com o alho e o louro e assim que começar a queres fritar junte a carne e deixe saltear. Tempere de sal e pimenta, acrescente a malagueta cortada fininha, o molho inglês e a cerveja e deixe a carne cozinhar e o molho apurar.
Sirva com fatias de pão fresco ou torrado para embeber no molho.

Bom Apetite!

quinta-feira, Junho 10, 2010

Hamburguer em Pão de Azeitonas com Maionese de Caril

Hoje não trago propriamente uma receita, mas sim uma sugestão para um jantar ligeiro,  ideal para um dia feriado, como o de hoje. Espero que gostem!

Ingredientes para 2 pessoas:

2 hamburguers (eu uso caseiros)
4 colheres de sopa de maionese
1 colher de chá de caril
1 cebola roxa
2 folhas de alface
1 toamte chucha
2 pães de azeitonas

Preparação:

Comece por cozinhar os hamburguers: grelhe-os ou frite-os conforme o seu gosto pessoal.
Entretanto corte o tomate e a cebola em rodelas e lave bem as folhas de alface. Misture a maionese com o pó de caril e barre generosamente os pãezinhos de azeitonas. Cubra depois com a alface e sobre esta coloque o hamburguer, depois as rodelas de tomate e finalize com a cebola.
Sirva com uma salada verde ou para os mais gulosos umas batatinhas fritas.

Bom Apetite!

quarta-feira, Junho 09, 2010

Sorvete de Limão

A máquina de gelados cá de casa não tem tido descanso. Entre algumas repetições e recriações, surgiu desta vez um refrescante sorvete de limão! Um dos meus favoritos desta temporada!

Ingredientes:

500ml de água
1 limão
200gr de açúcar

Preparação:

Leve a água ao lume com o açúcar e com uma casquinha de limão e deixe ferver cerca de 5 minutos em lume brando. Retire e deixe arrefecer.
Entretanto rale o restos da casca de limão e depois esprema-o aproveitando o sumo.
Junte o sumo e a raspa de limão à calda de açúcar e coloque depois a mistura na máquina de gelados. Cerca de 30 minutos depois terá o sorvete pronto a colocar numa caixa hermética. Guarde no congelador até servir.
Se não tiver uma máquina de gelados coloque a mistura no congelador e passado uma hora, com a ajuda de um garfo, esmague e bata os cristais de gelo que entretanto se formaram. Repita esta operação até a mistura ter a textura de um gelado. Guarde depois numa caixa hermética até servir.

Bom Apetite!

terça-feira, Junho 08, 2010

Croquetes de Batata da Avó Cila

Quando a Mafalda Pinto Leite me convidou para participar na rubrica do "Blogger do Mês", do seu blogue "Dias com Mafalda", não foi muito díficil decidir qual a receita a escolher. Teria que ser uma receita de família, daquelas que cresceram comigo, e que me fizeram aquilo que sou. Sim, porque se gosto de cozinhar, se tenho algum jeito para a cozinha, as únicas responsáveis são a minha mãe e a minha avó, com quem aprendi tudo o que sei.
Não foi difícil, portanto, decidir que receita partilhar. E ainda bem que a Mafalda também gostou desta ideia. E já agora, obrigada pelo convite. É com muito orgulho que participo no blogue de alguém que tanto admiro.

Ingredientes para 2 pessoas:

4 batatas médias
1 ovo
Sal e pimenta q.b
1 colher de sobremesa de manteiga
1 pitada de Noz moscada
Farinha
Óleo para fritar

Preparação:

Descasque as batatas, corte-as em pedaços e leve-as a cozer em água temperada de sal. Assim que estiverem cozidas escorra-as e passe-as pelo passe-vite até ficarem em puré. Junte a gema de ovo e a manteiga e misture bem. Rectifique de sal e tempere com um pouco de pimenta e noz moscada.
Deixe arrefecer um pouco e tenda bolinhas com o puré. Passe-as depois por farinha e pela clara de ovo ligeiramente batida com um garfo e leve a fritar em óleo abundante.
Estes croquetes são deliciosos a acompanhar carnes assadas ou comidas simples, como um aperitivo.

Bom Apetite!

segunda-feira, Junho 07, 2010

Sopa de Pão, Alho e Coentros com Ovo Escalfado

Para começar bem a semana, uma sopa de pão inspirada nas açorda alentejana. Incrível como se conseguiram criar coisas tão boas e saborosas com uma escassez tão grande de recursos. Alimentar-me a pão e água? Parece-me bem, desde que seja no Alentejo!

Ingredientes para 2 pessoas:

azeite
3 dentes de alho
1 raminho de coentros
2 fatias de pão alentejano (de preferência com alguns dias e cortado fino)
sal q.b.
2 ovos
água

Preparação:

Num almofariz esmague os dentes de alho com sal e com metade dos coentros.
Leve uma panela ao lume com azeite e junte a mistura de sal, coentros e alho e deixe fritar um pouco sem deixar queimar. Acrescente depois cerca de 600ml de água e deixe levantar fervura. Rectifique de sal e cuidadosamente abra os ovos para dentro deste caldo. Junte os restantes coentros picados grosseiramente e deixe ferver em lume brando até os ovos estarem cozinhados.
Divida as fatias de pão pelos pratos de sopa e cubra com o caldo fervente e com o ovo.

Bom Apetite!

sexta-feira, Junho 04, 2010

Folhadinhos de Salsicha

Acho que não deve haver ninguém que não saiba fazer estes simples folhadinhos. São optimos para levar para um piquenique, indispensáveis em festas infantis e quase não há quem lhes consiga resistir.
Aqui ficam, como sugestão para, quem sabe, fazerem um piquenique neste fim de semana!

Ingredientes:

32 salsichas cocktail
1 base de massa folhada pronta a usar (usei redonda)
1 gema para pincelar

Preparação:

Desenrole a massa folhada e corte-a em 32 partes iguais - o que se torna muito simples usando uma base redonda: vá cortando a massa em quartos até ficar com 32 mini-fatias.
Na extremidade mais larga de cada fatia coloque a salsicha e enrole até à parte mais fina. Continue até esgotar todos os ingredientes.
Coloque depois os folhadinhos num tabuleiro forrado com papel vegetal e pincele com um pouco de gema de ovo.
Leve a forno quente (180ºC) cerca de 20 minutos até estarem folhados e dourados.

Bom Apetite!

quinta-feira, Junho 03, 2010

Sopa de Pêssego e Espumante

No ultimo jantar "Sábado a 6", não foi só a entrada de camarão que foi preparada segundo uma receita do Chef Henrique Sá Pessoa. A sobremesa também teve a mesma origem, e foi outro sucesso à mesa.
Mais importante ainda, foi muito fácil de fazer, o que prova que é possível recriar em casa (algumas) receitas de autor.

Ingredientes para 6 pessoas:
(adaptado de "Entre Pratos" - Henrique Sá Pessoa, pág. 26)

1 lata de pêssego em calda
200ml de espumante
1 pau de canela
2 cravinhos
2 raminhos de hortelã
3 colheres de sopa de natas frescas
125g de framboesas frescas
sorbet de maçã (ou outro à escolha)

Preparação:

Colocar os pêssegos e a calda numa panela e juntar o espumante, a canela e os cravinhos. Levar a ferver em lume brando cerca de 15 minutos, até os pêssegos ficarem bem cozidos. Retirar do lume, juntar a hortelã e deixar ficar em infusão durante cerca de 30 minutos.
Tirar as especiarias e a hortelã e triturar tudo com a varinha mágica. Deixar arrefecer bem no frigorífico.
Juntar as natas e voltar a passar com a varinha mágica.
Para servir, colocar a sopa de pêssegos num prato de sopa, e, ao centro colocar uma bola de sorbet de maçã. Rodear com as framboesas e decorar com umas folhinhas de hortelã fresca.
Servir de imediato.

Bom Apetite!

quarta-feira, Junho 02, 2010

Borrego com Ervilhas e Caril

Eu sei que as ervilhas não são consensuais. Nem o borrego. E muito menos o caril. Mas cá em casa são 3 ingredientes muito apreciados, e já há algum tempo que tinha surgido a ideia de os juntar. Este fim-de-semana foi a altura ideal! Ficou de comer e chorar por mais - para quem gosta, claro está!

Ingredientes para 2 pessoas:

500gr de borrego partido em pedaços pequenos
600gr de ervilhas
1 cebola
1 folha de louro
100ml de vinho branco
sal e pimenta q.b.
1 raminho de hortelã
1 colher de sopa de pó de caril
azeite

Preparação:

Pique a cebola e leve-a ao lume num tacho com azeite. Assim que a cebola começar a dourar, junte o pó de caril e a folha de louro e deixe fritar um pouco. Junte depois um pouco de vinho branco e deixe formar uma pasta. Acrescente depois o borrego em pedaços e envolva-o bem na mistura de caril. Acrescente depois um pouco de água, até cobrir a carne e tempere de sal e pimenta. Deixe cozinhar em lume brando até a carne estar cozinhada
Acrescente depois as ervilhas (e se necessário mais água) e o raminho de hortelã e deixe cozinhar até as ervilhas estarem macias.
Sirva com arroz branco ou com batata cozida.

Bom Apetite!

terça-feira, Junho 01, 2010

Camarões no Forno

Na sexta-feira houve novo jantar comunitário. Entre os ingredientes distribuídos, alguém ficou responsável por levar uns camarões para prepararmos para a entrada. Como o mote destes jantares é serem informais, simples e despreocupados (tão despreocupados que nos esquecemos de fazer o arroz para acompanhar o frango...), nada melhor do que os preparar no forno. Mais simples era impossível. E ficaram muito bons.

Ingredientes:

1kg de camarão congelado calibre 20/30
6 dentes de alho
1 folha de louro
2 malaguetas secas
sal q.b.
1 cerveja mini

Preparação:

Depois do camarão descongelado, cortar-lhe as barbas com a ajuda de uma tesoura. Colocar depois o camarão num tabuleiro de ir ao forno e temperar com sal, a folha de louro partida em pedaços, os dentes de alho bem picadinhos e as malaguetas cortadas.
Regar com a cerveja e levar a forno quente (200ºC) até os camarões ficarem rosados e o molho apurado.
Servir como entrada ou petisco com pão torrado.

Bom Apetite!

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin