terça-feira, novembro 30, 2010

Guisado de Grão e Farinheira

No início do mês, fomos passar o fim de semana a casa dos nossos amigos R e LM. Ao chegarmos tinhamos um fantástico almoço à espera: um guisado de grão e farinheira, que logo reconheci do livro da Mafalda Pinto Leite. E estava delicioso, bem como tudo o que nos foi servido. Até trouxe comigo a receita da tarte de lima e requeijão, que ainda não fiz!
E ficou prometido que também eu ia fazer esse guisado! E como o prometido é devido aqui está ele! Uma receita optima para estes dias de frio.

Ingredientes para 2 pessoas:
(adaptado de "Dias com Mafalda" - Mafalda Pinto Leite, pág.137)

1 colher de sopa de azeite
1 farinheira
1 cebola pequena
1/2 pimento vermelho
2 dentes de alho
1 colher dde chá de oregãos
1 batata média
250g de grão de bico cozido
1 lata pequena de tomate pelado
2 colheres de sopa de polpa de tomate
125ml de água
sal e pimenta q.b.
salsa picada

Preparação:

Aqueça o azeite numa panela e junte a farinheira inteira previamente picada. Deixe dourar de ambos os lados e retire deixando escorrer sobre papel absorvente.
Retire o excesso de gordura e aloure a cebola picada na restante. Acrescente também o pimento e a batata em cubos deixando cozinhar durante 5 minutos. Junte os oregãos, o alho picado, o grão, o tomate pelado picado e o seu caldo, a água e a polpa de tomate. Tempere com sal e pimenta e deixe levantar fervura.
Acrescente depois a farinheira partida em rodelas e deixe cozinhar cerca de 15 minutos em lume brando até o molho ficar espesso e a batata cozinhada.
Antes de servir polvilhe com a salsa picada.

Bom Apetite!

segunda-feira, novembro 29, 2010

Carne de Porco em Vinho Tinto

Há receitas que saem do nada. Que nascem da necessidade do momento e do que nos resta no frigorífico. Nascem do improviso de juntar "aquilo" porque não temos "isto". Que rapidamente passam do que imaginámos, ganham vida própria e transformam-se diante dos nossos olhos.
Eu ia só estufar uns cubinhos de carne de porco. Mas o facto de não ter vinho branco em casa levou-me a juntar vinho tinto. E depois, não sei bem o que aconteceu... Apenas sei que de uma coisa muito simples saiu uma refeição que nos deixou quase a lamber os dedos.

Ingredientes para 2 pessoas:

300g de perna de porco em cubinhos
2 hastes de tomilho
1 folha de louro
200ml de vinho tinto
3 colheres de sopa de polpa de tomate
1 cebola grande
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de farinha
sal e pimenta q.b.
1 malagueta seca

Preparação:

Tempere a carne com sal, pimenta e misture-lhe a farinha.
Leve um tacho ao lume com o azeite e junte a cebola cortada em meias luas grossas. Junte depois a carne e deixe saltear tudo até a carne começar a ficar dourada. Acrescente depois o vinho tinto, a malagueta partida, a polpa de tomate, a folha de louro e o tomilho. Deixe levantar fervura, tape o tacho e reduza o lume para o mínimo. Deixe então cozinhar em lume muito brando durante 1 hora até o molho estar reduzido e espesso (se necessário acrescente um pouco mais de vinho durante a cozedura) e a carne bem macia. Se necessário rectifique os temperos.
Antes de servir retire a folha de louro e as hastes de tomilho e sirva com arroz branco ou puré de batata e legumes cozidos.

Bom Apetite!

sexta-feira, novembro 26, 2010

Biscotti de Nozes

Os "biscotti" são uns biscoitos originários de Itália e têm como particularidade, para além de  não levarem nenhum tipo de fermento ou de gordura, serem cozinhados duas vezes,. São muito crocantes o que os torna perfeitos para servir com café, chá e até licores e Vinho do Porto.
Estes que aqui trago têm ainda a vantagem de não levarem gemas, o que os torna óptimos para aproveitamentos de claras.
Deixo-vos esta sugestão para este fim de semana, e quem sabe, para os vossos cabazes de natal!

Ingredientes para cerca de 35 unidades:

3 claras
75g de açúcar
1 colher de chá de canela
110g de farinha de trigo
110g de nozes

Preparação:

Ligue o forno e regule-o nos 180ºC. Unte uma forma de bolo inglês (com cerca de 25cm) e forre-a com papel vegetal.
Bata as claras em castelo até ficarem firmes mas não muito duras. Acrescente depois o açúcar aos poucos até ficar bem incorporado, e sem parar de bater. Acrescente depois a canela, a farinha e as nozes e mexa bem.
Coloque a mistura na forma alisando a superfície e leve a assar cerca de 30 minutos ou até estar ligeiramente dourado e cozido. Retire do forno e deixe arrefecer.
Com uma faca de serrilha corte o bolo em fatias de cerca de 3mm, e coloque depois as fatias num tabuleiro.
Leve novamente ao forno (150ºC) durante cerca de 15 minutos (virando-os a meio tempo) até os biscotti estarem levemente dourados, crocantes e secos. Deixe arrefecer e guarde num recipiente fechado.
Sirva como acompanhamento de café ou chá.

Bom Apetite!

quinta-feira, novembro 25, 2010

Arroz Bomba com Camarão e Salsicha

Ao contrário do que o nome possa indicar, o arroz bomba não explode!! Este é apenas o arroz próprio para "paellas" usados pelos nossos vizinhos espanhois. É um arroz  de grão mais pequeno e arredondado.
Foi mais uma vez na revista "Olive" que encontrei uma receita para usar este arroz, para além das ocasionais "paelhas" que faço aqui por casa.

Ingredientes para 2 pessoas:
(adaptado de "Olive" Maio 2010 - pág.56)

1 cebola
1 pimento vermelho
azeite
150g de arroz bomba (em substituição pode usar arroz para risotto)
100g de salsichas para churrasco (ou chouriço)
125g de miolo de camarão cozido - calibre 20/30
açafrão
400ml de água quente
sal e pimenta q.b.
1/2 limão
1 colher de sopa de salsa picada

Preparação:

Corte a cebola em meias luas e o pimento em cubos e leve ao lume numa panela com 2 colheres de sopa de azeite. Deixe cozinhar até estarem macias.
Junte depois a salsicha ou chouriço em rodelas e deixe cozinhar até libertarem a sua gordura. Misture o arroz e deixe fritar até ficar translucido.
Dissolva o açafrão na água quente e junte depois ao arroz mexendo bem. Tempere com sal e pimenta.
Tape o tacho, reduza o lume para o mínimo e deixe cozinhar 15 minutos ou até o arroz estar cozido e o caldo ter sido absorvido.
Misture os camarões e e deixe-os aquecer.
Retire do lume e sirva, regado com o sumo de limão e polvilhado com salsa picada.

Bom Apetite!

quarta-feira, novembro 24, 2010

Pizza em 15 minutos do Jamie Oliver

O ultimo livro do Jamie Oliver, intitulado "Jamie´s 30 minutes meals" tem um conceito bastante diferente do que estamos habituados a ver nos livros de culinária. Neste livro são preparadas refeições completas com, por exemplo, entrada, prato principal e sobremesa em apenas 30 minutos -  desde o momento em que se começam a confeccionar até que vão para a mesa. Parece impossível mas não é!
Ainda não experimentei nenhum dos menus de 30 minutos propostos pelo Jamie, mas esta pizza já foi feita cá em casa pelo menos duas vezes e posso garantir que desde o momento que comecei, até ao momento que a coloquei na mesa, não demorei mais de 15 minutos - mas é importante seguir os passos como descritos pelo Jamie Oliver. E o mais incrível é que também fiz a massa!
Estou rendida a esta pizza!

Ingredientes para 1 Pizza:
(adaptado de "Jamie´s 30 minutes meals"- Jamie Oliver, pág. 60)
(chávena usada com 250ml de capacidade)

1 chávena de farinha com fermento
1/2 chávena de água morna
sal q.b.
azeite q.b.
125g de tomate pelado
1 colher de sopa de oregãos
1 colher de sopa de vinagre de vinho tinto
1 dente de alho
100g de queijo mozarella ralado
4 fatias finas de fiambre
4 fatias finas de presunto
10 azeitonas descaroçadas

Preparação:

Ligue o forno no máximo, e coloque uma frigideira com cerca de 30cm de diametro ao lume.
No robot de cozinha coloque a farinha, a água morna e tempere de sal e com um fio de azeite. Ligue o robot e deixe formar uma bola.
Retire a massa do robot e coloque-a numa superfície enfarinhada juntando um pouco mais de farinha se necessário. Estenda a massa com a ajuda do rolo até ter cerca de 30 cm de diametro e coloque-a na frigideira que deve estar bem quente.
Coloque agora no robot de cozinha o tomate pelado, o dente de alho, os oregãos, uma pitada de sal, o vinagre e um fio de azeite. Triture tudo e coloque sobre a massa da pizza que tem ao lume. Cubra agora com a mozarella e com o fiambre e o presunto.
Tire a frigideira do lume, coloque-a no forno e deixe a pizza cozinhar durante 5 minutos ou até ficar dourada e cozinhada.
Retire do forno, decore com as azeitonas e regue com um fio de azeite antes de servir.

Bom Apetite!

terça-feira, novembro 23, 2010

Empadão de Atum e Espinafres

Há ingredientes que têm sempre lugar numa despensa: arroz, massas, açúcar, farinha... e atum!
Alguns têm autênticos armazéns de atum de conserva em casa, outros apenas uma ou duas latinhas, mas o motivo é sempre o mesmo: rapidamente conseguimos ter uma refeição na mesa. Tal como os ovos, são a salvação de qualquer cozinheiro/a.
Ao arrumar a minha despensa olhei para as latinhas de atum e lembrei-me que já fazia algum tempo desde que tinha comido atum. E de repente apeteceu-me.
Enquanto fazia o jantar vieram-me à memória as pratadas de arroz branco com atum que a minha irmã tanto gosta e para o qual arranja sempre desculpa para comer quando a refeição não lhe cheira.

Ingredientes para 2 pessoas:

3 batatas grandes
2 latas de atum em azeite
8 cubinhos de espinafres congelados ou equivalente frescos
1 cebola pequena
sal e pimenta q.b.
75ml de leite
2 colheres de sopa de azeite
noz moscada q.b.

Preparação:

Lave e descasque as batatas. Corte-as em pedaços e leve-as a cozer em água temperada de sal.
Entretanto prepare o recheio de atum. Leve um tachinho ao lume com 1 colher de sopa de azeite e aloure a cebola previamente picada. Acrescente depois o atum escorrido e os espinafres. Tempere com um pouco de pimenta e sal e deixe cozinhar em lume brando até os espinafres estarem cozinhados e o líquido da cozedura ter quase todo evaporado.
Entretanto escorra  as batatas e reduza-as a puré com a ajuda de um passe-vite ou com um esmagador de batatas manual. Acrescente a outra colher de sopa de azeite, o leite e tempere com sal, pimenta e noz moscada. Misture bem e leve novamente ao lume até ferver.
Num pirex ou prato de forno coloque a mistura de atum e cubra com o puré de batata que deve ficar espesso e não muito líquido.
Leve ao forno quente (180ºC) apenas para dourar o puré e sirva de imediato com uma salada verde.

Bom Apetite!

segunda-feira, novembro 22, 2010

Bifinhos de Peru com Abóbora e Pimento


Toda a gente sabe que os legumes fazem bem à saúde e que os devemos incluir em todas as refeições. Seja em sopas, saladas ou como prato principal devem constituir pelo menos 1/3 do conteúdo no nosso prato de comida. Com tanta abóbora cá por casa a decisão de a juntar a estes bifinhos de peru foi quase imediata. E em boa hora o fiz! Uma saborosa combinação.

Ingredientes para 2 pessoas:

4 bifes pequenos e finos de peru
100g de abóbora
1/2 pimento vermelho
1/2 pimento verde
1 cebola pequena
1 colher de sopa de azeite
100ml de polpa de tomate
sal e pimenta q.b.
1 colher de café de molho picante
1 colher de chá de oregãos

Preparação:

Corte os bifinhos de peru em tiras e pique a cebola. Corte a abóbora em cubos médios, assim como os pimentos.
Leve uma frigideira larga ao lume com o azeite e junte a cebola. Acrescente a carne e deixe alourar. Junte depois a abóbora e os pimentos e tempere com sal, pimento, o molho picante e os oregãos. Deixe saltear uns minutos e acrescente a polpa de tomate. Deixe cozinhar em lume brando até a carne estar macia e os legumes cozinhados mas não em demasia. Rectifique os temperos e se necessário acrescente um golinho de água ou de vinho branco se achar a mistura muito seca.
Sirva com arroz thai jasmim.

Bom Apetite!

sexta-feira, novembro 19, 2010

Creme Doce de Castanhas

A inspiração culinária é uma coisa fantástica. Surge de algo que se viu ou leu ou comeu ou até cheirou. Surge com a necessidade de se gastar aquilo que se tem em casa.
Surge muitas vezes de uma associação de diversas coisa que sem nos apercebermos muito bem o como e o porquê, nos leva a fazer experiências, algumas com melhor resultado do que outras.
Este creme doce de castanhas surgiu exactamente de uma associação de diversas coisas que têm como ponto de ligação um simples ingrediente: as castanhas.
O primeiro ponto desta associação foi esta sobremesa da Suzana, do Gourmet Amadores. Não a sobremesa em si, mas o creme de castanhas usado para fazer a sobremesa, coisa difícil de se adquirir por estes lados, e que me deixou curiosa.
O segundo ponto foi o "magusto" cá em casa, no nosso habitual jantar comunitário. As castanhas foram mais que as bocas e sobraram bastantes. Como já estavam assadas foram todas habilmente descascadas por várias mãos e lá fiquei com excedente. E os excedentes nesta casa não se deitam fora.
O terceiro ponto foi a receita de Castagnaccio Alla Toscana da Pipoka, que apesar de ser feito com farinha de castanhas me deixou a pensar em receitas com castanhas.
Destas três coisas surgiu uma associação obvia (para mim, claro!): aproveitar as minhas sobras de castanhas assadas para fazer uma espécie de creme de castanhas, como o usado pela Suzana, para posteriormente poder usar em sobremesas de castanhas como a Pipoka!
A inspiração culinária é, de facto, uma coisa fantástica, não acham?

Ingredientes:

500g de castanhas assadas ou cozidas, limpas de cascas e peles
250g de açúcar
600ml de água
1 colher de café de canela em pó

Preparação:

Leve um tacho ao lume com o açúcar e a água, e deixe ferver durante 5 minutos.
Ao fim desse tempo junte as castanhas grosseiramente esmagadas e a canela, mexa bem com a colher de pau e deixe ferver mais 5 minutos.
Com a ajuda da varinha mágica triture tudo até ficar com um creme espesso e homogéneo. (Com a consistÊncia de um puré de batata grosso)
Volte a colocar tudo ao lume até voltar a ferver. Retire e guarde em caixas herméticas no frigorífico ou no congelador até utilizar.
(Imagino-me a fazer tronco de natal recheado com creme de castanhas, ou um bolo recheado, uma tarte de chocolate e castanhas e porque não, uma mousse de castanhas!)

Bom Apetite!

quinta-feira, novembro 18, 2010

Creme de Abóbora com Espinafres

De que cores se pinta o Outono? De castanho das nozes e das castanhas. De laranja das tangerinas, clementinas e abóboras. De amarelo seco dos marmelos. De cor de tijolo dos diospiros. De verde escuro das couves.
E a que cheira o Outono? A castanha assada. A marmelada acabada de fazer. A citrinos.
E só para terminar...a que sabe o Outono? A tantas coisas...Agora, sabe a abóbora e espinafres desta sopa deliciosa.

Ingredientes para 6 pessoas:

700g de abóbora limpa e partida em pedaços
1 batata média
1 cenoura
1 cebola
100g de espinafres
sal q.b.
1colher de sopa de azeite

Preparação:

Lave e descasque a batata, a cenoura e a cebola e corte-as em pequenos pedaços. Junte a abóbora.
Leve uma panela ao lume com o azeite e salteie os legumes durante uns minutos. Acrescente depois água a ferver (eu uso a cafeteira electrica para aquecer a água) até cobrir os legumes. Tempere com um pouco de sal e deixe cozinhar em lume brando durante 15 a 20 minutos.
Ao fim deste tempo passe a sopa com a varinha mágica de modo a ficar bem cremosa. Se achar que a sopa está muito grossa, junte um pouco mais de água até ficar com a consistência desejada. Rectifique de sal.
Volte a colocar a sopa ao lume e deixe levantar fervura. Acrescente depois os espinafres previamente lavados e escorridos e deixe cozinhar mais uns minutos.
Sirva bem quente.

Bom Apetite!

quarta-feira, novembro 17, 2010

Bolo de Café

O estava para ser um Bolo Moka tornou-se um Bolo de Café. Parece a mesma coisa, mas não é!
Há uns tempos atrás o meu cunhado L. falou de um delicioso Bolo Moka que ele e o M. costumavam comer. Eu, como gosto de fazer as vontades culinárias, lá fui descobrir uma receita de bolo moka numa das velhinhas teleculinárias do Chefe Silva que habitam em casa da minha mãe. Receita copiada.
Na sexta feira passada, dia de jantar comunitário de S. Martinho cá em casa, resolvi fazer o dito bolo para sobremesa. Mas, onde é que está a receita? Procurei, procurei e nada. Até hoje estou sem saber onde é que coloquei o papel com a receita!! Que fazer? O forno já estava ligado, a forma untada e eu sem saber da receita. Ainda vim pesquisar, através do amigo Google, a tal receita do Chefe Silva, mas não encontrei. Que fazer? Inventar..
O bolo não saiu mau. Ficou um saboroso bolo de café. Mas isto não é o Bolo Moka. Esse, fica para outro dia!

Ingredientes:

5 ovos
100ml de óleo vegetal
250g de açúcar
275g de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de sopa de café solúvel desfeito numa colher de sopa de água
1 ovo
125g de manteiga à temperatura ambiente
100g de açúcar em pó
1 colher de chá de café solúvel
50g de amêndoa em falhas

Preparação:

Numa taça junte a farinha com o açúcar e o fermento. Junte depois o café desfeito na água, os ovos inteiros e o óleo e misture bem. Até a massa estar lisa e sem grumos.
Coloque depois esta mistura numa forma redonda sem buraco previamente untada e polvilhada. Leve a forno quente (180ºC) durante cerca de 40 minutos ou até o bolo estar cozido.
Entretanto prepare o creme: bata a manteiga com o açúcar em pó. Junte o café solúvel e o ovo e misture vem. Leve ao frigorífico até usar.
Numa frigideira anti-aderente torre as amêndoas até ficarem douradas. Deixe arrefecer.
Quando o bolo estiver cozido desenforme e deixe arrefecer. Corte-o depois ao meio de modo a ficar com dois discos da mesma espessura.
Coloque o bolo no prato de servir e recheie-o com metade do creme de café, usando o restante creme para cobrir o bolo.
Decore com as amêndoas torradas.

Bom Apetite!

terça-feira, novembro 16, 2010

Tortilha de Courgette e Cenoura com Salsichas

Domingo à noite é dia de jantares no sofá. Desta vez, e ainda numa de limpeza ao frigorífico, saiu uma tortilha que complementou uma sopa de legumes.
As tortilhas ou pastelões, como lhe quiseem chamar, são uma optima e saudável maneira de aproveitar restos de legumes, batatas, carnes ou peixe e torná-los numa nova refeição. Basta haver ovos em casa!

Ingredientes para 2 pessoas:

2 salsichas tipo hot-dog
3 ovos
1 cenoura
1/2 courgette
1 colher de sopa de azeite
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Lave bem a cenoura e a courgette, descasque-as e depois rale-as. Corte as salsichas em rodelas não muito finas.
Leve ao lume uma frigideira com o azeite e salteie os legumes ralados juntamente com as rodelas  de salsicha. Tempere com um pouco de sal e pimenta.  À parte bata os ovos e junte-os depois à mistura de legumes e salsicha, deixando os ovos cozinhar em lume brando sem mexer. Quando quase não houver ovo líquido à superfície e com a ajuda de um prato vire a tortilha e deixe cozinhar do lado.
Sirva cortado em quadrados e com uma salada verde.

Bom Apetite!

segunda-feira, novembro 15, 2010

Salada de Peixe e Massa com Vegetais

Não é novidade para ninguém o facto de não se desperdiçar comida cá em casa. Tudo o que sobra é devidamente acondicionado, no congelador ou no frigorífico e reaquecido ou "reciclado" numa nova refeição.
A sugestão de hoje surge precisamente de uma das "reciclagens" que vão surgindo. Desta vez, de uma qualquer refeição em que sobraram uns lombinhos de peixe que fui descobrir numa tacinha no congelador.
Uma alternativa à mais habitual massa com atum!

Ingredientes para 2 pessoas:

2 lombinhos de pescada cozinhados
150gr de massa fusilli
4 delícias do mar
1 lata pequena de milho doce
10 vagens de feijão verde
1/2 courgette pequena
2 ovos
10 tomatinhos cereja
3 colheres de sopa de maionese
1 colher de chá de ketchup

Preparação:

Comece por lavar a courgette e o feijão verde. Corte-os depois em pequenos pedaços e reserve.
Leve ao lume uma panela com água e temperada de sal. Assim que a água levantar fervura junte a massa, os ovos (inteiros para cozerem) e a mistura de courgette e feijão verde.
Entretanto lasque o peixe, corte as delicias do mar em pedaços e os tomates cereja ao meio. Escorra o milho. À parte misture a maionese com o ketchup.
Quando a massa estiver cozinhada retire e escorra bem. Junte depois à massa e vegetais o peixe, as delicias do mar, o milho, os tomate cereja e a mistura de maionese e ketchup. Envolva bem e coloque no prato de servir. Descasque os ovos, corte-os em quartos e disponha por cima da massa.
Sirva de imediato.

Bom Apetite!

sexta-feira, novembro 12, 2010

Bolo de Azeite e Mel

Eu gosto muito deste bolo. O mel e o azeite conferem-lhe um sabor único complementado pela canela e erva doce.
Uma sugestão doce para um fim de semana de outono!

Ingredientes :

4 ovos
300g de açúcar
2clh sopa de mel
1dl de azeite
2,5dl de leite
250g de farinha de trigo
1clh sobremesa de fermento em pó
1clh chá de erva doce
1clh chá de canela

Preparação:

Bata muito bem os ovos com o açúcar e o mel. Junte o azeite e depois o leite em fio, sem parar de bater. Acrescente a farinha misturada e peneirada com o fermento, a erva doce e a canela. Misture tudo muito bem sem bater.
Deite a massa numa forma untada e polvilhada com farinha e leve ao forno já quente (180ºC)  por 40 minutos. Deixe arrefecer e desenforme.

Bom Apetite!

quinta-feira, novembro 11, 2010

Massa Gratinada com Legumes

Uma beringela, uma courgette, meio pimento vermelho e ainda  meio pimento verde encontraram-se numa gaveta de um frigorífico. Ficaram logo amigos pois eram todos giros e coloridos, e não havia quem não olhasse para eles duas vezes com vontade de lhes dar uma dentadinha.
Um belo dia decidiram que queriam acabar todos no mesmo prato. Para isso bastou fazerem olhinhos à cozinheira, que não precisou de dar muitas voltas à cabeça para decidir o que fazer com eles.
Apresentou-os à D. Massa e foi amor à primeira vista, que resultou num casamento imediato!

Ingredientes para 2 pessoas:

150g de massa curta (usei lacinhos mas podem usar qualquer outra)
1 beringela pequena
1 courgette pequena
1/2 pimento verde
1/2 pimento vermelho
1 colher de sopa de azeite
sal e pimenta q.b.
ervas da provença
2 colheres de sopa de farinha de trigo
75ml de leite
50g de queijo mozarella ralado

Preparação:

Coza a massa em água a ferver temperada com um pouco de sal. Entretanto lave bem os legumes e corte-os em pequenos quadrados.
Leve uma frigideira ao lume com o azeite e salteie os legumes até estarem cozinhados mas ainda crocantes. Tempere-os de sal, pimenta e ervas da provença. Acrescente depois a farinha, envolva os legumes, e junte depois o leite, pouco a pouco de modo a formar um molho. Acrescente metade do queijo e envolva.
Entretanto escorra a massa e envolva-a na mistura de legumes.
Coloque tudo num pirex e polvilhe com o restante queijo. Leve depois ao forno (180ºC) até gratinar.
Sirva com uma salada verde.

Bom Apetite!

quarta-feira, novembro 10, 2010

Empada de Frango

A vontade de fazer empadas surgiu depois de uma ida ao supermercado. Ali estavam elas, alinhadas, douradas e apetitosas. E eu resisti à vontade de as comprar, pensando para com os meus botões (e com alguma presunção) que conseguiria certamente fazer melhor. Ficou então destinado que o frango acabado de comprar para o jantar do dia seguinte, seria para preparar deliciosas empadinhas.
Claro que no dia seguinte as empadas já não me pareciam assim tão boa ideia. Ainda me apetecia comê-las, mas não estava com grande vontade de forrar formas e forminhas de massa. Portanto, a solução encontrada, foi fazer uma empada em tamanho familiar! Aqui está ela.

Ingredientes para 1 empada familiar ou cerca de 12 empadas pequenas:

1/2 frango
1 cenoura
1 cebola
4 cravinhos
grãos de pimenta
1 raminho de salsa
5 colheres de sopa de vinagre
sal q.b.
1 pitada de noz moscada
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de maisena
2 gemas de ovo
350g de farinha

Preparação:

Leve uma panela ao lume com água e acrescente o frango, a cenoura descascada, a cebola com os cravinhos espetados, os grãos de pimenta, a salsa, o vinagre e tempere de sal. Quando o frango estiver cozido retire, deixe arrefecer e desfie. Coe depois o caldo ca cozedura e reserve.
Leve um tacho ao lume com o azeite e junte o frango desfiado e a cenoura cozida previamente esmagada com um garfo. Desfaça a maisena e 1 gema de ovo num pouco de caldo da cozedura e acrescente ao frango. Deixe engrossar acrescentando mais caldo se necessário, de modo a ficar um bechamel grosso. Rectifique os temperos e acrescente a noz moscada. Deixe arrefecer
Prepare a massa. Numa taça coloque a farinha e acrescente, pouco a pouco, o restante caldo da cozedura do frango até obter uma massa que possa estender. Estenda a massa em dois discos e  forre com um uma tarteira de fundo amovível. Espalhe sobre a massa o recheio de frango e feche com o outro disco de massa pressionando bem as pontas para fechar.
Pincele com a outra gema de ovo desfeita numa colher de sopa de água e leve a forno quente (200ºC) cerca de 40 minutos ou até a massa estar cozinhada e dourada.
Sirva com uma salada verde ou legumes cozidos.

Bom Apetite!

terça-feira, novembro 09, 2010

Compota de Cebola Roxa

Uma compota que não é uma verdadeira compota. Ou seja, é mais um complemento doce para acompanhar carnes ou queijos.
Tudo começou com uma conversa com o chef  Hélio Santos, do restaurante da Quinta de S. Luiz, que me falou de uma entrada de queijo de cabra, massa folhada e compota de cebola roxa. E a ideia ficou.
Há uns tempos vi no blogue da Tangerina uma receita de compota de cebola roxa. E isso foi o bastante para me voltar a lembrar da conversa com o Hélio, principalmente porque tinha um cestinho cheio de cebolas roxas caseiras. Contactei-o e ele prontamente passou-me a receita.
Aqui fica! Falta agora fazer a tal entrada... Um destes dias!

Ingredientes para 1 frasco de 250ml:
(receita do chef Hélio Santos)

700g de cebola roxa limpa e cortada em rodelas
3 colheres de sopa de azeite
2 folhas de louro
1 raminho de tomilho
1 pau de canela
300g de açúcar
1 copo de vinho tinto (150ml)

Preparação:

Leve um tacho ao lume com o azeite, a canela, o louro, o tomilho e a cebola. Deixe cozinhar bem, até a cebola reduzir e a água que se vai libertando evaporar.
Adicione depois o açúcar e deixe caramelizar em lume brando. Junte o vinho (que deve ter uma cor forte) e deixe cozinhar até reduzir.
Se quiser, pode triturar depois de frio. Guarde num frasco no frigorífico até servir.
Pode utilizar como acompanhamento de carnes assadas e de queijos.

Bom Apetite!

segunda-feira, novembro 08, 2010

Frango com Esparguete

Se tivesse de escolher uma receita para o dia-a-dia como a minha favorita, esta seria certamente uma das escolhidas. Fácil, rápida, saudável e do agrado de todos. E além disso é "comida da mãe"!
Uma receita ideal para começar a semana!

Ingredientes para 2 pessoas:

400g de frango partido em pequenos pedaços
2 dentes de alho
1 cebola pequena
sal e pimenta q.b.
1 colher de sopa de azeite
1 pitada de cravinho
50 ml de vinho branco
175g de esparguete
1 cenoura
1/2 chávena de ervilhas congeladas

Preparação:

Leve um tacho ao lume com o azeite e acrescente a cebola e o alho picado. Deixe refogar e junte o frango partido em pequenos pedaços. Tempere de sal, pimenta, cravinho e vinho branco. Acrescente um pouco de água e deixe cozinhar durante 30 minutos.
Ao fim desse tempo introduza o esparguete (de preferência partido ao meio), bem como as ervilhas e a cenoura partida em cubinhos. - Se necessário acrescente um pouco mais de água, mas não em demasia para não ficar muito aguado.
Quando a massa estiver cozida desligue e sirva!

Bom Apetite!

sexta-feira, novembro 05, 2010

Muffins de Mirtilos com Farinha de Milho

De cada vez que compro um novo livro de culinária inicio um período de enamoramento pela nova aquisição. Espero pelo momento certo, de preferência em paz e sossego, para finalmente o abrir. Nada de o folhear à pressa ou de abrir páginas ao acaso, o que muitas vezes faz com que espere algumas horas até finalmente o "ver". Acaricio-lhe a capa, cheiro-lhe as páginas e depois deleito-me a passar lentamente página por página, receita por receita, ensinamento por ensinamento. E o novo livro acompanha-me durante uns tempos - normalmente até ao próximo - é coberto por post-its com receitas a experimentar e torna-se a minha leitura de cabeceira. Cada novo livro é como um novo amor. Cheio de novidades, com novas experiências a cada página.
O meu amor do momento é o Nigella Kitchen - Recipes from the heart of the home, que muito rapidamente destronou o meu ultimo amor o Jamie´s 30 Minute Meals. Porque apesar de o meu "coração culinário" ser do Jamie Oliver, a Nigella consegue ter um conceito de cozinha, cozinhar e de receber que se aproxima muito da minha própria visão. E o título deste ultimo livro diz tudo: a cozinha como o coração do lar!
Estes muffins vieram do meu "novo amor" e são realmente uma receita a experimentar!

Ingredientes para 12 Muffins:
(retirado de Nigella Kitchen - Nigella Lawson, pág. 244)
(chávena usada com 225ml de capacidade)

1 chávena de farinha de trigo
3/4 de chávena de farinha de milho
2 colheres de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
3/4 de chávena de açúcar
1/2 chávena de óleo vegetal
1/2 chávena de leitelho (que podem substituir pela mesma quantidade de leite à qual adicionaram 1 colher de sopa de sumo de limão)
1 ovo
3/4 de chávena de mirtilos

Preparação:

Pré aqueça o forno a 200ºC.
Entretanto mistura numa taça as farinhas, o açúcar, o fermento e o bicarbonato. Numa outra taça misture o óleo, o leitelho e o ovo, misturando bem com um garfo.
À mistura seca das farinha junte os ingredientes líquidos e metade dos mirtilos. Envolva  tudo sem  bater muito a massa.
Forre um tabuleiro próprio para queques (com 12 buracos) com forminhas de papel frisado, e divida depois a massa enchendo cada uma das forminhas até 3/4 da sua capacidade. Coloque depois os restantes mirtilos sobre cada um dos muffins.
Leve a assar cerca de 15 a 20  minutos, até os bolinhos estarem cozidos.
Deixe arrefecer um pouco antes de servir. (São deliciosos mornos, mas guardam-se bem numa caixa hermética durante um ou dois dias.)

Bom Apetite!

quinta-feira, novembro 04, 2010

Trouxinhas de Couve e Salsicha em Molho de Tomate

Esta receita não é novidade para ninguém. Salsichas frescas enroladas em couve lombarda são um dos clássicos da mesa portuguesa. O que eu fiz, não passa de uma variação a essa receita. Primeiro porque não sou grande apreciadora de salsichas frescas, e depois porque tinha couve portuguesa cá em casa vinda directamente da horta dos avós.
E assim sairam estas trouxinhas, reconfortantes q.b. nestes dias cinzentos e de frio.

Ingredientes para 2 pessoas:

5 salsichas pequenas de churrasco
250ml de molho de tomate caseiro
5 folhas de couve portuguesa
sal q.b.
1 pitada de bicarbonato de sódio

Preparação:

Leve uma panela ao lume com água temperada de sal. Assim que esta começar a ferver coloque as folhas de couve na água e acrescente o bicarbonato (que ajudará a manter as folhas mais verdinhas). E deixe cozinhar apenas 2 ou 3 minutos (escaldar).
Retire e deixe arrefcer um pouco.
Enrole cada salsicha numa folha de couve e prenda com 1 palito.
Entretanto coloque o molho de tomate ao lume num tacho e assim que levantar fervura junte as trouxinhas de salsicha e couve e deixe cozinhar 10 minutos em lume brando, acrescentando uns golinhos de água se necessário.
Sirva as trouxinhas com arroz branco.

Bom Apetite!

quarta-feira, novembro 03, 2010

Lombinhos de Pescada no Forno com Pimentos e Batata Assada

O peixe nunca falta à mesa cá de casa. A nossa preferência é sempre pelo grelhado, mesmo de inverno e com dias cinzentos. É ver-me a colocar o grelhador electrico na varanda, o mais bem abrigado que consigo, e enquanto o peixe grelha (de preferência escalado e com umas pedrinhas de sal) é só preparar uns legumes e umas batatinhas para acompanhar.
Mas outros dias, lá se preparam outros peixes de outros modos, como estes lombinhos de pescada no forno, sem grande história, mas uma boa sugestão para as refeições de todos os dias!

Ingredientes para 2 pessoas:

4 lombinhos de pescada pequenos
1/2 pimento vermelho
1/2 pimento verde
1 cebola pequena
3 batatas médias
sal e pimenta q.b.
2 dentes de alho
sumo de limão
1 colher de sopa de salsa picada
50ml de vinho branco
azeiteq.b.

Preparação:

Tempere os lombinhos de pescada com sal, pimenta e sumo de limão.
Entretanto descasque as batatas e corte-as em gomos. Coloque-as num tabuleiro e tempere com o sal, com um dente de alho picado e um fio de azeite. Mexa bem e leve a assar em forno quente 180ºC.
Corte a cebola em meias luas, os pimentos em tiras, pique o outro dente de alho e leve ao lume numa frigideira com um pouco de azeite. Deixe refogar um pouco e adicione o vinho branco. Junte a salsa, rectifique de temperos e deixe cozinhar até os legumes estarem macios.
Quando as batatas estiverem quase cozinhadas, afaste-as um pouco para os lados do tabuleiro, deixando espaço para colocar o peixe ao centro. Coloque então o peixe a a marinada do tabuleiro das batatas e cubra-o com a mistura de pimento e cebola.
Deixe assar mais 15 minutos, até as batatas estarem douradas e o peixe cozinhado.
Sirva com legumes cozidos.

Bom Apetite!

terça-feira, novembro 02, 2010

Marmelada Rápida

Acho que depois de ter feito marmelada desta maneira, nunca mais a farei de outra forma. É muito mais fácil, pois não é preciso descascar os marmelos - a pior parte - e ainda por cima demora apenas 10 minutos a cozer! Uma receita ideal para estes tempos modernos.

Ingredientes:

Marmelos
açúcar
água

Preparação:

Lave muito bem os marmelos com a ajuda de um esfregão para retirar o "pêlo" que parecem ter. Corte-os depois em quartos e retire-lhes o caroço (guarde os caroços para fazer geleia de marmelo). Não os descasque.
Pese os marmelos, e por cada quilo junte 800g de açúcar e 1dl de água.
Coloque tudo na panela e pressão e feche-a bem. Leve ao lume e assim que a vávula de pressão estiver no máximo (quando começar a deitar vapor) deixe cozinhar 10 minutos. Apague o lume e deixe a panela perder a pressão antes de a abrir. (Quando abrir a panela vai-lhe parecer que tem líquido a mais, mas é mesmo assim)
Passe depois tudo com a varinha mágica e coloque depois a marmelada em tacinhas para secar. Ao fim de alguns dias embebe um pouco de gaze em aguardente e passe sobre a marmelada cobrindo de seguida com papel vegetal. Guarde num local fresco e seco ou como de imediato.

Bom Apetite!

segunda-feira, novembro 01, 2010

Rolo de Carne Folhado

Neste primeiro dia de Novembro trago uma sugestão de uma receita que costuma ser do agrado de todos e que, além disso, é mais uma daquelas bastante simples de executar e que rende imenso! É optima para jantares informais com muitas pessoas, pois permite ser preparada com antecedência e terminada quando os convidados chegam!

Ingredientes para 4 pessoas:

500g de carne picada (porco, vitela ou mistura)
1 ovo + 1 gema
sal e pimenta q.b.
4 colheres de sopa de pão ralado
6 fatias de fiambre
6 fatias de queijo
1 cenoura ralada
1 rolo de massa folhada pronta a usar

Preparação:

Numa tigela coloque a carne e tempere de sal e pimenta. Adicione depois o ovo e o pão ralado e mexa bem. Estenda, com a ajuda das mãos, a mistura de carne num rectangulo e cubra com o fiambre, o queijo e a cenoura ralada. Enrole depois como se fosse uma torta e coloque num tabuleiro que possa ir ao forno, cubra com papel de alumínio e cozinhe em forno médio (180ºC) durante 40 minutos.
Retire e deixe arrefecer.
Envolva o rolo de carne na massa folhada - convém ser depois de frio, pois se envolver o rolo ainda quente na massa folhada, a tendência será de a massa não folhar- e pincele com a a gema de ovo.
Leve novamente ao forno previamente aquecido a 200ºC até a massa folhar e cozinhar.
Sirva com uma salada de folhas verdes e arroz de açafrão.

Bom Apetite!

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin