sexta-feira, Julho 29, 2011

Pasteis de Nata

Já é conhecida a minha dificuldade em fazer uma tarte pastel de nata - algo que ainda não consegui com resultados que me satisfaçam - mas quanto a pasteis de nata as tentativas, apesar de não serem perfeitas, são bastante mais satisfatórias.
Sempre fiz esta receita, retirada das folhinhas de receitas da minha mãe, mas desta vez resolvi experimentar outra versão, do restaurante Portal, em Londres, e que descobri na revista Olive. E apesar de todas as voltas com a massa folhada, ainda não foi desta que ficou perfeitamente crocante. Além disso, o meu recheio inchou imenso e depois abateu deixando os meus pasteis com uma enorme cratera. Mas fechando os olhos parecia quase que estava a comer um pastel de nata "a sério".
Bom fim de semana a todos e, se for o caso boas férias (que por estes lados ainda vão demorar...)!

Ingredientes para 12 pasteis de nata:
(in Olive, Junho 2011, pág.95)

250g de açúcar
casca de limão
2 paus de canela
250ml de leite
30g de farinha
20g de amido de milho (maisena)
umas gotas de extracto de baunilha
3 gemas + 1 ovo
375g de massa folhada
canela e açúcar em pó para polvilhar

Preparação:

Num tacho coloque 125ml de água, o açúcar, a casca de limão e os paus de canela. Deixe ferver e desligue.
Entretanto misture a farinha, o amido de milho e o extracto de baunilha com um pouco de leite para dissolver. Leve o restante leite ao lume até levantar fervura e junte à mistura das farinhas misturando bem. Coloque a mistura de novo no tacho e leve novamente ao lume mexendo sempre até engrossar.
Retire os paus de canela e a casca de limão da calda de açúcar e junte à mistura anterior assim como as gemas e o ovo. Misture bem e leve novamente ao lume a engrossar sem parar de mexer.
Retire, tape com película aderente e deixe arrefecer completamente.
Aqueça o forno a 220ºC. Estique a massa folhada numa superfície polvilhada com um pouco de farinha e de açúcar em pó. Corte a massa ao meio e coloque uma das partes por cima da outra enrolando depois como se fosse uma torta.Corte depois 12 fatias desse rolo com cerca de 1 a 2 cm de espessura. Estique agora cada uma dessas fatias com o rolo da massa, e forre depois 12 formas de queques previamente untadas com um pouco de manteiga. Divida o creme anterior pelas 12 formas.
Leve ao forno quente entre 18 a 20 minutos, ou até o creme ficar dourado e a massa folhada. Deixe arrefecer antes de retirar das forminhas.
Sirva os pasteis de nata polvilhados com açúcar em pó e canela.

Bom Apetite!

quinta-feira, Julho 28, 2011

Crostini de Farinheira e Maçã

Desde que surgiu cá em casa a pizza de farinheira com maçã, a combinação tem sido usada noutras preparações, como uns muito simpáticos pastelinhos de que falarei numa próxima vez. Para já deixo a sugestão de uns simples e fáceis de preparar crostinis. Perfeitos para servir com umas bebidas frescas em jantares na varanda - que finalmente podemos voltar a fazer, agora que o calor voltou!

Ingredientes para cerca de 25 crostinis:

1 baguette grande
1 farinheira de boa qualidade
2 maçãs Golden
azeite q.b.
pimenta q.b.

Preparação:

Corte a baguete em cerca de 25 fatias com 0,5cm de espessura. Coloque-as num tabuleiro que vá ao forno e regue-as com um fio de azeite. Leve a tostar ligeiramente, retire e deixe arrefecer.
Entretanto tire a pele à farinheira e descasque as maçãs cortando-as em fatias finas.
Barre generosamente a massa das farinheiras nas fatias de pão previamente tostadas, e termine colocando duas fatias de maçã e um pouco de pimenta moída na hora.
Leve novamente ao forno para cozinhar a farinheira e tostar a maçã. Sirva quentes ou mornos.

Bom Apetite!

quarta-feira, Julho 27, 2011

Peito de Pato Crocante com Espinafres e Sésamo

De vez em quando vou para a cozinha inspirada por uma qualquer culinária, mais ou menos exótica, e lá sai um jantar temático. Desta vez foi um jantar com um estilo mais oriental:  um peito de pato perfumado com laranja e uma fantástica crosta crocante, e uns espinafres com sésamo. Sem dúvida uma refeição que nos agradou bastante.

Ingredientes para 2 pessoas:

2 laranjas
2 peitos de pato pequenos (magret)
sal e pimenta q.b.
farinha q.b.
150g de espinafres
1 colher de sopa de óleo de sésamo
1 colher de sobremesa de sementes de sésamo
óleo vegetal para fritar
molho agridoce para servir (opcional)

Preparação:

Tempere os peitos de pato com sal, pimenta e com o sumo e raspa das duas laranja. Deixe marinar.
Coloque depois os peitos de pato juntamente com a marinada a cozer em banho maria durante 10 a 15 minutos. Retire e enxugue bem os peitos de pato em papel de cozinha.
Aqueça o óleo vegetal numa fritadeira ou frigideira funda. Passe os peitos de pato pela farinha e frite-os no óleo bem quente até estarem bem dourados. Retire e deixe escorrer em papel absorvente.
Torre as sementes de sésamo numa frigideira. Retire e reserve.
Entretanto coloque uma frigideira ao lume com o óleo de sésamo e junte os espinafres. Salteie até ficarem murchos e tempere com um pouco de sal e pimenta e junte as sementes de sésamo torradas.
Sirva o peito de pato fatiado (que deve estar rosado por dentro) sobre os espinafres salteados. Se gostar pode também servir com um pouco de molho agridoce como complemento.

Bom Apetite!

terça-feira, Julho 26, 2011

Mousse de Chocolate com Iogurte e Mirtilos

Uma mousse de chocolate mais leve e diferente que, segundo o M. é capaz de não agradar a todos os paladares. Nós por cá gostámos...
A inspiração deste receita veio de uma das minhas revistas mas quando fui procurar a receita, não fui capaz de a descobrir, acabando a fazer a receita pelo que me lembrava. Mesmo assim não ficou má e partilho-a aqui por ser uma variante mais saudável à tradicional mousse.

Ingredientes para 4 pessoas:

2 claras de ovo
100g de chocolate negro (ou de leite se não gostarem do chocolate negro)
125g de iogurte natural
125g de mirtilos frescos (ou framboesas ou morangos ou uma mistura)

Preparação:

Derreta o chocolate no micro ondas ou em banho-maria, mas sem o deixar queimar. Misture bem para garantir que não tem grumos e deixe arrefecer um pouco. Acrescente depois o iogurte e se quiser acrescente uma colher de sopa de açúcar ou de adoçante.
À parte bata as claras em castelo e incorpore suavemente na mistura anterior.
Divida os mirtilos por 4 tacinhas e por cima coloque a mistura da mousse de chocolate. Leve ao frigorífico para prender cerca de 2 horas antes de servir.

Bom Apetite!

segunda-feira, Julho 25, 2011

Salada de Rucula com Meloa e Presunto

Um fim de semana cheio: de sol, de calor, de amigos. No sábado, com o aniversário do P. num churrasco bem recheado, onde conheci novas pessoas e houve tempo para partilhar receitas, truques e dicas.
No domingo, um dia mais caseiro, mas com tempo para filmes pela tarde dentro e um jantar na varanda com a direito a esta salada ideal para um dia quente!

Ingredientes para 2 pessoas:

1/2 meloa madura
8 fatias de presunto
100g de rucula selvagem
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de vinagre balsâmico

Preparação:

Descasque a meloa e corte-a em 8 fatias. Embrulhe cada uma das fatias numa fatia de presunto.
Coloque a rucula num prato des servir e por cima espalhe as fatias de meloa embrulhadas no presunto. À parte misture o azeite com o vinagre emulsionando bem, vertendo depois sobre a salada.
Sirva de imediato.

Bom Apetite!

sexta-feira, Julho 22, 2011

Bolachas com Pepitas de Chocolate da Nigella

A cozinha cá de casa tem andado bastante parada. Tudo coisas simples, muitas "reciclagens" com sobras, algumas refeições previamente congeladas, mas nada com grande história para aqui partilhar, ou simplesmente porque já aqui foram publicadas.
Mas estas bolachas merecem figurar aqui. São tudo aquilo que eu gosto: rápidas e simples de preparar e com chocolate. E, apesar de a receita não ser minha, mas sim da Nigella Lawson, acho que merece figurar neste blogue. Assim como todas as receitas que aqui aparecem copiadas ou adaptadas de outros autores, livros ou revistas. Os blogues de culinária podem ter várias vertentes - tantas quantas os seus autores lhes dão - e o caminho deste blogue é partilhar receitas. Sejam elas de quem forem, até porque aqui não se tiram créditos a ninguém. E como diria o Nigel Slater  no seu livro "Real Fast Food" ..."só um autor arrogante poderá achar que as receitas que publica são todas da sua autoria"!

Ingredientes para cerca de 30 bolachas:
(in "Nigella Kitchen" - Nigella Lawson, pág. 257)

200g de manteiga sem sal
3/4 chávena de açúcar mascavado claro
1/2 chávena de açúcar
2 colheres de chá de essência de baunilha
1 ovo + 1 gema
2 chávenas de farinha
1/2 colher de chá de bicabornato de sódio
200g de pepitas de chocolate (ou chocolate picado grosseiramente)


Preparação:

Derreta a maneiga e deixe-a arrefecer um pouco.
Numa taça misture os açúcares e acrescente a manteiga mexendo bem. Junte o ovo, a gema e a essência de baunilha e bata até ficar cremoso.
Junte depois, aos poucos, a farinha e o bicabornato de sódio até ficar bem incorporado. Finalmente acrescente as pepitas de chocolate.
Forre tabuleiros com papel vegetal e com uma colher de sopa vá colocando bolas de massa, afastadas cerca de 5 cm umas das outras. Leve a assar no forno (190ºC) cerca de 15 minutos ou até ficarem douradas.
Retire e deixe arrefecer completamente antes de guardar. (Entre as fornadas de bolachas guarde a massa no frigorífico ou prepare os tabuleiros de uma vez e coloque-os no frigorífico retirando apenas antes de levar ao forno).

Bom Apetite!

quinta-feira, Julho 21, 2011

Doce de Maçã e Especiarias

A minha sogra trouxe-me no outro dia um saco cheio de maçãs. E foi-me logo dizendo que eram pequeninas, e estavam cheias de bicho, mas que as tinha aproveitado para fazer doce e até me trouxe um frasquinho para eu provar.
Resolvi fazer o mesmo. Agora, também há por aqui doce de maçã a fazer companhia ao doce de pêssego e baunilha. E, aos poucos, vão-se compondo os cabazes de natal....

Ingredientes para cerca de 4 frascos de 200ml:

1kg de maçã limpa cortada em pedaços
750g de açúcar
1 pau de canela
2 cravinhos
1 estrela de anis pequena
sumo e casca de 1/2 limão

Preparação:

Num tacho coloque as maçãs e junte o açúcar, as especiarias, a casca e o sumo de limão. Leve ao lume, e assim que começar a ferver reduza-o para o mínimo e deixe cozinhar muito lentamente durante cerca de 1 hora. Ao fim desse tempo retire as especiarias e passe o doce com a varinha mágica.
Leve novamente a lume brando até o doce atingir o ponto de estrada (que é quando depois de colocar um pouco de doce num prato e lhe passar o dedo, se formar uma estrada!).
Retire o doce do lume coloque -o, ainda quente, em frascos esterilizados. Feche os frascos e coloque-os de cabeça para baixo - isto ajuda a criar um vacuo natural e a ajuda a conservar o doce mais tempo.

Bom Apetite!

quarta-feira, Julho 20, 2011

Frango Assado com Garam Masala e Legumes de Verão

Apesar de nesta altura nos afastarmos no forno, este verão, anormalmente outonal, faz-nos virar também a cozinha do avesso e preparar pratos que se adaptem à nova estação.
Foi o caso deste frango que estava para acabar nas brasas com um molho assim a puxar para o picante, e acompanhado por uma sangria ou outro bebida do género. Devido aos chuviscos que se fizeram sentir, acabou no forno enquanto eu corria a apanhar os cochins das cadeiras da varanda.
O resultado final também merece destaque, mas cheira-me que este ano ainda vamos passar o S. Martinho a fazer churrascos na praia....

Ingredientes para 4 pessoas:

1 frango
1 limão
2 hastes de alecrim
sal e pimenta q.b.
1 colher de sopa de Garam Masala (se não encontrar poderá eventualmente substituir por bom pó de caril)
1 colher de chá de colorau em pó
1 courgette grande
2 cenoura
azeite q.b.

Preparação:

Tempere o frango, por dentro e por fora com sal e pimenta. Corte depois o limão em pedaços e coloque-os dentro do frango, assim como os ramos de alecrim. Com fio de cozinha ate o frango de modo a que este mantenha a sua forma e mantenha a cavidade interior fechada.
Misture a Garam Masala com o colorau e tempere todo o exterior do frango com esta mistura. Coloque numa assadeira. Regue com um fio de azeite e tape com papel de alumínio levando a assar em forno quente (200ºC) durante cerca de 45 minutos.
Entretanto lave bem os legumes e corte-os em pedaços iguais. Tempere-os de sal e pimenta e coloque-os à volta do frango ao qual retirou o papel vegetal. Deixe cozinhar cerca de 20 a 30 minutos até o frango estar dourado e bem cozinhado e os legumes macios e firmes.
Sirva com uma salada verde e, se desejar arroz branco soltinho.

Bom Apetite!

terça-feira, Julho 19, 2011

Creme de Pêssego com Sorbet de Coco e Mirtilos

Andava com esta sobremesa em atraso... Foi preparada para um dos nossos jantares de amigos, que há habitualmente aqui por casa. O creme de pêssego foi mais uma maneira de consumir os muitos pêssego que continuam a chegar cá a casa e ligou muito bem com a frescura do sorbet de coco e com a acidez ligeira dos mirtilos.

Ingredientes para 6 pessoas:

100g de mirtilos frescos
6 bolas de sorbet de coco
300g de pêssego cortado em pedaços
150ml de vinho madeira
200ml de água
200g de açúcar
200ml de natas

Preparação:

Numa caçarola leve ao lume os pêssegos com a água, o açúcar e o vinho madeira. Deixe cozinhar até os pêssegos estarem macios. Desligue e triture tudo com a varinha mágica até obter um creme homogéneo e espesso. Deixe arrefecer.
Misture depois as natas (directamente da embalagem e sem bater) com a mistura de pêssego e misture bem. Coloque no frigorífico pelo menos duas horas.
Para servir coloque uma bola de sorbet de coco em cada taça, bem como alguns mirtilos. Termine com o creme de pêssego bem fresco.

Bom Apetite!

segunda-feira, Julho 18, 2011

Costeletas na Brasa com Ananás e Molho Especial

Não é por o sol e o calor andarem um pouco tímidos este ano, que nos devemos esquecer que o verão é a época oficial dos churrascos, das refeições ao ar livre e dos piqueniques.
Foi por isso que este sábado, eu e o M. lá tiramos o pó à "churrasqueira" e preparamos uns grelhados, apesar de o dia estar feio, abafado e acinzentado. Por momentos, com as brasas a crepitar e o cheiro da carne a espalhar-se, lá nos esquecemos do tempo menos bom e dedicamo-nos a "chamar" definitivamente o verão!

Ingredientes para 2 pessoas:

2 costeletas de porco do cachaço
sal q.b.
1/2 ananás fresco
6 colheres de sopa de maionese (usei caseira)
pickles q.b.
salsa q.b.
2 dentes de alho

Preparação:

Corte o ananás em 4 fatias grossas no sentido do comprimento (como se fosse um melão) e coloque cada uma das fatias num espeto de bambu.
Tempere as costeletas com sal (ou sal aromatizado) e grelhe-as na brasa. Grelhe também o ananás.
Entretanto pique finamente os pickles até ter cerca de 2 colheres de sopa. Pique também os dentes de alho e a salsa - cerca de 1 colher de sopa. Numa tacinha coloque a maionese e junte-lhe os pickles, o alho e a salsa picada misturando bem.
Sirva as costeletes com o molho e acompanhe com o ananás grelhado, uma salada verde e arroz ou batatas.

Bom Apetite!

sexta-feira, Julho 15, 2011

Sorbet de Coco

Agora que parece (mas vamos falar baixinho para não o assustar) que o verão veio para ficar, uma receita de sorbet refrescante para os dias de sol e calor. Desta vez em versão coco, para comer simples ou a acompanhar um crepe ou umas fatias de ananás.
Bom fim de semana a todos (e para alguns boas férias!)

Ingredientes:

150g de coco ralado
700ml de água
175g de açúcar

Preparação:

Ferva a água e junte a ao coco ralado. Deixe em infusão 30 minutos e coloque depois no copo misturador triturando bem durante 1 minuto. Passe depois a mistura por um passador de rede fino espremendo bem. Reserve o líquido e deite fora o resto.
Ao leite de coco resultante misture o açúcar e leve ao lume até levantar fervura e o açúcar estar bem dissolvido. Deixe arrefecer completamente.
Coloque depois a mistura na máquina de gelados e deixe misturar e refrigerar até ficar com um sorvete cremoso. Retire da máquina e coloque no congelador pelo menos durante duas horas antes de servir.
Se não tem máquina de gelados coloque a mistura arrefecida numa taça e coloque-a no congelador. De hora a hora vá batendo a mistura com um garfo ou uma vara de arames de maneira a quebrar os cristais de gelo permitindo que o sorvete se vá tornando cremoso.
Guarde o sorbet numa caixa hermética no congelador.

Bom Apetite!

quinta-feira, Julho 14, 2011

Crepes de Bacalhau

No sábado passado houve mais um jantar aqui por casa. Desta vez com os recém chegados e agora definitivamente TB. e MJ, com o J. e com o T. e a B.Foi, digamos assim, um jantar para "matar saudades" e quem sabe criar uma nova rotina de jantares de amigos.
Voltei a fazer crepes como entrada, desta vez uns crepes de bacalhau que acho que são uma entrada óptima para esta altura do ano. Acho que todos gostaram apesar de virem de barriga cheia....

(E hoje, às 19h na SIC Mulher, há novamente rubrica "Feito em Casa" no programa Mais Mulher)

Ingredientes para 12 crepes:

12 folhas de crepes (usei como  é habitual esta receita óptima e infalível)
500g de migas de bacalhau demolhadas e descongeladas
2 cebolas
azeite q.b.
1 folha de louro
3 dentes de alho
1 colher de sopa de farinha de trigo
150 ml de leite
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Pique a cebola e os dentes de alho e leve ao lume, juntamente com a folha de louro e com o azeite deixando refogar.Acrescente depois o bacalhau e envolva bem no refogado deixando estufar até o bacalhau estar cozinhado. Acrescente depois a farinha, envolva bem no bacalhau e acrescente o leite mexendo bem até formar uma espécie de creme. Rectifique de sal e pimenta e deixe arrefecer.
Divida a mistura pelos crepes e enrole-os.
Sirva os crepes como entrada, acompanhados por uma salada verde, ou ainda como refeição principal. Nesse caso poderá também servi-los com arroz de tomate.

Bom Apetite!

quarta-feira, Julho 13, 2011

Arroz de Feijão Preto com Coentros e Limão

Se há coisa que não me importo é de fazer arroz a mais e de ter sempre umas sobras no frigorífico. Assim, no dia seguinte ou até no outro o arroz é transformado - ou muitas vezes simplesmente aquecido - e o acompanhamento para o jantar já está pronto.
Desta vez o arroz juntou-se a feijão preto e foi temperado com coentros frescos e sumo de limão, numa combinação que gostámos muito e que ficou perfeita como acompanhamento de carne grelhada.

Ingredientes para 2 pessoas:

1 chávena de sobras de arroz branco
150g de feijão preto cozido
1 cebola
1 dente de alho
azeite q.b.
1 folha de louro
umas gotas de tabasco a gosto
1 colher de sopa de polpa de tomate
Coentros frescos q.b.
1/2 limão

Preparação:

Pique a cebola e o dente de alho e leve a refogar com um pouco de azeite e uma folhinhas de louro. Acrescente depois o feijão e um pouco de água de cozedura e deixe refogar. Tempere de sal, tabasco e polpa de tomate e deixe apurar. Retire do lume e acrescente o arroz cozido ao feijão já cozinhado envolvendo bem.
Acrescente os coentros frescos picados e regue bem com sumo de limão antes de servir.
Sirva com carnes grelhadas.

Bom Apetite!

terça-feira, Julho 12, 2011

Bifinhos de Peru com Laranja e Limão

Vi há uns tempos,  no programa  "Ingrediente Secreto" (domingo, rtp2 às 19h15), o Henrique Sá Pessoa a fazer um chutney de manga para servir com uns bifinhos de frango, que eram preparados mais ou menos como a receita que se segue. A minha ideia era adaptar esse tempero a uns bifes de peru que tinha cá em casa e de servir com um chutney de pêssego, adaptado apartir da versão de manga que o chefe Henrique apresentou. (Porque os pêssegos por aqui ainda abundam e porque ando com vontade de esperimentar um chutney de pêssego!)
Chegada a hora de fazer o almoço os bifinhos foram preparados, mas ainda não foi desta que preparei o chutney de pêssego.

Ingredientes para 2 pessoas:

2 bifes de peru grandes e finos
1 laranja
1 limão
1 dente de alho
sal e pimenta q.b.
1 colher de sopa de azeite

Preparação:

Corte os bifes de peru ao meio e tempere-os com a raspa da laranja e do limão, sal e pimenta assim como o sumo de meia laranja e de meio limão. Deixe ficar a marinar alguns minutos.
Entretanto leve uma frigideira ao lume com o azeite e deixe aquecer. Coloque os bifes na frigideira e junte o dente de alho picado. Deixe alourar bem de ambos os lados.
Sirva os bifinhos com arroz e uma salada.

Bom Apetite!

segunda-feira, Julho 11, 2011

Tomates Recheados com Carne Picada

Gosto muito de legumes recheados e costumo fazer várias vezes aqui por casa. Os recheio variam, assim como o legume utilizado: pimentos com bacalhau, cogumelos gigantes com queijo e alho francês, beringelas com atum, courgette com couscous... Desta vez foram uns tomates com o mais clássico recheio de sempre destes legumes, e que fica bem com qualquer um - carne picada.

Ingredientes para 2 pessoas:

4 tomates médios
200g de carne picada (porco ou vitela)
1 colher de sopa de azeite
1 cebola
1 dente de alho
1 colher de chá de oregão
1 colher de sopa de polpa de tomate
50ml de vinho branco ou cerveja
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Lave bem os tomates. Cuidadosamente corte-lhes uma tampinha e com uma colher de chá escave o interior do tomate e deixe-os depois escorrer um pouco sobre papel absorvente. Reserve a polpa retirada.
Pique a cebola e o dente de alho e coloque num tachinho juntamente com a cebola e deixe refogar. Acrescente depois a carne picada e envolva bem no refogado. Acrescente o miolo que retirou do tomate assim como o vinho branco, a polpa de tomate e tempere com o sal, a pimenta e os oregãos. Deixe cozinhar cerca de 20 minutos em lume brando até a carne estar apurada.
Coloque depois os tomates num prato de ir ao forno e tempere-os com umas pedrinhas de sal. Recheie cada um dos tomates com a carne picada e coloque a tampinha nos tomates.
Leve a forno previamente aquecido (180ºC) cerca de 15 a 20 minutos para cozinhar o tomate. Este deve ficar macio mas não demasiado cozinhado.
Sirva os tomates com uma salada de alface e um pouco de arroz branco.

Bom Apetite!

sexta-feira, Julho 08, 2011

Tarte Rústica de Ameixa

Cá em casa começam agora a aparecer as primeiras ameixas vermelhinhas. E os pêssegos continuam.
Apesar de ainda não estar muito calor que nos diga que estamos realmente no verão, a fruta que vou comendo diz-me que é verdade, que estamos mesmo no verão!
E para celebrar este verão (ainda) sem muito calor, e as primeiras ameixas da avó sai uma tarte para o lanche do fim de semana.

Ingredientes:
(in "Popina - Iguarias Saudáveis", Isidora Popovic, pág. 50)

90g de açúcar amarelo
1 ovo
40ml de óleo vegetal
55ml de leite
1 colher de chá de fermento em pó
140g de farinha sem fermento
umas gotas de essência de baunilha
8 ameixas
2 colheres de sopa de geleia de marmelo

Preparação:

Pré- aqueça o forno a 180ºC.
Misture o açúcar com o ovo até estarem bem combinados. Junte o óleo, o leite, a farinha, o fermento e a baunilha e misture até todos os ingredientes estarem bem incorporados.
Coloque este preparado num forma redonda sem buraco previamente untada e forrada com papel vegetal.
Por cima coloque as ameixas partidas ao meio e descaroçadas com a parte cortada virada para cima.
Coloque no forno e deixe cozinhar cerca de 30 minutos até que a tarte fique bem dourada.
Deixe arrefecer um pouco antes de desenformar e pincele-a depois com a geleia de marmelo aquecida e, se quiser, polvilhe com um pouco de açúcar em pó.

Bom Apetite!

quinta-feira, Julho 07, 2011

Iscas de Porco

Quem me conhece vai certamente achar estranho encontrar aqui uma receita de fígado. É que fígado e demais miudezas são coisas que nunca gostei muito de comer. Mas o M. gosta, e depois de a dona P. ter insistido comigo para preparar e provar as iscas conforme a sua receita, não fui capaz de lhe dizer que não e assim surge aqui esta receita.
E, apesar de ter comido, continuo a não gostar de fígado.

Ingredientes para 2 pessoas:

300g de fígado de porco cortado em bifinhos finos (iscas)
2 cebolas
2 dentes de alho
sal e pimenta q.b.
1 folha de louro
1 colher de sopa de vinagre
2 colheres de sopa de polpa de tomate
azeite q.b.

Preparação:

Temperar as iscas de porco com sal e pimenta.
Levar uma frigideira ao lume com o azeite, o alho picado e a cebola previamente cortada em meias-luas. Junte depois o louro, a polpa de tomate e tempere com sal e pimenta. Deixe cozinhar até a cebola estar alourada.
Junte a cebola para um canto da frigideira e aloure agora as iscas de ambos os lados deixando-as cozinhar bem. Vá envolvendo-as na cebola à medida que ficam prontas. Junte depois o vinagre e misture bem.
Sirva com batatas cozidas e uma salada.

Bom Apetite!

quarta-feira, Julho 06, 2011

Spring Rolls de Camarão e Legumes

Na arrumação da despensa dei com um pacote de folhas de crepe de farinha de arroz (próprio para pequenos crepes) quase a passar do prazo de validade e que tinham de ser usados. No sábado, para o nosso jantar, resolvi então prepará-los.
Para quem nunca usou estas folhas de crepe, que se vendem na área de produtos orientais de alguns supermercados ou em lojas especializadas, basta mergulhar as folhas de crepe em água quente até ficarem maleáveis e depois usar com os mais variados recheios. Podem depois ser comidas assim ou previamente fritas, como fiz desta vez e são tipicas da comida oriental (chinesa, tailandesa, vietnamita,,,)

Ingredientes para 8 spring rolls:

10 camarões cozidos
1 cenoura pequena
1 mão cheia de folhas de espinafres
50g de rebentos de soja (frescos ou de conserva)
8 folhas de crepe de farinha de arroz
1 colher de chá de molho de soja
1 colher de sobremesa de óleo de amendoim
molho agridoce para servir

Preparação:

Comece por preparar o recheio dos spring rolls.  Descasque a cenoura e corte-a em palitos finos. Lave bem os espinafres e pique-os grosseiramente. Leve uma frigideira ao lume com o óleo de amendoim. Quando este estiver quente junte a cenoura em palitos, os espinafres e os rebentos de soja e deixe saltear até que os rebentos de soja e os espinafres começem a murchar. Tempere com o molho de soja, misture bem e retire do lume.
Entretanto descasque os camarões e corte-os em pequenos pedaços juntando-os depois ao preparado anterior.
Demolhe então uma  folha de crepe de farinha de arroz em agua quente até ficar mole e maleável. Seque-a então ligeiramente num pano de cozinha lavado e recheie com a mistura de legumes e camarão dobrando depois as pontas para o interior e enrolando para formar o crepe. (Ao secar, a folha de crepe torna-se pegajosa e cola-se à medida que enrola o crepe, não sendo por isso preciso usar clara de ovo ou água para colar o crepe de modo a que este não se abra ao fritar.) Repita esta operação até esgotar todos os ingredientes.
Frite depois os spring rolls em óleo vegetal até ficarem dourados. Escorra sobre papel absorvente e sirva com molho agridoce.

Bom Apetite!

terça-feira, Julho 05, 2011

Caldeirada de Peixe na Cataplana

Há uns tempos atrás falava com o pai do meu amigo L. acerca das maravilhas da cataplana e de como é tão pouco usada e tão pouco falada entre nós. Certamente que quase todos têm um wok em casa, mas uma cataplana poucos têm. O método de cozedura na cataplana é mais saudável e rápido do que um wok para além de preservar muito melhor o sabor dos alimentos. E é nosso: é tipicamente português.
Numa altura em que tanto se fala de "consumir" o que é português porque não passarmos a usar a cataplana para fazermos refeições rápidas e saudáveis? De colocarmos lá para dentro as mais variadas combinações de alimentos, tudo em cru apenas com um fio de azeite, fechar e passado pouco mais de 30 minutos, sem ser preciso vigiar, ter o jantar pronto? E ainda por cima "made in Portugal".

Ingredientes para 2 pessoas:

6 batatas
2 tomates maduros
1 pimento verde
2 cebolas
500g de peixe para caldeirada (ou apenas um tipo de peixe se preferir)
azeite q.b.
sal q.b.
1 folha de louro
1 malagueta seca (opcional)
1 copo de vinho branco
coentros frescos

Preparação:

Lave e descasque as batatas, cortando-as depois em rodelas não muito finas. Tire a pele e a semente aos tomates e corte-os em cubos. Corte a cebola e o pimento em rodelas.
No fundo da cataplana disponha uma camada de cebola, por cima desta uma camada de batatas, tomate e pimento. Tempere com um pouco de sal. Cubra depois com o peixe, tempere com um pouco mais de sal e cubra com cebola, batata, tomate e mais pimento.
Regue tudo com um fio de azeite, o vinho branco e junte a folha de louro e a malagueta - se usar. Acrescente também um raminho de coentros.
Feche a cataplana e leve a lume brando cerca de 30 minutos. Sirva polvilhado com coentros picados.

Bom Apetite!

segunda-feira, Julho 04, 2011

Asinhas de Frango com Especiarias

Agora que estamos definitivamente no verão, é tempo de piqueniques e churrascos. Estas asinhas de frango são uma alternativa diferente e um excelente petisco para comer no início de uma dessas refeições. E assim começamos mais uma semana...

Ingredientes para 4 a 6 pessoas:

12 asinhas de frango
1 colher de chá de cominhos em pó
1 colher de chá de coentros em pó
1 colher de chá de Pimenton de La vera (pode usar colorau normal)
1 colher de café de piri-piri moído
sal q.b.

Preparação:

Tempere as asinhas de frango com as especiarias e o sal e deixe a tomar gosto algumas horas.
Coloque-as num tabuleiro e leve-as a assar em forno aquecido (180ºC) durante cerca de 45 minutos ou asse-as no churrasco até ficarem bem cozinhadas.
Coloque numa travessa e polvilhe com coentros frescos picados. Sirva com um molho da sua preferência - maionese, molho agridoce - batatas fritas e uma bebida fresca.

Bom Apetite!

sexta-feira, Julho 01, 2011

Bolo de Cenoura, Amêndoa e Laranja (sem Gluten nem Lacticínios)

Mais um aniversário na família, desta vez da minha mãe e mais um bolo que fiquei de fazer. Soube logo a receita que ia preparar pois já a andava a "namorar" há algum tempo. Este bolo de cenoura, que não leva nenhuma gordura como manteiga ou óleo, nem nenhum lacticínio e que é preparado apenas com um pouco de farinha de milho, óptimo para pessoas com intolerências ao glúten, é uma autêntica surpresa. Leve,  humido, com uma textura maravilhosa. Todos os que provaram me pediram a receita. Os créditos não são meus: é uma uma excelente receita do livro "Popina - Iguarias Saudáveis" ao qual fiz algumas adaptações exigências da despensa cá de casa...
Um bolo surpreendentemente irresistível que creio ir repetir muitas vezes.

E não se esqueçam que domingo, às 16h no Continente do CoimbraShopping espero por vocês para mais uma sessão de autógrafos.

Ingredientes:
(adaptado de "Popina - Iguarias Saudáveis" de Isidora Popovic, pág. 65)

5 ovos
sumo e raspa de 2 laranjas
250g de açúcar amarelo
250g de cenoura crua ralada
250g de amêndoa com casca ralada
2 colheres de chá de fermento em pó
65g de farinha de milho

Cobertura:
sumo de 1 laranja
200g de açúcar em pó
raspa de laranja para decorar

Preparação:

Pré aqueça o forno a 180ºC.
Numa taça misture as gemas, a raspa e sumo de laranja, o açúcar, a cenoura ralada, as amêndoas e o fermento em pó. Misture bem e acrescente a farinha de milho.
Bata depois as claras em castelo e envolva-as suavemente na mistura do bolo.
Coloque a mistura numa forma redonda, sem buraco previamente untada e forrada com papel vegetal e leve a assar cerca de 45 minutos ou até o bolo estar cozido (use um palito que deve sair limpo para verificar se o bolo já está cozido). Deixe o bolo arrefecer completamente antes de o desenformar para o prato de servir.
Para a cobertura misture o sumo de laranja com o açúcar em pó para obter uma espécie de royal icing. Verta sobre o bolo e decore com raspas de laranja.

Bom Apetite!

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin