quarta-feira, fevereiro 29, 2012

Pizza Alentejana

Um jantar de pizzas a muitas mãos que afinal acabou por não acontecer. Ficou a vontade das pizzas e portanto o jantar de pizzas que não estava para acontecer acabou a fazer-se apenas pelas minhas mãos. Os ingredientes eram escassos, mas os que havia tinham o toque da deliciosa gastronomia alentejana. Ficou portanto uma pizza alentejana onde o chouriço de porco preto e os coentros foram suficientes para que ficasse perfeita. E em vez de um qualquer refrigerante houve vinho alentejano a acompanhar...

Ingredientes para 2 pessoas:

200g de massa de pão (comprada na padaria mais próxima, mas podem usar massa feita em casa)
4 colheres de sopa de molho de tomate (de preferência feito em casa com tomate maduro)
100g de queijo mozarella ralado
1/2 chouriço de porco preto alentejano
1 ovo grande
azeite q.b.
coentros frescos picados q.b.

Preparação:

Estique a massa e coloque-a num prato ou num tabuleiro para  pizzas. Cubra a massa com o molho de tomate e depois com metade do 2/3 do queijo ralado.
Entretanto corte o chouriço em rodelas e distribua-as sobre a pizza. Ao centro coloque o ovo aberto e cubra com o restante queijo.
Leve a pizza ao forno previamente aquecido a 180ºC e deixe cozinhar até o queijo estar dourado e o ovo e a massa cozinhados.
Retire do forno e salpique com os coentros picados e com um fio de azeite. Sirva em fatias.

Bom Apetite!

terça-feira, fevereiro 28, 2012

Mousse de Chocolate e Menta

Há muito que já tinha ouvido falar em como a mousse de chocolate e menta era deliciosa. Não sei porque demorei tanto a prepará-la. Quer dizer, na realidade sei.... Eu gosto muito daqueles chocolatinhos recheados com o creme de menta e, sempre que comprava uma embalagem para finalmente fazer a mousse, os chocolates acabavam a ser saboreados em vez de acabarem na mousse. No meu aniversário, em Dezembro, lá preparei finalmente a mousse, e o sucesso foi grande. De tal maneira que eu nem tive tempo de provar a mousse, e naquele dia nem tive tempo para as fotografias. O tempo foi passando, outras coisas mais importantes tiveram que se ir fazendo e fui adiando a repetição da mousse. Até que este fim de semana voltei a repetir. Com direito a uma tacinha só para mim e com tempo para a foto. O que andei a perder...

Ingredientes:

6 ovos
185g de chocolates "after eight" (uma caixa das pequenas)
100g de chocolate de leite

Preparação:

Parta ambos os chocolates em pedaços e derreta em banho maria ou no microondas, mexendo de vez em quando e tendo cuidado para não queimar.
Entretanto separe os ovos e bata as claras em castelo.
Ao chocolate entretanto derretido misture as gemas e envolva bem. Acrescente depois as claras em castelo, aos poucos e poucos e envolvendo cuidadosamente para a mousse não perder a consistência.
Coloque numa taça grande ou em tacinhas individuais e leve ao frigorífico algumas horas antes de servir.
Decore com um pouco de hortelã.

Bom Apetite!

segunda-feira, fevereiro 27, 2012

Rolinhos de Solha em Molho de Manteiga com Camarão

É difícil chegar a segunda feira e não falar acerca do fim de semana. Do que se fez, com quem se esteve, das ultimas novidades e das mais recentes receitas testadas e aprovadas. É algo mais para partilhar.
Desde fim de semana levo o fantástico concerto dos The Gift - do entusiasmo, da alegria, da emoção e do amor por aquilo que se faz que tão bem conseguem transmitir ao público. A festa de anos da pequena  R. - a primeira de todas e que será sempre  lembrada. A notícia de uma gravidez desejada - e poder fazer parte de mais uma etapa da vida da P.
Um fim de semana com emoções e histórias, que começou com uma receita de rolinhos de solha e camarão.

Ingredientes para 2 pessoas:

4 filetes de solha (ou de outro peixe branco)
2 colheres de sopa de manteiga
um fio de azeite
1 dente de alho
sal e pimenta q.b.
100g de miolo de camarão

Preparação:

Tempere os filetes de solha com sal e pimenta e enrole-os cuidadosamente prendendo com um palito.
Leve uma frigideira ao lume com a manteiga e o azeite e junte o dente de alho esmagado. Junte os rolinhos de solha e deixe-os cozinhar durante uns minutos envolvendo-os bem na manteiga. Acrescente os camarões e tempere com um pouco mais de sal e pimenta. Deixe cozinhar até os camarões estarem rosados e o peixe no ponto.
Acompanhe com puré de batata e couves salteadas regando com o molho de manteiga.

Bom Apetite!

sexta-feira, fevereiro 24, 2012

Galette de Morango e Ruibarbo

Assim que dei com os olhos no ruibarbo, peguei numa embalagem e trouxe-a comigo. Tinha encontrado um ingrediente difícil e não ia perder a oportunidade de o cozinhar. Claro que para lhe fazer companhia trouxe uns morangos. Sei que os dois são quase inseparáveis e assim ficaram também na minha cozinha.
Os ingleses usam muito esta combinação de sabores em tartes, crumbles ou compotas que usam para misturar com iogurte, natas ou como molho de gelados. Acabei por me decidir a fazer uma simples galette e a utilizar uma preparação muito simples. A acidez do ruibarbo foi algo que me agradou bastante e acho que fica realmente muito bem com os morangos.
Deixo a receita para quem conseguir encontrar ruibarbo à venda por aí (Já agora eu comprei no Supercor)!

Ingredientes:

1 placa de massa quebrada pronta a usar
400g de morangos
400g de ruibarbo
sumo e raspa de 1 laranja
200g de açúcar

Preparação:

Lave os morangos e o ruibarbo e corte-os em pedaços pequenos. Numa taça misture a fruta com o açúcar, a raspa e o sumo da laranja e deixe macerar alguns minutos.
Entretanto estenda a massa quebrada num tabuleiro forrado com papel vegetal. Escorra o líquido que se formou na fruta e coloque-a ao centro da massa virando depois as pontas grosseiramente para dentro para formar a galette. Polvilhe a massa com um pouco de açúcar e leve ao forno previamente aquecido (180ºC) ´cerca de 40 minutos até a massa estar cozida.
Sirva a gelette com um pouco de iogurte grego batido com açúcar em pó ou com uma bola de gelado.

Bom Apetite!

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

Coelho Assado com Tomilho e Espumante

Os assados têm abundado cá por casa. Rápidos de preparar, pouco vigilância e tempo para preparar outras coisas, quer seja uma sobremesa ou os acompanhamentos. É por isso que muitas vezes recorro a eles, principalmente agora com os dias frios.
Desta vez um coelho no forno que não comíamos à muito. Poucos ingredientes, forno lento e uma refeição muito saborosa.

Ingredientes para 2 pessoas:

500g de coelho partido em pedaços
3 dentes de alho
2 colheres de massa de pimentão
sal q.b.
150ml de espumante
3 raminhos de tomilho fresco

Preparação:

Numa assadeira coloque o coelho e tempere-o com o sal, os dentes de alho esmagados e a massa de pimentão. Regue depois com o espumante e junte as folhinhas de tomilho.
Tape a assadeira com papel de alumínio e leve a assar em forno quente (180ºC) durante cerca de 1h. Ao fim desse tempo reire o papel de alumínio e deixe alourar e tostar um pouco cozinhando cerca de 20 minutos.
Sirva com brocolos cozidos e umas batatas assadas ou arroz.

Bom Apetite!

quarta-feira, fevereiro 22, 2012

Ananás Flambé com Camarão e Whisky

Cada vez mais gosto de aproveitar pequenos momentos e fazer deles algo com significado. Um simples fim de semana. Um passeio pelo campo. Um banal jantar a dois.
Gosto dar importância a algo que para a maioria das pessoas seria apenas mais uma coisa, mais um dia, mais uma refeição.
Por isso, e provavelmente também por outras coisas, os jantares de sexta feira, apenas para mim e para o M., deixaram de ser mais um jantar e passaram a ser uma refeição especial mesmo que a ementa seja uma coisa banal. Porque ele merece e eu acho que também mereço.Porque não fazer "festa" mesmo que seja só para dois?
Esta foi a entrada desta sexta feira, uma clássica combinação de ananás e camarão.

Ingredientes para 2 pessoas:

1 ananás maduro e não muito grande
250g de miolo de camarão
1 cálice de whisky
azeite q.b.
sal e pimenta q.b.
1 malagueta (opcional)
1 ceboleta ou cebolinha (spring onion)

Preparação:

Corte o ananás ao meio no sentido do comprimento. Cuidadosamente e com uma faca ou uma colher parisienese (daquela que faz bolinhas) corte a polpa do ananás de modo a ficar com uma "caixa" de ananás para usar mais tarde, e reserve a polpa.
Leve uma frigideira ao lume com um fio de azeite e deixe aquecer. Acrescente o camarão, tempere de sal, pimenta e a malagueta partida em pedacinhos e deixe saltear. Acrescente depois a polpa do ananás em pedaços pequenos e o whisky. Com o lume "flambeie" a mistura e deixe cozinhar até a chama se apagar.
Divida a mistura pelas metades do ananás e termine salpicando com a cebolinha cortada fininha.
Sirva como entrada.

Bom Apetite!

terça-feira, fevereiro 21, 2012

Sandes de Peru com Espinafres e Ovo Estrelado

Uma sandes pode ser por si só uma refeição completa. Basta ir variando os recheios, nos acompanhamentos, no pão utilizado e temos sempre algo diferente e original para comer.
Um resto de peito de peru, que tinha sobrado do natal, estava no congelador à espera de melhor dias. Era provável que acabasse em recheio de empadas ou de canelones com mais umas pequenas invenções, mas na realidade acabou nesta sandes que comemos num domingo de jantar no sofá.
Uma inspiração para criarem outras sandes para jantares simples ou até almoços no escritório.

Ingredientes para 2 pessoas:

2 pães
2 ovos
fatias finas de peito de peru (usei um resto de peru de natal)
1 dente de alho
75g de espinafres frescos
sal e pimenta q. b.
2 colheres de sopa de maionese
azeite q,b,

Preparação:

Abra o pão, regue-o com um fio de azeite e leve-o a tostar na chapa ou numa frigideira anti aderente.
Entretanto leve um tachinho ao lume com azeite e o dente de alho bem picado e junte os espinafres deixando murchar e temperando com sal e pimenta.
Também na chapa cozinhe os ovos (ou em alternativa estrele-os normalmente).
Para montar as sandes barre o pão tostado com a maionese e coloque algumas fatias de peito de peru fatiado. Por cima disponha os espinafres salteados e coloque mais um pouco de maionese. Termine com o ovo e tempere com um pouco de pimenta.
Sirva as sandes com uma batatas fritas ou assadas em rodelas.

Bom Apetite!

segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Tortelini Gratinados com Molho de Fiambre e Espinafres

O fim e semana que passou foi um dos melhores dos últimos tempos. Quase sem contar e assim de repente decidimos ir até "à terra". Ainda mal tínhamos chegado, aberto as janelas e arejado a casa, já a prima I. batia à porta:
 "- O primo A. telefonou a dizer que vinham e pediu-me para vir ver se tinham água e se precisavam de alguma coisa. E trago aqui duas alheiras para comerem, e um requeijão acabado de fazer e doce de abóbora para a sobremesa. Se precisarem de mais alguma coisa é só pedirem."
Mais tarde nesse dia precisámos de pão. Esquecemo-nos que não estamos na cidade onde há uma padaria em cada esquina. Subo o caminho que vai dar a casa da prima I. e vou-me desviando das "poias" das ovelhas que acabaram de passar a caminho dos currais. Assim que entro no portão sou recebida com sorrisos. Pergunto onde posso ir comprar pão, mas logo recebo uma saca com dois pães grandes. "- O padeiro deixou-me muito pão hoje de manhã. Leve este, e se precisar venha cá buscar mais que tenho na arca. E tome lá mais dois requeijões. Gostou do meu doce? Olhe que se me queimou... Mas estava bom! E não quer uns ovos?"
Desço agora o caminho, desta vez carregada com pão, uma cesta cheia de ovos caseiros, e mais requeijões acabados de fazer. Penso mais uma vez na generosidade da prima, na sua hospitalidade, na partilha do que se tem, e na genuinidade das palavras e dos sentimentos.
De regresso a casa ainda trouxe couves e mais requeijões para partilhar com a minha mãe e avó.
Pessoas genuínas que me fazem acreditar num mundo melhor. E uma receita simples e deliciosa como o meu fim de semana.

Ingredientes para 2 pessoas:

250g de tortelini frescos recheados de espinafres e ricota
75g de espinafres baby
75g de fiambre
1 colher de sopa de farinha
1 colher de sopa de manteiga
200ml de leite
75g de queijo ralado
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Leve os tortelini a cozer em água temperada de sal até ficarem al dente,
Entretanto prepare o molho para os gratinar. Num tachinho leve ao lume a manteiga. Deixe derreter e junte a farinha mexendo bem até formar uma pasta. Aos poucos e poucos vá juntando o leite, tal como se faz ao preparar um molho bechamel, mexendo sempre e deixando o molho engrossar. Acrescente depois os espinafres, o fiambre partido em pedaços e metade do queijo. Misture bem para envolver e rectifique de sal e pimenta.
Assim que a massa estiver cozida escorra bem e envolva-a no molho anterior. Coloque tudo num tabuleiro que vá ao forno e à mesa e polvilhe com o restante queijo.
Leve a gratinar em forno aquecido a 180ºC até ficar tostadinho e sirva de imediato.

Bom Apetite!

sexta-feira, fevereiro 17, 2012

Bolo de Bolacha com Gelado e Chocolate e um Novo Livro

Eu ainda não queria contar a novidade, mas como o novo livro já está em pré-venda na Fnac, não me parece bem não partilhar com todos esta minha alegria. É realmente verdade! Depois do "Feito em Casa", chega agora o "Cozinhar, Celebrar e Partilhar".  Não sei bem como vos descrever como me sinto: feliz por ver um segundo livro editado, mas principalmente grata a todos os que seguem este blogue, que compraram o "Feito em Casa" e que, no fundo, permitem que tudo isto aconteça. Obrigada a todos por estarem desse lado, por comentarem, experimentarem, e gostarem de tudo o que é aqui partilhado. É com todos que celebro este livro! E mais uma vez obrigado à "A Esfera dos Livros" pela nova oportunidade.
Espero que gostem das receitas, das histórias, dos conselhos, das ideias e da partilha deste novo livro. E para "cozinhar, celebrar e partilhar", que tal um bolo de bolacha com gelado e chocolate?

Ingredientes para 6 pessoas:

200g de bolacha Maria
500ml de gelado de nata ou baunilha
150ml leite

Cobertura de chocolate
100g de chocolate negro
50ml de leite
suspiros para decoração (opcional)

Preparação:

Aqueça o leite apenas o suficiente para ficar morno. Retire o gelado do congelador e deixe-o amolecer um pouco.
Para montar o bolo, passe as bolachas pelo leite morno e coloque-as  depois numa camada numa forma de mola, ou faça pequenos bolos individuais. Vá alternando uma camada de bolacha embebida em leite com uma camada de gelado amolecido. Repita as camadas até esgotar os ingredientes. Cubra com película aderente e leve ao congelador para ficar mais firme.
Entretanto prepare a cobertura derretendo o chocolate com o leite, misturando bem. Deixe arrefecer mexendo de vez em quando. Retire então o bolo de bolacha do congelador, retire a película aderente e cubra com o chocolate derretido. Volte a colocar no congelador, retirando-o cerca de 15 minutos antes de servir. Se gostar polvilhe com suspiros esfarelados antes de servir.

Bom Apetite!

quinta-feira, fevereiro 16, 2012

Codornizes com Molho de Vinho do Porto

Uma verdadeira refeição de domingo, foi o comentário do M. a esta receita. As codornizes andavam há muito tempo na lista de coisas a comprar e vieram finalmente comigo para casa.
Preparei-as da forma mais simples que me lembrei, e decidi acompanhar com um molho de vinho do porto, depois do nosso último passeio pelo Douro e da lembrança das coisas boas que comemos por lá. Para acompanhar umas batatas gratinadas, mas umas batatas assadas também ficam muito bem
Reconfortante, composto e delicioso, tudo o que o almoço de domingo deve ser. Afinal, quem é que não gosta de preparar um almoço assim?

Ingredientes para 2 pessoas:

4 codornizes com cerca de 100g cada
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.
1 cebola pequena
1 dente de alho
1 raminho de tomilho
100ml de vinho do porto

Preparação:

Abra as codornizes ao meio, cortando-as pelas costas com a ajuda de uma tesoura e espalmando-as depois ligeiramente. Tempere com sal, pimenta e um pouco de azeite e leve-as a cozinhar numa frigideira anti-aderente ou chapa de grelhar cerca de 15 a 20 minutos, até ficarem cozinhadas e douradas.
Entretanto prepare o molho de vinho do porto. Pique finamente a cebola e o dente de alho e leve ao lume num tachinho juntamete com duas colheres de sopa de azeite. Deixe refogar até a cebola estar cozinhada e tempere com um pouco de sal e pimenta. Acrescente depois o vinho do porto e o raminho de tomilho e deixe reduzir até o molho ter uma consistência grossa de xarope. Retire e reserve.
Sirva as codornizes com batatas gratinadas ou assadas, legumes e regue com o molho de vinho do porto.

Bom Apetite!

quarta-feira, fevereiro 15, 2012

Brucheta de Espargos, Brie e Ovos de Codorniz

Um jantar que se poderia chamar do "dia dos namorados" e que aconteceu no fim de semana, porque qualquer dia é bom para celebrar e qualquer motivo serve para partilhar. Porque às vezes esquecemos quem está mesmo ao nosso lado. Uma refeição surpresa, preparada para saborear a dois, com uma mesa bonita, velas, musica ambiente e que teve até direito a um bilhetinho. Não apenas porque sim, mas porque às vezes precisamos de saber ler nas entrelinhas e nos silêncios e ausências dos outros para percebermos que temos de dar o melhor de nós a quem merece. E num dia normal fez-se algo especial e uma entrada para dois.

Ingredientes para 2 pessoas:

1 cacete pequeno (ou 2 fatias de pão caseiro)
4 fatias de queijo brie
4 espargos verdes
4 ovos de codorniz
sal e pimenta q.b
azeite q.b.

Preparação:

Corte o pão no sentido do comprimento e regue-o com um pouco de azeite. Numa frigideira anti-aderente ou numa chapa torre ligeiramente o pão. Ao mesmo tempo arranje os espargos e leve-os também a cozinhar na frigideira com um pouco de azeite e temperados com sal e pimenta.
Retire o pão e coloque-o num prato que possa ir ao forno. Sobre cada fatia de pão coloque 2 espargos já cozinhados e cubra com duas fatias de queijo brie. Leve ao forno já aquecido e deixe o queijo derreter
Entretanto estrele os ovinhos de codorniz.
Para servir retire as bruchetas do forno e termine com os dois ovinhos de codorniz temperando com um pouco de pimenta. Sirva quente.

Bom Apetite!

terça-feira, fevereiro 14, 2012

Tarte de Pêra e Chocolate

A amizade e o amor andam lado a lado, e um não existe sem o outro. Tal como o amor, a amizade tem de ser reciproca. Na amizade não se dá nada esperando algo em troca, mas quando esta é verdadeira recebe-se em troca. Damos o melhor de nós aos nossos amigos, oferecemos o nosso ombro, a nossa vida, a nossa casa. Damos porque amamos, damos porque sim. Mas, tal como no amor, se oferecemos o melhor de nós uma e outra vez e não somos correspondidos, o sentimento acaba por esmorecer. Tanto o amor como a amizade têm de ser cultivados e alimentados. Um dia dou eu o meu ombro amigo, outro dia dás tu. Hoje eu eu cedo, amanhã cedes tu. Aproximamo-nos pelas semelhanças e pelas diferenças. Amamos porque os silêncios são por vezes tão fortes como as palavras e não precisamos de falar para saber o que o outro pensa, sente ou vive. Escolhemos de quem somos amigos e escolhemos quem amamos, e queremos sempre ser correspondidos, amados de volta e ser imprescindíveis na vida de alguém. Queremos ser o mundo de alguém. No amor e na amizade não pode haver mentira, nem falsidade, nem traição. Deve ser honesto, puro e verdadeiro, mesmo que às vezes a verdade faça doer ou nos possa magoar. Nunca sofri de amor, mas já sofri com amizades perdidas, emaranhadas em mal entendidos, interesseiras e pouco correspondidas. Porque dei o melhor de mim e não fui correspondida. Se a amizade ou o amor forem verdadeiros será muito mais fácil de ultrapassar contrariedades, barreiras e preconceitos. No amor e na amizade que andam lado a lado. Tal como a pêra e o chocolate nesta tarte, para um final perfeito numa refeição de namorados, ao lado do M. o meu amor, o meu melhor amigo e o meu eterno namorado.

Ingredientes:
(chávena usada com 240ml de capacidade)
(adaptado de "Martha Stewart´s Pies & Tarts" pág.177)

100g de manteiga
1 chávena de  miolo de noz (ou amêndoa no original)
3/4 de chávena de açúcar
3 ovos
1/3 de chávena de cacau em pó
1 colher de chá de essência de baunilha
1 pitada de sal
3 pêras (usei pêra rocha)
2 colheres de sopa de geleia

Preparação:

No robot de cozinha misture as nozes com o açúcar e pique até ficar uma mistura fina.Junte depois os ovos, a manteiga em pedaços, o cacau em pó, a baunilha o sal e misture tudo no robot até ficar bem misturado.
Coloque esta mistura numa forma de mola previamente untada com manteiga.
Entretanto descasque as pêras e corte-as em fatias não muito finas. Coloque as pêras ligeiramente sobrepostas sobre a massa de chocolate fazendo um pequeno circulo.
Leve a tarte ao forno previamente aquecido a 180ºC  cerca de 45 minutos ou até a tarte estar cozida. Retire do forno e deixe arrefecer.
Para terminar pincele as pêras com um pouco de geleia aquecida para dar brilho.
Sirva simples ou com uma bola de gelado de baunilha.

Bom Apetite!

segunda-feira, fevereiro 13, 2012

Entrecosto Assado com Especiarias

Foi o primeiro fim de semana realmente calmo do ano. Sem planos, festas, jantares, convívios ou saídas. Foi um fim de semana de receitas novas, algumas há muito marcadas nos meus livros e revistas, e outras que surgiram de ingredientes inesperados. Foram dias bons, passados a dois, numa antecipação do "dia dos namorados" que não iremos passar juntos - mas o que interessa ser dia 14 ou 11 ou 12?
Foi um telefonema do M. a dizer que trazia para o jantar um vinho australiano, e a minha decisão de fazer uma receita da australiana de que eu tanto gosto, a Donna Hay. Foi rir que nem perdidos assim que nos sentamos à mesa e percebemos que o vinho não era australiano, mas sim da África do Sul... Foi uma refeição perfeita a dois e, quem sabe, uma sugestão para amanhã prepararem e assim comemorarem o "dia dos namorados", num jantar simples e delicioso no aconchego de casa!

Ingredientes para 2 pessoas:
(in "fast, fresh, simple." Donna Hay, pág. 101)

750g de entrecosto
2 colheres de chá de paprika fumada (Pimenton de la Vera)
1 colher de chá de piri-piri moído
40g de açúcar amarelo
sal q.b.

Preparação:

Numa taça misture o açúcar, com a paprika, o piri-piri  e o sal. Corte o entrecosto em pequenos pedaços individuais e envolva bem na mistura anterior, esfregando, de modo a temperar bem a carne.
Coloque agora os pedaços de entrecosto num tabuleiro e cubra com papel de alumínio tapando bem.
Leve a assar em forno previamente aquecido a 160ºC durante uma hora. Ao fim desse tempo retire o papel de alumínio e aumente a temperatura do forno para cerca de 220ºC e deixe cozinhar mais 15 minutos até ficar tostadinho.
Sirva com uma salada verde e batatas assadas ou fritas.

Bom Apetite!

sexta-feira, fevereiro 10, 2012

Esparguete Nero com Molho de Natas e Pimenta

Todos temos dias difíceis. Daqueles que sabemos que vão acontecer, e que nos custa levantar de manhã para o enfrentar. Daqueles dias que queremos que passem depressa e que depois já aconteceram e que podemos finalmente deixar ficar para trás. E para dias difíceis, nada melhor do que receitas fáceis. Que se preparam num abrir e fechar de olhos, em que não precisamos de pensar e que não complicam mais esse momento.
Aqui fica uma receita para dias difíceis, que pode ser preparada também em qualquer outro dia, melhor ou pior, mais alegre ou mais triste, mas quente ou mais frio. Ou numa sexta-feira de sol.

Ingredientes para 2 pessoas:

150g de esparguete nero di seppia
150ml de natas
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Coza o esparguete em água a ferver temperada de sal até ficar al dente.
Entretanto leve um tachinho ao lume com as natas e tempere com um pouco de sal e pimenta. Deixe levantar fervura e desligue.
Assim que o esparguete estiver cozinhado escorra bem e junte ao molho de natas envolvendo bem. Se necessário junte um pouco da água da cozedura para soltar o molho e assim envolver tudo melhor.
Tempere com um pouco mais de pimenta e sirva de imediato.

Bom Apetite!

quinta-feira, fevereiro 09, 2012

Scones com Canela

De tempos a tempos encontro-me com a M. e vamos lanchar ao sítio de sempre, o lanche de sempre: chá e scones quentinhos. Falamos dos assuntos que nos unem e nos aproximaram, das coisas boas, das coisas tristes, de nós, dos outros, dos planos e do futuro. É uma conversa intima, onde "rapaz não entra" e que não tem hora para acabar. Somos quase sempre das últimas a sair, e só nos lembramos com começamos a ouvir o barulho das cadeiras a serem arrumadas...
Gosto muito destes nossos momentos em que comemos dos melhores scones da cidade, ligeiramente doces e com um ligeiro travo a canela. Os que tentei fazer em casa, ainda que sem a M., para os dividir entre dois dedos de conversa.

Ingredientes para 8 scones:

225g de farinha
1 colher de chá de fermento
2 colheres de sopa de óleo vegetal
1 colher de chá de canela
1 pitada de sal
90ml de leite
1 ovo batido

Preparação:

Numa taça misture todos os ingredientes envolvendo bem até a massa se afastar das paredes da taça. Tenda bolinhas não muito grandes e do mesmo tamanho (cerca de 8), e coloque-as num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Leve a cozinhar no forno pré-aquecido a 180ºC durante 10 a 15 minutos, até os scones estarem quentinhos.
Sirva com manteiga, compotas caseiras e acompanhe com um chá.

Bom Apetite!

quarta-feira, fevereiro 08, 2012

Cachorro Quente com Coleslaw de Couve Roxa e Cenoura

Tenho cozinhado pouco. Essencialmente porque tenho tido pouco tempo para cozinhar, mas principalmente porque continuo sem gostar muito de cozinhar só para mim. Cá por casa continuam a fazer-se as coisas de todos os dias, os jantares simples de sopa e fruta que é tudo o que uma pessoa precisa quando está sozinha em casa. E depois há dias em que apetece mais que sopa. Ou algo para a acompanhar. Com o pão fresco que se trouxe para casa e o mais que houver guardado no frigorífico e na despensa. Porque afinal temos de comer, e um cachorro quente de vez em quando nunca fez mal a ninguém!

Ingredientes para 4 unidades:

4 pãezinhos de mistura (tipo cacetinhos)
4 salsichas alemãs
50g de couve roxa
1 cenoura grande
1 colher de sopa de maionese

Preparação:

Leve as salsichas a cozinhar num grelhador ou numa chapa anti aderente até ficarem douradas.
Entretanto descasque a cenoura e rale-a. Com uma mandolina ou uma faca corte a couve roxa numa juliana muito fina. Coloque ambos os legumes numa taça e junte-lhes a maionese envolvendo bem e reserve.
Abra os pãezinhos ao meio e junte a salsicha, Cubra com a coleslaw de couve e cenoura e sirva.

Bom Apetite!

terça-feira, fevereiro 07, 2012

Salteado de Carne de Porco com Legumes e Gengibre

Não tenho por hábito comprar coisas de que não preciso, principalmente alimentos e comida, mas não consigo resistir sempre que encontro ingredientes diferentes e sobre os quais leio em revistas ou livros e que dificilmente e apenas ocasionalmente se encontram por cá. Por isso, posso andar descansada a fazer as minhas compras em qualquer loja, mercado ou supermercado e ficar quase em êxtase quando encontro determinadas coisas. Foi assim com o ruibarbo a primeira vez que o vi, com as spring onions - que cá se chamam ceboletas, o golden syrup, e especiarias e condimentos como sumac, harissa e outros que tais. Fico feliz e trago-os logo para casa para poder experimentar com as receitas guardadas e marcadas dos livros e revistas.
Mais recentemente descobri mais dois ingredientes, um mais difícil de encontrar do que o outro: lemongrass (e sem ser congelado) e pak choi. Se o pak choi até já tinha visto noutros lugares, a minha surpresa foi mesmo com o lemongrass (citronela). E claro que vieram comigo!
Porque apesar de gostar muito de cozinha portuguesa mais ou menos tradicional e de estes ingredientes serem então perfeitamente dispensados, gosto de experimentar coisas novas, de poder "viajar" através de outros sabores, de conhecer um pouco mais do mundo, das outras culturas e dos outros povos. Com a comida, os alimentos e os ingredientes. Por isso, hoje aqui fica um prato de inspiração oriental.

Ingredientes para 2 pessoas:
(adaptado de Easy Food - Dezembro/Janeiro 2012, pág. 68)

350g de carne de porco em tirinhas ou pequenos pedaços
2 colheres de sopa de molho de soja
1 colher de sopa de óleo de sésamo
2 colheres de sopa de vinho do Porto
1 colher de sopa de amido de milho (maisena)
75ml de água
sal q.b.
2 colheres de sopa de óleo vegetal
1 colher de sopa de gengibre fresco ralado
150g de legumes verdes (usei Pak Choi, mas podem usar espinafres, ervilhas de quebrar, couve portuguesa ou até uma mistura)
100g de cogumelos laminados

Preparação:

Tempere a cane com 1 colher de sopa de molho de soja, 1 colher de sopa de vinho do Porto, o óleo de sésamo, o amido de milho e um pouco de sal. Misture bem e reserve.
Prepare os legumes verdes lavando-os bem e deixando-os escorrer e faça o mesmo com os cogumelos.
Num tachinho misture a água com o restante molho de soja e vinho do porto, tempere com um pouco de sal e leve a ferver.
Entretanto aqueça bem um wok (ou uma frigideira grande) e junte-lhe metade do óleo. Acrescente depois a carne de porco deixando saltear durante cerca de 3 minutos até ficar cozinhada e dourada. Retire para um prato e reserve. Coloque o restante óleo no wok e acrescente o gengibre picado. Junte depois os legumes verdes e os cogumelos e deixe saltear uns minutos até os legumes começarem a murchar. Adicione depois a carne de porco e a mistura de água, vinho do porto e molho de soja e deixe cozinhar mais 5 minutos.
Sirva com arroz branco.

Bom Apetite!

segunda-feira, fevereiro 06, 2012

Wraps com Guacamole, Espargos e Hamburguer Caseiro

Biscoitos da Teixeira, Pão de ló, cavacas, rebuçados da Régua e vinho: produtos nacionais e tradicionais que trouxemos para casa. Um fim de semana de passeio, com menos frio do que por aí se dizia e com quatro adultos e um bebé por terras do alto douro vinhateiro. Conventos, mosteiros, igrejas, santuários e a única ponte fortificada de Portugal. Provas de vinhos e até uma procissão. Tudo num fim de semana.
E ao chegar a casa estar de volta do fogão, entre tachos e panelas, e sentir que o fim de semana só assim fica completo - faltava cozinhar. E depois foi tempo de sentar no sofá, saborear o jantar e aproveitar o tempo que ainda restava do fim de semana.

Ingredientes para 2 pessoas:

2 wraps ou tortilhas
4 espargos verdes
2 hamburgures caseiros (receita aqui)
1 abacate maduro
1 tomate pequeno
2 colheres de sopa de coentros frescos picados
sumo de limão q.b.
tabasco q.b.
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.

Preparação:

Comece por fazer o guacamole. Tire a casca e o caroço ao abacate e esmague grosseiramente com um garfo. Corte o tomate em cubinhos pequenos e acrescente ao abacate esmagado assim como os coentros frescos picados. Tempere com sal, tabasco e sumo de limão a gosto. Reserve.
Numa frigideira ou chapa anti-aderente grelhe os hamburguers e os espargos previamente arranjados (retire-lhes os pés fibrosos e se forem rijos descasque-os com o descascados de batatas). Tempere os espargos com um pouco de sal e pimenta e um fio de azeite. Deixe grelhar até os espargos estarem macios mas ainda crocante e a carne cozinhada. Na mesma frigideira aqueça agora cada uma das tortilhas até ficarem douradas de ambos os lados.
No prato de servir coloque o wrap e sobre este um pouco de guacamole, o hamburguer cortado ao meio e dois espargos. Para comer basta enrolar como se fosse um crepe.

Bom Apetite!

sexta-feira, fevereiro 03, 2012

Muffins de Banana e Manteiga de Amendoim

Ultimamente tenho preferido preparar queques, muffins e outros bolinhos em vez de um bolo grande. Assim, posso congelar os queques preparados e ir comendo durante a semana, com a sensação de que estou a saborear algo acabado de preparar. E assim também evito comer mais do que a "minha dose".
Desta vez, o facto de ter umas bananas esquecidas na fruteira e um frasco de manteiga de amendoim no frigorífico ditou a combinação destes muffins. Apesar de quase não terem sobrado para congelar, ainda assim houve alguns que se escaparam e lá foram habitar para o congelador. Depois, quando apetece basta tirar um, que vai descongelando lentamente enquanto eu preparo o meu pequeno almoço, ou o lanche, ou o meto à pressa na carteira para mais tarde, quando a fome apertar.
Uma ideia para prepararem no fim de semana, congelarem e poderem colocar nas vossas lancheiras, malas, na pasta ou na mochila dos mais pequenos.
Um mimo do fim de semana para comer durante a semana.

Ingredientes para cerca de 10 Muffins:
(chávena usada com 250 ml de capacidade)

1 ovo
2 bananas maduras
2 colheres de sopa bem cheias de manteiga de amendoim
50g de manteiga
1/2 chávena de açúcar
1 chávena de farinha
1/2 colher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
canela em pó q.b.

Preparação:

Derreta a manteiga. Misture a manteiga de amendoim com o açúcar e com a manteiga derretida até ter uma mistura homogénea. Esmague as bananas e envolva-as no preparado anterior assim como o ovo inteiro.
À parte misture a farinha com o fermento e o bicarbonato e junte à mistura anterior sem envolver demasiado, pois a massa deve ficar granulosa e não lisa.
Forre uma forma para queques com forminhas de papel frisados e encha-as até cerca de 2/3 da sua capacidade. Polvilhe com canela em pó e um pouco de açúcar e leve a cozer em forno previamente aquecido (180ºC) cerca de 25 minutos.
Retire-os depois e deixe arrefecer um pouco.

Bom Apetite!

quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Ovo em Tosta com Queijo

Uma receita de pequeno almoço de fim de semana. Ou de um simples jantar para um durante a semana. Ou de um almoço rápido para quem vai a casa almoçar. Pode ser o que quiserem, comido quando quiserem.
Numa altura em que tanto se fala de repensar gastos e de poupar, faz sentido fazer algumas refeições assim. Muito económicas e rápidas.Sem carne nem peixe mas mesmo assim satisfatórias. E os ovos são realmente perfeitos para estas ocasiões.
Sozinha em casa, e logo depois de um creme de legumes estes ovo sobre uma fatia de pão torrado e polvilhado com queijo (acompanhado de abacate, mas poderia ter sido de outra coisa qualquer) foi tudo o que precisei.

Ingredientes para 1 pessoas:

1 fatia de pão de cereais
1 ovo
sal e pimenta q.b.
queijo ralado para polvilhar (usei queijo da ilha)
abacate q.b. (opcional, podem usar tomate ou um pouco de salada)

Preparação:

Torre ligeiramente o pão.
Entretanto leve um tachinho ao lume com água temperada de sal. Quando estiver a ferver misture bem a água para formar um remoinho e, no centro do remoinho coloque o ovo previamente aberto para dentro de uma tacinha. Deixe cozinhar cerca de 3 minutos.
Assim que estiver cozido retire com a ajuda de uma colher e deixe escorrer sobre um pouco de papel absorvente. Coloque o ovo sobre o pão torrado e polvilhe com um pouco de queijo e, se gostar, pimenta moída na hora.
Acompanhe com o abacate em fatias.

Bom Apetite!

quarta-feira, fevereiro 01, 2012

Saladinha de Couscous com Feijão Frade e Pasta de Atum

Uma salada que surgiu das muitas caixas e caixinhas que andam pelo frigorífico. Uma com atum, outra com um resto de couscous e outra ainda com feijão frade cozido. Ao juntar tudo, e depois de acrescentar mais umas quantas coisas, lá saiu uma salada muito agradável, perfeita para um almoço rápido durante a semana. E lembrei-me automaticamente de como seria uma refeição perfeita para levar para o almoço no escritório. Aqui fica a sugestão.

Ingredientes para 2 pessoas:

1/2 copo de couscous
1/2 copo de água a ferver
coentros picados q.b.
sal e pimenta q.b.
6 colheres de sopa de feijão frade cozido
1 lata de atum
4 palitos de delícias do mar
2 colheres de sopa de maionese
4 azeitonas pretas
Pickles q.b.

Preparação:

Comece por preparar os couscous. Numa taça coloque os couscous e um tempere com um pouco de sal e pimenta. Acrescente a água a ferver e deixe hidratar, tapado, durante 5 minutos. Ao fim desse tempo separe bem os couscous com um garfo e misture o feijão frade e os coentros picados.
Prepare depois a pasta de atum acrescentando ao atum as delícias do mar picadas finamente, assim como as azeitonas e os pickles. Ligue tudo com a maionese e junte à mistura de couscous envolvendo bem.

Bom Apetite!

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin