sexta-feira, Março 30, 2012

Pãezinhos para o Lanche

Estou ansiosa com a chegada do fim de semana. A partir de hoje o "Cozinhar, Celebrar e Partilhar" está à venda nas livrarias e afins. Amanhã, sábado dia 31 pelas 18h, será o lançamento na FNAC do Fórum Coimbra. E eu, claro estou expectante e curiosa para saber como é recebido este novo livro.
Para descomprimir e libertar a mente, nada melhor do que correr para a cozinha e fazer uns pãezinhos para o lanche. Enquanto amasso, mexo e espero lá me vou esquecendo do assunto. Realmente cozinhar pode ser terapêutico e relaxante. Comigo funciona sempre.
Sugestões para o fim de semana? Estes pãezinhos para o lanche e o "Cozinhar, Celebrar e Partilhar"! E, se estivem por perto uma ida até à FNAC para o lançamento.
Bom fim de semana a todos.

Ingredientes para cerca de 8 pãezinhos:

1 saqueta de levedura seca (usei vahiné)
250ml de leite tépido
uma pitada de sal
75g de açúcar
75g de manteiga
500g de farinha

Preparação:

Misture o leite com a manteiga derretida, o açúcar, o sal e o fermento. Acrescente depois a farinha e misture bem.
Coloque depois a massa na bancada enfarinhada e amassa bem alguns minutos até obter uma massa fofa e elástica. Deixe repousar uns minutos.
Faça depois 8 bolas de massa e coloque-as num tabuleiro untado e polvilhado com farinha. Deixe levedar até dobrarem de volume ( as minhas demoraram cerca de 30 minutos).
Pincele depois as bolinhas com um pouco de leite morno e leve a cozinhar cerca de 20 minutos em forno pré-aquecido a 180ºC.
Sirva os pãezinhos mornos com compotas, manteiga ou queijo e fiambre.

Bom Apetite!

quinta-feira, Março 29, 2012

Bola Rápida de Presunto e Bacon

Esta é a última receita do aniversário do M. que tenho para partilhar. Uma bola a pedido do aniversariante numa versão rápida que encontrei rabiscada nas costas de um papel apenas com as quantidades de ingredientes e com a anotação "misturar tudo e forno". Uma versão que desde que a descobri - partilhada não sei por quem, nem onde, nem quando - ficou em espera para experimentar. O pedido do aniversariante foi a oportunidade. A bola foi preparada e servida como entrada. Rápida e saborosa, a repetir num dos piqueniques em que ando farta de pensar...

Ingredientes:

250g de presunto
250g de bacon
4 ovos
180ml de óleo
280ml de leite
500g de farinha
2 colheres de chá de fermento em pó
sal q.b.

Preparação:

Retire o courato ao bacon e corte-o em pedaços assim como o presunto. Coloque tudo na picadora ou no robot de cozinha e pique bem. Reserve.
Entretanto bata os ovos com óleo e o leite. Acrescente depois a farinha, o fermento e um pouco de sal (atenção que as carnes já têm sal) e misture bem até obter uma massa lisa. Envolva depois as carnes reservadas e misture.
Unte e polvilhe com farinha um tabuleiro rectangular e coloque aí a mistura. Leve depois a cozinhar em forno aquecido a 180ºC cerca de 30 minutos ou até a bola estar cozida.
Deixe arrefecer antes de cortar em cubos.

Bom Apetite!

quarta-feira, Março 28, 2012

Patê de Alheira com Maçã


Os dias que agora parecem maiores, o tempo quente e o sol, só me dão vontade de fazer piqueniques. De pegar numa cesta recheada e ter uma refeição ao ar livre debaixo das árvores a ouvir os passarinhos. De ficar sentada na manta e ler. De respirar ar puro. De pensar em praia. De andar descalça. Na falta de piqueniques há refeições na varanda, a olhar para o limoeiro e para as minhas tulipas que começam a romper da terra e a crescer anunciando a primavera. E a cada refeição na varanda fazem-se planos de piqueniques para um destes dias, e imagina-se a cesta recheada de coisas boas para partilhar. Começo a pensar neste patê de alheira e umas tostinhas antes de qualquer outra coisa...

Ingredientes:
(adaptado de Revista Bimby, Março 2012  - pág 35)

1 alheira
2 maçãs
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Pique a alheira com a ajuda de um palito. Descasque as maçãs e corte-as em quartos. Coza a alheira juntamente com a maçã em água a ferver (tenha cuidado para a alheira não rebentar e por isso é que a deve picar bem antes de a levar a cozer).
Depois cozidas, escorra bem e retire a pela à alheira. Coloque a maçã juntamente com o recheio da alheira num copo alto e triture com a varinha mágica até ficar uma mistura homogénea. Rectifique de sal e pimenta e misture bem.
Sirva com pão torrado ou tostinhas.

Bom Apetite!

terça-feira, Março 27, 2012

Tarteletes de Curd de Limão com Amêndoa e Hortelã


Os sabores de limão, framboesa e chocolate são sem dúvida dos meus favoritos quando o assunto são as sobremesas. Com a abundância de limões que tem havido aqui por casa e os frasquinhos de curd de limão prontos a serem usados em sobremesas e recheios doces, seria mais do que certo dar-lhes uso para as sobremesas de aniversário do M. Depois de uns cupcakes de limão e limonada caseira durante o jantar, houve ainda mais limão na mesa nestas amorosas tarteletes recheadas com curd de limão e polvilhadas com amêndoa torrada e hortelã. A ideia para esta sobremesa surgiu depois de ter recebido de "presente" umas tarteletes semelhantes a estas, oferta da Jp depois de as ter preparado após a minha sugestão de aproveitamento de limões fazendo curd de limão.Só que em casa dela não fizeram grande sucesso e por isso, algumas vieram parar cá a casa onde foram muito bem recebidas, elogiadas e recriadas para o aniversário do M.
E para mim esta era a melhor sobremesa da mesa. Mas eu sou suspeita, que gosto muito de limão!

Ingredientes para cerca de 25 unidades:

1/2 receita de curd de limão (receita aqui)
100g de amêndoa laminada
folhinhas de hortelã fresca

Massa:
100g de açúcar em pó
300g de farinha
125g de manteiga
2 gemas de ovo
2 colheres de sopa de leite

Preparação:

Numa taça coloque o açúcar em pó, a manteiga e as gemas e bata com a batedeira eléctrica (ou à mão) até obter uma mistura lisa. Aos poucos e poucos vá acrescentando a farinha, sem deixar de bater com a batedeira. Junte depois o leite (que poderá não juntar se achar que a massa está no ponto, ou juntar um pouco mais se a achar demasiado seca.)
Retire a massa da tigela e amasse um pouco mais com as mãos na bancada enfarinhada.
Forre depois as forminhas de queques ou de tarteletes com a massa e leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 20 minutos ou até as a massa estar cozinhada e ligeiramente dourada nas pontas. Deixe arrefecer completamente.
Encha depois as tarteletes com o curd de limão preparado anteriormente.
Numa frigideira anti-aderente torre as amêndoas até ficarem douradas e deixe arrefecer antes de as usar. Decore as tarteletes com a amêndoa torrada e finalize com uma folhinha de hortelã.

Bom Apetite!

segunda-feira, Março 26, 2012

Cozinhar, Celebrar e Partilhar

Finalmente, o "Cozinhar, Celebrar e Partilhar" está à chegar. A partir de dia 30, sexta-feira, poderão encontrar o novo livro à venda em nas livrarias e restantes pontos de venda.
Mais uma vez quero agradecer a todos terem tornado isto possível! Obrigada por continuarem desse lado e por também partilharem comigo mais esta alegria.
O "Cozinhar, Celebrar e Partilhar" é um livro com mais de 300 receitas - as quais, na sua grande maioria, nunca foram publicadas aqui no blogue, mas sim pensadas de propósito para o livro. Tem receitas, tem histórias, tem dicas e sugestões de economia doméstica e tem muito de mim e do que estão habituados a ver por aqui.
Espero sinceramente que gostem. Apesar de diferente do "Feito em Casa" mantém a mesma "alma" e a mesma essência. É um livro que não fala apenas de festas, mas de como tudo se pode tornar uma celebração e uma partilhar, partindo do simples acto de cozinhar e de dividir a mesa com os que nos são queridos. Porque na maioria das vezes são estas coisas simples que nos tornam realmente felizes.
Aproveito também para vos convidar para o lançamento, já este sábado dia 31, pelas 18h na FNAC do Fórum Coimbra. Gostaria de contar com a vossa presença.
Obrigada por mais esta oportunidade, por mais esta aventura, por mais este sonho tornado realidade. Obrigada aos leitores, obrigada à Esfera dos Livros e obrigada a quem me apoia, acredita em mim e me incentiva a fazer mais e melhor, mas sem nunca tirar os pés do chão.

sexta-feira, Março 23, 2012

Cupcakes de Limão com Cobertura de Chocolate Branco

Quando há muitos limões, há que os aproveitar de todas as maneiras possíveis. Fazer "marmelade", curd de limão, congelar sumo em couvetes e raspa em caixinhas. Aproveitar o facto de haver festa cá em casa e fazer limonadas e bolinhos.
Por isso, para o aniversário do M. houve também uns saborosos cupcakes de limão que vos deixo como sugestão para prepararem no fim de semana. Além disso a cor amarela-limão é perfeita para a primavera que chegou esta semana.

Ingredientes para cerca de 12 cupcakes:
(adaptado de "Popina - Iguarias Saudáveis" - pág.66)

65g de manteiga
135g de açúcar mascavado claro
2 ovos
135g de farinha
1,5 colheres de chá de fermento em pó
raspa e sumo de 2 limões

Cobertura:
150g de chocolate branco
100ml de natas

Preparação:

Com a batedeira eléctrica misture o açúcar com a manteiga. Acrescente os ovos e continue a bater até ficar com uma massa pálida e fofa. Envolva suavemente a farinha e o fermento e acrescente a raspa e o sumo de limão até estar tudo bem misturado.
Forre um tabuleiro de 12 queques com forminhas de papel frisado e encha-as até 2/3 com a mistura anterior. Leve a assar em forno quente (180ºC) durante cerca de 15 minutos ou até os bolinhos estarem dourados e flexíveis ao toque. Retire do forno e deixe arrefecer.
Entretanto prepare a cobertura de chocolate branco derretendo o chocolate no micro ondas ou em banho maria até ficar suave e aveludado. Acrescente as natas (directamente do pacote) e misture até envolver bem. Deixe arrefecer um pouco até a mistura estar dura e ser fácil de aplicar nos cupcakes.
Espalhe depois a cobertura de chocolate nos cupcakes e decore com raspas de chocolate branco.

Bom Apetite!

quinta-feira, Março 22, 2012

Creme de Alho Francês com Croutons de Alho e Bacon Crocante

Porque a sopa faz bem e é uma entrada sempre simples de preparar para muitas pessoas, também fez parte da lista de receitas para o aniversário do M.
Porque é nutritiva e reconfortante e uma sugestão deliciosa para quando nos faltam ideias e tempo para coisas mais elaboradas. Porque é a entrada perfeita para cozinheiros inexperientes que estão a receber pelas primeiras vezes convidados para jantar.Porque dificilmente a vão deixar agarrar, cozer demais, e ainda por cima pode ser feita de véspera.
Sopa porque sim. E porque não?

Ingredientes para 6 pessoas:

2 batatas pequenas
2 alhos franceses
1 cebola pequena
sal q.b.
azeite q.b.
2 fatias de pão caseiro
1 dente de alho
3 fatias de bacon

Preparação:

Descasque as batatas e a cebola e corte-as em pedaços. Corte também o alho francês em pedaços , usando apenas a parte branca e lave bem todos os legumes.
Coloque-os numa panela, acrescente água apenas até cobrir os legumes, e tempere com um pouco de sal e azeite. Cozinhe tapado, em lume brando, até os legumes estarem macios.
Entretanto corte o pão em cubinhos e coloque-os numa taça. Tempere com azeite e com o dente de alho previamente descascado e esmagado. Envolva bem e leve a tostar numa frigideira anti-aderente até ficarem dourados e crocantes. Reserve.
Corte também as fatias de bacon em tirinhas e leve-as também a fritar na frigideira até ficarem bem crocantes. Escorra sobre papel absorvente e reserve.
Quando os legumes estiverem cozinhados passe-os com a varinha mágica de modo a ficar com uma sopa cremosa. Se necessário acrescente mais água e rectifique de sal.
Sirva o creme de alho francês com os croutons e o bacon.

Bom Apetite!

quarta-feira, Março 21, 2012

Bolinhas de Bacalhau com Cenoura

E a festa já lá vai. Casa cheia, como é habitual, muita louça suja, iguarias quase todas comidas e a sensação de "dever cumprido". Acho que todos gostaram. Pelo menos o M, gostou e isso é o mais importante pois a festa é para ele.
Da ementa fizeram parte alguns velhos clássicos e também houve espaço para coisas novas:
Patê de alheira com maçã
Bola Rápida com presunto e bacon
Bolinhas de bacalhau com cenoura
Folhadinhos de Mozarella com Sweet Chilli
Creme de Alho Francês com Croutons de alho e Bacon Crocante
Cachaço de Porco Assado com Erva Doce e Laranja
Batatatinhas assadas com alecrim
Puré de Maçã
Couves Salteadas com Alho
Baba de Camelo
Natas do Céu
Cupcakes de Limão com Chocolate Branco
Tarteletes de Lemon Curd com Amêndoa e Hortelã
Leite-Creme de Laranja e Baunilha
Tarte de Maçã e Canela
Bolo de Merengue de Avelãs com Chocolate e Framboesas

Aqui fica a receita das bolinhas de bacalhau, uma espécies de pasteis de bacalhau perfeitos para ir entretendo o estômago.

Ingredientes para cerca de 50 bolinhas:

800g de batata
500g de migas de bacalhau demolhadas e descongeladas
1 cebola grande
2 cenouras
3 ovos
azeite q.b.
sal e pimenta q.b.
pão ralado q.b.

Preparação:

Descasque as batatas e corte-as em pequenos pedaços. Leve-as a cozer em água temperada de sal.
Entretanto pique a cebola e desfie o bacalhau esfregando-o num pano de cozinha ou colocando.o no robot de cozinha.
Escorra as batatas e reduza-as a puré com o passe-vite ou com um esmagador manual. Misture as batatas com a cebola picada, o bacalhau e os ovos. Envolva bem e acrescente a cenoura previamente picada e rectifique de sal e pimenta. Vá depois acrescentando pão ralado aos poucos até conseguir moldar a mistura em bolinhas.
Tenda então em bolinhas e leve ao frigorífico para prenderem um pouco mais.
Frite em óleo quente até ficarem douradas. Sirva quentes ou frias.

Bom Apetite!

terça-feira, Março 20, 2012

Bolo de Merengue de Avelãs com Chocolate e Framboesas

Hoje é dia de festa: o M, faz anos. Vai haver jantar com a família toda e depois os amigos também vão aparecer para ajudar a cantar os parabéns.
A ementa é longa e com algumas iguarias bem ao gosto do meu marido. Há carne preparada para assar, legumes descascados para um creme de alho francês, e várias sobremesas já prontas que ontem o dia foi longo. E ele merece todos esta dedicação e trabalho na cozinha que faço sem grande esforço.
Este ano, para apagar as velas, um bolo de merengue de avelãs com chocolate e framboesas que me parece perfeito e delicioso.Parabéns M.!

Ingredientes:
(ligeiramente adaptado de Baking - GoodFood Home Cooking Series - Spring 2012, pág. 32)

200g de avelãs
25g de açúcar em pó
6 claras
450g de açúcar
1 colher de chá extracto de baunilha
1/2 colher de chá de vinagre de vinho branco
200g de chocolate
200ml de natas (35%matéria gorda)
125g de framboesas

Preparação:

Triture as avelãs juntamente com o açúcar em pó e reserve.
Bata as claras em castelo e acrescente metade do açúcar. Continue a bater até voltarem a ficar firmes e acrescente o restante açúcar voltando a bater. Misture depois, cuidadosamente, o extracto de baunilha, o vinagre e as avelãs trituradas.
Forre duas formas redondas de 20cm de diâmetro com papel vegetal e unte-as com um pouco de manteiga. Divida a mistura de merengue pelas duas formas e leve ao forno, previamente aquecido a 180ºC, durante cerca de 25-30 minutos, até os merengues estarem firmes ao toque. Retire do forno e deixe arrefecer antes de desenformar.
Entretanto derreta o chocolate no micro ondas ou em banho maria até ficar liso e uniforme. Deixe arrefecer um pouco e acrescente as natas (não é preciso bater, basta juntar ao chocolate directamente do pacote). Mexa bem até obter um creme liso e deixe ganhar firmeza.
Cuidadosamente desenforme os merengues e coloque uma camada no prato de servir. Com uma colher disponha metade da mistura de chocolate sobre o merengue e sobre este disponha também metade das framboesas. Coloque o outro merengue por cima e decore com o restante chocolate e framboesas.

Bom Apetite!

segunda-feira, Março 19, 2012

Caçarola de Porco e Grão com Especiarias

Muitas vezes me pedem sugestões de receita que se possam congelar, que se possam fazer durante o fim de semana e reaquecer nos jantares da semana, ou que sejam boas para "fazer a mais" e levar na marmita no dia seguinte. Como todos sabemos, nem todas as receitas se prestam a tal, mas há algumas que são perfeitas para isso. A que vos trago hoje cumpre todos esses requisitos e mais alguns. Além de ficar ainda mais saborosa depois de reaquecida, de dar para duplicar ou triplicar e congelar em porções, de ser nutritiva e saborosa é também uma refeição bastante económica.
Além da receita, aqui fica também uma sugestão de economia doméstica: façam uma quantidade maior, deliciem-se com uma parte e congelem o restante. Para terem algo sempre à mão em dias mais complicados ou para prepararem rapidamente a vossa marmita e por uma questão de gestão de tempo e recursos.

Ingredientes para 2 pessoas:
(adaptado de GoodFood, UK Edition, Fevereiro de 2012, pág. 90)

300g de grão de bico cozido
250g de carne de porco em cubos
1 cebola grande
2 dentes de alho
1 colher de chá de cominhos
1 colher de chá de coentros em pó
1 colher de chá de piri.piri moído
1 colher de chá de erva doce
1 colher de chá de curcuma (açafrão das indias)
1 colher de chá de pimenta moída na hora
1/2 pimento vermelho
1 tomate grande maduro
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de vinagre de vinho branco
sal q.b.


Preparação:

Numa taça misture as especiarias com um pouco de sal, o vinagre e junte os dois dentes de alho esmagados numa pasta. Envolva a carne de porco neste mistura e deixe marinar no mínimo 15 minutos.
Entretanto pique a cebola e refogue-a num tacho juntamente com o azeite.
Acrescente o pimento  e o tomate previamente pelado, partidos em cubinhos. Deixe refogar uns 10 minutos em lume brando. Acrescente depois a carne de porco e a marinada. Envolva bem e deixe cozinhar em lume brando cerca de 40 minutos (se necessário acrescente um bocadinho de água para não secar).
Ao fim deste tempo rectifique de sal e acrescente o grão de bico. Envolva bem e deixe cozinhar em lume brando mais 15 minutos ou até a carne estar macia e o molho apurado.
Sirva com  arroz branco.

Bom Apetite!

sexta-feira, Março 16, 2012

Doce Rápido de Bolacha Maria

Acho que devemos ter sempre à mão alguns ingredientes e algumas receitas que nos permitam preparar uma sobremesa ou uma receita em poucos minutos. Cá em casa nunca faltam as massas que com um pouco de imaginação conseguem ir para a mesa em pouco mais do que o tempo que demoram a cozer. Com um pouco de fiambre, bacon, atum, tomate pelado, ovos ou natas é fácil preparar o molho no mesmo tempo em que a massa coze.
E também há sobremesas assim rápidas que se preparam em menos de nada. Mais uma vez basta usar ingredientes que uma despensa deve ter sempre disponíveis - bolacha maria, açúcar, leite e canela. E em pouco mais de 5 minutos uma sobremesa para 6 está pronta a servir. Como esta que aqui fica como sugestão de fim de semana. Espero que gostem!

Ingredientes para 6 pessoas:

3 ovos
350 ml de leite
125g de bolacha maria
100g de açúcar
1 colher de chá de canela em pó

Preparação:

Pique a bolacha maria até ficar com uma espécie de farinha.
Entretanto bata os ovos inteiros com o leite e coloque num tachinho. Acrescente o açúcar, a canela e a bolacha maria ralada e leve ao lume, sem parar de mexer até engrossar.
Coloque depois o doce em tacinhas e deixe arrefecer.
Antes de servir polvilhe com um pouco mais de canela em pó.

Bom Apetite!

quinta-feira, Março 15, 2012

Bolo de Café com Leite

Gosto de receitas que aparecem assim, do aparente "nada". Estava eu de volta das revistas de culinária que habitam na maioria das superfícies cá de casa. Andava à procura "daquela" receita para fazer para o aniversário do M. que é já na próxima semana. Mas dizia eu, folheava revista após revista, em busca de alguma inspiração para um bolo diferente. Enquanto via receitas atrás de receitas, a vontade de parar de procurar e ir fazer um qualquer bolo apenas porque sim, começa a surgir.A Dona P. vê-me naquele frenesim com post-its e revistas e aguça mais a minha vontade falando-me de um bolo que costumava fazer mas que nunca mais preparou. Simples, daqueles em que se junta tudo e não é preciso pesar e que leva uma chávena de café com leite. Uma chávena de café com leite? Sim, e não leva manteiga ou óleo. Só o café com leite. Mas...café com leite?!?! E começa a ditar-me a receita de cor. Parei a busca nas minhas revista para o bolo do M. - que, afinal também só faz anos para a semana - e fui preparar o bolo de café com leite para o lanche.

Ingredientes:

2 chávenas de farinha
2 chávenas de açúcar
2 ovos
1 chávena de leite com café (pode usar café solúvel ou café normal)
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de chá de canela
1/2 chávena de nozes picadas grosseiramente

Preparação:

Bata os ovos inteiros com o açúcar. Acrescente a farinha, o fermento a canela e o café com leite, Misture bem até obter uma massa lisa e acrescente as nozes.
Coloque a mistura numa forma rectangular de bolo inglês untada com um pouco de manteiga e polvilhada com farinha e leve a cozer no forno pré-aquecido a 180ºC durante cerca de 45 minutos ou até o bolo estar cozido.
Desenforme e deixe arrefecer antes de cortar em fatias.

Bom Apetite!

quarta-feira, Março 14, 2012

Molho "Sweet Chilli"

Não é bem assim que acontece, mas desta vez, ao contrário do que é normal, a receita foi descoberta e preparada pela minha mãe. Eu, assim que provei fiquei entusiasmada e quis logo repetir.
Cá por casa o molho sweet chili é daquelas coisas que compro já pronto a usar. E nem nunca me tinha passado pela cabeça fazer em casa. Pensei que era difícil, complicado e que exigia muitos ingredientes difíceis de encontrar, e nunca me dei sequer ao trabalho de procurar uma receita.
Mas a minha mãe foi muito mais inteligente do que eu. Decidiu fazer ela própria o seu próprio molho depois de ter encontrado uma receita tão simples e com ingredientes acessíveis que até parece mentira. O problema é que a senhora minha mãe não se lembra já de onde retirou a receita e, ao contrário da maioria das pessoas que imprime a página de onde retira as receitas, a minha mãe usou o tradicional método de copiar a receita à mão. Que me desculpe o “proprietário” da receita original por não haver referência à origem da receita.
Claro que eu, depois de provar o molho em casa da mãe, o preparei em minha casa logo de seguida. E é de tal maneira saboroso que não me parece que volte a comprar o molho já pronto. Experimentem e digam de vossa justiça!

Ingredientes para 1 frasquinho:

250g de açúcar
250 ml de vinagre de arroz
5 dentes de alho
4 malaguetas chilli vermelhas (pode usar menos se quiser menos picante)
1 pedaço de 25g de gengibre fresco

Modo de preparação:

Rale o alho e o gengibre e reserve.
Corte as malaguetas ao meio no sentido do comprimento e retire as sementes. Corte-as depois finamente com a ajuda de uma faca.
Numa tachinho coloque o vinagre e o açúcar e deixe levantar fervura. Deixe depois ferver em lume brando durante 10 minutos. Ao fim desse tempo acrescente os dentes de alho e o gengibre ralado e as malaguetas picadinhas e deixe cozinhar mais 5 minutos.
Guarde num frasco devidamente esterilizado e sirva como acompanhamento de crepes, asinhas de frango ou carnes grelahadas.

Bom Apetite!

terça-feira, Março 13, 2012

Sopa Cortadinha com Feijão

As sopas não são muito consensuais cá em casa. Eu gosto de sopas cremosas e espessas, sem "entulho" e não gosto mesmo nada de massa na sopa. O M. pelo contrário, gosta de sopas bem compostas com massa, feijão e couves.
Na maioria das vezes ganham as minhas sopas, apesar de também serem frequentes outras favoritas de ambos como sopa de feijão verde, agrião ou espinafres. Mas por enquanto, as noites ainda são frias apesar dos dias quentes que anunciam a primavera, o que faz com que uma sopa farta e reconfortante de legumes cortadinhos e feijão seja ainda perfeita e aconchegante. Como o M. gosta.

Ingredientes para 4 pessoas:

1 cenoura grande
1 cebola
1 dente de alho
1/2 cabeça de nabo pequena
1 raminho de salsa
50g de chouriço
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de polpa de tomate
350g de feijão vermelho cozido + caldo de cozedura q.b.
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Descasque o nabo e a cenoura e corte-os em cubos pequenos. Descasque também a cebola e corte-a também em pequenos pedaços e esmague o dente de alho. Corte o chouriço em cubos.
Leve um tacho ao lume com o azeite e junte o dente de alho esmagado. Acrescente depois o nabo, a cenoura e a cebola e deixe "suar" dois minutos. Acrescente o chouriço também em cubos e um pouco de salsa picada. Tempere com sal e pimenta e deixe refogar uns minutos. Acrescente a polpa de tomate e um pouquinho de água, tape e deixe ferver até os legumes ficarem macios mas sem se desfazerem.
Acrescente depois o feijão cozido e um pouco de caldo da cozedura de modo a ficar com uma sopa espessa. Rectifique de sal e pimenta e deixe ferver mais uns minutos para apurar antes de servir.
Sirva polvilhada com salsa fresca picada.

Bom Apetite!

segunda-feira, Março 12, 2012

Franguinhos Assados com Legumes da Horta

Os assados são para mim a melhor refeição de domingo e o frango uma boa opção acessível a (quase) todos. É possível criar uma refeição deliciosa a partir de coisas simples e sem grandes invenções: frango, batatas, cenouras, azeite, alho e sal. Ingredientes básicos que existem em quase todas as casas.
E, se feita com amor, não é preciso nada mais para criar uma verdadeira refeição familiar.

Ingredientes para 2 pessoas:

2 franquinhos (com cerca de 400g cada)
100g de cenouras baby (ou cenouras descascadas e cortadas em pedaços)
100g de tomate cereja
2 batatas pequenas
1 cebola
250g de grelos
sal e pimenta q.b.
1 colher de chá de colorau
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de azeite
2 raminhos de alecrim

Preparação:

Descasque os dentes de alho e coloque-os num almofariz juntamente com um pouco de sal e de azeite e esmague até fazer uma pasta. Junte depois um pouco de pimenta moída na hora e o colorau e tempere os franguinhos em esta mistura.
Descasque a cebola e corte-a em meias luas. Disponha-a num tabuleiro e sobre esta coloque os franquinhos dentro dos quais colocou um raminho de alecrim. Coloque um pouco de água ou vinho branco no tabuleiro, para não queimar e tape bem com papel de alumínio.
Leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante 30 minutos.
Entretanto descasque as batatas e corte-as em cubos não muito pequenos. Retire o tabuleiro com os franguinhos do forno e destape. Junte as batatas e as cenouras e tempere-as com um pouco de sal e pimenta. Volte a colocar o tabuleiro no forno e deixe cozinhar até o frango estar dourado e os legumes cozinhado juntando os tomates cereja lavados, 5 minutos antes de retirar o assado do forno.
Coza os grelos a vapor (ou em água temperada de sal) e escorra bem.
Sirva os franguinhos assados sobre uma cama de grelos e rodeados com os restantes legumes.

Bom Apetite!

sexta-feira, Março 09, 2012

"Marmelade" de Limão

Há pessoas que estão sempre a dizer que gostavam de ter o corpo perfeito de fulana, o cabelo irrepreensível de não sei quem, a casa de férios dos vip´s, o emprego ideal de outrem ou a vida maravilhosa das estrelas de cinema. Quanto a mim, abro os meus blogues preferidos e digo que gostava de saber fotografar assim como a Mónica. Por isso, logo que soube da exposição dela aqui tão perto de mim, não podia faltar.
E fui e sonhei. "A comida e o sonho" é o nome da exposiçãode fotografia a não perder, no CAE da Figueira da Foz, pela Mónica Pinto do blogue Pratos e Travessas. Para quem gosta de fotografia, comida ou para quem simplesmente quer sonhar. Adorei conhecer a Mónica pessoalmente e de ver mais um projecto que nasce de um blogue de culinária a dar frutos. Porque acredito que quem faz o que gosta e com amor, passa do sonho à realidade. Se puderem e estiverem por perto, não percam a exposição até dia 1 de Abril.
E dos sonhos e das maravilhosas fotos da Mónica a uma simples "marmelade" de limão. Perfeita para aproveitar os muitos limões que começam a aparecer, apesar de não ser uma compota para todos os gostos. É doce mas ao mesmo tempo tem um travo bastante amargo e ácido e muito semelhante à compota de laranja amarga. Ou se adora ou se detesta. Eu pertenço ao primeiro grupo e acho-a perfeita em torradas, juntamente com um pouco de manteiga!

Ingredientes para cerca de 8 frascos de 250ml:
(in "GoodFood" UK Edition Fevereiro de 2012, pág. 55)

1 quilo de limões
2 quilos de açúcar

Preparação:

Lave bem os limões e coloque-os inteiros numa panela grande juntamente com 2,5 litros de água. Deixe levantar fervura e tape depois a panela deixando cozer em lume brando cerca de 2 horas ou até os limões estarem macios e serem facilmente atravessados por um garfo ou espeto.
Quando os limões tiverem arrefecidos retire-os da panela e reserve 1,5l da água da cozedura dos mesmos.(Se não tem esta quantidade acrescente com água até a perfazer).
Corte os limões ao meio e retire os caroços reservando-os. Corte depois os limões em tirinhas finas (a casca e a polpa que tudo é para aproveitar!).
Volte a colocar os limões cortados em tirinhas e os sucos que entretanto se libertaram na panela. Acrescente a água da cozedura, os caroços dos limões dentro de um pedaço de muselina bem fechado (pois ajuda o doce a atingir o ponto por causa da pectina) e o açúcar.
Mexa bem e deixe levantar fervura mexendo mexendo cuidadosamente. Deixe cozinhar até o doce estar no ponto, cerca de 30 minutos ou quando ao colocar um pouco de doce num prato e deixar arrefecer 1 minuto, este após lhe passar o dedo abra uma "estrada" e faça pequenas rugas.
Deixe arrefecer na panela cerca de 15 minutos antes de colocar em frascos esterilizados. Feche-os e vire-os de cabeça para baixo durante 30 minutos para criarem vácuo.
Coloque etiquetas e guarde ou ofereça aos amigos (ou guarde para os cabazes de Natal.....)

Bom Apetite!

quinta-feira, Março 08, 2012

Pato com Vinagre Balsâmico e Laranja e Risoto de Earl Grey

Foi um almoço com ementa a pedido e escolhida pelo JP. Disse que queria uma sopa para entrada e que gostava que o prato principal fosse carne, pato, porque não. E que a sobremesa tinha que ser o crumble de maçã. E eu fiz-lhe a vontade.
O acompanhamento de risoto foi depois sugerido pelo M., e apesar de estar para fazer um risoto de laranja que liga muto bem com o pato, decidi-me por arriscar num risoto de chá, que resultou também muito bem, e foi um prato apreciado e elogiado por todos. Mas o maior elogio de todos foi ver o meu afilhado T., de 2 anos e meio, a comer com satisfação risoto de chá com peito de pato. Tem bom gosto este miúdo!

(Só uma pequena nota acerca do "Cozinhar, Celebrar e Partilhar": a distribuição do livro está um bocadinho atrasada, pelo que ainda não está disponível para venda nas livrarias. Assim que o livro esteja à venda eu aviso, pode ser?)

Ingredientes para 4 pessoas:

4 peitos de pato (magret)
sal e pimenta q.b.
2 laranjas
50ml de vinagre balsâmico
1 chávena e meia (220ml de capacidade) de arroz arbório (ou outro para risotto)
1,5 litro de água
1 cebola pequena
2 saquetas de chá "Earl Grey"
50g de queijo parmesão ralado na hora
2 colheres de sopa de manteiga

Preparação:

Com uma faca afiada faça pequenos cortes na pele dos peitos de pato. Tempere-os depois com sal e pimenta e reserve.
Ferva a água e junte-lhe as saquetas de chá deixando em infusão 5 a 10 minutos. Este será o "caldo" que vai usar para fazer o risoto. Pique depois a cebola e leve-a a alourar numa colher de sopa de manteiga. Acrescente o arroz e deixe cozinhar na manteiga e cebola até ficar translúcido. Aos pouco e poucos vá acrescentando o chá ao risoto. Mantenha o lume baixo e vá mexendo de vez em quando acrescentando apenas mais "caldo" quando o anterior for absorvido.
Entretanto leve uma frigideira anti-aderente ao lume e deixe aquecer bem. Coloque depois os peitos de pato na frigideira com a pele virada para baixo e deixe cozinhar cerca de 5 minutos, até a pele estar crocante e o pato ter libertado a sua gordura. Vire os peitos de pato para que cozinhem mais 2 minutos agora do outro lado. Retire os peitos de pato e deixe a repousar sobre um parto.
Descarte a gordura que entretanto se formou na frigideira e, sem a limpar acrescente o vinagre balsâmico raspando bem os restinhos do fundo da frigideira e deixe ferver em lume forte cerca de 30 segundos. Acrescente depois a raspa de uma laranja e o sumo de duas laranjas e rectifique de sal e pimenta. Deixe ferver uns minutos até o molho reduzir e corte depois os peitos de pato em fatias da grossura de um dedo e coloque-as novamente na frigideira juntamente com o molho. Acrescente também os sucos que se libertaram enquanto cortou o pato. Deixe cozinhar um minuto e desligue.
Termine o risoto acrescentando o parmesão e uma colher de sopa de manteiga. Não se esqueça que o risoto não deverá ficar demasiado preso, mas sim escorrer pelo prato.
Sirva o risoto com as fatias de pato e um pouco de molho e, se gostar polvilhe com uns coentro frescos picados.

Bom Apetite!

quarta-feira, Março 07, 2012

Muesli Dourado

Muesli ou Granola, nunca sei bem o que lhe chamar... Mas o nome é o que menos interessa nesta combinação de cereais e frutos secos para o pequeno almoço ou para pequenos lanches durante o dia.
A minha combinação preferida é mesmo misturada com iogurte grego ou natural e é o meu pequeno almoço predileto assim que começa a primavera. É uma receita muito versátil pois permite alterar e substituir os ingredientes criando assim combinações sempre diferentes.
Muito fácil de fazer, o muesli é uma excelente alternativa a outro tipo de cereais e é uma adição muito saborosa e saudável para as suas mesas de pequeno almoço, principalmente de pequenos almoços vagarosos de fim-de-semana.

Ingredientes para 1 frasco grande:

200g de flocos de aveia integrais
40g de coco ralado
50g de amêndoas laminadas
50g de nozes
50g de açúcar amarelo
1 colher de chá de canela em pó
100ml de água
50ml de óleo vegetal
1 colher de chá de extracto de baunilha
sal q.b.
40g de tâmaras
50g de alperces secos
40g de figos secos

Preparação:

Misture os flocos de aveia com o coco, as amêndoas, as nozes, o açúcar e a canela. Misture bem.
Num outro recipiente misture a água, o óleo, o extracto de baunilha e uma pitada de sal e envolva nos ingredientes secos misturando bem.
Coloque a mistura bem espalhada num tabuleiro e leve a tostar no forno (a 170ºC) durante cerca de 20 a 30 minutos até a mistura ficar seca e dourada, misturando tudo de vez em quando. Retire e deixe arrefecer.
Entretanto corte em pequenos pedaços as tâmaras, os alperces e os figos secos e misture as frutas à mistura arrefecida.
Guarde num frasco hermético e prepare o muesli misturando-o com iogurte ou leite para o pequeno almoço ou lanche.

Bom Apetite!

terça-feira, Março 06, 2012

Vieiras Salteadas

A culpa desta receita é inteira responsabilidade do Gordon Ramsay. E do meu cunhado L. Passo a explicar.
É duro ver um programa do Gordon, e mais outro e ainda outro e o homem a cozinhar sempre vieiras salteadas. Qualquer que seja o programa mais cedo ou mais tarde as vieiras aparecem. Eu compreendo-o, a sério que compreendo. As vieiras são deliciosas e algo de que gosto bastante apesar de comer muito poucas vezes. Ora estão então a perceber a tortura de o ver cozinhar vieiras vezes sem conta e de não as estar a saborear. De tantas vezes o ver a cozinhá-las parece que sei a maneira certa de as preparar, os tempos de confecção e as dicas para as cozinhar na perfeição. E mesmo sem nunca as ter feito sabia de cor os passos a dar, e pensava que um dia lá compraria as ditas vieiras para as confeccionar pela primeira vez.
Depois da culpa do Gordon Ramsay, vem a culpa do L. que numa ida à Makro, e quando lhe dizia que ali era o único sítio onde as encontrava, me disse que nunca as tinha comido e que, também por causa do Gordon Ramsay, tinha imensa vontade de experimentar. Acontece que nesse dia havia vieiras frescas, e nós até estávamos a pensar no que havia de ser o jantar. A entrada ficou de imediato decidida: vieiras salteadas como o Gordon Ramsay faz.
O L. adorou, e eu e o M. deliciamo-nos com elas. E como não somos todos iguais, a D. não gostou lá muito... Claro que as vieiras não é algo que se compre para as refeições do dia-a-dia, mas são o ingrediente perfeito para dias ou pessoas especiais.

Ingredientes para 4 pessoas:
(in "World Kitchen" Gordon Ramsay, pág. 15)

16 vieiras frescas (já preparadas só a parte branca)
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.
salada para servir

Preparação:

Leve uma frigideira ao lume com um fio de azeite (não coloque muito pois assim as vieiras fritam na gordura em excesso) e deixe aquecer muito bem. Tempere as vieiras com um pouco de sal e pimenta e coloque-as em circulo na frigideira. Deixe cozinhar cerca de 1 minuto ou 1 minuto e meio, de acordo com a espessura das vieiras e até começarem a ficar douradas nas extremidades. Comece depois a virá-las pela mesma ordem pela qual as colocou na frigideira, e deixe cozinhar mais 1 minuto do outro lado. (Quando pressiona as vieiras deve sentí-las moles e não firmes. Se as deixar cozinhar muito ficam a parecer borracha.)
Sirva as vieiras como entrada com uma salada verde temperada com uma vinagreta. (Ou pode servir como prato principal com um rissoto ou uma massa, por exemplo).

Bom Apetite!

segunda-feira, Março 05, 2012

Asas de Frango no Forno com Especiarias

Amigos à mesa, ao almoço e ao jantar. Ementas diferentes e variadas. Um almoço mais composto, e um jantar mais informal, preparado em conjunto depois de uma ida às compras também em conjunto. Uma mesa composta por várias iguarias simples para se ir petiscando enquanto se conversa calmamente. E foi por isso um jantar perfeito para uma noite de sábado.
Do jantar ficam as deliciosas asas de frango que são simples e rápidas e uma ideia para jantares de petiscos.

para 4 pessoas:

1 kg de asas de frango
sal e pimenta q.b.
1 colher de chá de pimentão doce
1 colher de chá de coentros em pó
1 colher de chá de cominhos
1 colher de chá de piri-piri moído
azeite q.b.

Preparação:

Arranje as asas de frango retirando as pontas e cortando depois as asas em duas partes retirando o excesso de pele. Coloque-as num tabuleiro que vá ao forno e tempere-as com sal e pimenta e as restantes especiarias. Junte um fio de azeite e envolva bem, misturando tudo.
Leve as asas a assar em fono quente (180ºC) até estarem cozinhadas e douradas e sirva-as polvilhadas com coentros frescos picados e, se gostar molho "sweet chili".

Bom Apetite!

sexta-feira, Março 02, 2012

Bolo Encharcado de Côco

Um bolo com uma história. Este natal a minha mãe decidiu finalmente não trocar prendas com a comadre F. Uma decisão que ambas falavam há anos, mas que só então decidiram pôr em prática. Apesar de não haver prendas, houve mimos. A minha mãe preparou um pequeno cabaz com compota, azeite aromatizado para massas, marmelada e chocolatinhos caseiros (Com quem terá aprendido? Ou terá sido o contrário!?) Um cabaz bonito e delicioso fechado com papel celofane e uma fita natalícia. Na véspera de natal, pouco antes do jantar, chegou o agradecimento, também em forma de mimo. Este bolo, ou melhor, um bolo igual a este, numa travessa natalícia e com um pequeno bilhete de Boas Festas, onde se podia ler em post scriptum "Para além do bolo, o prato também faz parte deste natal".
Na nossa mesa, para além de outras iguarias lá estava o bolo que foi também foi prenda de natal. Por todos foi apreciado e elogiado, a receita partilhada. Pela F. à minha mãe. Da minha mãe para mim. E agora com todos vocês.
Bom fim de semana!

Ingredientes:

3 ovos
o peso dos ovos em açúcar
o peso dos ovos em farinha com fermento
2 colheres de sopa de leite
2 colheres de sopa de côco ralado
125g de manteiga

300 ml de leite
côco para polvilhar

Preparação:

Bata a manteiga com o açúcar até ficar bem cremosa. Adicione depois as gemas e o leite e misture bem.
Bata as claras em castelo e misture a farinha com o côco. Alternadamente junte as claras e a farinha com o cõco  à mistura das gemas.
Unte uma forma rectangular de bolo inglês com manteiga e polvilhe com farinha. Coloque a mistura na forma e leve a cozer em forno médio (180ºC) durante cerca de 40 minutos ou até o bolo estar cozido.
Deixe depois o bolo arrefecer dentro da forma e pique-o todo muito bem com um pequeno espeto.
Aqueça bem os 300 ml de leite e verta-o sobre o bolo de modo a que este embeba todo o leite. Ao início poderá parece-lhe que o bolo não tem capacidade para embeber todo o leite, mas é mesmo assim. Deixe arrefecer novamente e desenforme cuidadosamente o bolo colocandoo no prato de servir.
Polvilhe então com côco ralado a gosto.

Bom Apetite!

quinta-feira, Março 01, 2012

Costeletas de Borrego à Marroquina com Couscous Aromáticos com Limão e Coentros


Uma conhecida canção diz "Numa casa portuguesa fica bem, pão e vinho sobre a mesa". Mas numa mesa de uma casa portuguesa outras coisas ficam bem. Fica bem a nossa comida tradicional, os nossos ingredientes certificados e únicos e os produtos das nossas hortas.
Mas nas nossas mesas  há espaço para mais do que apenas a nossa comida e  a nossa gastronomia. Há um mundo para conhecer sentados a uma mesa numa qualquer casa portuguesa. Tantos ingredientes e combinações diferentes. Tantos sabores desconhecidos. Tanta aventura e sabores para descobrir num prato de comida e na ponta de um garfo.
Na minha mesa houve inspiração do médio-oriente. E mesmo assim pão e vinho sobre a mesa.

Ingredientes para 2 pessoas:

8 costeletinhas de borrego
1 colher de sopa de Raz el Hanout (na falta desta mistura de especiarias nem sempre fácil de encontrar, utilize uma mistura de coentros em pó, cominhos, pimenta, pimentão doce e acafrão das indias)
sal q.b.
1 chávena (220ml) de couscous
1 chávena (220ml) de água a ferver
1 colher de chá de cominhos
1 colher se chá de coentros em pó
sal q.b.
1 colher de sopa de azeite
raspa de 1/2 limão
1 molhinho de coentros frescos

Preparação:

Tempere as costeletas de borrego com o Raz el Hanout e com um pouco de sal e reserve. Grelhe-as depois numa chapa ou grelhador até estarem cozinhadas e douradas.
Entretanto coloque os couscous numa taça e misture o sal, os cominhos e os coentros em pó. Acrescente a água a ferver, misture e tape a taça com um prato. Deixe repousar 5 minutos. Ao fim desse tempo, e com a ajuda de um garfo separe os grãos dos couscous. Junte a raspa de limão e o azeite e envolva bem. Acrescente os coentros frescos picados.
Sirva as costeletas de borrego com os couscous polvilhando com um pouco mais de coentros picados e regando com um fio de azeite.

Bom Apetite!

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin