Costeletas de Borrego Panadas


Cresci e comer borrego. Faz parte das receitas e tradição familiar. O borrego da festa, uma receita da terra do meu avô, e que fazia sempre parte da ementa na altura da festa, lá para meio de Outubro. Borrego assado na Páscoa e em outras datas festivas e especiais. Entre depois outros pitéus com borrego, como borrego grelhado, caldeirada ou ensopado de borrego, e um dos meus favoritos, costeletas de borrego panadas. Adoro!
Era normal, nos meus aniversários, a minha mãe preparar algumas costeletas de borrego panadas para ter na mesa, bem temperadinhas com limão e alho, assim numa espécie de entrada.
Por aqui, já não fazia borrego há imenso tempo, e andávamos com saudades. Comprei um quarto de borrego, e os simpáticos dos senhores lá me separaram as costeletinhas e me partiram o restante para uma caldeirada e para borrego grelhado.
E assim, lá saíram as belas das costeletas panadas, onde o truque para ficarem bem saborosas é bastante limão e várias horas a marinar.

Ingredientes para 4 pessoas:

16 costeletas de borrego
1 limão grande e sumarento
sal e pimenta q.b.
4 dentes de alho
100ml de vinho branco
1 folha de louro

1 ovo batido 
pão ralado para panar

Preparação:

De véspera tempere as costeletas com sal, pimenta, o sumo do limão, os dentes de alho picados, o vinho branco e a folha de louro em pedaços, Tape com película aderente e deixe no frigorífico de um dia para o outro.
No dia seguinte, retire as costeletas e seque-as bem da marinada. Passe depois cada uma por ovo batido e depois pelo pão ralado e leve a fritar em óleo ou azeite quente até ficarem douradas.
Retire e deixe escorrer sobre papel absorvente. 
Sirva com os acompanhamentos da sua preferência.


Bom Apetite!

5 comentários :

  1. Anónimo11:01

    Ao contrário da Joana, não cresci a comer borrego. Pontualmente, aparecia em casa, na Páscoa (perna assada, bem temperada feita pela minha mãe) e em caldeirada (que o pai fazia, mas era mais pele e ossos, do que carne!).
    Não desgosto da carne de borrego, mas além de ter um sabor característico que não agrada a todos, o seu preço, não há muita variedade de cortes disponíveis nos talhos/supermercados durante o ano inteiro.
    Para experimentar, assim que veja as costeletas de borrego à venda.

    Um grande beijinho,
    Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  2. Por aqui, o borrego é uma carne muito fácil de encontrar, e com óptima qualidade (ou não fosse este um país de pastagens, com muito melhor carne que peixe). Adoro as costeletas, mas é mais frequente fazermo-las grelhadas do que panadas. Aliás, acho que já não as como panadas há uns bons anos - se calhar está na altura de corrigir isso! :)

    ResponderEliminar
  3. Tive a oportunidade de comer carne de borrego e achei uma delicia fico imaginando essa costeleta de borrego deve ser o máximo pena que estou no Brasil e aqui não encontro carne de borrego para compra mas se eu encontra irei fazer essa receita muito obrigada

    ResponderEliminar
  4. É possível fazer no forno?

    ResponderEliminar

Imprimir