Pizza Branca de Rúcula e Requeijão com Base de Espelta Integral



Quem é que não gosta de pizza? 

E que tal uma pizza um bocadinho diferente? Desta vez uma pizza branca que é, como quem diz, uma pizza sem molho de tomate! E esta com um topping muito fresco e leve já a pensar no verão! Rucula apimentada, parmesão e requeijão e o toque do limão que faz toda a diferença.

A base é também um bocadinho diferente, uma vez que usei farinha de esperta integral em vez de farinha de trigo normal!

Com o fim de semana a chegar esta pode ser uma boa sugestão para realmente colocar as mãos na massa!

Bom fim de semana!


Para 1 Pizza grande


100ml de água morna

185g de farinha de esperta integral

5g de fermento seco de padeiro (levedura seca)

sal q.b.

1 colher de sopa de azeite


Toppings:

125g de mozarella ralado

75g de rucula selvagem

sumo de limão q.b.

25g de parmesão ralado ou em lascas

50g de requeijão

pimenta q.b.

1 colher de sobremesa de azeite


Preparação:


Comece por fazer a massa da pizza. Numa taça coloque a farinha e misture com o fermento seco e o sal. Abra um espaço no meio e acrescente o azeite e a água morna e massa cuidadosamente com as mãos, até a massa de despegar da taça. Se estiver demasiado seca, junte mais um bocadinho de água morna, se estiver muito pegajosa, junte um bocadinho mais de farinha. Amasse bem até obter uma massa lisa e elástica. (Se tiver um robot de cozinha pode amassar no robot!). Coloque numa taça, tape com película aderente ou um pano limpo e deixe levedar num local seco e longe de correntes de ar, até dobrar de volume - pode levar entre 1 a 3 horas dependendo da temperatura da cozinha e da temperatura ambiente.

Depois de levedar estenda a massa o mais fininho que conseguir - pode usar um rolo da massa - e coloque num tabuleiro de forno forrado com papel vegetal ou polvilhado com farinha.

Por cima coloque a mozarella, espalhando bem. Leve ao forno previamente aquecido  a 200ºC e deixe a massa cozinhar e o queijo derreter, cerca de 15 a 20 minutos (depende do forno).

Entretanto, numa taça coloque a rúcula e junte o parmesão. Tempere com o sumo de limão, azeite e a pimenta e envolva bem. 

Retire a pizza do forno. Espalhe a mistura de rucula e parmesão e termine com o requeijão esfarelado.

Sirva de imediato!


Bom Apetite!

Caldo Asiático de Frango e Noodles



Os meus filhos adoram noodles e esta espécie de caldo asiático que eu faço. É portanto algo que me pedem muitas vezes e que comem com prazer.

Portanto, volta e meia lá sai um caldo asiático de qualquer coisa. Desta vez com bifinhos de frango.

Para nós gosto de juntar espinafres. Como eles não gostam muito de espinafres cozinhados, opto por colocar no prato e, ao deitar os noodles com o caldo quente, eles acabam por murchar e dão um outro colorido ao prato!


Ingredientes para 4 pessoas:


500g de bifinhos de frango cortados em tiras

2 colheres de de molho de soja

2 dentes de alho ralados

1 pedacinho de gengibre fresco ralado

1 cebolete (spring onions)

sal e pimenta q.b.

sumo de limão q.b.


Caldo asiático:

4 cogumelos secos

3 ceboletes (spring onions)

8 colheres de sopa de molho de soja

2 litros de água (aproximadamente)

sal q.b.

2 dentes de alho ralados

gengibre fresco ralado


350g de noodles de ovo

cebolete e molho de soja para decorar


Preparação:


Corte os bifinhos de frango em tirinhas e tempere com sal, pimenta, sumo de limão, o cebolete picado, o molho de soja e os dentes de alho e o gengibre ralado. Deixe ficar a tomar gosto.

Entretanto leve ao lume a água com os cogumelos secos, o molho de soja, os ceboletes picados, o sal o alho e gengibre ralado e deixe cozinhar tapado e em lume brando, cerca de 20 minutos.

Entretanto leve uma frigideira ao lume e junte um fio de azeite ou óleo de sésamo.  Salteie  o frango até ganhar cor, e depois coloque-o na panela do caldo asiático. Junte os noodles e deixe cozinhar uns 6 minutos, (use o tempo de cozedura indicado na embalagem dos noodles que comprar!).

Termine com um pouco mais de molho de soja e com cebolete picado,

Sirva de imediato!


Bom Apetite!


“Moqueca” de Corvina



O tempo vai passando. Este blogue tem quase 15 anos. As coisas mudam. E apesar de o blogue continuar a ser sempre o grande livro de receitas onde tudo fica e se pesquisa, o dia a dia passa pelo instagram, e pelas partilhas diárias que se fazem por lá! Até o contacto com os leitores é mais fácil por lá!

Não é melhor nem pior é a evolução normal destas coisas do digital!

No caso de blogues de receitas, não me parece que deixe de fazer sentido que venham a substituir os blogues. O instagram não permite a mesma destreza de pesquisar conteúdos. Mas complementam-se. Portanto o meu dia a dia divide-se entre as receitas que publico na mesma diariamente aqui, e as partilhas mais pessoais, de vida doméstica, familiar e diária que faço por lá! Sei que muitos que me seguem aqui, ainda não me descobriram no instagram, mas serão muito bem vindos, uma vez que é livre e aberto a todos os que quiserem ver as dicas, ideias e sugestões que também por lá vão aparecendo, que é muito para além das receitas que continuo a partilhar aqui.

Vão até lá! : https://www.instagram.com/joanacostaroque/

E  hoje uma daquelas receitas simples e com um toque especial do leite de coco.


Ingredientes para 4 pessoas:


4 postas grandes de corvina

1 pimento vermelho 

2 tomates maduros ou 1 lata pequena de tomate pelado

200ml de leite de coco

sal e pimenta q.b.

1 malagueta (opcional)

2 colheres de sopa de óleo de coco (na verdadeira moqueca leva azeite de dendé)

1 cebola grande

Coentros frescos


Preparação:


Pique grosseiramente a cebola e leve-a ao lume a refogar com o óleo de coco. Junte depois o tomate e o pimento em em cubinhos, e a malagueta e deixe refogar até estar macio. Junte as postas de peixe e tempere de sal e pimenta. Deixe o peixe cozinhar uns 5 minutos  e junte o leite de coco e retifique de sal e pimenta. Deixe ferver mais uns minutos até o peixe estar cozinhado e o molho apurado, e polvilhe com coentros frescos picados.

Sirva com arroz bem soltinho.


Bom Apetite!


“Baguetes” Aromatizadas com Alecrim, Azeite e Alho



Fazer pão em casa já é mais do que um hábito. Faz parte da rotina, e com a prática começa a surgir a vontade de experimentar algumas receitas diferentes e de começar a inventar.

Aromatizar o pão surgiu para dar um “ar de graça” às nossas tábuas de queijos e de tapas que normalmente fazemos aos fins de semana. E numa tarde de chuva de um dos últimos fins de semana, lá decidi experimentar e usar uma combinação clássica de azeite, alho e alecrim.

O aroma do pão ficou delicioso, com um cheirinho em toda a cozinha, E é sem duvida para repetir com este ou com outras combinações.


Ingredientes para 2 a 3 baguetes médias.


500 g de farinha

275g a 300g de água morna

1 jaqueta de 7g de fermento de padeiro em pó

1/2 colher de sopa de sal marinho moído(rasa)

4 colheres de sopa de azeite (ou azeite aromatizado com alecrim)

2 colheres de sopa de alho em pó

2 colheres de sopa de alecrim seco


Preparação:


Numa taça coloque a farinha, misture o fermento, o sal, o azeite, o alho e o alecrim seco e misture. Por fim acrescente a água morna e amasse bem, cerca de 15 minutos, à mão, até obter uma massa lisa e elástica. Em alternativa, coloque na batedeira ou no copo do robot de cozinha e amasse cerca de 6 minutos.

Forme depois uma bola e deixe repousar numa taça ligeiramente untada (com óleo, azeite ou manteiga), dentro do forno desligado ou outro local livre de correntes de ar. Deverá demorar cerca de duas horas até duplicar de tamanho;

Forme depois as baguetes, estendendo a massa de forma a que fique rectangular e dobrando depois metade da massa como se fosse a tampa de um

envelope e pressionando com o calcanhar da mão. Dobre depois as pontas superiores da massa para o centro e volte a pressionar. Dobre mais duas vezes, calcando sempre a zona de união para ficar bem fechado. 

Coloque depois num tabuleiro forrado com a “costura” das baguetes para baixo e deixe levedar mais uns 30 minutos;

Ligue o forno a 220 ºC cerca de 15 minutos antes de colocar o pão a cozer;

Leve depois a cozinhar, em forno pre aquecido a 220ºC durante cerca de 20 a 25 minutos O pão está pronto quando tiver uma carapaça dourada. Desenforme e deixe arrefecer sobre uma grelha antes de cortar.


Bom Apetite!


“Enchiladas” de Carne de Vaca



Mais um fim de semana que se passou. Aos poucos os meses vão passando e Maio está quase a meio. O tempo passa demasiado rápido e os dias sucedem-se e quase nem se dá conta por eles a passar. Dou mim a olhar para o calendário e a perguntar-me como é possível já estarmos quase no verão outra vez!

Definitivamente o tempo não pára e quase quem nem há tempo para aproveitar dias, momentos e pessoas!

Mas temos uma nova semana a começar e hoje com a receita das “enchiladas” de carne que fiz num destes dias para o nosso jantar!

A receita é uma adaptação muito livre de uma receita mais tradicional de “enchiladas” , em que usei os wraps caseiros que tinha congelados e bolonhesa que tenho sempre congelada. Portanto uma refeição em que pouco mais fiz do que “montar” coisas que tinha já feito e congeladas e onde saiu um jantar sem grande trabalho.

Quando me perguntam se a bolonhesa só serve para esparguete, a resposta é, “claro que não!”. Há um sem número de receitas que podem fazer com essa mesma base! 

Então, e sem mais demoras, hoje temos, “enchiladas”. Aldrabadas!


Ingredientes para 4 pessoas:


400g de carne à bolonhesa já preparada (receita aqui: http://paracozinhar.blogspot.com/2020/08/carne-picada-bolonhesa-ideal-para-ter.html)

1 colher de chá de cominhos em pó

8 a 10 wraps ou tortilhas (de trigo, idealmente de milho se usar de compra)

100g de queijo cheddar ralado

100g de queijo emmental ralado


Preparação:


Leve a carne já preparara a aquecer num tachinho, junte os cominhos e deixe levantar fervura - se gostar junte também piri-piri em pó, por causa dos miúdos não junto!)

Aqueça ligeiramente os wraps ou tortilhas - pode ser no microondas - e misture os queijos numa taça.

Num tabuleiro que vá ao forno e à mesa, coloque um pouco da carne picada (umas 2 colheres de sopa) e espalhe bem. Depois, no centro de cada tortilha coloque 1 colher de sopa bem cheia de carne picada e um pouco da mistura de queijos ralados. Enrole bem e coloque no pirex, por cima do molho. Repita até esgotar as tortilhas.

Por cima, disponha a restante bolonhesa e o restante queijo, espalhando bem, e leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 20 minutos até o queijo derreter.

Sirva bem quente com uma salada verde.


Bom Apetite!



Donuts Assados de Banana e Amêndoa com Cobertura de Chocolate



É engraçado este processo de pensar em receitas a partir de ingredientes. Nesta parceria que tenho andado a fazer com o Pedro Gameiro, há todo um entusiasmo em pensar e testar receitas que cumpram alguns critérios específicos. Alem do ingrediente base, têm de ser nutricionalmente equilibradas (o Pedro trata dessa parte!) e por vezes é necessário fazer ajustes para que se acerte esse equilíbrio. Tem sido um desafio giro!

E hoje deixo-vos a receita desta semana, tendo como ingrediente base a banana, e que serve o propósito de uma guloseima ou snack. Aqui os miúdos deliciaram-se com este mimo na lancheira!


Ingredientes para 8 donuts:


250g de bananas maduras

3 ovos

50g de farinha de aveia (flocos de aveia triturados)

50g de amêndoa moída (farinha de amêndoa ou amêndoa ralada)

1 colher de chá de fermento em pó

1 colher de chá de canela


cobertura (opcional)


75g de chocolate 70% cacau

8 amêndoas picadas grosseiramente 


Preparação:


Descasque e esmague as bananas. Coloque num robot de cozinha ou no liquidificador, e junte os ovos, a farinha de amêndoa, a farinha de aveia, o fermento e o canela e triture até ficar bem misturado.

Coloque depois numa forma de argolinhas, previamente untadas e polvilhadas (se não tiver pode usar formas de queques pequenas) e leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 25 minutos ou até os bolinhos estarem cozinhados,

Retire e deixe arrefecer completamente sobre uma grelha.

Se usar cobertura, derreta o chocolate em  banho maria ou no microondas  num recipiente largo e baixo, como uma chávena de chá ou taça,  durante 1minute e 30 segundos, parando a cada 30 minutos para mexer para o chocolate não queimar.

Coloque mergulhe depois os donuts no chocolate e coloque novamente na grelha até o chocolate secar. Polvilhe com a amêndoa picada.


Bom Apetite!


Tabuleiro de Beringela Assada com Tomate e Queijo.

Muitas das perguntas que mais me fazem têm a ver com os acompanhamentos. Que legumes, que tipo de legumes, como temperar legumes. Se assados, se salteados, se apenas cozidos.



Compreendo que nem sempre é fácil variar um pouco dos habituais - saladas e legumes cozidos - mas tenha ainda uma maior percepção que a dificuldade é muitas vezes nas ideias diferentes. No novo livro tentei responder a essa questão, e incluir acompanhamentos diferentes e com ingredientes simples e fáceis de encontrar. E tento também, quer por aqui, quer pelo instagram, conseguir partilhar as coisas que vou fazendo aqui por casa.

Esta semana, na nossa refeição sem carne nem peixe, a beringela foi o ingrediente principal, numa versão um bocadinho diferente, a pensar no médio oriente, mas que ficou deliciosa.


Ingredientes para 4 pessoas:


2 beringelas

2 tomates

1 cebola pequena

3 dentes de alho

sal e pimenta q.b.

100g de queijo emmental (ou outro) ralado

azeite q.b.

1 colher de chá de  canela


para servir:

ovo estrelado ou escalfado

arroz basmati com passas e amêndoas


Preparação:


Descasque a beringela (com um descascador de batata) e corte-a depois em cubinhos. Coloque num tabuleiro que vá ao forno, e junte a cebola e os dentes de alho picados, o tomate também em cubinhos e tempere de sal, pimenta e a canela. Regue com um pouco de azeite e envolva bem.

Tape com papel de alumínio e leve ao forno previamente aquecido a 180ºc até a beringela estar bem macia e desfazer-se, cerca de 45 minutos.

Retire do forno e junte o queijo envolvendo bem.

Sirva com o arroz e o ovo estrelado ou escalfado, ou use como recheio de empadas ou folhados, junte frango ou carne picada numa espécie de empadão de arroz.


Bom Apetite!


Imprimir