Queques de Batata Doce



Uma batata doce assada no forno ditou estes queques que preparei para ter à mão para as lancheiras dos miúdos. Gosto sempre de fazer estes bolinhos e congelar para estarem disponíveis para um lanche rápido e colocar nas lancheiras para ir variando das outras coisas.

Fica a sugestão para o fim de semana, quando temos mais disponibilidade para preparar estes mimos!


Ingredientes para 12 queques:


150g de batata doce assada

2 ovos

100g de farinha de espelta

70g de farinha de aveia 

1 laranja

1 colher de chá de canela em pó

1 colher de chá de fermento em pó

100g de açúcar mascavado

100ml de azeite


Preparação:


No robot de cozinha ou copo liquidificador coloque os ovos com o açúcar e bata bem até ficar com um creme uniforme. Junte depois a batata doce cozida, o sumo e a raspa da laranja e triture novamente. Acrescente o azeite e, por fim junte as farinhas, a canela e o fermento e triture tudo novamente até ficar com uma mistura homogénea.

Divida a massa por 12 formas de queques (se necessário untar previamente as formas) e leve ao forno, pre aquecido a 180ºC  durante cerca de 25 minutos.

Retire do forno, desenforme e coloque os bolinhos numa grelha a arrefecer.

Guarde depois em recipientes fechados ou congele para ter disponível ao preparar lancheiras ou comer um mimo sempre que lhe apetecer!


Bom Apetite!


Atum Estufado com Batatas



Aqui a casa continua a vir regularmente o cabaz da Peixinho da Lota. que continuo a adorar pela qualidade, simpatia e facilidade de ter peixe fresco em casa!

É sempre um desafio criativo cozinhar com peixes menos habituais e ao mesmo tempo variar no peixe que vamos comendo.

Desta vez, entre coisas mais comuns, como dourada, raia e cantaria, veio também um pequeno atum de cerca de 1 kg. Acabou assim, estufado no tacho com batatas e muitos coentros e foi mais do que aprovado!


Ingredientes para 4 pessoas


1 atum com cerca de 1 kg cortado em postas

1 ramo de coentros

6 batatas médias

sal e pimenta q.b.

1 cebola

2 dentes de alho

1 folha de louro

100ml de vinho branco

azeite q.b.


Preparação:


Corte a cebola em meias luas e coloque no tacho juntamente com os dentes de alho picados, a folha de louro e os talos dos coentros. Junte o azeite e deixe refogar um pouco. 

Acrescente depois as postas de atum, tempere de sal e pimenta e regue com o vinho branco.

Rodeie depois com as batatas descascadas e cortadas em rodelas grossas e tape o tacho, deixando cozinhar cerca de 20 minutos até o peixe e as batatas estarem cozinhados.

Antes de servir polvilhe com coentros frescos picados.


Bom Apetite!


Fofo de Pescada



Aqui em casa, as sobras de ontem transformam-se muitas vezes no jantar de hoje. Foi o que aconteceu com este fofo de pescada, que nasceu das sobras de uns filetes de pescada estufados em leite de coco. Mas que podem fazer partir de qualquer sobra de peixe.

O truque é sempre reinventar as sobras em novas receitas e fazer muito com pouco!

Também gostam de cozinhar com sobras?


Ingredientes:


350g de sobras de peixe já cozinhado (aqui sobras de filetes estufados)

sal e pimenta q.b.

nos moscada q.b.

1 cebola

azeite q.b.

3 colheres de sopa de farinha

2,5dl leite

4 ovos


Preparação:


Pique a cebola e leve ao lume com o azeite e deixe refogar uns minutos. Junte depois o peixe e envolva bem. Acrescente depois a farinha e regue com o leite. Rectifique o sal e a pimenta, acrescente um pouco de nos moscada e mexa e deixe engrossar sobre lume brando. Adicione as gemas, mexendo sempre, e deixe cozer mais dois minutos. Bata as claras em castelo bem firme com uma pitada de sal e incorpore suavemente no preparado anterior.

Coloque a mistura num pirex previamente untado e leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante  cerca de 20 minutos.

Acompanhe com uma salada verde.


Bom Apetite!


Costela Mendinha Braseada à Asiática



Andava há imenso tempo a namorar esta receita da Nigella. Primeiro porque não tinha a costela mendanha, depois porque foi preciso um dia com tempo e disponibilidade para esta carne assar lentamente.

É uma receita realmente simples, de misturar tudo em cru e levar a cozinhar, mas não pode ser apressada, e precisa de disponibilidade de tempo de forno.

Fica a receita, perfeita para o Outono e agradavelmente surpreendente.


Ingredientes para 6 pessoas:

(adaptado de “Simply Nigella” - Nigella Lawson, página 180 )


2kg de costela mendanha (entrecosto de vaca) cortado em pedaços de cerca de 5cm

300ml de água

150ml de ketchup

50ml de sweet chilli

60ml de molho de soja

sal e pimenta q.b.

2 colheres de sobremesa de “mistura de 5 especiarias chinesas” (encontram a mistura já à venda )

125ml de vinho do Porto

piri- piri moído (opcional)

1 colher de sopa de óleo de sésamo tostado

4 dentes de alho picados


Coentros frescos picados para servir


Preparação:


Coloque a carne numa caçarola de ferro ou outro recipiente com tampa e que possa ir ao forno e tempere com um pouco de sal.

Misture depois todos os outros ingredientes numa taça, envolvendo bem, e verta sobre a carne.

Tape a caçarola ou o recipiente (se não tiver um recipiente com tampa use um tabuleiro ou pirex tapado com papel de alumínio) e leve ao forno previamente aquecido a 150ºC durante cerca de 4 horas. Quando pronto, a carne deverá separar-se dos ossos.

(A Nigella sugere retirar os ossos e refrigerar a carne e o molho de modo a conseguir retirar a camada de gordura que se forma à superfície. Depois disso voltar a aquecer antes de servir.)

Na hora de servir polvilhe com coentros frescos picados e com arroz de cardamomo ou simplesmente arroz basmati.


Bom Apetite!


Salteado de Carne de Porco com Camarão



Há alguns ingredientes que acho muito versáteis e que gosto de comprar para ter em casa e preparar as ementas da semana.

Os cubinhos de carne de porco (normalmente da perna do mesmo corte de onde se fazem bifanas) são um desses ingredientes, e realmente muito versáteis. Seja para estufar, numa espécie de rojões que podem ser usados num feijoada, seja para fazer umas espetadas, para uma carne de porco à alentejana ou portuguesa e mesmo para fazer no forno com castanhas, ou num arroz de carne.

Desta vez acabaram na frigideira com uns camarões! E estava delicioso!

Fica a receita.



Ingredientes para 4 pessoas:


500g de carne de porco em cubos (usei perna de porco)

1 colher de sopa de banha ou azeite

sal e pimenta q.b.

4 dentes de alho

1 colher de sopa de pimentão fumado

500g de camarão 

150ml de vinho branco

coentros frescos q.b.

azeitonas pretas q.b.

pimentos assados ou em conserva q.b.


Preparação:


Tempere a carne de porco com sal e reserve.

Leve depois uma frigideira ao lume com o azeite ou banha e deixe aquecer um pouco. Acrescente a carne de porco em cubos, o louro e os dentes de alho laminados e deixe a carne alourar. Acrescente depois a pimenta, o colorau e o vinho branco e deixe a carne estufar em lume brando até ficar macia. Junte depois os camarões por cima da carne, salpique de sal, tape e deixe cozinhar até ficarem rosados.

Quando tudo estiver cozinhado, termine com as azeitonas pretas, coentros frescos e tiras de pimento de conserva.

Sirva com batatas fritas ou assadas.


Bom Apetite!


Salada de Cenoura à Algarvia



Andava há imenso tempo para experimentar esta salada de cenouras, e sem dúvida que surpreendeu. Um excelente acompanhamento para cernes grelhadas, mas liga também lindamente numa tábua de petiscos, com pães e tostas variadas queijos, patês e enchidos.

Não sei como vai ser o vosso fim de semana, mas pode ser uma sugestão para uma mesa de um jantar de amigos ou almoço de família!


Ingredientes:


3 cenouras médias 

50g de azeitonas pretas descarocadas

2 dentes de alho

2 colheres de sopa de salsa ou coentros picados

1 pitada de cominhos em pó 

2 colheres de sopa (rasas) de azeite

1 colher de sopa de vinagre

Sal e pimenta q.b.


Preparação:


Descasque as cenouras e corte-as em rodelas com cerca de 3mm de espessura.

Leve-as depois a cozer, em agua temperada de sal, cerca de 6 minutos, de modo a que ainda fiquem crocantes. Retire e escorra bem.

Numa taça junte o azeite, vinagre, cominhos, sal, pimenta, salsa ou coentros picados e as azeitonas em rodelas ou cortadas ao meio. Mexa bem, acrescente as cenouras cozidas e envolva bem.

Coloque num recipiente tapado e deixe marinar cerca de 12h antes de servir.


Acompanhe com carnes grelhadas ou como petisco numa mesa de entradas ou de tapas.


Bom Apetite!

Filetes Estufados em Leite de Coco



Das nossas refeições semanais, saíram uns deliciosos filetes estufados em leite de coco, que também foram uma forma de utilizar uns restinhos de leite de coco que andavam perdidos pelo congelador.

Uma receita ideal para dias da semana, muito prática e rápida, e pode ser adaptada a qualquer outro tipo de filete ou lombinhos de peixe.

Aqui em casa todos gostaram! Espero que também gostem!


Ingredientes para 4 pessoas:


650g de Filetes de pescada (previamente descongelados)

1 cebola pequena 

2 dentes de alho

250ml de leite de coco

sal e pimenta q.b.

1 colher de chá de Garam Masala ou curcuma ou caril (opcional)

cebolete q,b,

1 casca de limão

azeite q.b.


Preparação:


Pique finamente uma cebola e os dentes de alho e leve-a a refogar num fio de azeite, numa frigideira ou tacho largo.  Junte depois os filetes de pescada, tempere de sal e pimenta, e deixe-os alourar de ambos os lados. Junte depois a garam masala ( se estiver a usar), a casca de limão e o leite de coco e deixe estufar em lume brando até o peixe estar cozinhado.

Termine com o cebolete finamente picado e sirva com arroz basmati bem soltinho e legumes cozidos.


Bom Apetite!


Pudins Proteicos de Baunilha (com claras e quark)



Esta semana, na preparação dos snacks  para a semana, fiz uns pudins proteicos, para aproveitar umas claras que tinham sobrado e uma embalagem de queijo quaró, tal como já tinha feito há uns tempos. Desta vez uma versão só com baunilha e até acho que gostei mais destes.

Gosto muitos destes pequenos pudins como snack da tarde com uns mirtilos ou romãs


Ingredientes para 6 doses:


500g de queijo quark (eu usei magro)

4 claras de ovo

2 colheres de sopa rasas de psyllium husk (encontra à venda em lojas de produtos naturais e biologicos)

50ml de xarope de Acer ou outro adoçante a gosto

1 colher de sopa de essência de baunilha caseira


Preparação:


Leve ao lume num tacho as  claras (sem serem batidas) e metade do queijo quark.

Leve ao lume até começar a engrossar e junte depois a baunilha e o pyllium husk

Continue a mexer até engrossar e depois retire do lume.

Junte depois o restante  queijo quark e o maple syrup. (se achar que está pouco doce, Poderá ajustar a quantidade ao seu gosto pessoal)

Mexa bem para incorporar e divida por copinhos. Tape leve ao frigorífico até servir.


*No caso de terem dificuldade em encontrar o pyllium husk podem optar por desfazer 2 colheres de sopa rasas de maisena em 20ml de agua fria e juntar à mistura em vez do psyllium.


Bom Apetite!

Risoto de Limão e Alho Francês



Há mesmo bastante tempo que não fazia um risoto. A ideia veio porque queria um acompanhamento diferente para uma peça de carne que estava a assar no forno. Tinha alho francês a necessitar de ser gasto e limão. E assim fiz.

Pode parecer que o risoto dá imenso trabalho, mas nem por isso! Acho até relativamente prático e uma verdadeira e reconfortante receita assim que os dias ficam mais frescos.

Uma receita que chama mesmo por Outono.

Aqui fica esta versão.


Ingredientes:


300g de arroz para risoto

1 cebola

2 alhos franceses cortados em rodelas finas

2 dentes de alho

250ml de espumante (ou vinho branco)

550ml de caldo caseiro  (usei de legumes)

raspa da casca de 1 limão

sal e pimenta q.b.

50g de queijo parmesão

30g de manteiga

azeite q.b.


Preparação:


Pique a cebola finamente e leve-a num tacho ao lume com um pouco de azeite. Junte depois o alho francês em rodelas e bem lavado, tempere com um pouco de sal e pimenta e deixe cozinhar uns cinco minutos. Junte depois o arroz e envolva bem na gordura. Acrescente agora o espumante e, em lume brando, vá mexendo até o vinho evaporar. Junte depois o caldo, aos poucos e poucos, sempre a mexer o arroz, e em lume brando até o arroz estar cozinhado e cremoso. Finalmente acrescente a manteiga, a raspa da casco do limão e o queijo e envolva bem.

Sirva de imediato.


Bom Apetite!


“Chips” de Polenta



Andava há muito tempo para fazer esta espécie de milhos fritos, com uma polenta que me tinham oferecido

A receita em si é mesmo muito simples e rápida de preparar, e para quem não quiser fritar, poderá optar por usar o forno ou uma fritadeira de ar quente.

Os miúdos não gostaram assim muito, mas eu achei muito agradável e um acompanhamento diferente, a lembrar muito os milhos fritos da Madeira.

Vão experimentar?


Ingredientes para 4 pessoas:


1 chávena (250ml de capacidade) de polenta (sêmola de milho)

1,5 chávena (375ml) de água

sal e pimenta


óleo vegetal para fritar


Preparação:


Colocar a água num tacho, temperar de sal e pimenta e levar ao lume até levantar fervura. Juntar depois a polenta, e mexer bem e levar ao lume a cozinhar e engrossar (dependendo do tipo de polenta pode ser praticamente imediato ou levar mais de 20 minutos).

Assim que a polenta engrossar e estiver cozinhada, colocar num tabuleiro retangular untado com um fio de azeite, espalhar e alisar bem e deixar arrefecer completamente.

Ao fim desse tempo deverá conseguir desenformar a polenta sem problemas.

Corte depois a polenta em palitos grossos, mais ou menos do mesmo tamanho, e leve-os a fritar em óleo quente até que fiquem dourados,

Polvilhe-os depois com um pouco de flor de sal e sirva como acompanhamento de carnes grelhadas ou assadas, ou até como entrada com um molho a gosto.


Bom Apetite!


Pudins de Chia e Tangerina



A par da habitual preparação da nossa ementa semanal, também gosto de preparar alguns snacks para as lancheiras e para pequenos almoços cá de casa. Desta vez, as tangerinas vieram complementar uns pudins de chia fresquinhos, que ainda sabem bem neste Outono que ainda está bem quente.

São super simples de preparar e podem ir variando com outras frutas a vosso gosto.


Ingredientes para 4 “pudins”


300ml de bebida vegetal a gosto não açucarada

70g de sementes de chia

4 tangerinas descascadas, cerca de 180g


Preparação:


Depois de descascadas, triture as tangerinas de modo a obter uma sumo com polpa (deve dar aproximadamente 200ml). Coloque a mistura num copo medidor e encha depois até aos 500ml usando a bebida vegetal. (200ml de polpa de tangerina com 300ml de bebida vegetal)

Misture as sementes de chia e envolva bem. Deixe repousar cerca de 1 minuto, volte a mexer e divida a mistura por 4 copos ou taças e leve ao frigorífico para as sementes hidratarem e incharem, dando então a consistência de “pudim”.

Ao fim de algumas horas - os pudins estão prontos.

Antes de servir, basta colocar fruta a gosto, raspa de tangerina ou até um pouco de manteiga de frutos secos e servir.


Bom Apetite!

Pica Pau



No aniversário do António, optamos por um simples lanche ajantarado, com vários petiscos para irmos comendo e conversando. A ideia do pica pau veio do Miguel, até porque já não fazia há muito tempo e foi um sucesso entre todos.

Também acaba a ser uma ideia boa para os miúdos comerem.

Fica a prometida receita!


Ingredientes :


cerca de 1kg de bife cortado em cubos não muito grandes (peçam no vosso talho usual, e digam para o que querem)

2 folhas de louro

2 colheres de sopa de molho inglês ou molho de soja

2 colheres de sopa de azeite ou banha

6 dentes de alho laminados

1 colher de chá de mostarda

200ml de vinho branco ou cerveja

100g de pickles

125g de azeitonas

sal e pimenta q.b.

picante (opcional)


Preparação:


Leve uma frigideira ou tacho largo ao lume com o azeite ou banha e deixe aquecer um pouco. Acrescente depois a carne em pedaços e deixe saltear de modo a que ganhe cor. Acrescente depois os dentes de alho laminados, as folhas de louro, tempere de sal e pimenta, o molho inglês ou de soja, a mostarda e o vinho branco ou cerveja. Mexa bem e deixe cozinhar uns minutos até o álcool evaporar e o molho apurar. Se gostar junte um pouco de picante também.

Adicione depois as azeitonas  e os pickles e envolva.

Antes de servir polvilhe com salsa picada.


Bom Apetite!


Folhado de Brie com Mel



Era capaz de jurar que tinha a receita do folhado de brie e mel publicada no blogue. Mas cheguei à conclusão que tenho muitas outras versões mas esta exata receita não tenho. Se para muitas pessoas é simples pegar numa receita e conseguir simplesmente adaptar  ou substituir os ingredientes, para outras é mais complicado.

E como a partilho deste folhado fez tanto sucesso nas festas de aniversário dos miúdos, e os pedidos para a partilhar foram tantos, nada faz mais sentido do que a colocar por aqui. Porque faz sempre sucesso, prepara-se num instante e deve estar no repertório de todos!


Ingredientes:


1 embalagem de massa folhada refrigerada pronta a usar

200g de queijo brie

1 gema para pincelar

sementes a gosto q.b. ( usei sementes de girassol)


mel q.b.



Preparação:


Desenrole a massa folhada . Ao centro da mesma, e deixando um espaço livre no topo e na base, coloque o queijo brie partido em pedaços. Dobre a massa folhada sobre o folhado, fechando os topos, de modo a fazer um rolo, ou, se preferir, corte as laterais em tiras e entrance depois sobre o queijo, de modo a fazer um enfeite.

Pincele com a gema de ovo e polvilhe com as sementes a gosto.

Leve ao forno previamente aquecido a 200ºC durante cerca de 35 a 40 minutos, de modo a que a massa fique bem folhada. Se estiver a queimar, cubra com uma folha de papel de alumínio.

Assim que retirar do forno, coloque no prato de servir e regue abundantemente com mel.

Sirva de imediato.



Bom Apetite!


Queques de Tangerina (sem glúten nem laticínios)



Nas bancas da frutaria não restam dúvidas que chegou o Outono. As cores castanhas e alaranjadas das abóboras, marmelos, nozes e citrinos enchem a vista!

Confesso que gosto muito desta altura do ano, e que mais do que nunca me dá vontade de ligar o forno e fazer receitas que me enchem a casa de aromas quentes.

Talvez por isso tenham saído estes queques de tangerina deliciosos, que preparei principalmente para a lancheira dos miúdos mas que são deliciosos para todos!

Uns queques de outono e cheios de sabor!


Ingredientes para 12 queques:

4 ovos

50ml de azeite

100g de açúcar mascavado ou de coco

1 tangerina inteira cortada em quartos

50g de farinha de arroz

50g de farinha de aveia

50g de amêndoas inteiras (com ou sem casca)

50g de fécula de batata

1 colher de chá de fermento em pó


Preparação:


No robot de cozinha ou no liquidificado colocar os ovos, o açúcar, a tangeria em quartos (com casca) as farinhas, a amêndoa e o fermento. Juntar também o azeite e triturar bem até obter uma mistura homogénea.

Dividir depois a mistura por 12 formas de queques previamente untadas (se for necessário) e cheias até 3/4 de capacidade.

Levar ao forno pre aquecido a 180ºC durante cerca de 30 minutos ou até estarem cozinhados.

Retirar do forno, desenformar e deixar arrefecer sobre uma grelha antes de guardar ou congelar.


Bom Apetite!


Pimentos Recheados com Bacalhau



Se há coisa que gosto bastante é de legumes recheados. Desta vez tinham-me dado uns pimentos e tinha umas sobras de bacalhau lascado, e a combinação foi imediata.

Pimento assado liga bem com bacalhau e pouco mais precisa do que umas outras coisas como azeitonas e coentros para um toque diferente.

Por estes dias, em que se alertou tanto para o desperdício alimentar, faz muito sentido falar de receitas que partem de sobras e de excessos. Porque o não desperdiçar passa , para além da sensibilização, por mudança de mentalidades, numa sociedade onde há ainda quem deite fora sobras de refeições passadas, quem praticamente se recuse a comer comida “requentada” ou que simplesmente deite fora fruta e legumes porque começam a ficar engelhados, tocados ou com aspeto menos fresco.


Ingredientes para 2 pessoas:


2 pimentos

200g de sobras de bacalhau cozido

1 dente de alho

1 cebola 

1 tomate pequeno

4 colheres de sopa de azeitonas pretas picadas

salsa ou coentros picados

sal e pimenta q.b.

azeite q.b.


Preparação:


Corte os pimentos ao meio e retire-lhes cuidadosamente as sementes em os romper. Coloque depois os pimentos limpos numa assadeira ou pires que possa ir ao forno, tempere com um pouco de sal e pimenta, regue com um fio de azeite, e leve a assar em forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 20 minutos.

Entretanto prepare o recheio. Pique a cebola e os dentes de alho e leve-os a alourar num pouco de azeite. Acrescente depois o tomate cortado em cubinhos e deixe refogar mais um pouco temperando de sal e pimenta. Junte depois o bacalhau, as azeitonas e a salsa ou os coentros picados. Envolva bem, retifique os temperos e retirado lume.

Recheie depois os pimentos com esta mistura e leve novamente ao forno, cerca de 5 minutos, e polvilhe com mais salsa ou coentros antes de servir.

Acompanhe com uma salada verde ou legumes.


Bom Apetite!


Tarte Salgada de Cogumelos e Queijo da Ilha



As tartes salgadas são uma óptima maneira de aproveitar sobras de outras refeições para o dia a dia, mas são também praticas para festas ou jantares com muitas pessoas, porque são praticas de preparar.

No aniversário do Zé Maria acabei por preparar uma tarte de cogumelos e queijo da ilha que ficou deliciosa e é sempre aquele “petisco” que praticamente todos apreciam.


Ingredientes para 1 tarte:


massa:

200g de farinha

100g de manteiga

sal q.b.

água q.b.


Recheio:

300g de cogumelos castanhos

1 raminho de tomilho fresco ou seco

azeite q.b.

150g de queijo da ilha ralado

sal e pimenta q.b.

200ml de natas

3 ovos


Preparação:


No robot de cozinha coloque a farinha e a manteiga, uma pitada de sal e 1 colher de sopa de agua fria.Triture 15 segundos na velocidade 6 ou amasse  à mão até obter uma massa lisa.

Sem ser preciso esticar com o rolo, foree uma tarteira e pique com a ajuda de um garfo. Leve cerca de 30 minutos ao frigorífico.

Corte depois os cogumelos em laminas ou ao meio, lave ou limpe bem, e leve ao lume numa frigideira bem quente com 1 colher de sopa de azeite para saltear. Tempere de sal, tomilho e pimenta e deixe arrefecer.

Entretanto leve a base da tarte ao forno pre aquecido a 180°C durante 20 minutos.

Ao fim desse tempo, coloque o recheio de cogumelos cozinhados e o queijo da ilha, espalhando bem. 

Numa taça junte as natas com os ovos, misture bem e tempere de sal e pimenta. Verta sobre o recheio da tarte e leve novamente ao forno a 180°C durante mais 35 minutos ou até a tarte estar cozinhada.


Bom Apetite!


Arroz de Açafrão com Amêndoas e Maçã



Uma das coisas que gosto muito de fazer aqui por casa nas alturas de festas e jantares mais especiais e sempre manter as coisas simples. E uma forma de manter as coisas simples é optar por refeições de forno, como os assados e tentar fazer acompanhamentos que façam a diferença.

No almoço de aniversário do Zé Maria, convidamos os avós para almoçar e resolvi fazer uma entremeada assada que todos gostam. E acompanhei com umas migas de broa, couve e feijão frade e um arroz de açafrão, amêndoas e maçã. E como a maçã liga bem com a carne de porco!


Ingredientes para 6 pessoas:


2 maçãs

125g de amêndoas inteiras

1 colher de chá de açafrão

1 cebola pequena

2 dentes de alho

sal q.b.

azeite q.b.

1,5 chávenas de arroz basmati ou thai jasmin

coentros frescos q.b.


Preparação:


Pique finamente a cebola e os dentes de alho. Leve um tacho ao lume com um fio de azeite e junte a mistura de cebola e alho e deixe alourar. Junte depois o açafrão e envolva bem.

Acrescente depois o arroz e deixe fritar tudo durante 1 ou 2 minutos, em lume brando, mexendo sempre.

Acrescente depois as amêndoas inteiras e as maçãs cortadas previamente descascadas e cortadas em laminas finas. Envolva bem e acrescente 2,5 chávenas de água (a mesma chávena de medida que usou para medir o arroz!).

Tempere de sal e volte a mexer. Assim que levantar fervura tape e reduza o lume para o mínimo até a água evaporar e o arroz estar cozinhado, cerca de 15 minutos.

Assim que o arroz esteja cozinhado retire para o prato de servir e polvilhe com coentros frescos picados!


Bom Apetite!


Tarte Snickers



No aniversário do Zé Maria, para além doa almoço com os avós, fim depois um lanche para alguns amigos.

A maioria das receitas foram coisas que faço habitualmente e que sei que todos gostam e que já esperam encontrar nas festas cá de casa.

Mas resolvi também fazer esta tarte snickers, assim batizado porque a combinação é inspirada no famoso chocolate de bolacha, caramelo, amendoim e chocolate

Apesar de andar por aqui uma tarte com a mesma combinação de sabores (e que também está publicada no ultimo livro), esta é uma versão muito mais simplificada e adequada a ser feita nestas ocasiões.

Foi um sucesso tão grande que repeti menos de uma semana depois no aniversário do António. E os pedidos para partilhar a receita não param de chegar.

Aqui fica então. 


Ingredientes para 1 tarte


225g de farinha

150g de manteiga fria

75g de açúcar


1 lata de leite condensado cozido

125g de amendoins torrados com sal

200g de chocolate 70% cacau


Preparação:


Comece por preparar a base da tarte.

No robot de cozinha ou à mão, misture a farinha com a manteiga cortada em cubos e o açucar até obter primeiro umas migalhas grossas e depois uma massa homogénea.

Forre uma terceira de fundo amovível com esta massa - não precisa de ser esticada com o rolo, basta usar ao mãos para forrar a tarteira - fundo e laterais.

Leve depois a massa a cozinhar em forno pre aqueicido a 180ºC durante cerca de 25 minutos ou até a base estar dourada.

Retire e deixe arrefecer completamente. (Se a massa tiver “subido” e inchado no forno, assim que sair do forno pressione com um pano lavado para que baixe. Cuidado para não se queimar).

Assim que a base estiver completamente fria, desenforme cuidadosamente e coloque no prato de servir.

Recheie depois a tarte com o leite condensado cozido e por cima disponha os amendoins.

Derreta depois o chocolate em banho maria (sem adicionar nada) ou no microondas durante 1,30 segundos, mexendo a cada 30 segundos para não queimar e verta depois sobre a tarte, espalhando bem, de modo a formar a cobertura de chocolate.

Deixe o chocolate solidificar completamente antes de servir.


Bom Apetite!


Imprimir