Creme de Pastinaca e Couve Flor


Nada melhor do que descobrir os legumes da época! De chegar ao mercado, à furtaria ou ao supermercado habitual e descobrir nas prateleiras, pela primeira vez, um legume ou fruta da época.
A mim, não me fascinam ainda os morangos que vejo tantos comprar. Além de importados não têm cheiro de morangos e o seu aspeto ainda não me fascina. Morangos são para mim uma fruta de fim de primavera e início de verão, quando os trago para casa bem vermelhinhos e amadurecidos e que impregnam o carro com o seu cheiro doce… Também não me fascinam muito os tomates e os pimentos - que acabam apenas a vir comigo para casa em caso de alguma necessidade repentina… Falta-lhes o calor do sol para serem realmente bem amados e principalmente saborosos.
Agora há couves. Muitas couves de todas as formas e feitios. Os brócolos e a couve flor. Os citrinos variados. E as pastinacas, pouco usadas por aqui (ainda), mas de que eu gosto muito. Faço sempre uma festa de cada vez que as encontro à venda.
E encontrei as primeiras do ano. Que acabaram na panela com companhia de época numa sopa que tem tanto de cremosa como de reconfortante numa fria noite de inverno.

Ingredientes para 6 pessoas:

1 cebola pequena
250g de pastinaca ou cherovia
300g de couve flor
água q.b.
sal q.b.
azeite q.b.

Preparação:

Descasque a cebola e pique-a.
Descasque também as pastinacas e corte-as em pequenos pedaços. Separe a couve flor em pequenos floretes e reserve.
Leve ao lume uma panela com um pouco de azeite e acrescente a cebola. Deixe começar a caramelizar e acrescente depois a pastinaca em pedaços assim como os floretes de couve flor e envolva bem no refogado. Tape o tacho e deixe suar uns minutos em lume muito brando sem deixar queimar ou agarrar.
Acrescente depois água a ferver até cobrir os legumes, tempere-os de sal e deixe cozinhar em lume brando até que estejam macios.
Triture depois a sopa até ficar bem cremosa, e, se necessário acrescente mais água a ferver até a sopa ter a consistência desejada. (A sopa deverá ser espessa e cremosa). Retifique de sal.
Sirva o creme bem quente com croutons e um fio de azeite.


Bom Apetite!

13 comentários :

  1. Adoro pastinacas! Compro sempre que as vejo no mercado biológico do Campo Pequeno, felizmente a Quinta do Arneiro produz e tem sempre durante o inverno. :-) Ficam excelentes em sopas, em salteados, em guisados... Uma maravilha!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo10:15

    Uma sopa leve e reconfortante! Adoro o seu sabor adociçado, a cruzar o nabo com a cenoura. Lembram-se o rábano (maior que a pastinaca e mais amarelado, com um sabor muito parecido) da terra do meu pai. Já começo a encontrar as pastinacas com alguma facilidade em alguns locais em Lisboa (mercado biológico do Campo Grande, antiga Casa Formiga na Rua de Entrecampos (quando há), e nos supermercados biológicos, e também na minha zona de residência (Pingo Doce - é raro, mas de vez em quando aparece) e numa loja de produtos biológicos). Por acaso, tenho umas e quem sabe se não irão para este creme? Um grande beijinho, Sara Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo10:17

      PS: O mercado biológico é do Campo Pequeno. Peço desculpa pela gralha, mas troco sempre os nomes. Sara Oliveira

      Eliminar
  3. Parece-me bem :) Nunca provei pastinaca, mas ando curiosa desde q vi o Henrique Sá Pessoa usar no seu programa :) Bjinhos.

    ResponderEliminar
  4. Humm.. parece ser óptima. Nunca provei petiscana. Fiquei curiosa.
    Bjinhos!!!

    Tânia Tiago
    Bimby & Sabores da Vida

    ResponderEliminar
  5. Esse creme parece-me delicioso.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2016/01/bolo-de-bolacha-no-copo.html

    ResponderEliminar
  6. A sopinha de amanhã também terá pastinacas ^^ aqui em inglaterra é muito fácil de encontrar...

    ResponderEliminar
  7. Como traduzir pastinaca para o Brasil? Será a batata baroa? pela foto me pareceu que poderia ser. Alguém esclarece? grata. Beth Müller

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite pelo que li no Google é essa batata mesmo que você falou

      Eliminar
    2. Boa noite pelo que li no Google é essa batata mesmo que você falou

      Eliminar
  8. Anónimo09:24

    A pastinaca, ou cheróvia ("parsnip" em inglês, nome cientifico "pastinaca sativa"), é um legume com um sabor delicado entre a cenoura e o nabo, parece uma cenoura grande branca. Beth, será que esta informação ajuda? Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  9. Ajuda muito, Sara! Vou procurar por aqui. Só há um diferencial a dizer: a batata baroa tem um gosto muito peculiar e forte. Meu pai dizia que tinha gosto de cachorro molhado! Rsrsrsrs. MAs acho que tem alguma coisa branca por aqui. Se achar, mando o nome daqui do brasil. Beijos, amigas! Beth Müller

    ResponderEliminar
  10. Anónimo08:40

    에볼플레이 먹튀검증 안전노리터

    ResponderEliminar

Imprimir