Balanço de 2018


2018 foi sem dúvida um ano de muitos desafios. 
Sem dúvida que o maior deles todos foi ligado à maternidade: aprender a ser mãe de três e aprender a gerir a família e a nova dinâmica familiar, ainda com uma outra criança pequena em casa não foi fácil. Houve alturas em que me senti realmente cansada e em alguns momentos até, desesperada. E sei que tive de dar prioridade aos miúdos em detrimento de outras coisas. Por causa disso o blogue pode ter, de certa forma sofrido, com receitas mais simples e menos elaboradas, mas era disso que se resumia a minha cozinha naquela altura, e o blogue vive do dia a dia cá de casa.
Também por isso, tive de colocar alguns projetos em stand by. Tive de os adiar, porque simplesmente não estava a ser capaz de gerir tudo. E, a lição mais importante que aprendi, é a de sermos capazes de dar prioridade ao que é realmente importante e adiar o que pode ser adiado.
Setembro chegou, e com ele o António entrou na escola. Foi aí que consegui passar a ter um pouco mais de disponibilidade. Voltaram os workshops regulares, a ter mais disponibilidade de testar receitas e de experimentar, mas também mais vontade de iniciar os projetos que estavam adiados.além de um pouco mais de tempo para mim,
E depois o final do ano, que é sempre a altura mais conturbada do ano, mais cheia de coisas, e que mais me desgasta fisicamente. Mas aqui estamos no final de 2018. E posso dizer que sobrevivi a todas estas coisas, com maior ou menor sucesso.

2018 foi o ano que me fez mãe de três, e o ano dos 40 anos. O ano em que aprendi a encarar as coisas de outra forma,  a já não estar disposta a aceitar o que não me completa ou faz feliz, mas também o ano em que passei a valorizar ainda mais pequenas coisas. O ano em que já não corro atrás de quem, e do que não merece que eu corra atrás - e em que consigo ficar em paz com tudo isso. Porque na verdade só me interessa mesmo a opinião de quem me é realmente querido, me conhece e gosta de mim, Claro que gosto de saber que gostam de mim, mas quando não gostam, não vale a pena valorizar essas opiniões.
2018 foi o ano em que aprendi a ser ainda mais agradecida, e a perceber melhor a palavra gratidão.
Foi também o ano de ser capaz de começar a colocar as coisas em perspectiva, de fazer novas e fortes amizades e de saber que há pessoas que, apesar de terem entrado tarde na minha vida, são realmente importantes para mim.

Apesar de muitas dificuldades, e de me ter posto à prova, 2018 fez-me ter outra perspectiva da vida, das relações entre pessoas, e do amor. Posso não ter completado algumas coisas que pretendia em 2018, mas 2019 está a chegar e ainda vai tudo muito a tempo!

Podes vir 2019. Estou preparada!

4 comentários :

  1. Joana, tirando a parte da maternidade (simplesmente pq não sou mãe), faço minhas as tuas palavras :) Acho q a idade (e a vida em si) faz-nos ter uma percepção melhor do que e de quem é realmente importante, ou seja, quem merece o nosso amor, respeito e dedicação :) Em relação ao blog: se sofreu, eu ñ percebi nada, pois as receitas sempre apareceram diariamente; mais ou menos elaboradas, o inspirador é q sempre fizeste por não nos 'abandonar' ;) Feliz 2019 para ti e para toda a tua família e muita força para concretizar o que mais desejas :) Tudo de bom, hoje e sempre! Abracemos 2019 com o coração aberto e um sorriso nos lábios :)

    ResponderEliminar
  2. Anónimo15:08

    Não sou de balanços, mas espero que o novo ano traga novas oportunidades, mas também muito amor e alegria, saúde, e também respeito entre as pessoas.
    Este ano teve muitos altos e baixos, e parte do meu optimismo andou a "brincar às escondidas". Para o ano, os desejos são simples: aproveitar um dia de cada vez e todos os seus momentos, recuperar o optimismo que "fugiu", recuperar os hobbies que fazem falta para vencer o stress, e aprender a mandar "às urtigas" algumas pessoas/situações.
    Seja como for, receber o novo ano de braços abertos, e seguir o nosso caminho, a direito ou com desvios, pois nada na vida vem com mapa ou manual de instruções!
    Um bom ano para todos!

    Um grande beijinho,
    Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  3. I was searching some blogs to read on google and found this blog post page. I must say it is very informative as well as interesting. Thanks to the author of this post/page for writing such wonderful lines.assignment writers online -
    history essay help australia -
    online cdr report australia

    ResponderEliminar

Imprimir