Frango Assado com Alho


Ao domingo mantêm-se a tradição. Quase sempre um assado, que é habitualmente carne, mas que poderá ser bacalhau ou um prato tradicional como cozido à portuguesa. Ao domingo não planeio jantar. Ou comemos sopa com mais qualquer coisa a acompanhar, ou mais recentemente temos os nossos jantares “comunitários”, de fast food caseira ou qualquer outra coisa que decidimos em cima da hora. Ao domingo tentamos que não haja muitas regras. As manhãs são mais rotineiras, vamos à missa e tomamos café depois com as pessoas do costume no local do costume. As tardes tendem a ser mais calmas, de pois do almoço há sofá, séries, filmes ou formula 1. 
O almoço de um destes últimos domingos foi um frango assado. Mais tradicional era impossível, com um cheirinho que inundou toda a casa e uma frango que, apesar dos parcos ingredientes estava maravilhoso, porque nesta coisa ajuda muito a qualidade dos ingrediente e um frango caseiro do campo faz toda a diferença... E depois sobrou. E com as sobras do almoço de domingo, durante a semana houve um jantar que se preparou em minutos, num daqueles dias mais complicados, em que os miúdos chamam mil vezes, o mais pequeno nos agarra nas pernas e o mais crescido está um bocadinho birrento e cansado. Nessas alturas sabem bem ter as sobras do assado de domingo, que se transformam numa massa com frango e ervilhas, num arroz de frango no forno, numas empadinhas rápidas, numa quiche, num brás de frango, num pastelão de frango com ovos e legumes ou em qualquer outra coisa... 
Também seguem este esquema dos assados de domingo? Qual a vossa maneira favorita de aproveitar as sobras dos assados do fim de semana?

No Porto, nos Workshops pop-up, dia 19 de Novembro, das 15h às 18h, para "Mais Receitas Rápidas e Económicas para Impressionar". O ultimo workshop esgotou num instante e eu vou voltar com novas receitas. Inscrevam-se quanto antes para não ficarem de fora! (Inscrições e informações para info@workshops-popup.com)

Ingredientes:

1 frango caseiro (cerca de 2 quilos)
2 cabeças de alho
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.

Preparação:

Limpe e prepare o frango. Tempere-o muito bem com sal e pimenta, por fora e por dentro da cavidade. Coloque depois o frango num tabuleiro que possa ir ao forno e de preferência com uma grelha, para que a gordura e os sucos que se vão formando durante o processo de assadura possam ir escorrendo, e deixando o frango com a pele tostada e dourada.
Corte as cabeças de alho ao meio e coloque-as assim mesmo dentro da cavidade do frango.
Regue com um fio de azeite, massajando a pele (ajuda a que fique mais crocante e dourada) e se necessário tempere com um pouco mais de sal.
Leve o frango ao forno previamente aquecido a 160ºC durante cerca de 2h30, até o frango estar macio e a pele dourada e tostada.
Sirva com uma salada verde ou legumes cozidos, batatas louras ou arroz branco.


Bom Apetite!

6 comentários :

  1. Que excelente refeição,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  2. Anónimo12:05

    Um frango com um ar muito apetitoso! Lembra o que a minha mãe fazia, com um limão inteiro dentro do frango, cuja pele levava bastante sal, de modo a ficar mais "estaladiço".
    Cá em casa, também foi frango, mas em versão mais rápida, com mostarda em grão e laranja (ficou a marinar de um dia para o outro, além de ter colocado um pouco da marinada entre a carne e a pele). A cozinha ficou bastante cheirosa!
    Os assados aparecem ao fim de semana, tal como o bolinho (ou outras coisas doces), como se fosse um ritual. E nestes dias frias, a cozinha fica mais acolhedora e aromática!
    Uma ideia simples e saborosa, pois não é preciso complicar as coisas quando o produto é de qualidade.

    Um grande beijinho,
    Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  3. Anónimo13:01

    Joana, o que é preciso para poder dar um workshop em Lisboa? Que tipo de espaço precisa, materiais/utensílios... Gostava tanto de frequentar um workshop seu, mas percebo que as oportunidades por aqui não têm surgido. Pode ser que as leitoras consigam arranjar um solução se nos explicar o que precisa.
    Obrigada.

    ResponderEliminar
  4. Acho que é a combinação perfeita :)

    ResponderEliminar
  5. Anónimo07:33

    Domingos e forno, o casamento perfeito!! Aproveito em empadão, que elas adoram (ponho o pai a descascar e cozer as batatas), arroz de forno ou uma massada com o que houver no frigorífico. Também a gostava de ver por Lisboa. E não posso deixar de agradecer por continuar a ajudar-nos tanto. Obrigada e beijinhos.
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  6. Foi o jantar de ontem. Soberbo! Esta receita é maravilhosa e fez-me regressar à minha infância. Obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar

Imprimir