Queijadinhas de Castanhas



Quem gosta de castanhas? Aqui em casa, tanto o marido como os filhos gostam muito de castanhas, principalmente assadas, como faço mais. Eu confesso que não ligo muito, e passo bem sem as comer.

No domingo passado voltamos a assar castanhas e sobrou uma boa quantidade. Foi a desculpa perfeita para estas queijadinhas de castanhas. Já sabem que quando sobrarem, descasquem logo, apenas porque se descascam melhor antes de arrefecerem completamente, guardem num recipiente hermético, e assim que possível façam estes bolinhos que não se vão arrepender!

Pode ser até já este fim de semana!!


Ingredientes para 12 unidades


200g de castanhas cozidas ou assadas (pesadas sem cascas)

80g de açúcar

4 ovos

1 colher de chá de canela em pó

1 colher de chá de fermento em pó


Preparação:


No robot de cozinha ou liquidificadora coloque as castanhas cozidas ou assadas  e triture até obter uma espécie de uma pasta.

Junte depois o açúcar, os ovos, a canela e o fermento e triture até obter uma mistura homogénea.

Divida depois por forminhas individuais - se necessário unte-as e polvilhe-as antes - e leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 15-20 minutos.

Depois de desenformar deixe arrefecer sobre uma grelha!


Bom Apetite!


Chilli Vegetariano com Cogumelos e Nozes



As refeições sem carne nem peixe vão sendo feitas regularmente aqui em casa. São tão populares e por vezes são opções de que gostamos tanto, que muitas vezes as incluo nos workshops que vou fazendo também como forma de incentivar este tive de refeições.

Esta receita fez parte dos workshops de outono, mas era uma pena não a partilhar aqui também para memória futura.

Vale muito a pena experimentarem.


Ingredientes para 4 pessoas:


1 cebola

1 lata de tomate pelado

120g cogumelos

1 lata grande de feijão cozido

1 cenoura média ralada

125g de nozes ou amêndoas picadas grosseiramente

1 colher de chá paprika fumada

 água q.b.

2 folhas de louro

azeite virgem q.b.

sal e pimenta q.b.

1 colher de chá de cominho

1 malagueta fatiada (opcional)

1/2 abacate fatiado (opcional)


Preparação:


Num tacho em lume médio salteie a cebola previamente picada juntamente com  fio de azeite e adicione a paprika fumada. Adicione de seguida os cogumelos cortadas vou laminados e deixe saltear alguns minutos.

Adicione depois o tomate pelado, o feijão, a cenoura, as folhas de louro e envolva bem. De seguida junte um pouco de água e tempere com uma pitada de sal e pimenta e os cominhos.

Tape, deixe levantar fervura e cozinhe entre 15-20 min ou até parte da água ter evaporado e ter um molho ligeiramente cremoso. Se sentir que está muito aguado destape e aumente o lume, se estiver seco adicione mais água .

Ajuste os temperos e adicione as nozes ou amêndoas, envolvendo bem.

Fatie a malagueta e o abacate (opcional), disponha por cima e sirva com o Pão de Milho.


Bom Apetite!

Papas de Aveia com Banana e Cacau



Chega esta altura do ano e o pequeno almoço favorito dos miúdos são papas de aveia ainda quentinhas. Faço sempre várias versões e vou variando os sabores. Mas neste momento estas são as vencedoras aqui de casa!

Ingredientes para 2 a 3 pessoas:


500ml de bebida vegetal de aveia sem adição de açúcar

60g de flocos de aveia finos

1 colher de sopa bem cheia de cacau cru em pó

2 bananas 

1 colher de chá de canela em pó

xarope de acer ou mel para servir


Preparação:


Coloque o leite, o cacau, a canela e os flocos de aveia num tacho e leve ao lume. Vá mexendo, em lume brando, até que a mistura fique cremosa, mais ou menos uns 10 minutos. Esmague ou triture uma das bananas e misture à papa de aveia deixando cozinhar mais um pouco.

Divida depois a mistura pelas taças. Termine com rodelas de outra banana e um fio de mel ou xarope de acér.

Sirva ainda quentes.


Bom Apetite!


Frango “Borboleta” Assado com Alecrim e Laranja



A receita de hoje serve também como dica. Como todos sabemos, nem sempre temos muito tempo disponível na hora de jantar para fazer grandes cozinhados. E o forno, apesar de ser um grande aliado, é também uma forma de cozinhar que, principalmente com carnes, requer mais tempo.

Uma forma de fazer frango inteiro assado de forma mais rápida, é abrir em borboleta - ou usar aqueles frangos abertos para “churrasco”. A forma mais correta é mesmo abrir o frango pelas costas, cortando o osso das costas com uma boa tesoura. Assim temos um frango “borboleta” e podemos proteger o peito de frango para que fique mais suculento. (O que não acontece com o frango para “churrasco” que compramos no supermercado, que é cortado pelo peito. Mas também resolve!)

Depois é temperarem a gosto. e acreditem que cozinha mesmo mais rápido!


Ingredientes para 4 pessoas:


1 frango cortado em “borboleta” ou frango para “churrasco” conforme explicado no texto acima

1 laranja

sal e pimenta q.b.

alecrim fresco q.b.

alho em pó


Preparação:


Coloque o frango já aberto numa assadeira ou pirex e tempere com sal, pimenta e alho em pó.

Corte a laranja em rodelas e disponha algumas rodelas por baixo e outras por cima do frango, assim como uns raminhos de alecrim fresco. Tape depois com papel de alumínio e leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 1 hora. Ao fim desse tempo retire o papel e deixe alourar aumentando a temperatura do forno.

Sirva com acompanhamentos a gosto.


Bom Apetite!


Triffle de Bolo de Chocolate e Caramelo Salgado (Aproveitamento)



Na altura dos aniversário dos miúdos, fiz uma espécie de um “triffle” para aproveitar as sobras de um bolo de aniversário e chocolate e o respectivo recheio.

A sobremesa ficou melhor que o bolo em si. E apesar de ser um aproveitamento de coisas, é uma óptima maneira de se aproveitarem sobras de bolos ou bolos secos e até restos de bolos que se possam ter congelados em casa.

Numa altura em que estamos a entrar na época das festas, não queria deixar de dar a devida importância a esta receita, porque pode ser a resposta que muitos de nós precisamos para nos livrarmos de sobras de bolos e de transformar bolos em novas sobremesas que voltam a encantar e a a ser o centro das atenções da mesa.

Basicamente podem juntar sobras de bolos com cremes, compota deslaçada, framboesas ou morangos, chocolate ou sobras de mousse, buttercream, caramelo, curd. Não é uma receita para fazer de raiz, mas sim para usarem quando têm estas sobras para gastar. E basta terminar tudo com natas batidas. 

Usem o que tiverem em casa e deixem bonito, porque os olhos também comem!


Ingredientes:


sobras de bolo de chocolate partido em pedaços

sobras de molho de caramelo cremoso

sobras de creme de cacau (recheio do bolo de chocolate)

200ml de natas

açúcar em pó q.b.

framboesas frescas


Preparação:


Comece por bater as natas em chantilly juntamente com 1 ou 2 colheres de sopa de açúcar em pó. Reserve.

Numa taça, de preferência de vidro transparente coloque uma camada de bolo partido em pedaços. Por cima disponha creme de cacau e molho de caramelo cremoso e por cima disponha  algumas framboesas frescas (podia ser compota) e uma camada de natas. Cubra com mais bolo, e mais creme de cacau e de molho de caramelo e por fim mais uma camada de natas. Termine com as framboesas e leve ao frigorífico até servir!


Bom Apetite!

Bolo de Tangerina sem Glúten



Véspera de fim de semana é sempre a altura ideal para um bolinho a sair do forno. Principalmente nesta altura do ano em que os dias são mais pequenos e que já apetece  passar o final da tarde do fim de semana em casa com a lareira acesa e a manta nas pernas enquanto se bebe chá e se come uma fatia de bolo ainda morno.

O meu fim de semana não vai ter muito disso, mas fica a sugestão!


Ingredientes para 1 bolo pequeno:

4 ovos

50ml de azeite

100g de açúcar mascavado

1 tangerina inteira cortada em quartos

50g de farinha de arroz

50g de farinha de aveia

50g de amêndoas inteiras

50g de fécula de batata

1 colher de chá de fermento em pó


Preparação:


No robot de cozinha ou no liquidificado colocar os ovos, o açúcar, a tangeria em quartos (com casca) as farinhas, a amêndoa e o fermento. Juntar também o azeite e triturar bem até obter uma mistura homogénea.

Colocar a mistura numa forma pequena previamente untada e polvilhada com farinha e levar ao forno pre aquecido a 180ºC durante cerca de 35 minutos ou até estar cozinhado.

Retirar do forno, desenformar e deixar arrefecer sobre uma grelha.


Bom Apetite!


Arroz com Lombinhos de Pescada e Espinafres



Há dias em que é mesmo preciso desenrascar uma refeição simples para o jantar. Não há tempo para fazer o planeado, ou simplesmente porque não planeamos ou até naqueles fins de semana em que no meio de tantas outras coisas são quase horas de jantar e estamos sem ideias.

Quem por aqui anda há mais anos sabe que sou apologista de algumas soluções de congelador, e uma delas são os lombinhos de pescada, que rapidamente resolvem uma refeição.

Desta vez, foi em forma de arroz e com uns espinafres que havia no frigorífico.


Ingredientes para 4 pessoas:


8 lombinhos de pescada (ou medalhões ou semelhante)

1 cebola pequena

2 dentes de alho

1 colher de sopa de mistura de ervas secas

azeite q.b.

sal e pimenta q.b.

1 folha de louro

150g de espinafres baby frescos

1 chávena de arroz carolino


Preparação:


Pique finamente a cebola juntamente com os dentes de alho e leve ao lume num tacho juntamente com 2 colheres de sopa de azeite. Deixe começar a refogar e acrescente o arroz, o louro e a mistura de ervas. Envolva bem. Junte depois 2,5 chávenas de água e tempere de sal e pimenta. 

Deixe levantar fervura e introduza os lombinhos de pescada. Reduza o lume para o mínimo, tape e deixe coizinhar cerca de 15 minutos. Junte depois os espinafres e envolva bem, deixando cozinhar mais 1 ou 2 minutos até os espinafres murcharem e o arroz estar cozido.

Sirva de imediato.


Bom Apetite!


Imprimir