Bolachinhas de Aveia, Mel e Passas


A minha querida leitora Sara, chamou-me a atenção para estas bolachas. E eu, assim que tive oportunidade de as fazer, coloquei mãos à obra.
Sábado de manhã, miúdos entretidos com os legos no sotão. Forno quente porque tinha estado a fazer e ia fazer a queijada de batata doce... Era desculpa sustentável para rentabilizar o forno e assim fazer ainda as bolachas da Leonor do Flagrante Delícia!
As bolachas são realmente deliciosas e viciantes. E vale muito a pena duplicar a receita, porque estas vão embora num instante!
E eu, que há tanto tempo não fazia bolachas, recomecei com uma receita maravilhosa!

“Mesas para Refeições ao Ar Livre “

OVAR - Furadouro - 30 de Junho: Colher de Chá, 10h - inscrições em geral@colherdecha.pt

Ingredientes para cerca de 16 bolachas:

100g de manteiga amolecida
45g de açúcar
45g de flocos de aveia finos
45g de passas
50g de mel
1\2 colher de chá de bicarbonato de sódio
120g de farinha

Preparação:

Coloque a manteiga e o açúcar numa taça e bata com uma colher de pau até obter uma mistura cremosa. Junte depois a aveia, as passas e o mel e misture bem.
Junte depois a farinha e o bicarbonato e envolva bem até obter uma massa homogénea,
Coloque a massa em papel vegetal, formando um rolo com cerca de 20 cm de comprimento. Enrole bem a massa no papel vegetal e leve ao frigorífico até que fique bem firme
Corte depois o rolo da massa em fatias do mesmo tamanho e coloque, sem sem necessário ficarem muito espaçadas num tabuleiro previamente forrado com papel vegetal. Prense as bolachas com um garfo. 
Leve a cozinha,r em forno previamente aquecido a 180ºC, durante cerca de 12 minutos.
Retire do forno, coloque com a ajuda de uma espátula sobre uma grelha e deixe arrefecer completamente antes de as guardar num recipiente hermético.


Bom Apetite!

Queijada de Batata Doce


O fim de semana passou a correr. A reta final dos workshops que estão mesmo a acabar só para voltarem lá para Outubro. Ainda falta Ovar, mas só mesmo no final do mês.
Entretanto preparamos as mini férias que estão a chegar, pois esta semana para nós só tem 3 dias! Vamos aproveitar mais um fim de semana grande com os miúdos!
E há também tempo para partilhar algumas das iguarias que saíram cá de casa durante o fim de semana. Esta queijada de batata doce foi mesmo um sucesso. Daquelas receitas simples e de que não há quem não goste!
Até porque é sempre bom começar a semana de maneira doce!

“Mesas para Refeições ao Ar Livre “

OVAR - Furadouro - 30 de Junho: Colher de Chá, 10h - inscrições em geral@colherdecha.pt

Ingredientes :

300g de batata doce cozida a vapor (eu usei roxa, daí a cor estranha da minha tarte, mas podem usar qualquer variedade)
6 ovos
250g de açúcar
40g de manteiga derretida

Preparação:

Coloque a batata doce já cozido e ligeiramente arrefecida num liquifificador ou robot de cozinha. Misture os ovos, o açúcar e a manteiga derretida e misture tudo até obter uma massa homogénea.
Unte com manteiga uma forma redonda sem buraco com cerca de 22 cm de diâmetro, e verta a mistura cuidadosamente.
Leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 25 minutos ou até a queijada estar cozinhada.
Retire do forno e deixe arrefecer antes de desenformar.
Depois de fria polvilhe com açúcar me pó.


Bom Apetite! 

Pãezinhos com Mostarda e Salsicha


Estes pãezinhos foram  um sucesso por aqui. A massa é adocicada, macia e muito fofa e muito fácil de fazer. E o recheio de salsichas e mostarda é uma combinação vencedora. São bons para congelar e depois ir tirando conforme as necessidades. Bons para um piquenique, lanche na praia, na escola, para levar numa viagem. Para um lanche ajantarado ou numa festa de miúdos. 
Já tinha publicado a receita destes pãezinhos aqui no blogue, com recheio de banana e chocolate... mas acho que ainda gosto mais com esta combinação mais salgada. Também ficam deliciosos recheados com queijo e fiambre. Mas usem a vossa imaginação e façam o recheio da vossa preferência!
Espero que gostem. É uma óptima receita para testar no fim de semana!

Próximos Workshops:

“Mesas para Refeições ao Ar Livre “

PORTO - 16 de Junho: Workshops Pop Up Porto, 11h30 (Inscrições aqui)

OVAR - Furadouro - 30 de Junho: Colher de Chá, 10h - inscrições em geral@colherdecha.pt

Ingredientes para cerca de 12 unidades:

250ml de leite ou bebida vegetal de aveia 
1 saqueta (7g) de levedura seca - tipo fermipan
80g de açúcar mascavado
120g de manteiga
3 ovos + 1 para pincelar
600g de farinha 
sal q.b.
mostarda q.b.
6 salsichas hot dog
sementes de sésamo q.b.

Preparação:

Aqueça ligeiramente o leite ou bebida vegetal, até que fique morna, e acrescente o fermento. Mexa até dissolver. Reserve.
Numa taça coloque a farinha, o açúcar e uma pitada de sal. Misture bem. Abra uma cova ao centro e misture o leite ou bebida vegetal com o fermento dissolvido, os 3 ovos previamente batidos e a manteiga derretida. Amasse bem até formar uma bola (se necessário acrescente um pouco mais de farinha). 
Numa superfície enfarinhada amasse a massa até que fique macia e elástica. Coloque na taça, tape com uma toalha ou película aderente e deixe levedar num local morno até duplicar de volume.
Estenda depois a massa com cerca de 1,5cm de altura e corte-a em 12 quadrados mais ou menos do mesmo tamanho.
Corte as salsichas ao meio. Barre cada um dos quadrados com mostarda e recheie depois com meia salsicha.
Enrole depois cada um dos quadrados como se fosse uma torta e feche as pontas pressionando bem (se necessário pincele as pontas com um pouco de água para fecharem melhor)
Pincele depois cada uma dos pãezinhos com o ovo batido e polvilhe com sementes a gosto. Deixe leveda mais 15 minutos.
Leve depois ao forno previamente aquecido a 200ºC cerca de 15 minutos.
Retire do forno e deixe arrefecer sobre uma grelha.


Bom Apetite!

Salada Fresca de Atum com Batata Doce


Nesta altura do ano as salada começam a ser as rainhas das nossas mesas. Mais simples ou mais complicadas. Com base de legumes, de massa, de couscous, de quinoa ou de batata. Com frango , atum ou camarão. Todas as combinações são possíveis.
Gosto particularmente da maneira fácil como as podemos compor, com qualquer coisa que tenhamos em casa. Basicamente o que me acontece nestes dias em que almoço sozinha, e desenrasco rapidamente algo para comer.
Esta salada nasceu assim. E é mais uma vez uma sugestão, Muito mais do que uma receita!

Próximos Workshops:

“Mesas para Refeições ao Ar Livre “

PORTO - 16 de Junho: Workshops Pop Up Porto, 11h30 (Inscrições aqui)

OVAR - Furadouro - 30 de Junho: Colher de Chá, 10h - inscrições em geral@colherdecha.pt

Ingredientes para 2 pessoas:

2 mãos cheias de salada de folhas verdes a gosto
1 pimento assado de conserva
1 batata pequena doce laranja
2 latas de atum em azeite
1 cebola pequena
2 ovos
1 raminho pequeno de salsa 
10 tomatinhas cereja
15 azeitonas pretas descaroçadas
azeite q.b.
vinagre q.b.

Preparação:

Descasque a batata doce e corte-a em cubos não muito grandes. Leve a cozer, em água temperada de sal, assim como os dois ovos.
Quando estiverem cozidos, escorra as batatas e deixe arrefecer um pouco. Retire os ovos, descasque-os e corte-os em rodelas.
Num prato grande ou travessa coloque as folhas verdes como base. Por cima vá dispondo os outros ingredientes separadamente. O tomate cereja cortados ao meio, as azeitonas cortadas ao meio, o pimento assado cortado em tiras, o atum previamente escorrido, os ovos cozidos cortados às rodelas e os cubos de batata.
Pique finamente a cebola com a salsa e coloque por cima do atum.
Tempere depois toda a salada com um pouco de azeite e vinagre.
Sirva de imediato.

Bom Apetite!

Ruivo no Tacho com Batatinhas à Portuguesa


É um desafio para mim cozinhar com peixes menos conhecidos ou que consumimos menos. No entanto é cada vez mais para mim uma preocupação, comprar peixe de mar. ainda que espécies menos “glamorosas”, do que comprar os habituais peixes de aquicultura.
Confesso que muitas vezes, quando chega o cabaz da peixinho da lota, não conheço todas as espécies nem faço de ideias de como as cozinhar. Mas temos diversificado o nosso consumo de peixe, e tenho-me safado bem nas receitas.
Desta vez, vieram dois grandes ruivos, que acabaram no tacho, numa espécie de caldeirada que todos gostaram muito.
Certamente a repetir!

Próximos Workshops:

“Mesas para Refeições ao Ar Livre “

PORTO - 16 de Junho: Workshops Pop Up Porto, 11h30 (Inscrições aqui)

OVAR - Furadouro - 30 de Junho: Colher de Chá, 10h - inscrições em geral@colherdecha.pt

Ingredientes:

2 Ruivos grandes cortados em postas (cerca de 1,5 kg no total com cabeças)
1 pimento vermelho
1 lata de tomate pelado
1 cebola
1 folha de louro
2 dentes de alho
azeite q.b.
sal e pimenta q.b.
12 batatinhas novas
50ml de vinho branco
coentros frescos q.b.

Preparação:

Pique a cebola e os dentes de alho e leve ao lume num tacho juntamente com o azeite e a folha de louro, deixando refogar. 
Corte o pimento em cubinhos pequenos e junte ao refogado de cebola, assim como os talos doe coentros picadinhos,  o tomate pelado cortado em pedaços e o vinho branco. Tempere de sal e pimenta e deixe estufar cerca de 2 minutos. Acrescente depois as postas de ruivo, e as batatinhas descascadas, tape o tacho e deixe estufar tudo lentamente, até que as batatas estejam cozinhadas. Se necessário acrescente um pouquinho de água e retifique de sal e pimenta.
Antes de servir polvilhe com os coentros picados.


Bom Apetite!

Espetadas de Coelho com Pimento Vermelho e Cebola Roxa


Depois de um fim de semana comprido, a terça feira tem sabor de segunda, e a semana é mais curta, o que até levanta o “astral” para quem ainda não está de férias e a precisar mesmo delas.  O céu está azul, o sol brilha e, apesar de não estar muito calor e até um bocadinho ventoso, o tempo continua a chamar a refeições mais frescas.
Hoje por aqui umas espetadas deliciosas, de coelho, pimento vermelho e cebola roxa.

Próximos Workshops:

“Mesas para Refeições ao Ar Livre “

PORTO - 16 de Junho: Workshops Pop Up Porto, 11h30 (Inscrições aqui)

OVAR - Furadouro - 30 de Junho: Colher de Chá, 10h - inscrições em geral@colherdecha.pt

Ingredientes:

500g de lombinhos de coelho
2 dentes de alho picados
1 cebola roxa
1/2 pimento vermelho
sal e pimenta q.b.
sumo de limão
1 folha de louro
ervas secas a gosto
azeite q.b.

Preparação:

Corte os lombinhos de coelho em cubos não muito pequenos e tempere com sal, pimenta, sumo de limão, o louro, o alho picado, as ervas secas e um fio de azeite. Deixe a marinar.
Corte a cebola roxa em pedaços pequenos, o pimento em tiras ou cubos.
Em espetos de bambu coloque alternadamente cubos de carne, pimento e cebola roxa até esgotar todos os ingredientes.
Leve depois um grelhador ou chapa a aquecer (ou use um grelhador eletrico) e grelhe as espetadas até que fiquem douradas e cozinhadas.
Sirva com uma salada variada ou outros acompanhamentos a gosto.


Bom Apetite!

A minha Tarte de Limão Merengada


Véspera de fim de semana prolongado, com um feriado a chegar na segunda feira! Por isso nada melhor do que uma receita doce para estes dias.
Esta é a minha versão favorita de tarte de limão merengada. Uma massa fantástica que se adapta a muitas outras preparações, com um sabor amanteigado e que se desfaz na boca. O recheio um delicioso e citrico lemon curd, para mim melhor do que os recheios mais tradicionais com leite condensado - do qual eu não sou a maior fã. E depois o merengue fofo e tostadinho por cima!
Uma optima maneira de acabar uma refeição, de servir num almoço de domingo ou num jantra de amigos, agora que os limões estão em força!
Bom fim de semana!

Próximos Workshops:

“Mesas para Refeições ao Ar Livre “

PORTO - 16 de Junho: Workshops Pop Up Porto, 11h30 (Inscrições aqui)

OVAR - Furadouro - 30 de Junho: Colher de Chá, 10h - inscrições em geral@colherdecha.pt

Ingredientes para o curd de limão:

140g de açúcar amarelo
casca de 1 limão (apenas a parte amarela)
125ml de sumo de limão
60g de manteiga
2 colheres de sopa de leite
2 ovos
2 gemas

Ingredientes para a massa:

100g de açúcar em pó
300g de farinha
125g de manteiga
2 gemas de ovo
2 colheres de sopa de leite

Ingredientes para o Merengue:

4 claras em castelo
125g de açúcar

Preparação:

Numa taça coloque o açúcar em pó, a manteiga e as gemas e bata com a batedeira eléctrica (ou à mão) até obter uma mistura lisa. Aos poucos e poucos vá acrescentando a farinha, sem deixar de bater com a batedeira. Junte depois o leite (que poderá não juntar se achar que a massa está no ponto, ou juntar um pouco mais se a achar demasiado seca.)
Retire a massa da tigela e amasse um pouco mais com as mãos na bancada enfarinhada.
Forre depois uma forma de fundo amovível com a massa e leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 20 minutos ou até as a massa estar cozinhada e ligeiramente dourada nas pontas. Deixe arrefecer completamente.
Prepare o curd de limão: misture bem os ovos, as gemas, o leite, o açúcar e a manteiga. Adicione a raspa e o sumo dos limões e cozinhe em lume médio, mexendo constantemente até engrossar. Deixe arrefecer.
Depois de tudo frio, encha a base da tarte com o curd de limão.
Bata as claras em castelo com o açúcar e coloque sobre o creme de limão. leve depois o merengue a alourar no forno ou use um maçarico de cozinha. (No caso de fazer a refeita com antecedência, o merengue só deve ser feito e colocado na tarte e queimado, antes de servir!)


Bom Apetite!

Imprimir