Panados de Frango em Buttermilk


Foram talvez os melhores panados que já fiz. Muito macios por dentro, e muito crocantes por fora. Ao contrário da maioria dos panados, estes são marinados em buttermilk, uma bebida láctea que, se não encontrarem poderão substituir por iogurte. E depois são panados apenas em farinha, em vez do tradicional ovo batido e pão ralado.
Desta vez, em vez de os deixar a escorrer em papel absorvente, onde acabam a estar em contacto na mesma com o óleo que pretendemos escorrer,  escorri-os sobre uma grelha, o que faz com que todos os fritos fiquem sempre muito mais crocantes, e não moles como normalmente acontece quando deixo a escorrer sobre papel absorvente. Fica a dica.



Ingredientes para 4 pessoas:

500g de peito de frango
sal e pimenta q.b.
1 colher de chá de colorau
1/4 colher de chá de erva doce
300ml de buttermilk (se não encontrar poderá usar iogurte!)
150g de farinha
1 colher de chá de fermento em pó

Preparação:

Tempere o frango com sal, pimenta, colorau, erva doce, e envolva bem. Acrescente depois o buttermilk e deixe Marina algumas horas ou de um dia para o outro.
Aqueça depois uma frigideira grande com óleo vegetal.
Entretanto misture numa taça a farinha com o fermento e um pouco de sal.
Retire os bifinhos de frango da marinada de buttermilk escorrendo o excesso e passe-o pela mistura de farinha.
Frite depois no óleo bem quente até ficar bem dourado, deixando escorrer sobre uma grelha colocada sobre papel absorvente.
Repita até todos os panadinhos estarem fritos.
Sirva com uma salada variada, em pãezinhos, ou com arroz.

Bom Apetite!

Pão de Queijo


Há meses que andava a sonhar com pão de queijo. De tantas receitas que já fiz e experimentei, nunca tinha feito pão de queijo, apesar de der algo que gosto muito, mas nunca tinha calhado!
Foi preciso um jantar de petiscos com alguns amigos, para finalmente fazer pães de queijo. Ficaram maravilhosos, mas, para quem gosta de queijo como eu, resulta melhor com queijos de sabores mais fortes do que, por exemplo, usarem mozarela.
Acho que são uma excelente adição a mesas de lanches ajanatarados e de brunch e pequenos almoços.
Fica a receita.

Ingredientes para cerca de 20 pãezinhos:

250g de queijo da ilha (ou outro como gouda, mozarela, emmental)
350g de polvilho azedo
2 ovos
80ml de azeite
125ml de leite ou bebida vegetal
sal q.b.

Preparação:

Aqueça o leite até levantar fervura. Reserve.
Num processador ou robot de cozinha coloque o queijo e o polvilho azedo e triture até ficar uma misture uniforme. Junte depois os ovos, o sal e o azeite e triture um pouco mais até tudo ficar bem misturado. Junte depois o leite quente e continue a misturar até obter uma mistura homogénea. Com a massa bem ligado.
Forre um tabuleiro com papel vegetal e coloque, com a ajuda de duas colheres de sopa, bolinhas de massa, devidamente espaçadas.
Leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 20 minutos.
Sirva ainda quentes.

Bom Apetite!

Bolachas de Aveia e Coco


O Zé Maria regressou à escola, para as actividades de férias. Os olhos dele até brilharam, quando viu os colegas e amigos no primeiro dia que lá chegou. Apesar de todos os medos e principalmente de todas as incertezas, acho que tomamos a decisão certa. Porque confiamos, mas principalmente porque temos de retomar rotinas. E porque tanto ele como o António precisam de outras regras, de outros horários, de outras actividades, de amigos, de mais crianças, de conviver, de fazer coisas. De ter um pouco da sua vida de volta para crescerem também a nível emocional. É uma decisão pessoal, mas depois de pesar os prós e contras na balança, de aconselhamento com o pediatra deles, decidimos que os nossos filhos retomariam aos seus lugares e à vida o mais próxima do que conheciam.
Vão à escola, a algumas actividades desportivas, e vêm para casa. Evitamos shoppings, supermercados e afins enquanto for possível. E vamos analisando um dia de cada vez, e tomando decisões à medida que as coisas surgem.
Com este regresso, voltaram os lanches para levar para a escola. Fui descobrir receitas antigas das coisas favoritas, mas também algumas novas, como estas bolachas que ficaram aprovadas, e são bastante simples e rápidas de preparar.

Ingredientes para cerca de 20 bolachas pequenas:

30g de farinha de coco
90g de flocos de aveia finos
60g de óleo de coco
60g de açúcar de coco
1 ovo

Preparação:

Misture a farinha de coco com o açúcar e os flocos de aveia. Abra um espaço no meio e junte o óleo de coco amolecido e o ovo, e misture bem até ficar incorporado. Leve ao frigorífico cerca de 30 minutos para que fique mais firme.Coloque a massa no frigorífico durante 30 minutos até estar firme.
Forme depois pequenas bolas, e depois achate-as com os dedos e coloque-as num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Leve ao forno previamente aquecido a 160ºC durante cerca de 15 minutos vou até que comecem a ficar tostadas nas pontas,
Retire, deixe arrefecer em cima de uma grade, guardando depois as bolachas já frias num frasco ou caixa fechada.

Bom Apetite!

Massa de Tarte Doce


Há básicos de que todos devemos ter uma boa receita. E as massas são daqueles básicos indispensáveis. Sejam massas de empadas, de rissois, de quiches, de massa tenra, de brioches, ou de tartes doces. E claro que as massas preparadas em casa, não têm nada a ver com as de compra. Valem todo o trabalho e tempo que lhes dedicamos. E que nem sempre é assim tanto. Neste caso bastam alguns minutos!
Esta é uma massa fantástica, muito simples de preparar e serve como base a tudo o que quiserem criar. Esta foi recheada com curd de limão e decorada com suspiros caseiros e frutos vermelhos. Combinação sempre vencedora!



Ingredientes:
(in “Back to Brilliance”, Donna Hay, pagina 220)

300g de farinha
175g de manteiga fria
1 gema de ovo
2 colheres de sopa de água fria
40g de açúcar

Preparação:

Coloque a farinha, o açúcar e a manteiga cortada em cubos  num robot de cozinha e misture até a mistura ficar com uma textura semelhante a migalhas finas. Com o robot ligado, junte a gema e a água e deixe a trabalhar até a massa se unir. Retire do robot, coloque numa superfície enfarinhada e amasse ligeiramente com as mãos até formar uma bola, que deverá achatar formando um disco.  Cubra com papel vegetal e com o rolo da massa estique  até a massa ficar com cerca de 3mm de espessura. Embrulhe no papel e leve assim ao frigorífico durante uma hora.
Retire do frigorífico, deixe à temperatura ambiente uns 5 minutos e depois de ser mais fácil de trabalhar forre com ela uma tarteira com cerca de 22 cm de diâmetro. Corte o excesso, pique o fundo e leve ao frigorífico mais 30 minutos.
Depois é usar a gosto. Pode colocar o recheio e cozinhar tudo junto no forno, ou cozer em vazio, que foi o que fiz.
Para isso, basta retirar a massa do frigorífico e forrar com papel vegetal e encher com algum peso (podem ser feijões secos, arroz …)
Leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 15 minutos,  Retire o papel e os pesos, e cozinhra mais 15 minutos até a massa estar dourada.
Deixe arrefecer na forma antes de retirar e rechear a gosto!

Bom Apetite! 


Salada de Grão de Bico e Camarão


Uma salada que nasce de um aproveitamento de sobras. Grão cozido no frigorífico. O resto do camarão da petiscada do dia anterior. Sobras de salada de tomate do almoço. Um abacate maduro e 1 embalagem de mozarela fresca fizeram o resto.
A combinação tinha tudo para ficar bem. Mas é esta transformação de várias coisinhas que separadas eram pouco e se transformam depois em muito que me surpreende sempre de cada vez que aproveito as sobras e restinhos do frigorífico!
Fica a ideia de uma salada fresca para dias de calor e com cheirinho a férias.
Bem- vindo Julho!

Ingredientes para 2 pessoas:

250g de camarão cozido
200g de grão de bico cozido
1 tomate maduro
1 abacate maduro
200g de bolinhas de mozarela fresca
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.
Vinagre q.b.

Preparação:

Escorra o grão de bico e coloque-o num travessa ou prato. Descasque o camarão e corte-o em pedaços mais pequenos e junte-ao ao grão de bico. Corte o tomate em cubinhos assim como o abacate e acrescente à salada. Escorra também as bolinhas de mozarela e, se preferir corte-as ao meio antes de juntar à salada.
Tempere depois com uma pitada de sal e pimenta, regue com um pouco de azeite e de vinagre. Envolva tudo suavemente e sirva de imediato.

Bom Apetite!

Sargos na Brasa com Molho de Azeite e Tomilho


Chega esta altura do ano, e a churrasqueira e as brasas quase que não têm paz ao fim de semana. São as sardinhadas, o peixe fresco na brasa, as churrascadas… Basta estes dias grandes de sol e o calor, que a vontade de se prepararem refeições ao ao livre e de se comer no jardim ou nas varandas, sejam elas grandes ou pequenas, é sempre o que dita a maioria das refeições.
Aqui em casa gostamos de variar o peixe, e sairmos da “santíssima trindade” do robalo, dourada, salmão… Desta vez os sargos que vieram no cabaz da peixinho da lota (www.peixinhodalota.pt) não eram muito grandes, mas estavam deliciosos e fizeram as delícias de todos!
Acompanhei com um molho de azeite muito simples, mas que gostamos muito de usar para “regar” o peixe grelhado aqui por casa!

Ingredientes para 4 pessoas:

4 sargos médios preparados e amanhados (já vem assim no cabaz do peixe)
sal q.b.

Molho de Azeite e Tomilho:

2 raminhos de tomilho fresco
125ml de azeite
2 dentes de alho
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Prepare as brasas e tempere o peixe de sal. Grelhe depois os sargos (o objectivo é que o peixe não seque e se mantenha húmido e suculento). Também pode usar uma chapa ou grelha de fogão para grelhar o peixe ou até o forno.
Entretanto prepare o molho de tomilho e azeite. Num tachinho junte o azeite e os dentes de alho esmagados e triturados ou ralados com a ajuda de um ralador. Acrescente depois as folhinhas de tomilho e envolva bem. Tempere com um pouco de sal e pimenta e leve ao lume brando, sem deixar ferver, durante uns 5 minutos para o azeite ganhar sabor. Deixe depois em infusão.
Sirva o peixe com o molho ao lado para que cada um se sirva a gosto. Acompanhe com uma salada verde e com batatas cozidas ou salteadas.

Bom Apetite!

Falafel (Bolinhos de Grão de Bico)


Das ultimas refeições sem carne nem peixe aqui de casa foram uns deliciosos falafel.
Acompanhei com arroz integral com frutos secos, mas como sobraram alguns que congelei, já os estou a imaginar com umas folhas de alface , tomate e pepino, enrolados num belo wrap tudo com mais um pouco desde delicioso e refrescante molho de iogurte.
Uma refeição simples, com leguminosas, para começar a semana!
Boa segunda feira a todos!

Ingredientes para cerca de 25 bolinhos:

600g de grão de bico cozido e escorrido
250g de cenoura
4 dentes de alho
1 molho de coentros frescos
sal e pimenta q.b.
1 colher de sobremesa de cominhos em pó
1 colher de chá de fermento em pó

Molho de iogurte para acompanhamento:

100g de iogurte grego ou natas ácidas (sour cream)
1 tomate pequeno maduro
2 colheres de sopa de coentros frescos picados
sumo de limão q.b.
sal q.b.

Preparação:

No robot de cozinha triture o grão de bico juntamente com os dentes de alho até ficar uma pasta homogénea. Junte depois a cenoura previamente ralada, os coentros frescos picados e tempere a gosto com sal, pimenta, os cominhos e junte o fermento em pó. Misture bem até tudo estar incorporado e forme bolas do mesmo tamanho. Frite-as depois em óleo quente. Pessoalmente prefiro formar pequenas bolas achatadas (semelhantes a mini hambúrgueres) e cozinhar os falafel no forno ou na chapa quente, apenas com um fio de azeite, e esta forma permite que cozinhem mais uniformemente do que em bolinhas. 
Para acompanhar prepare o molho de iogurte. Pique o tomate em pedacinhos e coloque numa taça. Junte os coentros também picados e acrescente 100g de iogurte grego ou natas ácidas (sour cream). Tempere com sumo de limão e sal a gosto e misture bem.
Sirva com os falafel.

Bom Apetite!

Muffins de Cacau e Framboesas


Aqui por Coimbra, nesta ultima semana de Junho, estamos a ter dias cinzentos, mais frescos que o habitual e até com um pouco de chuviscos. E é automática a vontade de pensar em bolinhos e muffins. 
Na semana passada lembrei-me de umas framboesas que tinha congeladas, e da combinação maravilhosa de chocolate e framboesas, e sairia uns muffins de massa de  chocolate e framboesas que desapareceram num instante.
Deixo-vos a receita para os piqueniques de dias de sol e calor!

Ingredientes para 12 muffins grandes:

350g de farinha com fermento
25g de cacau cru em pó
1 colher de chá de fermento em pó
220g de açúcar
1 ovo
125ml de óleo vegetal (usei oleo de grainha de uva, mas podem usar outro)
2 colheres de chá de essência de baunilha
180ml de leite ou bebida vegetal
300g de framboesas congeladas
pepitas de chocolate (ou chocolate partido em pedacinhos) q.b. para decorar

Preparação:

Numa taça misture a farinha, o cacau, o fermento em pó e o açúcar. Num outro recipiente coloque o ovo, a baunilha e o leite e misture bem. Adicione depois as duas misturas e envolva até ficar homogéneo. Junte depois as framboesas congeladas e misture bem.
Coloque colheradas da massa num tabuleiro de 12 queques previamente forrado com forminhas de papel e leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 30 minutos. Por cima decore com as pepitas de chocolate.
Retire do forno e deixe arrefecer sobre uma grelha.

Bom Apetite!

Linguados Grelhados com Molho de Manteiga e Limão


O peixe fresco, de mar, chega-me regularmente à porta através da “Peixinho da Lota” que já faz parte do meu dia-a-dia há alguns anos, praticamente desde o início desta pequena e local empresa. Faz sentido, agora mais do que nunca, apoiar pequenos negócios. E faz sempre sentido ter cuidado e atenção com a qualidade dos ingredientes que consumimos. Mais vale menos quantidade e melhor qualidade.
Da ultima vez, o meu cabaz de peixe trazia uns deliciosos linguados, peixe de sabor muito delicado e carne branca. E que ficam deliciosos com um molho guloso de manteiga.
Deixo a sugestão!

Ingredientes para 4 pessoas:

4 linguados grandes e amanhados
sal q.b.

Molho de Manteiga e Limão:

75g de manteiga de boa qualidade
2 dentes de alho
sumo de 1/2 limão

Preparação:

Tempere os linguados com sal e grelhe-os numa chapa no fogão, de modo a que fiquem dourados de ambos os lados. Também pode grelhar na brasa, mas tenha atenção para não os deixar secar uma vez que é um peixe delicado e bastante fino.
Prepare o molho: num tachinho junte a manteiga e os dentes de alho esmagados num almofariz ou ralado com um ralados fino. Leve ao lume brando, até derreter a manteiga, mas sem deixar queimar. Retire do lume e deixe o alho em infusão. Junte depois sumo de limão a gosto, cerca de 1 colher de sopa. Misture bem.
Pode pincelar os linguados com este molho à medida que os grelha.
Sirva os linguados grelhados regados com o molho, ou coloque-o numa molheira e deixe que cada um se sirva a seu gosto.
Acompanhe com batata cozida ou puré de batata e uma salada verde.

Bom Apetite!

Pão de Forma Caseiro


Há qualquer coisa que mágica no acto de fazer pão em casa. Aliás, há qualquer coisa quase mágico nesta vontade e fazer coisas em casa. Coisas que se podem comprar já feitas em qualquer supermercado. Pondo de lado a questão da disponibilidade de tempo e de vontade de fazer algumas coisas mais demoradas em casa, é sempre magico vê-las sair das nossas mãos a partir de ingredientes normalmente muito simples e até básicos. Fico sempre bastante orgulhosa quando vejo os pães lindo a sair dos forno, mas também bolachas, bolos iogurtes ou uma simples compota, molho de tomate ou manteiga de amendoim… Gosto mesmo desta transformação de ingredientes que tansforma por exemplo farinha, água e fermento em pão, ou açúcar e fruta em compotas….
E assim partilho com vocês esta maravilhosa receita de pão de forma, do não menos maravilhoso Joshua Weissman (Se não conhecem, não deixem de seguir o seu canal de youtube!)

Ingredientes para 1 pão:

175g de água
125g de leite (ou bebida vegetal)
5g de levedura seca
440g de farinha
8g de sal
20g de açúcar
3 colheres de sopa de manteiga à temperatura ambiente

Preparação:

Num recipiente misture a água com o leite ou bebida vegetal e leve a aquecer até ficar morno. Acrescente depois a levedura seca, misture bem e deixe repousar cerca de 10 minutos.
Entretanto misture a farinha, o sal e o açúcar e misture bem. Coloque numa batedeira com a pá de amassar - eu coloquei na Bimby no modo espiga (ou coloque noutro robot de cozinha equivalente) e ligue, juntando depois, com a batedeira ou robot ligado a mistura de água e leite com o fermento. Amasse durante 5  minutos. Junte depois a manteiga e deixe amassar mais 3 minutos até a manteiga estar bem incorporada.
Retire depois da batedeira/robot de cozinha e forme uma bola. Coloque numa taça levemente untada com azeite e deixe levedar cerca de 1h30 até ter duplicado de volume.
Ao fim desse tempo retire a massa da taça e coloque-a numa superfície ligeiramente enfarinhada. Estique-a com a ajuda de um rolo da massa até obter um retângulo, e enrole depois a massa como se fosse uma torta, apertando ligeiramente. 
Unte ligeiramente uma forma de bolo inglês com cerca de 22/25cm de comprimento e coloque o rolo de massa lá dentro. Cubra com uma pano polvilhado de farinha e deixe levedar mais 45 minutos até ter dobrado de volume novamente.
Leve a cozinhar em forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 40ml ou até estar dourado.
Retire da forma e deixe arrefecer completamente sobre uma grelha.

Bom Apetite!

Biscoitos de Manteiga da Sandra


Não sei se também pertencem ao grupo de pessoas que oferece presentes feitos em casa, mas eu sou quase sempre a pessoa que gosta de oferecer um presente feito por mim, diferente e de certo modo especial. 
A minha amiga Ana fez anos, e fiz-lhe estes biscoitos que lhe ofereci num frasco lindo, que depois ela poderá encher as vezes que quiser.
Não tem a ver com valor. Tem muito a ver com dar um bocadinho de nós aos outros, com “pensei em ti” enquanto fazia isto. Quando na verdade não precisamos de nada e podemos dar e receber presentes assim especiais.

Ingredientes para cerca de 25 biscoitos:

125g de açúcar
100g de manteiga fria (do frigorífico)
175g de farinha
1 colher de chá de fermento
1 ovo

Preparação:

Bata o manteiga com o açúcar até ficar  bem misturado. Junta-se depois o ovo e finalmente a farinha e o fermento. Se necessário juntar um pouco mais de farinha.
Tender os biscoitos em bolinhas, ou em torcidos, e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal. Levar ao frigorífico 30 minutos antes de colocar no forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 10 minutos ou até começarem a ficar dourados nas pontas.
Retirar do forno e deixar arrefecer (ainda estão moles quando saem do forno, mas ficam chocantes à medida que arrefecem!)
Guarde num frasco ou lata.

Bom Apetite!

Almôndegas com Molho “Ikea”


Quem nunca comeu almôndegas na Ikea? Eu já, várias vezes, e devo dizer que até gosto. Mas como sou gulosa, o que eu gosto mesmo é do molho de natas que as acompanha, que tanto fica delicioso com as almôndegas, como é óptimo com as batatas fritas ou o puré… Portanto, quando vi que durante o confinamento, a Ikea tinha divulgado e partilhado a receita do molho de natas que acompanha as suas almôndegas, guardei a receita para poder experimentar.
Quanto à receita das almôndegas, usei uma habitual cá em casa, apenas com carne de vaca, e deixo ao vosso critério a receita de almôndegas que escolherem usar. Mas o molho, esse, vale a pena. 
Boa semana a todos.

Ingredientes para 4 pessoas:

600g de carne de vaca picada (pedi no talho para picarem carne de vaca de estufar)
sal e pimenta q.b.
1 cebolinha pequena finamente picada
1 dente de alho
1 colher de sopa de ervas secas a gosto
azeite q.b.


Molho Ikea:

40g de manteiga
40g de farinha de trigo
2 colheres de chá de molho de soja
1 colher de chá de mostarda
150ml de natas
150ml de caldo de legumes caseiro
150ml de caldo de frango caseiro

Preparação:

Comece pro fazer as almôndegas. Numa taça coloque a carne. Junte a cebola e o dente de alho bem picadinho e tempere com as ervas secas, o sal e a pimenta. Amasse tudo muito bem com as mãos durante alguns minutos, Quanto mais amassar, de modo a ficar com uma massa quase homogénea, mais compactas as suas almôndegas ficam, e menos probabilidade de se desfazerem ao cozinhar.
Molde depois as bolinhas, amassando também muito bem cada uma delas. e coloque-as pelo menos 30 minutos no frigorífico antes de cozinhar. Neste ponto estão também aptas para ser congeladas podendo depois ser cozinhadas diretamente do congelador - sem descongelar.
Entretanto prepare o molho. Leve ao lume um tacho com a manteiga e deixe derreter. Junte depois a farinha e envolva bem, deixando a farinha absorver a manteiga e deixando-a também cozinhar um pouco. Acrescente depois o caldo de frango, e depois o caldo de legumes, aos poucos e poucos, mexendo sempre, e de modo a que o molho engrosse. Junte depois as natas, o molho de soja e a mostarda e deixe levantar fervura. Se necessário ajuste os temperos.
Para terminar, cozinhe as almôndegas num tacho ou frigideira com um pouco de azeite, até que fiquem douradas e cozinhadas no seu interior.
Sirva depois as almôndegas com o molho e acompanhe com batata frita ou puré e uma salada verde.

Bom Apetite!

Arroz de Churrasco


Quantos de nós não fazem churrascos ao fim de semana com os amigos e a família, e quantas vezes não sobram coisas? Costeletas e mais um bocado de bife, e duas ou três tiras de entremeada.
Claro que carne de churrasco aquecida não tem a mesma piada, às vezes serve assim mesma, com com molho de azeite, alho e coentros que também aqui anda pelo blogue.
Mas quantas outras vezes não a limpo de ossos e afins e a aproveito para outra coisa, ou seja a transformo noutra refeição, Já deu bolinhas de carne, massa e até empadas e quiche.
Desta vez foi uma arroz de “coisas”. Fez uma refeição para nós os 5. Estava delicioso. E mais uma vez, nada de desperdiçou e tudo se aproveitou!
Dizem que o fim de semana vai estar quente. Talvez se façam muitos churrascos entre alguns amigos e família. E assim aqui fica a receita, para que nada se desperdice, tudo se transforme, e tudo isto comece a fazer sentido nas nossas cabeças!

Ingredientes:

1 chávena de arroz basmati ou thai jasmim
2 chávenas de sobras de carne de churrasco sem osso e partida em pedaços
1 cebola
2 dentes de alho
1 folha de louro
1 colher de chá de colorau
1/2 pimento vermelho
1 cenoura pequena
sal e pimenta q.b.
1 colher de sopa de polpa de tomate
azeite q.b.

Preparação:

Pique a cebola e os dentes de alho e leve a alourar num tacho com a folha de louro e um pouco de azeite. Acrescente depois a cenoura descascada e cortada em cubos, assim como o pimento também em cubos, a polpa de tomate e o colorau. Deixe cozinhar dois ou três minutos e acrescente o arroz, envolvendo bem no refogado. Acrescente depois as carnes cortadas e junte depois duas chávenas de água. Tempere a gosto com sal e pimenta e deixe levantar fervura. Assim que levantar fervura, reduza o lume para o mínimo, tape e deixe cozinhar cerca de 15 minutos em lume brando, até a água ter sido absorvida e o arroz estar soltinho. Se necessitar deixe ficar tapado mais uns 2 ou 3 minutos.
Sirva o arroz com uma salada verde.

Bom Apetite!

Massada de Coelho


Não sei o que teria sido destes tempos sem as ementas semanais e sem alguma organização aqui no planeamento das refeições. Eu sei que para algumas pessoas foi a pandemia, o ficar em casa, o ter de trabalhar e gerir ao mesmo tempo casa, família e escola que as levou a começarem a planear ementas, organizar frigorífico e a fazerem uma gestão diferente dos alimentos que têm em casa e na arca congeladora. Tenho recebido muitas mensagens nesse sentido, e fico imensamente feliz por poder contribuir para que algumas pessoas se tenham conseguido organizar melhor e planear refeições para toda a família e principalmente fazerem uma melhor gestão das sobras e do que tinham em casa.
Na maioria das vezes, as refeições da semana são coisas realmente simples, sem grande trabalho, e que se possível até podem estar adiantadas de véspera enquanto se faz outra coisa.
Neste caso, estufei a carne enquanto fazia outra coisa qualquer na cozinha, aproveitando o tempo para cozinhar mais do que uma coisa. E depois, no dia seguinte, foi só colocar ao lume e acrescentar a massa…. E jantar na mesa pouco minutos depois!

Ingredientes para 4 pessoas:

500g de carne de coelho desossada (procurem a empresa MITT que vende carne de coelho desossada, vários cortes e tem loja online e faz entregas em todo o país!)
350g de massa curta
1 cebola pequena
2 dentes de alho
1 folha de louro
sal e pimenta q.b.
1 lata pequena de tomate pelado 
50ml de vinho branco
1 colher de chá de tomilho seco
azeite q.b.

Preparação:

Pique a cebola e os dentes de alho e leve-os a alourar, juntamente com a folha de louro, num tacho com cerca de 2 colheres de sopa de azeite. Assim que começarem a alourar, junte a carne de coelho previamente cortada em pedaços e envolva bem e deixe ganhar cor. Tempere de sal e pimenta, com o tomilho, e deixe cozinhar uns minutos. Acrescente depois o vinho branco e o tomate pelado partido em pedaços e deixe estufar cerca de 20 minutos ou até a carne estar macia. 
Junte depois cerca de 3 chávenas de água e retifique de temperos. Deixe a água levantar fervura e acrescente a massa, deixando-a cozinhar em lume brando, até que fique “al dente” .
Sirva de imediato polvilhado com coentros ou cebolinho fresco, e acompanhe com uma salada.

Bom Apetite!

Dumplings


Foi a minha querida Bárbara Tomaz que me explicou como fazer os dumplings. Na realidade é bastante simples, e é uma opima maneira de aproveitar sobras.
Deixo aqui apenas a receita da massa para os mesmos. O recheio foi mais um dos meus aproveitamento de sobras maluco: rama de alho francês bem picadinha refogada com alho e gengibre fresco. Juntei sobras de arroz e de carnes cozinhadas, desde  uma almôndega a restos de costeleta  - tudo picadinho. Temperei de sal e pimenta, 5 especiarias chinesas e um pouco de molho de soja.  Mas além de poderem procurar outro recheio mais tradicional, podem fazer o mais maravilhoso na cozinha: inventar, experimentar e usar o que têm à mão! 
A massa é simples de preparar e parece-me uma forma muito original de aproveitar restinhos de frigorífico.

Ingredientes para 12 dumplings grandes:

300g de farinha
175ml de água a ferver
sal q.b.

recheio a gosto - (já cozinhado, aproveitem para limpar frigorífico)
molho de soja ou sweet chilli q.b. para servir

Preparação:

Numa taça coloque a farinha e o sal. Abra uma cova ao meio e junte a água. Cuidadosamente, para não se queimar, vá amassando com as mãos até ficar bem macia e elástica e sem qualquer bocadinho de farinha seca. Deixe depois descansar 30 minutos.
Ao fim desse tempo divida a massa em 12 porções do mesmo tamanho.
Estique com a ajuda do rolo da massa cada uma das porções num circulo, de modo a que não fiquem muito grossos. Recheie a gosto e feche cuidadosamente o dumpling, à volta, de modo a formar o efeito que se vê na foto, e pressionando bem para não abrirem.
Pincele com um pouco de azeite, ou forre com papel vegetal um cesto de cozer a vapor, e coza os Dumplings cerca de 20 minutos até a massa ficar macia e brilhante. (Pode também cozinhar na Bimby, 18m/varoma/vel4, mas não se esqueça de a pincelar com azeite antes, ou os dumplings agarram).
Ao fim deste tempo, retire-os cuidadosamente do cesto a vapor, e leve-os a dourar a base uns minutos, numa frigideira antiaderente bem quente e com um fio de azeite ou óleo vegetal.
Sirva depois com molho de soja, sweet chilli ou outro da sua preferência!

Bom Apetite!

Bolo de Limão e Coco


Os meus filhos não ligam muito a sobremesas. Mas bolos e bolachas está seguramente no topo das preferências deles, e aquilo que me pedem para fazer mais vezes. Nestes meses em que temos estado todos, todos os dias em casa, fazer um bolo é uma coisa que me pedem muito, e uma tarefa que fazemos quase sempre juntos. Adoram partir os ovos, ajudar a colocar o açúcar e a farinha, e principalmente lamber a taça e a colher no fim.
Desta vez a ideia foi fazer um bolo de limão, e eu, não sei porquê meti na cabeça que tinha de ser de limão e coco. Decoramos com frutos vermelhos que eles adoram e que combinam na perfeição com o limão, e além de lindinho, o bolo ficou realmente delicioso e acabou num instante.
Fiquei a pensar em coberturas mais gulosas com natas, mascarpone e curd de limão, a aliar aos frutos vermelhos, e acho que dá um perfeito bolo para aniversários de verão!

Ingredientes:

150g de manteiga temperatura ambiente
150g de farinha
1 colher de sobremesa de fermento em pó
50g de coco ralado
150g de açúcar
4 ovos
1 limão

Frutos vermelhos para decorar q.b.
açúcar em pó q.b.

Preparação:

Numa taça coloque o açúcar e a raspa de limão. Junte de pois a manteiga à temperatura ambiente e misture bem. Junte depois os ovos, um a um, incorporando bem o anterior antes de adicionar o seguinte. Junte o coco ralado, a farinha, o fermento e sumo de meio limão e envolva bem com a ajuda de uma espátula ou colher de pau.
Coloque a mistura numa forma (não muito grande) untada e polvilhada com farinha e leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 35 minutos ou até o bolo estar cozinhado.
Retire, deixe arrefecer um pouco e desenforme deixando arrefecer completamente sobe uma grelha.
Quando o bolo estiver completamente frio, decore a gosto com frutos vermelhos e açúcar em pó. Poderá também cobrir com um pouco de lemon curd, queijo creme batido com açúcar em pó, ou mesmo natas em chantilly.

Bom Apetite!

Imprimir