Pataniscas de Sobras de Sardinha com Maionese Picante



Quem nunca ficou com sobras de sardinhas assadas sem saber o que lhes fazer?

Pois bem! Já me aconteceu muitas vezes. E como aqui em casa nada se perde, tudo se transformas, as pobres das sardinhas assadas, depois de frias, limpas da maioria das peles, espinhas, tripa e cabeça, acabam numas belas pataniscas!

E olhem que ficam “daqui”!

Desta vez, como os fritos não são suficientes sozinhos, ainda juntei uma bela maionese picante. E ficou ainda melhor!


Ingredientes:


200g de sobras de sardinha assada, limpa o melhor possível de peles, espinhas, tripa e cabeça

1 cebola pequena

salsa picada q.b.

 1 ovo

4 ou 5 colheres de sopa de farinha

sal e pimenta q.b.

água com gás q.b.


Maionese Picante:


75g de maionese caseira ou de compra

picante ou flocos de malagueta a gosto

1 colher de chá de alho em pó



Preparação:


Numa taça coloque as sardinhas. Junte a cebola finamente picada, assim como a salsa, a farinha e o ovo e tempere de sal e pimenta. Misture bem. Vá juntando depois aos poucos a agua com gás, de modo a ficar com uma massa espessa, que seja possível fritar em colheradas. Se achar necessário junte um pouco mais de farinha ou de água gaseificada de modo a ficarem com a consistência pretendida.

Leve depois uma frigideira ao lume com óleo vegetal ou azeite e deixe aquecer. O óleo não deve estar demasiado quente. Coloque colheradas de massa, deixando fritar de ambos os lados lentamente até que fiquem douradas.

Escorra sobre papel absorvente e repita até esgotar a massa.

Para a maionese picante misture os ingredientes numa taça e sirva depois juntamente com as pataniscas.


Bom Apetite!


2 comentários :

  1. Acho muito boa ideia de reaproveitar alimentos seja ele qual for, evitando desperdício e ainda economizando bom demais obrigada por compartilhar!

    ResponderEliminar
  2. International understudies and graduated class are an integral piece of the Australian people group; at home, nearby, in our urban areas and towns, and as esteemed individuals from our Study in australia network worldwide. So many of our understudies, graduated class, schooling accomplices and families all throughout the planet are experiencing incredibly challenging conditions because of the Coronavirus pandemic and we wish to pass on our most profound feelings toward your own battles and, in numerous cases, awful misfortune.

    ResponderEliminar

Imprimir