Natal 2015


E foi Natal! Com mais ou menos coisas afinal tudo se conseguiu compor para que o natal fosse como eu gosto que seja. Os cabazes ficaram todos prontos a tempo. Ainda consegui escrever e enviar cada um dos nossos quase 40 postais de boas festas.
Fiz as filhós da Avó, e as rabanadas e ainda tive oportunidade de experimentar uma receita nova.
No dia 24 juntamos-nos todos em casa dos meus sogros. Nós, os poucos do nosso lado, e a família enorme que ganhei com o casamento. Tios e primos do Miguel, e mesmo não estando todos éramos 25 à mesa. Muitas conversas - e muita conversa cruzada - mesa cheia, bacalhau e couves, sobremesas e entradas. E vinho.
Risos. A missa do galo. Presentes originais como a raspadinha de natal do tio Zé Carlos. O fato de pai natal que acabou por não ser usado, porque afinal era um tamanho de criança e não servia a nenhum dos adultos presentes. A excitação dos mais pequenos a abrir os presentes. O peru que comemos depois de abrir os presentes, já passava das 2h30 da manhã. O meu pé torcido por causa dos mil brinquedos espalhados, e a carteira do Miguel que ficou esquecida no banco da igreja e que o obrigou a estar à porta da mesma às 9h da manhã para a ir recuperar…
No dia 25 o natal foi cá em casa. Presentes do Pai Natal e Menino Jesus abertos pelo Zé Maria ainda em pijama e numa excitação plena. Um Zé Maria a acabar de comer um pedaço de bolo rei. O bolo rei que tínhamos deixado para o Pai natal….
Cabrito, batatinhas louras e arroz de forno com os miúdos. Grelos e canja. Mais sobremesas e queijo da Serra. Os pais, a mana, os sogros, o avô e os meninos. Todos a fazer mais um pouco de natal.
Mais presentes abertos ao longo da tarde e à volta da lareira. Presentes especiais para todos, mas mais importantes estarmos presentes. O meu presente que só dei conta dele ao fim do dia.
Louça suja, ciscos no chão, miúdos a dormir e resto da tarde a descansar no sofá. Canja e chá para o “jantar”. Harry Potter na televisão, mas do qual não vi mais de 5 minutos.
Natal que se prolongou pelo fim de semana. Sem vontade de cozinhar.Com amigos a chegar e a distribuir boas festas e mimos e conversa. Com um jantar pós natal depois de mais uma S. Silvestre. 
E foi natal. Natal com a família e os amigos. Natal com os meus dois lindos meninos Jesus. Natal feliz.
Espero que o vosso natal tenha sido tão pleno e cheio como o nosso.


Boas Festas!

6 comentários :

  1. Foi um Natal maravilhoso,...sem dúvida,...
    Beijinhos,
    Feliz Ano Novo 2016 :)
    Espero por ti em:
    http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/
    www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  2. Anónimo10:47

    Bem...foi um Natal bastante concorrido e com algumas peripécias! O meu foi bastante calmo, mas foi bom estar com a família, e ir à missa do galo. Agora, é descansar um pouco da agitação destes últimos dias (ou meses), e pensar no novo ano que se avizinha. Um grande beijinho para todos, Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  3. Olá Joana, que bom teres conseguido ter tudo como querias no Natal e teres tido a Graça de ter contigo tantos familiares e amigos. É esse convívio em atmosfera de Amor, Amizade, Serenidade e Paz que dão sentido à Festa do Natal de Jesus. E vivê-lo com 2 meninos Jesus em casa deve ter sido a felicidade maior para todos vós. Que essa Alegria e Felicidade se prolonguem ao longo do 2016 que está a chegar, e que te traga muitos sucessos. Beijinhos da Bombom

    ResponderEliminar
  4. Anónimo18:13

    Olá Joana, não tenho 2 meninos Jesus, mas tenho a minha menina Jesus, que é a minha grande felicidade. Gosto muito de ler e imaginar a tua bela confusão familiar... talvez um dia também eu tenha essa grande e bela confusão Natalícia... Continuação de boas festas!! Bjs

    ResponderEliminar
  5. E o que é o Natal se não for para ser vivido assim mesmo? :) Natal bem feliz e harmonioso! Continuação de Boas Festas e uma Boa Entrada em 2016, com muito sucesso
    M.

    ResponderEliminar
  6. Amiga: que Deus abençoe a todos vocês. Adorei a descrição! Bjs, Beth Müller

    ResponderEliminar

Imprimir