Primeira Sopa

Este é um blogue de partilhas, não me canso de o dizer. Partilha de receitas e de vidas.
Por isso não podia deixar em branco a primeira sopa do Zé Maria. Aos 5 meses e 4 dias preparei a receita mais simples de todas, mas a que me deu o maior prazer de preparar. A primeira receita que cozinhei para o meu amor pequenino comer. É um marco para mim e para ele e achei que merecia ser partilhada. Esse momento que esperamos com um misto de ansiedade e de medo. Começar a comer sopinhas significa que está a crescer. Já não é o meu bebé pequenino que nasceu com 2630kg e 45cm. Já ri, muito. Já refila, pouco. Já espalha a água toda do banho. Já não treme de frio de cada vez que o despimos. Já dá sinal de que a fralda está suja ou que quer ir dormir.
O meu bebé pequenino já come sopa e cresce. Cresce muito todos os dias e os dias passam muito depressa e ainda ontem isto servia e hoje já não serve e o meu bebé já tem cinco meses e não tarda está a fazer um ano e onde foi parar o meu bebé pequenino…
E pode ser que um dia o Zé Maria leia isto e saiba como foi preparada com tanto amor a sua primeira sopa, e todas as sopas que se vão seguir. Uma sopa com três legumes como mandou o pediatra. Uma receita que provavelmente não serve para mais ninguém a não ser para nós, como recordação. Mas mesmo assim aqui fica. Nunca se sabe se alguma nova mãe inexperiente na cozinha lhe venha a achar alguma utilidade.

Ingredientes para 3 tacinhas (cerca de 120ml cada)

3 batatas pequeninas
1 cenoura pequena
1 curgete pequena
Azeite extra virgem q.b.

Preparação:

Lave bem os legumes, Descasque as batatas e a cenoura mas deixe a curgete com a casca. Corte todos os legumes e coloque-os numa panelinha. Junte água mas apenas até cobrir os legumes – atenção porque a sopa dos bebés deve ficar grossa com a consistência de uma papa. Leve a cozer até os legumes estarem macios.
Triture bem com a varinha mágica. Deixe arrefecer um pouco antes de regar com um fiozinho de azeite. Guarde em caixinhas herméticas no frigorífico ou congelador.

Bom Apetite!

18 comentários :

  1. Olá! Uma receita que as mamãs com bébés vão adorar! Uma boa semana para a mamã e para o Zé Maria:) Um abraço, Manuela

    ResponderEliminar
  2. Anónimo09:43

    A receita é simples, mas a sopa devia estar apetitosa, pois não sobrou nada! Joana, percebo perfeitamente a sua partilha. Também no passado dia 1 deste mês o meu pequeno Pedro comeu a primeira sopa. Igualmente um sucesso! Igualmente um momento inesquecível! Um abraço, Marta.

    ResponderEliminar
  3. Ai que saudades!
    As minhas pequenotas já estão umas crescidas!!!
    O bom desta sopa é que dá para fazer sempre! com o passar do tempo é só acrescentar um pouco de sal!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo13:22

    Olá Joana, é sempre um gosto poder ver e ler as tuas receitas sejam elas quais forem. Sempre ouvi dizer que o menos por vezes é mais, e esta é uma dessas. Um beijinho de alguém que visita o teu blog todos os dias. Angela Pereira

    ResponderEliminar
  5. Que bela partilha!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo15:49

    que delícia de post, tanto amor numa sopa tão simples :)

    ResponderEliminar
  7. Anónimo16:19

    Amoroso este post....eu já recordo com saudade esses tempos. Guardo ainda o pratinho e a primeira colher. Obrigada por partilhar.

    ResponderEliminar
  8. Um post para recordar e que me trás boas recordações da primeira sopinha das minhas crias :)

    ResponderEliminar
  9. Gosto sempre de tudo que escreve e partilha, Descobri este seu blog à pouco tempo. Hoje, fez-me lembrar tempos mais distantes, em que tive também de preparar a primeira sopinha do meu casal de gémeos. A Mariana e o Zé Pedro,hoje com 13 anos, sempre que comem sopa, dizem-me: Mãe a tua sopa está muito boa. O nosso amor para preparar qualquer coisa aos nossos filhos, é e será sempre o ingrediente especial. Parabéns e continue a ser como é. Bem haja

    ResponderEliminar
  10. Boa noite :) sou seguidora do seu blog já a bastante tempo, e tenho os seus livros todos. Desde já agradeço esta sua partilha da sua vida, que gosto de acompanhar, bem como as receitas :). Mas gostaria de dar uma sugestão para a sua pagina, que tal, algumas dicas de sopas para bebés, pois tou naquela fase de tentar engravidar e não sei fazer sopas :( e assusta-me muito a ideia, no dia que vou ter de fazer a sopa para o meu bebe como vai ser. Desde já obrigada pela atenção. Beijinhos e Parabéns

    ResponderEliminar
  11. Anónimo01:34

    Boa noite Joana!
    Sim, já a sigo à alguns anos... quando venho á net, passo sempre para ver a receita do dia! Nunca coloquei nenhum comentário e se colocasse era do tipo: adoro as suas receitas, lindas são as fotografias, a introdução das receitas é fantástica, escreve de uma maneira que toca as pessoas, é simpática, obrigado por partilhar o seu dia a dia, sigo as dicas do seu outro blog, também já faço listas para tudo, parabéns pelo seu sucesso e continue; coisas deste género :) Mas hoje também quero partilhar consigo que tenho um Manuel de 5 meses feitos ontem e que também já ando na aventura das sopas. Concordo com a leitora Ana Loureiro, o nosso amor é o ingrediente principal!!
    Continue por muitos anos! Porque este é um blog recheado de amor!

    Paula

    ResponderEliminar
  12. Este post é um mimo.... sente-se o amor, o carinho, a paixão!
    Estou deliciada!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  13. Ohhh, a primeira sopinha. É mesmo verdade: de tudo o que preparamos na cozinha, a primeira refeição sólida do nosso bebé é a mais marcante! Com os meus dois também foi assim, embora ligeiramente diferente: eu colocava abóbora e não cenoura (a cenoura prende mais os intestinos), e para além da batata punha uma cebola pequena. O resultado é o mesmo. A Sara, que já tinha começado a comer papas...detestou. O David, como começou logo com a sopa, foi mais tranquilo. Se Deus quiser, com este que ainda cá está na barriga, não vai ser muito diferente dos irmãos. É uma aventura!

    ResponderEliminar
  14. O meu filhote fez 2 anos em Janeiro, mas lembro bem a primeira sopa...uma aventura ... sopa por todo o lado! Ainda hoje, as refeições não são fáceis. Felicidades.

    ResponderEliminar
  15. Anónimo23:03

    Olá Joana.
    Adoro o seu blog e a sua partilha. O meu filho tem 3 anos e todas as sopas são especiais. Acho que as receitas para os primeiros meses (e anos) deviam ser o seu próximo projecto profissional (e pessoal, claro). Deixe-me só fazer uma pequena sugestão, acrescente o azeite só depois de aquecer as sopinhas, para que este não perca as suas propriedades durante o reaquecimento. Já imagina que as mães vão seguir à risca o que diz e é um truque que ensino sempre às mamãs da minha consulta (sou Médica de Família). Não precisa De publicar este comentário. Era só uma achega que espero que não leve a mal.
    Com os desejos de felicidades,
    Ana Belo.

    ResponderEliminar
  16. Anónimo23:20

    Olá Joana,
    que saudades das sopinhas. No caso das minhas meninas, uma adorava, era só abrir a boca, a outra detestava, eu ficava de rastos porque ela mal comia. Já vi que o seu bebé limpou a taça. Que continue a ser um bom garfo porque é um descanso...
    Beijinhos
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  17. اما با تصویب کمیسیون ماده 100 شهرداری رسیدگی به این موضوع از قوه قضایی گرفته شد و به سازمان حقوقی مستقل از شهرداری واگذار شد. همچنین تخلف ساختمانی از جرم به شبه جرم تغیر پیدا کرد. می توانید در خصوص تمامی پرونده خود، در هر زمینه ای (دعاوی خانواده همچون طلاق، دعاوی ملکی همچون تصرف عدوانی، کیفری و..) از طریق تماس تلفنی و یا مطرح کردن سوال های خود در سایت از مشاوره تلفنی و آنلاین وب سایت حقوقی مستر دادیار استفاده فرمایید.

    ResponderEliminar

Imprimir