Cavalas Alimadas


A receita é tradicional, da região do Algarve, apesar de se associar a receita de pescadores, e mais vezes feita com carapaus, embora também se encontrem algumas versões com cavala. É preparada com o peixe inteiro, sem cabeça e sem tripa, mas eu acabei por fazer com filetes de cavala porque era o que tinha disponível. O método de “alimar”, não é nada mais nada menos do que retirar a pele do peixe depois de cozinhado, e não tem nada a ver com temperos cítricos.
Come-se frio, e é um petisco delicioso que, embora simples, exige alguns dias de preparação, pois o peixe tem de ser salgado primeiro.
Espero que gostem.

Entretanto convido-vos a estarem comigo na Feira do Livro da Figueira da Foz, dia 27 de Agosto, pelas 18h. Estarei por lá para uns autógrafos e dois dedos de conversa. Apareçam!

Ingredientes para 2 pessoas como prato principal, 4 como petisco:

4 cavalas em filetes (ou carapaus, que devem usar, segundo a receita original inteiros, sem cabeça e sem tripa)
sal grosso marinho q.b.
3 dentes de alho
pimenta q.b.
1 colher de sopa de oregãos
azeite q.b.
vinagre de vinho q.b.
1/2 cebola cortada em fatias muito finas

Preparação:

Comece por salgar abundantemente os filetes  - ou os peixes inteiros sem tripa e cabeça - e tape-os com película aderente. Se usar filetes deixe ficar assim cerca de 24 horas, mas se usar o peixe inteiro, deixe cerca de 2 dias. Ao fim desse tempo o peixe estará firme - curtido pelo sal - e terá formado bastante líquido. Passe o peixe por água, para retirar o excesso de sal (pode até deixar um pouco de molho) e coza-o durante uns minutos (5 a 10 minutos) em água a ferver.
Quando o peixe estiver cozido retire-o uma taça com água fria, e comece o processo de “alimar” - retirar a pele do peixe. Com os dedos, esfregue (alime) a pele, que se vai descolando do peixe deixando os filetes limpos. Coloque-os num prato de servir. (Se sentir o peixe ainda muito salgado, deixe-o de molho até que tenham o tempero adequado).
Se quiser, separe os filetes de modo a conseguir retirar as espinhas do meio, e se usar o peixe inteiro, com a ajuda de uma pequena faca retire a espinha dorsal, e a espinha central, deixando apenas os filetes do peixe.
Tempere depois os filetes com os dentes de alho laminados finos, os oregãos, a pimenta e regue co o azeite, de modo a que todos os filetes de peixe fiquem cobertos. Junte depois dois esguichos de vinagre. Por cima disponha a cebola fininha. Deixe marinar um pouco antes de servir - é óptimo para fazer de véspera.
Acompanhe com batata cozida (no algarve também se acompanha com batata doce) e salada de tomate.

Bom Apetite!


3 comentários :

  1. Que bom,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  2. Anónimo11:13

    Estava curiosa com o que iria sair desta receita!
    Confesso que não tenho boas recordações de infância deste prato (carapaus alimados), pois foi na fase de não gostar muito de peixe cozido (e a minha mãe não usava temperos, tirando o sal).
    No entanto, o paladar muda, e estou curiosa para experimentar.
    Até parece que adivinhou que tenho carapaus em casa (comprados na praça, arranjados e congelados)! Irei dar tempo ao tempo para curtirem, de forma a fazer no fim de semana, com "vestimenta" (temperos) e acompanhamentos a rigor!
    Venham mais ideias da nossa culinária, que muitas vezes anda esquecida, no meio de tanta influência e novidade.

    Um grande beijinho,
    Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  3. vai ter que vir ao algarve para repensar essa receita
    eu , aos carapaus no máximo 8 horas de sal , senão desidrata demasiado

    ResponderEliminar

Imprimir