Enrolados de Maçã, Canela e Molho de Caramelo

Hoje o Zé Maria faz 1 mês. E tem sido um mês delicioso, maravilhoso! Tenho em casa um bebé calminho, muito bem disposto, que dorme bastante bem apesar de ter um relógio incorporado que pede para comer de 3 em 3 horas religiosamente. Um bebé que está agora ao meu lado, a dormir na sua caminha, enquanto eu aqui vos escrevo. Que vai comigo para a cozinha e que fica a olhar para todo o lado, muito atento, enquanto a mamã cozinha, e que depois adormece sereno ficando muitas vezes a cheirar a bolos ou a caril….
O meu bebé já faz um mês. Um mês que passou a correr, mas que merece ser celebrado, à volta da mesa, como todos os momentos felizes e desejados. Um momento para ser partilhado com todos aqueles que também o amam e o desejavam tanto quanto nós.
Celebramos então o primeiro mês de vida do pequeno Zé Maria com um lanche. Com chá, o bolo que a amiga Susana pintou e que era/ é lindo (tão lindo que o congelei porque não fui capaz de o abrir naquela altura!) e uns enroladinhos de maçã e canela com molho de caramelo a que não fui capaz de resistir. E que preparei enquanto o Zé Maria dormia na cozinha a meu lado. Resultado? Um bebé a cheirar a canela e açúcar e maçã, ainda mais docinho do que ele já é!
E uma receita ideal para preparar num fim-de-semana chuvoso e comer enrolada numa manta com uma chávena de chá.

Ingredientes:
(in revista Olive)

175ml de leite
1 pacotinho de levedura seca (fermipan ou vahiné)
35g de açúcar
400g de farinha
1 ovo
50g de manteiga
4 maçãs
1 limão

Manteiga de canela:
75g de manteiga
1 colher de chá de açúcar
1 colher de chá de canela

Molho de Caramelo:
50g de manteiga
2 colheres de sopa de mel
2 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 ovo
Açúcar cristal ou demerara (opcional)

Preparação:

Aqueça o leite até ficar a cerca de 37ºC e junte a levedura seca e uma colher de sopa de açúcar. Misture bem e deixe num sítio aquecido cerca de 7 minutos ou até uma espuma se começar a formar.
Peneire a farinha, junte uma pitada de sal e o açúcar. Abra uma cavidade ao meio e junte a mistura de leite e fermento, o ovo batido e a manteiga amolecida. Misture (á mão, com uma batedeira ou no robot de cozinha) até obter uma massa – se necessário acrescente um pouco mais de farinha.
Coloque depois a mistura numa superfície enfarinhada e amasse durante alguns minutos, até a massa estar elástica e sedosa. Forme uma bola e coloque numa taça. Tape com película aderente e deixe levedar cerca de 1h30m até ter dobrado de volume.
Entretanto descasque as maçãs, retire-lhes o caroço e corte-as em pedaços. Coloque-as numa panela com 1 colher de sopa de açúcar e um pouco de sumo de limão e leve ao lume, tapadas, até as maças estarem bem cozidas. Não é preciso juntar água, mas convém ir mexendo de vez em quando para não agarrar. Depois de cozidas reduza a puré com um esmagador manual ou garfo e deixe arrefecer completamente antes de usar.
Prepara a manteiga de canela misturando o açúcar a manteiga e a canela e batendo bem até obter uma mistura homogénea. Reserve.
Prepare o molho de caramelo colocando num tacho a manteiga, o mel e o açúcar amarelo e levando ao lume até derreterem. Deixe levantar fervura e ferva durante 1 minuto e retire do lume.
Forre uma forma de mola redonda com papel vegetal e espalhe o molho de caramelo na base da forma.
Entretanto coloque a massa já levedada numa superfície enfarinhada e volte a amassar ligeiramente durante uns segundos. Forme depois um retângulo com a massa com cerca de 30x50 cm e espalhe a manteiga de canela sobre a massa, e sobre esta o puré de maças. Enrole depois a massa, como se fosse uma torta, enrolando sobre os lados mais compridos e de modo a ficar com um rolo. Corte-o depois em 7 pedaços iguais.
Coloque um pedaço a meio da forma e os restantes 6 à volta como se fosse uma flor. Não se importe com os espaços entre os pedaços.
Cubra a forma com película aderente e deixe levedar num sítio quente, mais 30 a 40 minutos. (Ao fim desse tempo verá que não terá espaços entre a massa!).
Pincele os enrolados com o ovo batido e polvilhe com o açúcar cristal ou demerara.
Cozinhe durante cerca de 35 minutos em forno previamente aquecido a 180ºC até ficarem dourados e bem cozinhados.
Sirva mornos ou à temperatura ambiente.

Bom Apetite!

17 comentários :

  1. O tempo passa mesmo a correr, e eles crescem bem rápido :). Ternurento tão bom amiga. E que bela companhia que tens.

    Imagino o aroma destes enroladinhos, bjokas

    ResponderEliminar
  2. Parabéns mamã :) e beijinhos ao Zé Maria! Os rolinhos estão de fazer crescer água na boca...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo10:02

    Muitos parabéns à mamã e ao bébé :) Quanto a este receita... hmmm tenho mesmo de experimentar.

    Ana

    ResponderEliminar
  4. Muitos muitos muitos Parabéns!! Os enroladinhos devem ser muito bons, mas nada sabe mais a doce que os nossos próprios pinguins, são os nossos gurmets! Tenho dois (6 e 3 anos) e cada dia que passa estou mais apaixonada e dependente destes pequenos seres. Costumo dizer-lhes que sou a mãe com mais sorte do mundo, porque Deus escolheu e deu-me mesmo aqueles filhos que eu queria!
    é maravilhosa esta fase da vida!!!!!!
    Voltando a estas fantásticas receitas, queria apenas dizer que o jantar cá por casa anteontem foi Tabuleiro de espinafres, atum e natas! como não tinha vinagre fiz uma pequena alteração, juntei um pouco de molho de soja, e ficou muito agradável.
    Muito obrigada por diariamente me fazer "abrir o apetite" com tantas sugestões variadas/diferentes e sempre com ingredientes práticos que normalmente existem lá pela dispensa ou frigorífico! com custo baixo.
    obrigada Joana e um beijinho e,.... muita festa neste dia!!!!!

    ResponderEliminar
  5. Parabéns ao Zé Maria, mas também aos papás :)
    Andamos com as nossas publicações em sintonia, também publiquei uns enroladinhos muito parecidos com estes, mas de canela.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Muitos Parabéns a todos, e que belos rolinhos! Delícia!

    ResponderEliminar
  7. Parabéns ao pequeno Zé Maria e aos papás :) Gostei mt desta sugestão e vem a calhar neste fds chuvoso, até pq tenho aí umas mini-maçãs q me deram e ficam mt bem nesta receita :) Bjinhos e bom fds!

    ResponderEliminar
  8. mesmo bom para acompanhar o chá de fim de tarde...

    ResponderEliminar
  9. Que bela sugestão!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. O tempo passa a correr! Costumo comentar muitas vezes em tom de gozo que não tarda e já estão de malas feitas para irem "à sua vida"!
    O seu faz hoje 1 mês e o meu faz amanhã 1 ano. E parece que sai há 2 semanas da maternidade! :) Por um lado, sabe tão bem vê-los crescer! Mas por outro só apetece que o tempo pare para os podermos apreciar e admirar o máximo possível!

    Imagino que cheirem deliciosamente e que saibam ainda melhor! [tudo o que tem canela é maravilhoso! ;) ]

    Muitas felicidades para todos! E um cupcake com uma velinha de 1 mês para o ZM. :)

    ResponderEliminar
  11. Parabéns ao Zé Maria, aos seus papás e restante família! Beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Muitos parabéns!! Tudo ganha outro encanto :)

    Com tanta felicidade, só podemos ser brindados com receitas tão encantadoras como esta! Obrigada :)

    ResponderEliminar
  13. Joana,
    Muitos parabéns pelo teu Zé-Maria. Imagino a felicidade que sentes, eu não sei o que é porque não sou mãe, mas imagino......ainda não chegou a minha hora, e espero um dia ter também essa sensação boa que exprimes com tanto sentimento :)
    Um grande beijinho de alguém que te compreende tão bem e que deseja um dia poder passar pelo sentimento único...de ser mãe.
    Romã:*

    ResponderEliminar
  14. Muitos parabéns! E que receita deliciosa, muito outonal :)

    The gLiTtEr Side

    ResponderEliminar
  15. Muitos parabéns :) e a receita também parece uma delicia!

    ResponderEliminar
  16. Oi Joana, parabéns o Zé Maria pelo primeiro mes de vida.A maternidade nos traz alegrias que somente quem a sente é capaz de entender.Que ele cresça com muita saúde e continua este bebê calmo.Sua receita ficou linda e parece deliciosa.Beijos e uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  17. Anónimo14:03

    Que benção tão grande que recebeu, graças a Deus.
    Depois de tanta luta ter consigo um filho lindo, com saúde, a quem pode dar o nome do seu Avô e que enche os seus dias de esperança e alegria.
    É a maior das bençãos que se recebe.
    Eu infelizmente também lutei para ser Mãe mas não consegui, já não tenho Avós e nem a minha querida Mãe. Sempre sonhei ter uma filha para lhe dar o nome da minha Mãe mas não tive nada e nem a minha Mãe sequer tenho.
    Tenho uma vida sem futuro, sem esperança.
    Fico muito feliz por si pois foi muito abençoada, graças a Deus. Bem haja e um xi para si e para o seu menino lindo!

    ResponderEliminar

Imprimir