Curd de Maracujá


Não sou fã de maracujá, e confesso que o uso muito pouco. Mas uma pequena remessa de maracujás que vieram de casa da sogra foram o mote que eu precisava para os utilizar e lhes dar uma outra oportunidade. Posso não gostar muito de os comer ao natural, mas nada me impede de os utilizar em algumas receitas. Afinal, para quem gosta do sabor doce e ácido de framboesas e de limão, tem tudo para também gostar de maracujá.
Depois de, durante as férias, ter colocado em prática a famosa e muito apreciada tarte de maracujá da sogra, tinha chegada a altura de fazer outras coisas. Para já curd de maracujá e uma tarte de maracujá e chocolate que tem como recheio este curd e ainda a ideia de fazer um parfait ou um gelado… vamos a ver.
Para já, e como sugestão de fim de semana, a minha primeira vez com o curd de maracujá. Até eu, que não sou grande apreciadora gostei bastante. E acho que, definitivamente, já não posso dizer que não gosto de maracujá. Mas gosto mais de outros sabores!
Bom fim de semana e bons cozinhados.

Para 1 frasco de 300ml:

300g de polpa de maracujá fresco
sumo de meio limão
2 gemas + 2 ovos inteiros
150g de açúcar
75g de manteiga (ou margarina)

Preparação:
Coloque todos os ingredientes num tacho e leve a lume muito brando a cozinhar até engrossar e ficar com uma mistura opaca e homogénea. Ao início a mistura fica com um aspecto estranho, parecendo que está deslaçada, mas à medida que for cozinhado e sem parar de mexer a mistura vai-se tornando homogénea.
Guarde num frasco e deixe arrefecer completamente antes de usar.
Se não gostar de sentir as sementinhas do maracujá, coe a polpa antes de usar, de maneira a separar as sementes da restante polpa e siga com a receita de acordo com o indicado.
Poderá guardar a mistura depois de pronta no frigorífico durante algumas semanas. Se quiser guardar por mais tempo é aconselhável fazer a pasteurização, colocando o frasco (que deverá estar esterilizado antes de o encher com o curd) devidamente fechado numa panela e enchendo-a,até 3/4 do frasco, com água. Leve ao lume e conte 10 minutos assim que começar a ferver. Desligue e deixe arrefecer completamente antes de retirar o frasco com o curd da panela. Assim aguentará alguns meses.


Bom Apetite!

15 comentários :

  1. Octavio09:46

    Infelizmente, não fica um curd barato. Mas deve ser delicioso.

    Continuação de um bom trabalho (não há dia que não passe por aqui e "leve" qualquer coisa - também por isso OBRIGADO!).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Octavio,

      Realmente tem razão, isso se tivermos de comprar os maracujás. No entanto há muitas pessoas que têm pés de maracujás no jardim ou nas hortas - o que é o casos dos meus sogros - e sendo assim é uma excelente sugestão para os poder gastar. Se for para comprar não vale a pena....
      Obrigada pelas suas palavras!
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  2. Anónimo10:07

    Gosto de maracujá, apesar de não o comprar. Tem o senão de ser bastante caro, e não ser fácil de encontrar nos mercados (a não ser que sejam pequenos produtores, o que não se passa nos mercados da minha zona). Comprei dois pés de maracujá para plantar e vamos ver no que dá. Gosto da sugestão, e deve ser bastante aromática. Fiquei curiosa com a tarte de maracujá da sua sogra, a qual deve ser deliciosa. Um bom fim de semana, Sara Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sara,

      Experimente semear/pantar uns pés na sua horta ou jardim. Vou experimentas fazer o mesmo, uma vez que me disseram que é bastante fácil. Depois vou partilhando a experiência consigo.
      E a tarte de maracujá da sogra está hoje (dia 17 de Setembro) no blogue.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  3. Hmm, uma utilização interessante p este fruto q tb ñ reúne a mh simpatia :) Da próx vez q vierem parar maracujás cá a casa, em vez de irem tds p casa da mana, fico c alguns p fazer este curd :) Bjinhos e bom fds!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anjo de Mel,

      Eu também não sou grande fã, mas assim fica com um sabor diferente e é mais simples utilizar em algumas tartes e bolos.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  4. Eu simplesmente adoro maracuja! E excelente em sobremesas porque torna tudo muito equilibrado! E pode parecer caro, mas nao e.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana,
      Realmente a acidez do maracujá ajuda a equilibrar o doce excessivo de algumas sobremesas.
      Não são a coisa mais barata do mundo, mas como são normalmente muito leves, um bocadinho para fazer uma sobremesa de vez em quando também se pode comprar...
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
    2. Eu uso o maracujá para cobrir a pavlova. Ai.... nham! nham!

      Eliminar
  5. Que maximo, no fim de semana fiz uma tarte e adorei e congelei cerca de 500ml de polpa de maracujá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Márcia,

      Congelar a polpa é uma excelente forma de aproveitar e guardar a polpa dos maracujá quando estão maduros.
      E depois poderá experimentar as receitas sempre que quiser.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  6. Bom dia! Parece muito boa.

    Será que , nas receitas que já fez das duas maneiras, poderia publicar a versão tradicional e a versão Bimby? Quando for o caso? Obrigada é bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sónia,

      Obrigada.
      Não quero parecer indelicada, mas apesar de ter uma bimby, e de me ajudar em imensas coisas, este blogue nunca foi vocacionado para apresentar receitas em modo bimby e modo tradicional. Nada contra, mas a bimby veio cá para casa anos depois deste blogue já existir e não lhe quero mudar esse essência até porque existem muitos outros blogues que funcionam com a versão dos 2 métodos.
      Além disso qualquer pessoa que cozinhe habitualmente, goste e tenha uma bimby adapta facilmente qualquer outra receita ao modo bimby,.
      De qualquer forma não fiz o curd em modo bimby, até porque utilizo muito pouco a minha bimby para cozinhar. Uso muito mais como robot, nas funções de amassar, misturar, picar e processar.
      Para cozinhar é essencialmente a sopa, molho bechamel ou cozinhar a vapor.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  7. Olá, sou a Isabel e acompanho o seu blog há bastante tempo, sou aliás leitora assídua de muitos outros blogs diáriamente, e, como tal decidi criar um blog onde divulgo os blogs que acompanho, (mas apenas escritos em português) sejam de receitas, artesanato, fotografias, moda, decoração, etc.

    Faço um pequeno tópico onde convido á visita dos blogs com hiperlink bem visível, de alguns posts do dia.
    Não faço reprodução de fotos nem textos dos autores, leio e divulgo.
    (Todas as fotos publicadas no meu blog são minhas.)

    Estou em "Conchas e Búzios" (http://conchasebuzios.blogspot.pt/).

    Resta-me apenas parabenizar o seu trabalho e agradecer uma visita ao meu cantinho quando for oportuno.


    Isabel Guerreiro
    iguerreiro2002@gmail.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Isabel.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar

Imprimir