Coelho no Tacho com Legumes e Batatinhas


Cá em casa (e na casa dos meus avós e dos meus pais), sempre se comeu carne de coelho.  Ainda me lembro dos coelhos pequeninos que a minha avó Celeste colocava no chapéu para nós podermos fazer festinhas e andar com eles ao colo. (Nunca me fez “confusão” brincarmos e gostarmos dos animais que mais tarde sabíamos que nos iam calhar ao prato. É uma questão cultural.)  E a minha receita preferida de carne de coelho é sem dúvida coelho frito com arroz de forno (feito com os miúdos), receita que podem encontrar nos arquivos do blogue
Na gastronomia portuguesa a carne de coelho está bem presente, em receitas tradicionais, mas nota-se, actualmente, que o seu consumo não é regular, se compararmos com o porco, frango ou carne de vaca, cabrito ou borrego.
Talvez por isso, e porque o consumo de carne de coelho já conheceu melhores dias, há uma campanha europeia para incentivar o seu consumo. E nesse âmbito, e em parceria com a ASPOC, preparei uma receita de coelho que tanto nós como os miúdos gostámos bastante.  Aqui fica.

Ingredientes para 4 pessoas:

1 coelho partido em pedaços
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.
1 cebola
3 dentes de alho
1 pimento pequeno vermelho
1 tomate grande maduro
150ml de vinho branco 
200g de cogumelos marrons
150g de azeitonas verdes descaroçadas
500g de batatinhas novas descascadas
cebolinho fresco q.b.

Preparação:

Tempere o coelho com um pouco de sal. Leve uma caçarola ao lume com um fundo de azeite e deixe aquecer. Junte o coelho e deixe ganhar cor de ambos os lados. Junte depois a cebola picada e os dentes de alho também picados e envolve bem deixando a cebola começar a ganhar cor. Junte depois o tomate partido em pedaços, o pimento em tirinhas e tempere com um pouco de sal e pimenta. Junte o vinho branco e deixe cozinhar, tapado, em lume brando cerca de 30 minutos. Ao fim desse tempo junte os cogumelos cortados, batatinhas e as azeitonas, retifique os temperos e deixe cozinhar tapado mais 30 minutos, ou até as batatas e o coelho estarem macios e o molho espesso e apurado.
Mesmo antes de servir polvilhe com o cebolinho picado. 
Acompanhe com uma salada verde ou feijão verde cozido.


Bom Apetite!

6 comentários :

  1. Anónimo09:15

    A minha mãe quando estufava coelho, servia com fatias de pão torrado que eram "regadas" com o molho grosso e bem apurado. Huuuuummm,saudades!

    ResponderEliminar
  2. Que bom aspecto!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  3. monica12:10

    Também por causa da minha avó Lete, cá em casa consome-se muito a carne de coelho (caseiro). É a carne favorita da minha filha de 9 anos, que se lambuza a comer as patas e tanto faz ser assado como estufado!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo12:40

    Gosto muito de coelho, embora não o faça com muita frequência.
    O meu pai criava coelhos e aves para consumo, e eram muito frequentes em casa, mais do que a carne de porco ou vaca. Quando era pequena, brincava com eles, mas nunca foram considerados animal de estimação.
    O problema hoje em dia, é cultural, pois há animais de criação que estão a ser considerados como animal de estimação, além da questão do consumo de carne e produtos animais em si (vegetarianismo/veganismo).
    Apesar de se encontrar à venda em alguns supermercados e talhos, é algo que se vende em pequena quantidade, seja inteiro ou partido.
    Vamos ver de é desta que começo a consumir com maior frequência, começando com esta receita!

    Um grande beijinho,
    Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente Joana cá em casa não posso fazer Coelho, pois meu marido odeia! Mas foi um tipo de carne que me acompanhou a minha meninice e adolescência! Pratos como arroz de coelho, Coelho à caçador, coelho estufado ou atê assado no forno faziam as delícias dos jantares em casa dos meus pais!!!!
    Mas como eu agora não posso fazer coelho ( fica-se a recordação de tempos vividos ), que carne posso usar na receita apresentada?
    Bom domingo e cá espero mais receitas, mais partilhas suas !!!
    Beijinho
    Ana Rute

    ResponderEliminar
  6. A carne que mais aprecio é definitivamente a de Coelho! Para além de mais saudável, pois não tem praticamente qq gordura, é a mais saborosa, na minha opinião. Deixei de comer carnes vermelhas, mas aves e Coelho continuam a fazer parte da mh alimentação. Mas, um dia talvez deixarei de comer, se não conseguir ter acesso a criação caseira, como é acontece presentemente. Não consigo mesmo comer Coelho se ñ forem criados por alguém da nossa confiança... Para já, vou aproveitando, e esta tua receita abriu-me o apetite e a vontade de experimentar :) Bjinhos.

    ResponderEliminar

Imprimir