Pavlova com Natas e Creme de Kiwi (receita também em video)


Os kiwis não param de chegar cá a casa. Primeiro os dos pais do Paulo. Depois os dos pais do J.P. De seguida ainda foram os dos primos da Carregosa e ainda os dos pais da Joana. Ainda bem que gostamos, mas tem também sido necessário de encontrar outras formas de os consumir. Eu gosto de os comer bem madurinhos à colherada, seja ao pequeno almoço, seja depois das refeições. O Miguel come quase sempre ao pequeno almoço... Os miúdos não gostam muito, mas coloco-os nas papas caseiras e em smothies e iogurtes misturados com outras frutas.
Já os tinha usado em compotas, e ainda não os usei num bolo... Mas saíram umas belas pavlovas decoradas com um creme de kiwi, que é uma das combinações clássicas de pavlovas - com kiwi.
E como sei que muitos não se aventuram na pavlova por acharem que é demasiado complicado, nada melhor do que um video a ilustrar a receita de hoje, para vos provar como é simples e está ao alcance de todos!



Aproveito também para vos avisar de um novo workshop, já este domingo, dia 5 de Fevereiro, na Colher de Chá, em Ovar - Furadouro, pelas 10h, e com o tema de “Receitas Rápidas para todos os dias”. Para mais informações e para se inscreverem: geral@colherdecha.pt

Ingredientes para 4 pavlovas individuais :

2 claras de ovo
100g de açúcar
1 colher de chá de amido de milho (Maisena)
1 colher de chá de vinagre de vinho branco

150ml de natas batidas
morangos q.b.
3 kiwis grandes
1 lima

Preparação:

Ligue o forno e regule-o para 150ºC.
Bata as claras em castelo, mas não as deixe ficar demasiado duras. Acrescente depois o açúcar, aos poucos e poucos, batendo com a batedeira eléctrica entre cada adição de açúcar. As claras devem ficar completamente duras e muito brilhantes (Se não atingiu este ponto, nem vale a pena colocar a mistura no forno...)
Junte agora o amido de milho e o vinagre e mexa bem com uma vara de arames para envolver muito bem.
Forre um tabuleiro com papel vegetal e com a ajuda de uma colher faça 4 montinhos redondos para fazer 4 mini-pavlovas.
Coloque-as no forno e reduza-o para 120ºC. Deixe cozinhar a pavlova durante 1 hora e evite abrir a porta do forno. Ao fim desse tempo desligue o forno e deixe-a arrefecer completamente lá dentro antes de a retirar.
Descasque os kiwis. Reserve 1, cortando-o em fatias e coloque os restantes no copo da varinha mágica. Junte um pouco de sumo de lima (cerca de 1/2 lima) e triture bem com a varinha até obter uma mistura homogénea.
Cubra cada uma das pavlovas já completamente fria com as natas batidas e depois coloque o kiwi triturado com a lima. Decore com umas fatias de kiwi e folhas de hortelã.
Sirva de imediato.


Bom Apetite!

6 comentários :

  1. Que linda pavlova,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  2. Anónimo13:35

    Uma ideia bastante simpática para animar um dia murcho!
    Talvez seja desta que me aventure com a pavlova...logo que tenha claras de ovo a mais.

    Um grande beijinho,
    Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  3. Adoro pavlova. Bom aspecto.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/02/dia-um-na-cozinha-canelones-vegetarianos.html

    ResponderEliminar
  4. Confesso que não sou muito fã de kiwi mas esta ideia parece ótima para meter em prática :)

    ResponderEliminar
  5. Olá Joana. Sou uma seguidora assidua, mas nunca me dá para comentar. Acho que venho ao blog TODOS-OS-DIAS à procura de uma receita antiga ou das novidades. Vivo em Luanda e foi aqui que redescobri o prazer de cozinhar. Grandes jantaradas ou jantar de todos os dias têm tido sempre o apoio das suas receitas/dicas e sugestões. (e não imagina o sucesso que fazem). Por tudo isto, resolvi deixar aqui um agradecimento. Pela sua arte e talento e pela sua generosidade em partilhar. Sou mesmo mesmo fã. <3. Obrigada. um beijinho, Maria.

    ResponderEliminar
  6. Olá Joana. Sou um seguidora sua mas não sou muito de comentar embora venha sempre por aqui qd preciso dum conselho e um deles foi este da Pavlova que faço com muita frequencia pois é apreciada cá em casa por miudos e graudos mas há uma pergunta que gostava de clocar. A Pavlova fica por vezes na base com um bocadinho de claras Nada de especial mas sabe a razão disso? obrigada

    ResponderEliminar

Imprimir