Biryani de Borrego


Somos todos diferentes! 
Eu sou daquelas pessoas que mais do que roupa, calçado ou acessórios,  adora louça, pratos, tachos, panelas e formas de bolos. E que deseja esta ou aquela forma, faca ou tacho!
Acontece também andar a “namorar” peças mais caras à espera que fiquem em promoção e as possa comprar um bocadinho mais me conta. São uma ferramenta de tabalho, mas são também um objeto de “luxo”, que pode ser a mesma coisa que desejar uma carteira cara, ou umas sapatilhas de marca.
Há que tempos que andava a namorar uma certa caçarola... E foi só descobrir uma promoção super especial para avançar e dar uma espécie de prenda de aniversário antecipada a mim mesma! 
Claro que mal a caçarola chegou achei que tinha na minha ementa semanal o jantar ideal para a estrear. E claro, senti-me como que a usar uma maravilhosa carteira, vestido ou sapatos! (Cada um com as suas manias e desejos!)
E assim, para estrear a caçarola linda que agora faz parte da minha cozinha saiu um delicioso biryani de borrego. É isto a vida de quem gosta de tachos e panelas!

(E se forem como eu, sei que inevitavelmente vão perguntar. Portanto, a caçarola é da tupperware -  que também vende tachos - , da chef series, e se quiserem saber mais, podem passar na página do facebook minha amiga Raquel, https://www.facebook.com/caixamagicatw/  onde há mais modelos em promoção das boas!)

Calendário de Workshops:

Workshops Pop Up, no Porto, no dia 28 de Outubro pelas 15h30, também com o tema de Receitas Simples para Jantares Semanais. Para inscrições e informações em info@workshops-popup.com

Workshops Pop Up Chiado, em Lisboa, no dia 1 de Novembro, com o tema de Receitas Simples para Jantares Semanais. Para inscrições e informações em info@workshops-popup.com - ESGOTADO

Baking Day, em Coimbra, dia 12 de Novembro, pelas 10h com o tema Receitas para dar as Boas Vindas ao Outono (Comfort Food). Para inscrições e informações em bakingday@homail.com



Ingredientes para 4 pessoas

500g de borrego cortado em pequenos pedaços
2 dentes de alho
1 pedaço de gengibre fresco com cerca de 2cm
sal e pimenta q.b.
1 colher de chá de coentros em pó
1 colher de chá de curcuma (açafrão das índias)
150g de iogurte grego ou natural
1 talo de lemongrass (opcional)
azeite q.b.
1 pau de canela
3 cravinhos em grão
1 chávena de arroz basamati ou thai
1 cebola grande
passas, amêndoas e romã

Preparação:

Tempera-se o borrego com o alho picado, o gengibre picado, o lemongrass esmagado, pimenta, coentros em pó, curcuma, sal e o iogurte e mistura-se muito bem deixando repousar no mínimo 1 hora. Entretanto ferve-se o azeite com um pau de canela e os cravinhos e põe-se sobre a carne deixando repousar mais ½ hora. (Ou pode também ficar no frigorífico de um dia ara o outro)
Pica-se depois a cebola e leva-se a refogar com azeite. Junta-se a carne e todos os temperos, e deixa-se refogar uns minutos até que o borrego comece a dourar. Acrescente-se depois o arroz e a água suficiente para a cozedura (o dobro da quantidade de arroz). Rectifique de sal e assim que levantar fervura tape o tacho e deixe cozinhar em lume brabdo até o arroz estar cozido.
Depois de pronto polvilhe com as amêndoas, passas e bagos de romã e sirva de imediato.


Bom Apetite!

4 comentários :

  1. Bom dia.Onde conseguem comprar lemongrass?????

    ResponderEliminar
  2. Anónimo09:59

    Uma ideia bastante exótica, para começar o dia!
    Apesar de não ser muito apreciadora de borrego, irei experimentar com este (curiosamente, o borrego está no folheto desta semana do Pingo Doce) ou com frango/perú (de forma a agradar a todos).
    Também, tenho as minhas "pancadas" relacionadas com a cozinha, jardinagem (não posso ver plantas, bolbos, sementes), livros (culinária, viagens/guias, literatura variada) e trabalhos manuais, embora tenha que ser muitas vezes contida por falta de espaço ou de orçamento.
    Na cozinha, a "pancada" vai desde os ingredientes/especiarias fora do comum (comprados em feiras, mercados e supermercados biológicos, lojas a granel), a utensílios (estou a substituir aos poucos alguns elementos), louças (não posso ver lojas e feiras onde vendem loiças ao kilo, embora fique por algumas tigelas e pratos coloridos, que dão um toque de cor coordenados com peças básicas), electrodomésticos (há muitos numa wishlist: os para substituir, a batedeira dos meus sonhos, e um robot de cozinha potente, que são mais que um ou vários ordenados), panelas/frigideiras (só quando a carteira o permitir, pois muitos correspondem a uma boa fatia do ordenado).
    Mas a "pancada" maior tem a ver com formas de bolos e cortadores de bolachas (tenho vários, e uma "paixão" pelos moldes de Springerle).
    Entre "pancadas" e realidade, há que manter o bom senso, e ir aos poucos, consoante a disponibilidade logística (muito importante, caso contrário não há espaço para nada) e financeira (pois há prioridades, e muitos dos "sonhos", não são compatíveis com as despesas do dia-a-dia ou fixas).
    Com ou sem "pancada", irei experimentar este biryani e trazer um pouco de exotismo para casa.

    Um grande beijinho,
    Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  3. Uma amiga convidou-me para almoçar no sábado.... exactamente esta receita ;-) Estava uma maravilha, recomendo. bjs

    ResponderEliminar

Imprimir