Abóbora Recheada com Bacalhau


No cabaz aparecem agora as abóboras, as couve e espigos e as batatas doces. Já há marmelos e romãs e os primeiros diospiros devem estar a chegar.
Se antes não era grande fã de abóbora e esta servia apenas para duas ocoisas: compotas e sopa, agora dou-lhe muitas outras oportunidades: em puré para comermos com carne, por exemplo, salteada em cubinhos e em saladas, em caril, assada juntamente com outros legumes também como acompanhamento,  em puré para usar em massa de bolos, tartes, bolachas e panquecas e assim recheada, desta vez com bacalhau, numa versão mais exótica mas igualmente saborosa só para ser diferente.
A abóbora assada, principalmente as variedades manteiga (butternut) e hokkaido, são realmente muito boas, adocicadas e uma verdadeira surpresa para quem nunca experimentou! Aconselho. Podem assar a abóbora e guardar alguns dias numa caixa hermética no frigorífico. E é também deliciosa com queijo, para uma versão, sem carne nem peixe.

Tema: Receitas sem carne nem peixe para todos os dias
Porto - 27 de Outubro - 15h Workshops Pop -Up 
inscrições e informações: info@workshops-popup.com


Tema: Receitas Quentes para Dias Frios
Ovar - 28 de Outubro - 10h Colher de Chá - Furadouro
Inscrições e Informações: geral@colherdecha.pt

Ingredientes para 2 pessoas:

1 abóbora manteiga pequena
250g de migas de bacalhau demolhadas
1 cebola 
2 dentes de alho
1 folha de louro
azeite q.b.
pimenta q.b.
50ml de leite de coco
queijo ralado q.b.

Preparação:

Abra a abóbora ao meio, no sentido do comprimento e, com a ajuda de uma colher retire as sementes. Coloque a abóbora num tabuleiro, com a parte cortada virada para cima, regue com um fio de azeite e leve a assar, em forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 45 minutos, ou até a abóbora estar macia e ligeiramente dourada e tostada.
Entretanto pique a cebola e os dentes de alho e leve a refogar com um pouco de azeite juntamente com a folha de louro. Deixe alourar e junte o bacalhau. Envolva bem, deixe estufar e tempere com um pouco de pimenta e com o leite de coco.
Deixe levantar fervura.
Retire a abóbora do forno e recheie as concavidades das sementes com o bacalhau, e disponha também um pouco do mesmo sobre o resto da abóbora. Cubra com o queijo ralado.
Leve novamente ao forno aquecido a 180ºC, apenas para gratinar o queijo.
Sirva de imediato com uma salada verdes.


Bom Apetite!

3 comentários :

  1. Anónimo09:59

    Estava curiosa com esta abóbora recheada, quando a vi no Instagram, pois não é uma combinação que salte à primeira vista.
    Tal como a Joana, e tal como a maioria das pessoas (eu incluída), a ideia geral que temos para usar a abóbora é em sopas e em doces/compota, o que cria uma certa monotonia relativamente a esta.
    No entanto, o paladar muda e a vontade de variar também, e com tantas ideias dispersas pelos livros e Internet, há que sair da zona de conforto. Outro factor, é a maior variedade de abóboras disponíveis no mercado, cada uma com as suas características.
    Tenho começado a usar a abóbora em bolos (gosto de adaptar a receita do bolo de iogurte ou o de cenoura, substituindo o iogurte por puré de abóbora, e as cenouras pela abóbora) e bolachas, em purés, assada no forno, e mesmo o doce é feito em versão mais exótica com a abóbora manteiga.
    Fico com esta ideia, além daquela salada do workshop, para usar as abóboras que tenho em casa. Também, há outras ideias para testar como uns donuts de abóbora (Sweetgula), a granola de abóbora (Não acredito que é saudável), entre outras receitas de bolachas/tartes/cheesecakes/bolos doces ou salgados/salteados ou assados/crumble, que vejo pelo Instagram.
    Haja abóboras (e tempo) para todas estas ideias!

    Um grande beijinho,
    Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  2. Que óptima sugestão!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  3. Olá Joana,

    É uma ótima sugestão, que nos obriga a sair da zona de conforto no uso de certos alimentos.

    Beijinhos
    Margarida
    https://minhacasadopatio.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Imprimir