Pato Assado à Vietnamita


Os dias mais cinzentos e chuvosos da ultima semana têm feito virar mais cedo para a comida de forno, a minha tradicional “comfort food”. São estes dias que me inspiram verdadeiramente a cozinhar, que me fazem ter uma enorme vontade de me enroscar no sofá, entre livros e revistas de culinária e deixar-me envolver por todo esse espírito.
Entretanto chegou cá a casa um novo livro de comida vietnamita, oferta do querido marido, e a vontade de experimentar cada uma das receitas à medida que ia virando as páginas era imensa. Os meus olhos pararam numa receita de pato - porque tinha cá um pato e não sabia muito bem como o ir cozinhar sem ser acabar em arroz.  Entre sabores e ingredientes mais ou menos exóticos preparei a receita aldrabando as coisas de acordo com os ingredientes que tinha e que se conseguem arranjar por aqui.
No final, a ideia original foi conseguida: uma receita de conforto, forno ligado e sabores exóticos.
Para começar bem o Outono.

Ingredientes para 4 pessoas:
(adaptado de “Vietnamese Street Food” - Tracey Lister e Andreas Pohl - página 48)

1 pato
1 colher de chá de canela em pó
1 colher de chá de pimenta moída na hora
1/2 colher de chá de cravinho
1/2 colher de chá de gengibre em pó
1/2 colher de chá de erva doce
3 cm de gengibre fresco
2 colheres de sopa de molho de peixe (fish sauce)
1 colher de sopa de óleo de sésamo tostado
1 colher de sopa de mel
2 colheres de chá de molho de soja
6 dentes de alho picados
1 malagueta tipo “Chilli”
1 raminho de coentros frescos
sal q.b.


Preparação:

Lave o pato e seque-o bem com papel de cozinha. Cuidadosamente separe a pele do pato da carne sem a rasgar.
Numa taça misture a canela com a pimenta, o cravinho, o gengibre em pó, a erva doce. Junte o gengibre ralado e esfregue bem esta mistura na carne do pato, por debaixo da pele, e dentro da cavidade.
Coloque o pato no frigorífico durante a noite.
No dia seguinte misture o molho de peixe, o óleo de sésamo, o mel e a molho de soja. e verta esta mistura sobre a pele do pato e dentro da cavidade. Dentro do pato coloque ainda a malagueta aberta ao meio, os dentes de alho e os coentros.
Coloque o pato numa assadeira e leve a assar em forno previamente aquecido a 200ºC durante 30 minutos, regando-o com o molho que se vai formando. Vire o pato e cozinhe-o por mais 30 minutos.
Reduza depois a temperatura do forno para os 180ºC, volte a virar o pato e asse por mais 20 minutos ou até o pato estar bem assado.
Sirva o pato partido em pedaços com arroz branco soltinho e acelgas ou espinafres salteados.


Bom Apetite!

10 comentários :

  1. Olá bom dia, esta é uma óptima ideia, por aqui o frio já se faz sentir bastante, e esta é sem duvida uma óptima ideia para cozinhar, tem muito bom aspecto.
    Vou experimentar!:))
    Beijinhos, e um óptimo dia !:)
    http://cozinha100maneiras.blogspot.de/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel,
      Quando está frio, nada melhor do que comidas de forno, não acha?
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  2. Tem um aspecto delicioso. Adoro estas receitas e sabores mais exóticos, bem ao gosto do meu paladar.

    sentateeprova.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também sou fã de comidas exóticas.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  3. Que bom aspeto!
    Adoro pato :)

    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Belicious,

      Obrigada!
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  4. oliana23:45

    Ola Joana, desde ja lhe digo nao ha dia que nao visite a sua pagina...para nao dizer as receitas todas que ja experimentei e com sucesso nomeadamente o chutney pessego com malagueta ( sim os nossos primeiros pessegos do quintal)...a inspiracao vai chegar...calma

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada Oliana.
      E eu que nem me lembro de fazer essa receita!

      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  5. vera17:32

    O pato não está todo queimado?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vera,

      Não é queimado. O tom escuro que lhe aprece queimado é por causa do uso do molho de soja e do mel. O molho de soja é escuro e dá sempre esta tonalidade aos alimentos, e o mel, como carameliza ao cozinhar ajudar a que o tom fique quase preto.

      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar

Imprimir