Feijão à Indiana com Curcuma e Leite de Coco


Gosto muito de comida tradicional portuguesa. Mas, a par da nossa comida, sou uma apaixonada por comida oriental, desde a indiana à Japonesa, tailandesa, e vietnamita (pelo menos das coisas que ja provei). E confesso que me atrai muito mais do que a cozinha italiana ou francesa...
Talvez por isso nesta minha cozinha saiam tantas coisas com especiarias e de sabores um bocadinho diferentes, porque é uma pena comemos sempre as mesmas coisas, quando há um mundo de sabores a descobrir. E depois, tive a sorte de ir parar a uma familia Goesa, e portanto, esta minha paixão por estes sabores ainda se desenvolveu mais, e tenho o privilégio de saber algumas receitas e alguns segredos.
Esta receita de feijão, nasce de uma receita da avó do Miguel, tradicionalmente feita com lentilha coral  - o dalh - mas desta vez utilizei uma espécie de feijão azuki ou feijão preto, que comprei num supermercado Indiano do Martim Moniz, para recriar a mesma receita.
E ficou delicioso.
Maravilhoso para uma refeição sem carne nem peixe, ou como acompanhamento.

Próximos Workshops:

 “Receitas Simples e Deliciosas para Dias de Primavera”

LISBOA - 25 de Maio: Workshops Pop Up Chiado, 11h30 - (INSCRIÇÕES AQUI)

“Mesas para Refeições ao Ar Livre “

LISBOA - 1 de Junho: Workshops Pop Up Chiado, 11h30 - (INSCRIÇÕES AQUI)

PORTO - 16 de Junho: Workshops Pop Up Porto, 11h30

OVAR - Furadouro - 30 de Junho: Colher de Chá, 10h - inscrições em geral@colherdecha.pt

Ingredientes:

400g de feijão preto ou azuki cozido
1 cebola grande
1 colher de sopa bem cheia de curcuma (açafrão das índias)
sal q.b.
azeite q.b.
piri piri q.b.
coentros frescos picados
300ml de leite de coco (de lata)

Preparação:

Pique finamente a cebola e leve-a a refogar com um pouco de azeite. Junte depois a curcuma e o piri-piri a gosto e deixe cozinhar em lume brando e sem parar de mexer durante cerca de 5 minutos.
Acrescente depois o feijão escorrido e envolva bem no refogado. Acrescente o leite de coco e deixe cozinhar, cerca de 20 minutos em lume brando, mexendo de vez em quando.
Retifique de sal e piri piri.
Acompanhe com arroz basmati e polvilhe com os coentros frescos antes de servir.

Bom Apetite!


5 comentários :

  1. Anónimo11:35

    É curioso como um singelo ingrediente, o feijão (com as suas variedades), "transforma-se" consoante os países (ex: chili, feijoada à brasileira, feijoada à transontana, cassoulet, baked beans, etc).
    Gosto desta ideia para o feijão (ou outras leguminosas), pois é uma forma de variar a sua preparação para além do tradicional, e incentivar mais o seu consumo.
    A mononotia instala-se muitas vezes por causa da "reticência" a ideias/paladares novos, por causa dos "esquisitos de serviço" que condicionam a tentativa de variar um pouco as coisas.
    Há um mundo inteiro para descobrir em termos de aromas e sabores, sendo um pouco redutor estarmos limitados aos sabores tradicionais.
    Fico com a sugestão para um destes dias, pois o feijão é uma leguminosa apreciada em casa.

    Um grande beijinho,
    Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  2. Que excelente sugestão!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  3. Que bela sugestão! Hei de fazer! Bjinhos.

    ResponderEliminar
  4. É curioso como um ingrediente tem muito, muito sabor com no rosto de meu pai desempregado agora em portugal. Sim, muitos, muitos desempregados agora, muitas sopas dos pobres tambem. Muita trsiteza em nosso povo tugalandia agora. Que pensam nossas pessoas agora?

    ResponderEliminar

Imprimir