Tacinhas de Bacalhau com Batata Doce e Natas


Regressar à nosso cozinha depois das férias é algo que adoro. Normalmente venho com mais inspiração e com mais vontade de cozinhar. Este ano isso não tem sido totalmente verdade. Ando ainda com pouca vontade de cozinhar - ou com dias sem grande vontade - e da cozinha saem coisas demasiado banais, mas que vão cumprindo o propósito de nos alimentar de forma equilibrada a todos.
Esta foi uma dessas refeições, que saiu com ingredientes banais, e para gastar um pacote de natas comprado com outro propósito, mas cuja validade estava mesmo no limite.
À espera que a verdadeira inspiração culinária venha, umas tacinhas de bacalhau que até ficaram bastante simpáticas! 

Ingredientes para 4 pessoas:

400g de bacalhau demolhado e desfiado
1 cebola
2 dentes de alho
1 alho francês pequeno
azeite q.b.
sal e pimenta q.b.
1 folha de louro
4 batatas doce médias
250ml de natas
queijo ralado q.b.

Preparação:

Descasque a cebola e corte-a em meias luas. Descasque os dentes de alho e pique-os finamente. Corte o alho francês em rodelas e lave-o bem para libertar todas as impurezas.
Leve um tacho ao lume com azeite e deixe aquecer. Junte a cebola, o alho e o alho francês e deixe refogar um pouco. Acrescente a folha de louro e deixe cozinhar um pouco até a cebola começar a ficar translúcida.
Junte depois o bacalhau e deixe refogar até estar cozinhado. Retifique de sal e pimenta.
Entretanto descasque as batatas e corte-as em cubos.
Leve-as a cozer até que fiquem macias e escorra-as bem.
Envolva depois as batatas à mistura de bacalhau e acrescente também metade das natas.
Divida a mistura pro quatro tacinhas que possam ir ao forno e regue com as restantes natas, polvilhando com um pouco de queijo ralado.
Leve ao forno previamente aquecido a 180ºC, até que fique dourado.
Sirva com uma salada.


Bom Apetite!

6 comentários :

  1. Oh... tudo normal com a chegada do setembro... as férias por vezes têm esse efeito. Adorei a sugestão do bacalhau. Bj

    ResponderEliminar
  2. Tu mesmo com pouca vontade, fazes um brilharete com coisas 'banais' :) Parece-me uma delícia! Bjinhos. P.S. - ñ és só tu a ter pouca vontade... eu tb estava cheia de planos e ideias p colocar em prática este mês e ñ fiz quase nada...

    ResponderEliminar
  3. Deve ser delicioso! Obrigada pela partilha!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Anónimo15:14

    Joana, as receitas apresentadas não têm nada de banal!
    São receitas práticas, fáceis de executar, adequados ao nossos dias agitados, que podem ser adaptadas ao que temos em casa, e fazem um brilharete (não é necessário complicar as coisas).
    Também tenho muitos dias assim, muitas vezes completamente "desinspirados". Nestes dias a anteceder as férias, a operação "limpeza ao frigorífico/congelador" tem-se socorrido de algumas ideias apresentadas.
    Não se preocupe com a inspiração, pois esta muitas vezes pode surgir do nada. Pode ser um cheiro (erva, especiaria), uma fruta ou legume, uma carne ou peixe, ou mesmo uma recordação (família, viagem, uma recordação de infância, etc) a dar o mote para a "avalanche" de ideias.
    Um grande beijinho, Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  5. Anónimo11:05

    Experimentei ontem mesmo e ficou delicioso! Obrigada!

    ResponderEliminar
  6. Uma pergunta, a receita é semelhante à do "bacalhau à conde da guarda"? Excepto o alho francês...

    ResponderEliminar

Imprimir