Pataniscas de Salmão e Alho Francês e Arroz de Espigos Aldrabado


É algo que aprendi com a minha mãe. Há um dia por semana em que todas as caixinhas com sobras que habitam o frigorífico saem cá para fora. Em casa dos meus pais, é dia de comer acepites variados, de cada um escolher e comer a sua sobra favorita. Em minha casa faço algo parecido, mas normalmente dou-lhe uma roupagem nova.
Neste último dia de “limpeza” ao frigorífico havia um resto de salmão - 1 posta inteira - e sobras de arroz. Havia na gaveta dos legumes um pequeno alho francês solitário e um restinho de espigos. Estava dado o mote para o jantar. O que não daria para dois, acabou por dar para 2 adultos e 2 pequenos. E foi um jantar muito elogiado. Por mais que cozinhe, por mais receitas novas que teste, acho que das coisas que mais gosto é mesmo “inventar2 com o que vive no frigorífico evitando assim todo e qualquer desperdício.

Ingredientes:

1 posta de salmão
1 alho francês
4 colheres de sopa de farinha de trigo
1 ovo
150ml de leite
sal e pimenta q.b.

1 taça de sobras de arroz branco
1 mão cheia de espigos de couve
1 cebola pequena
1 dente de alho
1 folha de louro
azeite q.b.

Preparação:

Para as pataniscas. Limpe a posta de salmão de peles e espinhas. Numa taça coloque a farinha, o ovo e o leite. Tempere com sal e pimenta a gosto e acrescente o salmão desfeito em lascas e o alho francês cortado em rodelas fininhas e previamente lavado. Envolva bem.
Frite depois em azeite ou óleo vegetal colheradas de massa. Deixe alourar de um dos lados antes de virar e deixar cozinhar do outro lado. Escorra sobre papel absorvente antes de servir.
Para o arroz de espigos aldrabados. Coza os espigos em água a ferver temperada de sal. Assim que os espigos estiverem cozidos escorra-os e guarde um pouco da água de cozedura.
Entretanto pique a cebola e o dente de alho e leve a alourar num tacho, juntamente com um pouco de azeite e a folha de louro. Acrescente depois os espigos já cozidos e escorridos e o arroz. Envolva bem e solte o arroz com um pouco da água de cozedura dos espigos.
Sirva o arroz com as pataniscas de salmão e alho francês.


Bom Apetite!

Bolachas de Cacau Recheadas (receita também em video)


Chegou dezembro. Chegou o melhor mês do ano. Chegou o Natal!
E quando dezembro começa, já vai sendo habito por aqui uma receitas de bolachinhas. Desta vez com cacau, deliciosas e muito simples de preparar. Para fazer com os mais pequenos no primeiro fim de semana de dezembro e, quem sabe, torná-las num delicioso presente de comer. Ou simplesmente para saborear em família, a ver um filme de natal no sofá, com um mantinha pelas pernas e uma chávena de chocolate quente nas mãos.
Seja como for, aqui fica a sugestão. Podem fazê-las de todas as formas que desejarem. Podem deixá-las simples, podem seguir a sugestão de hoje e rechear com uma compota à vossa escolha, ou decorá-las com chocolate, pasta de açúcar ou um glaçê.
Numa bolacha mil combinações diferentes!
Um feliz início de dezembro para todos! 



Ingredientes para 10 bolachas duplas (e as estrelas mais pequenas)

300g de farinha
1 colher de sobremesa de cacau cru em pó
150g de manteiga
100g de açúcar
1 ovo
10 colheres de sobremesa de compota de alperce ou outra a gosto

Preparação:
No robot de cozinha coloque a manteiga, a farinha, o cacau, o ovo e o açúcar e triture até todos os ingredientes estarem misturados e parecerem uma areia grossa. Retire do robot de cozinha e acabe de amassar à mão até a massa estar bem ligada.
Com o rolo de cozinha estique a massa até ter cerca de 0,5cm de espessura e com um cortador redondo com cerca de 6cm de diâmetro corte 20 rodelas de massa. Em dez dessas rodelas corte, com um cortador em forma de estrela, as estrelas ao centro das bolachas e, se sobrar massa aproveite fazendo mais bolachinhas em forma de estrela.
Leve as bolachas todas ao forno pré aquecido a 180ºC, num tabuleiro previamente forrado com papel vegetal, durante cerca de 10 minutos.
Retire as bolachas e deixe arrefecer bem. Coloque uma colher de doce de framboesa em cada uma das 10 bolachas redondas e cubra com a bolacha com a abertura em forma de estrela. Polvilhe com açúcar em pó.


Bom Apetite!

Batata Doce, Cogumelos e Ovo


Há dias, em que os finais de tarde são uma aventura! Depois de ir buscar o Zé à escola voltamos os 3 para casa. É normalmente o tempo de estar a brincar com eles, de ler histórias, de fazer corridas de carros, de ver os desenhos animados preferidos...Normalmente a coisa consegue passar-se com relativa calma e eu acabo a conseguir também fazer o jantar - se já não o tiver adiantado....
Mas há outros dias em que é só birras, choro por tudo e mais alguma coisa, e só querem estar agarrados a mim. E quando assim é, muitas vezes tem de ser. Faz parte. Esqueço que estou atrasada para o jantar e espero que o pai chegue a casa. Só depois, e com outro adulto para dividir a atenção, mas mesma assim muitas vezes com o António agarrado a mim como uma “lapa”, lá começo a fazer o jantar.... E às vezes, porque o que eu tinha programado já não vai muito a tempo, saem coisas destas que até nos sabem muito bem.
Uma refeição sem carne, nem peixe e com sabor a feriado!

Ingredientes para 2 pessoas:

2 batatas doces (tamanho médio)
8 cogumelos castanhos
1 cebola pequena
1 folha de louro
1 colher de sopa de polpa de tomate
sal e pimenta q.b.
1 dente de alho
azeite q.b.
2 ovos
50g de queijo da ilha ralado q.b.
coentros frescos q.b.

Preparação:

Descasque as batatas e corte-as em palitos. Leve-as depois ao forno, regadas com um pouco de azeite, ou frite-as.
Entretanto corte a cebola em meias luas e lamine os cogumelos. Leve uma frigideira ao lume com um pouco de azeite e acrescente a folha de louro e o dente de alho laminado. Deixe começar a fritar e acrescente depois a cebola e os cogumelos. Deixe cozinhar em lume brando, até os cogumelos começarem a querer ficar murchos e junte depois um pouco de coentros frescos picados, a polpa de tomate e tempere com sal e pimenta a gosto. 
Cozinhe os ovos num frigideira anti aderente com um fio de azeite - como se estivesse a estrelar sem gordura.
Num prato coloque no fundo as batatas. Por cima disponha a mistura de cogumelos e por cima destes o queijo ralado. Termine com o ovo e com um pouco de coentros frescos picados.


Bom Apetite!

Lacinhos com Salmão e Legumes


Estamos prestes a entrar no meu mês favorito. Por aqui já se fez a árvore de natal. Este ano um bocadinho mais cedo do que o habitual, mas o workshop de dia 1 de Dezembro no Porto, e um Zé Maria sempre a pergunta quando é que tinha uma árvore, levou-nos a preparar este anos as coisas mais cedo. Escolhemos o primeiro domingo do advento, para iniciar esta prepação para o natal e assim tirar a tarde para acender a lareira, ouvir o Bubblé, e decorarmos a nossa árvore com os pequenos. Agora estou ansiosa por começar as actividades do advento com o Zé Maria. E de ver como é que ele vai reagir às pequenas coisas que temos preparadas para ele.
Entretanto cá em casa continuamos todos com tosse e narizes entupidos, fruto da época. Eu que andei durante meses a pedir o tempo frio, levei logo com uma constipação que é para ver se para a próxima apanho juízo!
Entre a aproximação do natal, e a tosse lá se vai fazendo o jantar! E de preferÊncia um que agrade aos mais velhos e aos mais novos!
Salmão, massa e legumes, dificilmente tem alguma coisa que enganar!

Ingredientes para 3 pessoas:

2 lombinhos de salmão
200g de massa de lacinhos
1 alho francês
1 cenoura grande
100g de brócolos
azeite q.b.
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Leve um tacho ao lume com água temperada de sal (se tiver sobras de caldo de peixe caseiro, use-o em vez de apenas água). Quando levantar fervura coloque os lombinhos de peixe e deixe cozinhar apenas alguns minutos. Retire-os e deixe arrefecer desfazendo-os em lascas. Na mesma água coloque os lacinhos e os brocolos arranjados e deixe cozinhar até que a massa esteja a al dente.
Entretanto corte o alho francês em rodelas finas e a cenoura em juliana ou ralada. Leve uma frigideira ao lume com um pouco de azeite e refogue o alho francês e a cenoura até que estejam macios. Tempere com um pouco de sal e de pimenta e acrescente depois as lascas de salmão. Assim que a massa esteja cozinhada escorra-a, assim como os brócolos e junte-as à mistura de salmão. Envolva bem e sirva de imediato!

Bom Apetite!


Bolo de Cenoura e Nozes


Há dias que não são, de todo, fáceis! Este foi um daqueles fins de semana....
O final da semana começou com o António e o Miguel, doentes. Febre, tosse, espiros e dores de corpo. Eu o Zé pareciamos ter escapado... Mas no sábado, ao acordar, o meu corpo começou a dar sinal de que eu já não estava bem. Mesmo assim pus-me ao caminho e fui para Ovar, para mais um maravilhoso worrkshop na Colher de Chá. Correu tudo muito bem, pessoas fantásticas, ambiente super descontraído, mas ao vir para Coimbra, o meu corpo começou realmente a manifestar-se. Cheguei a casa e não me sentia nada bem. Jantar de amigos marcado, naquele nosso regime de desenrascarmos qualquer coisas todos juntos. Estava mais ou menos, mas para o final do jantar começo mesmo a ficar pior. Febre, imensas dores no corpo, e uma tosse horrível..
Nem vos digo que passei uma noite péssima. Mas pronto!
Por enquanto parece que o Zé escapou deste vírus que nos atacou a todos, mas não sei se por muito tempo...
Domingo já me sentia um pouco melhor, e, apesar de tudo lá fizemos a nossa árvore de natal e decoramos a casa. 
No meio disto tudo, na sexta ao final do dia, apesar de já não me sentir a 100% ainda fiz um bolo de cenoura e nozes que no sábado acabou por ser a nossa sobremesa. Foi um bolo muito apreciado. Uma textura muito húmida, quase enqueijado, e realmente saboroso. De tal maneira que nem sobrou quase nada.
Deixo-vos a receita do bolo nesta segunda feira em que ainda me sinto em recuperação!

Ingredientes:
(adaptado de “The new easy - Donna Hay, página 151)

400g de cenouras descascadas e cortadas em pedaços
120g de nozes
175g de açúcar amarelo
100g de açúcar 
225g de farinha
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de fermento em pó
2 colheres de chá de canela
125ml de óleo de girassol
70g de iogurte natural
2 ovos
1 colher de sobremesa de extrato de baunilha

Preparação:

Coloque a cenoura e as nozes num processador de alimentos/robot de cozinha, e triture até estarem bem picados. Adicione depois todos os restantes ingredientes e triture até estarem bem ligados e misturados de forma homogénea.
Unte bem uma forma (22cm) e, se necessário forre-a com papel vegetal, e coloque aí a mistura. Leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 1 hora, ou até o bolo estar cozido.
Deixe arrefecer antes de desenformar.


Bom Apetite!

Tarte de Chocolate com Curd de Laranja e Framboesas


Há já algum tempo que isto não me acontecia... Sonhar com uma sobremesa ou com uma combinação de sabores para uma sobremesa. Talvez tenha acontecido porque me deitei a pensar sobre qual a sobremesa que iria fazer para um jantar que tinha no dia seguinte. E entretanto sonhei com laranja e chocolate em forma de uma tarte.
E assim fiz. Uma base de chocolate amanteigada e um creme de laranja no interior. Pelo meio algumas framboesas apenas porque sim, e porque no geral tudo combinou lindamente.
Depois de um jantar de pizzas caseiras, com castanhas e tudo, não houve muita barriga para a tarte. Mas quem depois teve a sorte de a comer no dia seguinte adorou! E pediu receita.
Ainda bem que não tenho só sonhos completamente disparatados, com presidentes e personagens de livro, a discutirem acerca de series de televisão no quintal dos meus avós... 
Às vezes ainda consigo sonhar algo que se aproveite! 
E sendo hoje sexta feira, nada melhor do que preparar uma sobremesa para o fim de semana. Por aqui está tudo a postos para um bolo de cenoura com cobertura de queijo creme.
E por aí?

Dia 1 de Dezembro no Porto, aos Workshops Pop-up, das 15h às 18h para fazermos “Presentes de Comer”. Para se inscreverem e para outras informações info@workshops-popup.com

Ingredientes para a massa de tarte de chocolate:
150g de manteiga à temperatura ambiente
100g de açúcar
35g de cacau em pó
225g de farinha
1 ovo

Ingredientes para o Curd de Laranja:
Sumo e raspa de 1 laranja
4 gemas
100g de manteiga à temperatura ambiente
125g de açúcar

Framboesas frescas ou congeladas q.b.

Preparação:

Comece por preparar a massa da tarte. No robot de cozinha coloque todos os ingredientes e triture até obter uma massa homogénea. Forre depois uma tarteira com a massa preparada e leve ao frigorífico cerca de 30 minutos para que fique firme.
Com um garfo pique a massa e leve a cozinhar em forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 15 minutos. Retire e deixe arrefecer completamente antes de desenformar e de rechear.
Prepare a gora o curd de laranja: num tacho coloque o açúcar, a raspa e o sumo da laranja e a manteiga partida em pedaços pequenos.
Leve o tacho a lume brando, mexendo bem até a manteiga e o açúcar estarem derretidos.
Entretanto bata as gemas e junte-as à mistura anterior. Em lume brando e sem parar de mexer, vá mexendo até a mistura engrossar e cobrir as costas da colher.
Retire do lume e coloque o curd numa taça até que arrefeça completamente. (pode também ser feito de véspera)
Assim que a base da tarte estiver completamente fria desenforme-a e coloque-a no prato de servir. No fundo da tarte coloque as framboesas frescas ou previamente descongeladas e cubra tudo com o curd de laranja. 
Decore a gosto com raspa de chocolate e folhas de hortelã.


Bom Apetite!

Empadão de Bacalhau com Batata Doce e Espinafres (receita também em video)


Nem acredito que para a semana já é Dezembro! 
Portanto começam a ser importantes as sugestões para a ementa de natal, ou do período de natal! E claro que natal rima com bacalhau, e ele faz parte da nossa mesa - seja na versão mais tradicional - ou em qualquer outra.
Talvez por isso faça sentido uma versão de bacalhau diferente, num empadão com batata doce e espinafres, numa receita que fazemos várias vezes aqui por casa e uma combinação de que eu gosto bastante - batata doce e bacalhau!
Mais uma vez, há também um video para que possam perceber ainda melhor a simplicidade desta receita. Espero que gostem.

Este sábado, dia 26 de Novembro, das 10h âs 13h,  vou estar na Colher de Chá, em Ovar - Furadouro, para um workshop, das 10h às 13h e com o tema de "Receitas para mesas de Festa". Inscrições e informações em geral@colherdecha.pt.
Dia 1 de Dezembro no Porto, aos Workshops Pop-up, das 15h às 18h para fazermos “Presentes de Comer”. Para se inscreverem e para outras informações info@workshops-popup.com



Ingredientes:

500gr de migas de bacalhau demolhadas
4 batatas doces médias
100ml de leite
1 cebola
2 dentes de alho
200gr de espinafres 
azeite q.b.
sal e pimenta q.b.
1 folha de louro

Preparação:

Comece por preparar o refogado para o bacalhau. Pique a cebola, e leve-a a alourar no azeite juntamente com a folha de louro e os dentes de alhos esmagados. Assim que a cebola começar a ficar loura, junte o bacalhau escorrido tempere de sal e pimenta e deixe cozinhar, envolvendo bem.Assim  que o bacalhau estiver cozinhado adicione os espinafres envolvendo bem até que murchem e rectifique de sal e pimenta.
Entretanto descasque as batatas e leve-as a cozer partidas em pedaços em água temperada de sal.
Assim que as batatas estiverem cozidas reduza-as a puré e junte-lhe o leite e uma colher de sopa de azeite. Envolva bem e tempere com um pouco de pimenta. 
Para montar o empadão coloque a mistura de bacalhau e espinafres no fundo do pirex  e cubra tudo com o puré.
Leve a forno quente (200ºC) até ficar com uma crosta dourada.
Sirva com uma salada verde.


Bom Apetite!

Imprimir