quinta-feira, Julho 12, 2012

Tentáculos de Pota no Forno à Lagareiro


Ninguém é perfeito e todos temos telhados de vidros. Antes de abrirmos a boca para emitir uma opinião é preciso parar para pensarmos no que vamos dizer. Primeiro porque todos nós estamos sujeitos a ser criticados. E depois porque a maneira como emitimos a nossa opinião, ou seja a maneira como falamos, pode ser determinante no modo como a mensagem passa. Claro que ninguém gosta de ser criticado, mesmo quando há razões para isso. Pior é quando essa critica em vez de ser dita de maneira construtiva e de nos ajudar a melhorar é dita de maneira destrutiva, quase a roçar a humilhação e com um quê de má criação.
Eu não sou perfeita nem acho que estou livre de criticas. Também critico e opino. Mas digo o que tenho a dizer de forma a não ferir as pessoas, de modo a que a minha critica e opinião possa ser uma ajuda ou um incentivo a melhorar. E quantas e quantas vezes calei opiniões apenas porque não era o local ou o momento para as emitir ou apenas porque a pessoa não merecia a minha critica. Pena que algumas pessoas, debaixo de uma aura de superioridade desconhecida até então e com a desculpa de serem assim não saibam os limites do que deve ou não ser dito. É uma pena, porque todos  temos telhados de vidro, é normal de algum dia eles se partam.
E como este é um blogue de receitas, uma receita de tentáculos de pota à lagareiro que foram um almoço que me soube muito bem!

Ingredientes para 2 pessoas:

400g de tentáculos de pota
3 cebolas pequenas
4 dentes de alho grandes
8 batatas pequenas
1 malagueta seca (opcional)
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.
salsa picada q.b.

Preparação:

Coza os tentáculos de pota em água com um pouco de sal e uma cebola inteira cerca de 1 hora ou até a pota estar macia. Coza também as batatas com pele em água temperada de sal até ficarem macias.
Coloque depois os tentáculos num tabuleiro que posso ir ao forno e acrescente do dentes de alho laminados, duas cebolas cortadas em quartos, a malagueta. Polvilhe as cebolas com um pouco de sal, tempere com pimenta moída na hora e regue generosamente com azeite.  Escorra as batatas e dê-lhes um murro leve, de modo a que abram e coloque-as também no tabuleiro. Leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante 30 minutos ou até as cebolas estarem douradas.
Antes de servir polvilhe com salsa picada.

Bom Apetite!

14 comentários:

  1. Concordo plenamente com o texto,também penso assim.
    Aprecio estes molúsculos, de sabor muito agradável, fácil preparação, muito boa receita.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderEliminar
  2. É o meu prato preferido!!! que fome!!

    ResponderEliminar
  3. Faço muito vez, por ser mais em conta e porque é delicioso.
    Bjkas

    ResponderEliminar
  4. Já dizia a minha avó: "-Se não tiveres nada de bom para dizer sobre alguém, mais vale estares calada!"... E mai nada! ;)
    E esta receita está com um aspecto divinal!
    Bjinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cristina14:01

      E mai nadinha mesmo!!

      Eliminar
  5. Anónimo12:15

    Vozes de burro não chegam ao céu... velho ditado português e que se aplica muito bem a certos "criticos" .. Continue o seu bom trabalho! :D

    ResponderEliminar
  6. Cristina14:04

    Nunca experimentei com a cebola; um ingrediente a adicionar na próxima vez que cozinhar esta receita deliciosa!

    ResponderEliminar
  7. Boa reflexão; quem geralmente mais critica é quem tem mais telhados de vidro. Assim passam por falsos moralistas...
    Não gosto de pota mas quem sabe com lulas...

    ResponderEliminar
  8. Maria João Almeida17:49

    Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe Maria João que sem querer removi o seu comentário...
      De qualquer maneira aqui fica a minha resposta. Eu congele as courgettes - que depois apenas uso para o puré da sopa - aos cubinhos, com ou sem casca, consoante o gosto. Assim é só colocar na panela, mesmo congelada para fazer o puré.
      Basta lavar bem e escorrer, cortar em pedacinhos e colocar nos sacos de congelação bem fechados. Mais simples é impossível.
      Espero ter ajudado,
      Joana

      Eliminar
  9. bem Joana, este prato vinha com uma entrada "estranha" :) :)

    que os nossos telhados de vidro tb deixem entrar solinho.

    bjocas

    ResponderEliminar
  10. Já fiz!!! Não é bom... é melhor!!! Obrigada (armada em fina só fazia isto com polvo...)

    ResponderEliminar
  11. ha de tudo na vida so e pena que as pessoas so sabem ver os defeitos dos outros e nao veem os deles esta receita e boa mas mesmo boa bjs

    ResponderEliminar

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin