Espetadas de Porco (como se fazem cá por casa)


Coisas simples de todos os dias. Como estas espetadas que nem merecem ter lugar no blogue. Mas têm, porque a vida de todos os dias tem espetadas para o jantar, manhãs de fim de semana em pijama, óculos e cabelo sujo. A vida de todos os dias têm jantares preparados com o repertório de sempre, os clássicos de “família”, mesa posta enquanto se vigiam as panelas e se deita um olho aos filhos.
A vida de todos os dias, não é sempre “especial”. Às vezes é só uma vida normal e igual a todas as outras com louça por lavar na pia da cozinha, roupa por passar, brinquedos espalhados, contas para pagar, cozinha para arrumar e espetadas para jantar.
Não há quem não saiba fazer espetadas. Estas são iguais a todas as outras. Simples e para todos os dias. Como se fazem em todas as casas.
Hoje há espetadas. Demasiado simples? Demasiado banal? E porque não? Há ou não lugar nos blogues de culinária para o repertório clássico de todas as casas? Qual a vossa opinião?

Ingredientes para 2 pessoas (cerca de 4 espetadas):

300g de carne de porco (usei pá) em cubinhos
1/2 chouriço de carne
1 pimento verde
1 cebola roxa pequena
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.
1 colher de sobremesa de massa de pimentão

Preparação:

Tempere a carne de porco com um pouco de sal, pimenta e a massa de pimentão.
Corte o pimento em cubos, a cebola em meias luas e o chouriço em rodelas.
Alternadamente coloque pedaços de carne, pimento, cebola e chouriço em espetos de bambu.
Coloque um fio de azeite sobre as espetadas e leve-as a grelhar num grelhado previamente aquecido até que fiquem bem cozinhadas.
Sirva as espetadas com arroz branco e uma salada verde.


Bom Apetite!

22 comentários :

  1. Sem dúvida que há lugar para as coisas 'banais' em blogues e livros de cozinha. E quando duvido de alguma receita, se a hei-de publicar ou não, lembro-me de algumas que leio em livros de cozinheiros como o Jamie Oliver e a Nigella Lawson, simples e do dia-a-dia.
    Às vezes, 'less is more' :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria,
      É mesmo isso. E hoje foi mesmo dia de uma receita "less is more"!

      Um beijinho, Joana

      Eliminar
  2. Ainda ontem falei disso também... há dias e dias e ainda mais dias, em que apenas o simples insiste ou tem espaço para sair. Mas o clássico de uma casa não é necessariamente igual ao clássico de outra. Por isso acredito que haja espaço para isso nos blogs... quanto mais não seja para parar e pensar... "olha, ao tempo que não faço isto!". Mas eu sou fã de coisas básicas e simples. Para complicado já basta a vida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria João,

      Foi um bocadinho com esse espírito que resolvi publicar as espetadas. Eu gosto muito e faço algumas vezes. Mas por vezes, em conversas com outras pessoas, e apesar de ser daquelas coisas banais de todos os dias, ouço dizer que nem se lembram de as fazer...
      Uma receita mais para relembrar do que partilhar.

      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  3. Marisa Silvestre10:04

    Eu gosto de coisas simples, e estas espetadas não têm nada de banal.
    Todos os dias consulto o seu blog, devia comentar mais vezes é certo, mas confesso que não o faço por preguiça e peço desculpa por isso. sempre que me falta a inspiração este é o blog a que recorro, ou aos seus livros, tenho todos.
    Chorei de alegria quando soube que estava grávida, e quando o seu Zé Maria nasceu, leio-a todos os dias e desejo-lhe o melhor para si e para a sua familia, exactamente como se fizesse parte da minha.
    Beijos e abraço apertado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas suas palavras tão simpáticas Marisa. Desejo-lhe também a si tudo de bom.
      Grande beijinho,
      Joana

      Eliminar
  4. Para o almoço.

    www.adivaportuguesa.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é isso mesmo La Diva.
      Uma sugestão bem pratica!

      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  5. Anónimo11:42

    Joana,

    Na minha opinião, há!
    Aliás, são as receitas que prefiro, porque a vida de todos os dias tem todas essas características que a Joana apontou, mais aquela de chegarmos tarde a casa e o cansaço (e ter de deitar as crianças cedo) não deixar espaço para receitas com "demasiados passos".
    Por mim, adoro estas receitas simples; e esta vai sair da minha cozinha no jantar de sexta.
    Obrigada Joana por, mais uma vez, ajudar a "simplificar" a minha vida.
    Raquel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Raquel,

      Obrigada pelas suas palavras. A vida é mesmo assim e às vezes, mesmo havendo receitas simples mas um bocadinho diferentes, às vezes apetecem-nos os sabores de sempre.
      Obrigada eu por estar desse lado.

      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  6. Há sempre lugar! Até porque inspirou-me a fazê-las também. Pois há tempos que não me lembro de fazer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla,

      Então acho que o meu objectivo com esta receita está cumprido!

      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  7. Rita Pereira12:10

    Cá por casa, são mais habituais as espetadas de peito de frango, às vezes com os cubinhos enrolados numa fatia de bacon, se estivermos mais "gulosos". Uma indicação que seria util é mais ou menos quanto tempo demoram as espetadas de porco a ficar no ponto. Já me aconteceu várias vezes, parecer estar pronto por fora, mas o núcleo dos cubinhos ainda precisar de mais tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rita,

      Também gostei da sua sugestão das espetadas de peito de frango com bacon.
      Quanto ao tempo é sempre um pouco relativo, mas estes espetadas demoraram cerca de 20 minutos. O que eu faço é enquanto estão a grelhar, já depois de estarem bonitas por fora, tapar com papel de alumínio para concentrar o calor e tentar que fiquem bem cozinhadas por dentro. Fica a dica.

      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  8. Sempre haverá lugar para aquilo que é bom!
    A beleza da vida está em saber viver na simplicidade. E é isso que falta no mundo de hoje, não é mesmo?
    Adorei suas espetadas, ou espetinhos como cá chamamos no Brasil!
    Um abraço com carinho,
    Fla - www.artenacozinha.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fla,
      Realmente tem razão. Saber viver com simplicidade é muito importante. Nós é que por vezes nos esquecemos.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  9. Claro que sim!
    As receitas mais simples, são por vezes as mais saborosas!
    Cris

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cris,
      É mesmo verdade. Não é preciso muito para uma receita sem saborosa!
      Um beijinho,
      Joana

      PS - estou em falta para consigo, mas a ver se não passa desta semana! :)

      Eliminar
  10. Deliciosas espetadas. Da próxima vez que as fizer vou copiar esta receita.

    Isabel Gomes

    http://osmeusremedioscaseiros.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel,

      Esta é uma receita banal...mas para mim a melhor maneira de comer espetadas de porco.

      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  11. Eu adoro espetadas e faço muitas vezes com diversos acompanhamentos e sempre com um tempero puxado a louro!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana Rute,

      As espetadas são sempre super versáteis, e acompanham bem com quase tudo.
      Estas por acaso nao costumam levar louro - uso mais com carne de vaca!

      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar

Imprimir