Empadas de Vaca com Cenoura e Tomate


Há muito tempo que não fazia umas empadinhas caseiras. Um pouco de carne picada que tinha cá em casa, e uma placa de massa folhada ditaram esta solução simples que é perfeita para complementar uma sopa nos nossos jantares de domingo, ou mesmo para uma refeição mais rápida durante a semana.
Por aqui ainda sobraram empadas que congelei e estão assim prontas a utilizar e que, num dia de pressa e menos tempo - ou até mesmo nos meus almoços solitários - são uma deliciosas refeição, servidas com uma boa salada ou legumes assados ou até um pouco de arroz.
Sei que nos dias que correm nem sempre há tempo para fazer estas coisas em casa, mas utilizando massa folhada de compra tornamos preparação mais rápida.
Além disso as empadas caseiras são muitas vezes otimas maneiras de aproveitar sobras de carnes assadas e assim as “reciclar” em outra refeição.
Dou comigo a pensar que muitas vezes, as melhores refeições, são aquelas que surgem para “gastar” alguns ingredientes que temos em casa. O que acham?

Ingredientes para 6 empadas:

1 placa de massa folhada refrigerada pronta a usar
200g de carne de vaca picada
azeite q.b.
sal e pimenta q.b.
2 tomates pequenos
1 cenoura grande
2 dentes de alho
1 colher de sopa de farinha
leite q.b. (cerca de 100ml)
1 colher de chá de oregãos secos
1 gema batida para pincelar

Preparação:

Leve um tacho ao lume com um pouco de azeite e deixe aquecer. Junte depois a carne picada e deixe refogar até que ganhe cor. Junte depois o tomate cortado em cubinhos e a cenoura grosseiramente picada e envolva bem. Tempere com sal e pimenta e junte os dentes de alho picadinhos e os oragos. Deixe cozinhar em lume brando, mexendo de vez em quando até a carne estar macia e os legumes cozinhados. 
Polvilhe depois tudo com a farinha e junte o leite deixando engrossar e ficar uma mistura cremosa - se necessário junte mais leite. Retifique de sal e pimenta e retire para um prato e deixe arrefecer.
Entretanto divida a massa folhada em 6 quadrados grandes e forre com eles 6 forminhas de queques, deixando as pontas para fora. Recheie generosamente as empadas com a carne piada já fria e dobre depois as pontas da massa para cima do recheio, de modo a fechar bem as empadas.
Pincele depois as empadas com um pouco de gema de ovo batida e leve a cozinhar em forno previamente aquecido a 200ºC até a massa estar bem dourada e folhada.
Deixe arrefecer um pouco antes de desenformar.
Sirva frias ou quentes com uma salada verde e arroz ou congele-as para comer noutro dia.


Bom Apetite!

8 comentários :

  1. Anónimo11:12

    Concordo plenamente consigo. É um bom colocar as "celulazinhas cinzentas" a funcionar, como diria o Poirot, (personagem da Agatha Christie) e inventar qualquer coisa com que está no frigorífico e armários. Tem acontecido comido, e tenho feito algumas coisas interessantes como agrião/rúcula salteados (fica muito bom e apimentado), o arroz da rama das beterrabas, a feijoada de soja (não é novo, mas para mim foi algo novo). Uma dos objectivos que tenho, é tentar fazer coisas diferentes com os restos que tenho em casa, sejam comida ou restos de massa, farinhas (cevada, centeio, aveia, arroz, etc), queijo, enchidos, e tentar aproveitar as frutas/legumes ao máximo com o menor desperdício (aproveitar os máximos dos talos, usar batatas e cenouras com a casca, aproveitar as cascas dos citrinos para cristalizar (além de guardar as raspas). Tenho que comprar massa folhada, pois acho que tenho uns restinhos de carne congelados, e esta sugestão vem a calhar. Um bom dia, Sara Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sara,

      Eu adoro a Agatha Christie e spu uma apaixonada pelo Poirot. Li todos os livros! E realmente é isso mesmo. Nada melhor do que usar as "celulazinhas cinzentas" para aproveitar tudo ao máximo e evitar desperdícios.
      Acho a sua filosofia o máximo, e é também aquilo que eu faço e tento transmitir a quem me segue. Ando até a trabalhar num post para o outro blogue com base no que acabou de escrever sobre aproveitamentos.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  2. Ana Afonso19:02

    Joana, faz diferença se o recheio estiver quente quando o colocarmos nas formas?
    Obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana,
      Faz toda a diferença.
      Nunca se deve colocar nada quente numa base de massa folhada. Quando coloca algo quente na massa folhada - e por causa do teor de gordura da massa - esta fica mole e não folha nem coze.
      Quando usa massa folhada deve sempre deixar arrefecer o recheio. E ainda mais no caso das empadas.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  3. Concordo... Refeicors de improviso saem sempre bem!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho Susana!
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  4. Joana,
    Esta recita ja esta testada e aprovada.. Ficaram uma delicia... E para pessoas como eu que todos os diaa levam marmita para o trabalho.. E uma soluçao rapida e muito saborosa!
    E claro mais uma bela forma de se conseguir 0% desperdicio
    Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar

Imprimir