Tangerinas em Calda da Maria


Desde que, num comentário na página do facebook do blogue, disse que andava a preparar umas tangerinas em calda, não parei de receber pedidos para publicar e partilhar a receita. Finalmente hoje é o dia!
Fazer estas tangerinas em calda é um trabalho de amor e dedicação. é preciso paciência, alguma dedicação e principalmente não ter pressa no resultado final. Porque estas tangerinas não se preparam em uma ou duas horas. Nem sequer de um dia para outro. São um trabalho para quase duas semanas. Duas semanas em que é preciso, todos os dias, “andar de roda”, das tangerinas. Portanto precisam de se organizar bem antes de começar e de garantir 5 minutinhos de dedicação a esta receita diariamente durante uns bons dias.
E porquê Tangerinas em calda da Maria? Porque foi a simpática e querida Maria que partilhou comigo esta receita de família, e que me deu autorização de a partilhar com vocês também. Segundo o que a Maria me contou, a receita é de uma tia-avó. E nas receitas antigas e de família não se mexe - e eu fiz tudo tal e qual a Maria partilhou comigo e é assim mesmo que partilho a receita aqui.
Espero que não desistam, nem se sintam desmotivados, ainda antes de começar. Posso garantir que o resultado é surpreendente e vale todos os dias e todos os minutos de dedicação.
Posto isto, segue-se a pergunta. Alguém vai experimentar?

Ingredientes:

1 kg de tangerinas (use tangerinas pequeninas - as minhas eram do tamanho de pequenas ameixas)
1 kg de açúcar (mais ou pouco para polvilhar)
1 litro de água

Preparação:

Lave bem as tangerinas e pique-as com um garfo - várias picadelas em toda a volta. Coloque-as depois a demolhar, em água fria durante 3 dias mudando a água 2 ou 3 vezes por dia.
Ao fim deste tempo escorra-as e coza-as em água limpa, até a casca amolecer um pouco (não muito, pois as tangerinas devem manter-se inteiras e não deformadas). Volte a escorrê-las e coloque-as numa taça. Reserve.
Num tacho, coloque o açúcar e a água (1 litro de água e 1 kg de açúcar) e leve ao lume. Assim que levantar fervura, conte 2 minutos e desligue. Verta depois esta calda quente sobre as tangerinas e polvilhe com açúcar simples. Reserve. 
No dia seguinte, (e todos os dias seguintes até atingirem o ponto certo) deve escorrer as tangerinas, ferver a calda de açúcar e colocá-la novamente sobre as tangerinas que são outra vez polvilhadas com açúcar. De  3 em 3 dias, em vês de ferver apenas a calda, ferve também as tangerinas juntamente com a calda(ou seja, nestes dias, as tangerinas não são escorridas). Quando a calda de açúcar ficar bem consistente como o mel, as tangerinas estão prontas.(Quando fiz a receita, fiz com as quantidades indicadas, e todo o processo, desde as tangerinas ficarem de molho, até à calda atingir o ponto desejado, demorou cerca de duas semanas.
Depois de prontas guarde as tangerinas em frascos esterilizados. Se notar que elas estão a ganhar espuma ferva outra vez imediatamente.
As tangerinas são otimas para decorar bolos e tartes e para servir como se fossem ameixas de elvas, com pão de ló molhadinho ou bolo de chocolate.


Bom Apetite!

16 comentários :

  1. Excelente sugestão!
    Beijinhossss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São deliciosas!
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  2. Anónimo11:24

    Estão lindas! Um pouco demorado, mas com um resultado fabuloso e delicioso! Só tenho que encontrar as tangerinas, pois estão um pouco escassas para os meus lados...só encontro laranjas e clementinas. A minha filosofia de tentar aproveitar ao máximo os alimentos deve-se não só às leituras de blogs (La Cucinetta, principalmente, em que a autora não gosta de despercício dos alimentos, bem como de uma reportagem que vi com legumes embalados, na qual havia muito desperdício para ficarem bonitos nas embalagens), como de um livro que comprei recentemente ("Cascas, Folhas e Talos" de Alexandre Sousa), e também por força das circunstâncias. Os alimentos estão caros, os orçamentos são contidos, e há que aproveitar ao máximo aquilo que se puder. Para além da constatação de que há muito desperdício dos alimentos que compramos, por vezes a mais do que se consome durante a semana, nomeadamente legumes de folha que se estragam mais facilmente. Estamos sempre a tempo de aprender coisas novas, adaptando às realidades das nossas casas. Um bom dia, Sara Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sara,

      Gosto mesmo muito dessa perspectiva e filosofia! Acredito e pratico o mesmo.
      E faça as clementinas em caldas - não sei se resulta com tangerinas, mas se forem pequeninas....
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  3. Olá, tudo bom?? Adoro frutas em calda e geléias!! Tenho um blog tb, pois sou cake designer e sempre posto dicas bacanas desse DOCE mundo..rs.. Adorei seu blog e com certeza vou voltar conferir mais receitas! Super beijo
    http://atelieoficinadoacucar.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  4. Olá Joana, mas que desafio!!! Diga-me uma coisa, sempre que se ferve a calda, o tempo é sempre 2 minutos? Obrigada.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria José,

      Sim, sempre que fervemos a calda - com ou sem as tangerinas - são sempre dois minutos a contar assim que começa a ferver.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  5. Uma receita deliciosa que tenciono levar a cabo!
    Nota: tomei a liberdade de fazer referência à Joana no meu blog, a propósito das receitas que publicou na revista jardins. Se achar inconveniente, é só avisar:)
    manuelacarvalho.2013@gmail.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manuela,
      Claro que não é inconveniente! Até agradeço.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  6. Que lindas!!! Por vezes o k da mais trabalho é tambem o k da mais prazer!! :)
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Susana.
      Também estou de acordo. Fazer coisas demoradas e trabalhosas dá luta!
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  7. Joana, uma pequena pergunta pois estou na aventura das pequenas delícias: quando vamos saber quando estão no ponto certo para passarmos para os 3 em 3 dias? Obrigada pela atenção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Patrícia,

      Creio que não percebeu bem a explicação. A calda ferve todos os dias. E a cada três, além da calda, ferve as tangerinas juntamente com a calda. Mas todos os dias tem de ferver a calda. Fiz-me entender melhor agora?
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  8. Anónimo00:47

    Por favor me ajude!
    As minhas já tem dez dias, seguindo o passo a passo e a casca delas ainda amargam. Acabei de de provar um pequeno pedaço da casca. Será que ainda fica bom?

    ResponderEliminar
  9. Anónimo00:49

    Luciana - RJ

    ResponderEliminar

Imprimir