segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Tortelini Gratinados com Molho de Fiambre e Espinafres

O fim e semana que passou foi um dos melhores dos últimos tempos. Quase sem contar e assim de repente decidimos ir até "à terra". Ainda mal tínhamos chegado, aberto as janelas e arejado a casa, já a prima I. batia à porta:
 "- O primo A. telefonou a dizer que vinham e pediu-me para vir ver se tinham água e se precisavam de alguma coisa. E trago aqui duas alheiras para comerem, e um requeijão acabado de fazer e doce de abóbora para a sobremesa. Se precisarem de mais alguma coisa é só pedirem."
Mais tarde nesse dia precisámos de pão. Esquecemo-nos que não estamos na cidade onde há uma padaria em cada esquina. Subo o caminho que vai dar a casa da prima I. e vou-me desviando das "poias" das ovelhas que acabaram de passar a caminho dos currais. Assim que entro no portão sou recebida com sorrisos. Pergunto onde posso ir comprar pão, mas logo recebo uma saca com dois pães grandes. "- O padeiro deixou-me muito pão hoje de manhã. Leve este, e se precisar venha cá buscar mais que tenho na arca. E tome lá mais dois requeijões. Gostou do meu doce? Olhe que se me queimou... Mas estava bom! E não quer uns ovos?"
Desço agora o caminho, desta vez carregada com pão, uma cesta cheia de ovos caseiros, e mais requeijões acabados de fazer. Penso mais uma vez na generosidade da prima, na sua hospitalidade, na partilha do que se tem, e na genuinidade das palavras e dos sentimentos.
De regresso a casa ainda trouxe couves e mais requeijões para partilhar com a minha mãe e avó.
Pessoas genuínas que me fazem acreditar num mundo melhor. E uma receita simples e deliciosa como o meu fim de semana.

Ingredientes para 2 pessoas:

250g de tortelini frescos recheados de espinafres e ricota
75g de espinafres baby
75g de fiambre
1 colher de sopa de farinha
1 colher de sopa de manteiga
200ml de leite
75g de queijo ralado
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Leve os tortelini a cozer em água temperada de sal até ficarem al dente,
Entretanto prepare o molho para os gratinar. Num tachinho leve ao lume a manteiga. Deixe derreter e junte a farinha mexendo bem até formar uma pasta. Aos poucos e poucos vá juntando o leite, tal como se faz ao preparar um molho bechamel, mexendo sempre e deixando o molho engrossar. Acrescente depois os espinafres, o fiambre partido em pedaços e metade do queijo. Misture bem para envolver e rectifique de sal e pimenta.
Assim que a massa estiver cozida escorra bem e envolva-a no molho anterior. Coloque tudo num tabuleiro que vá ao forno e à mesa e polvilhe com o restante queijo.
Leve a gratinar em forno aquecido a 180ºC até ficar tostadinho e sirva de imediato.

Bom Apetite!

16 comentários:

  1. Parece delicioso!

    ResponderEliminar
  2. A incrível maneira de agir do interior, pessoas simples e sãs (genuínas), no Brasil também ainda é assim.
    O tortellini deve ter ficado delicioso.
    Boa semana,
    Vânia

    ResponderEliminar
  3. Que belo aspecto!!
    bjus
    Cila

    ResponderEliminar
  4. Que aspecto delicioso, deve ser mesmo muito bom, hei-de experimentar!!!!

    ResponderEliminar
  5. No norte é tudo bom, as pessoas, a comida, as paisagens.São estas coisas simples que nos adoçam a vida. Mais uma receita para a lista de "experimentar s.f.f." :)

    ResponderEliminar
  6. Fiquei com água na boca...deve sr uma delicia!

    ResponderEliminar
  7. Parece muito bom, adoro espinafres.
    Esta quero experimentar :)

    ResponderEliminar
  8. Delicious:) eheh

    já agora como se faz requeijão? tem a receita? gostava de experimentar!

    beijinhos
    Bom Carnaval

    ResponderEliminar
  9. Delicious:) eheh

    já agora como se faz requeijão? tem a receita? gostava de experimentar!

    beijinhos
    Bom Carnaval

    ResponderEliminar
  10. Gostei da introdução :) É mt bom sentirmo-nos queridos, e isso ñ se sente tanto nas cidades, grandes ou pequenas... Saudades do antigamente :) Bjinhos!

    ResponderEliminar
  11. Que aspecto delicioso... adoro este tipo de massas!
    É tão bom sentirmo-nos acarinhados por pessoas assim, simples, desprendidas de tudo, e que se pudessem nos davam o Mundo! Só que nos dias que correm já não há muitas...
    Beijinho e Boa Semana!

    ResponderEliminar
  12. Este prato ficou delicioso.
    Pratico, rápido e muito saboroso.
    Óptimo para se fazer durante a semana quando o tempo para cozinhar não é muito.

    ResponderEliminar
  13. Inês:

    Eu nunca fiz requeijão, nem sei como e faz. Tenho é a sorte de ter alguém que os prepara e que tem a amabilidade de me oferecer uns de vez em quando. Além disso os requeijões da prima I. são feitos artesanalmente com o leite que as ovelhas dela produzem depois de irem pastar. Se os tentasse fazer em casa nunca seria a mesma coisa. No entanto era engraçado poder um dia partilhar a experiÊncia de como se fazem os requeijões. Quem sabe um dia.

    Um beijinho,
    Joana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:44

      Para fazer o requeijão tem de ter leite do dia, e tem de ser gordo. Levar o leite ao lume deixar amornar, e deitar um pouco de coalho, depois deixe o leite coalhar, deitar para um pano branco e deixar correr o soro a partir dai tem o requeijão podes fazer em pequenas porções. Nas aldeias o leite de ovelha ou de cabra o leite é misturado e ainda a quem faça queijo com coalho dos cardos.

      Eliminar

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin