As Receitas da Avó Cila e uma despedida

Os sonhos de natal, receita da avó Cila, preparados para o natal de 2014 e com calda de laranja e vinho do Porto

Querida avó Cila, 

Ontem fomos despedirmo-nos de ti. Morreste-nos. Eu sei que estavas cansada e que estava na altura, mas nenhum de nós queria que te fosses embora já, mas assim foi. Claro que estamos tristes. Mas em vez de apenas derramarmos lágrimas é muito mais importante lembrarmo-nos de todas as coisas que vivemos juntos.
Contigo aprendi muitas coisas. Ensinaste-me a bordar, a pregar botões, a fazer casas e a cozer na máquina de costura numa altura em que todas as minhas amigas viam apenas televisão. Dizias que era importante uma menina saber fazer estas coisas. 
Foi também contigo que “ganhei” esta característica de saber sempre onde gasto todo o meu dinheiro, e de apontar todos os meus gastos. Foi contigo que aprendi economia doméstica e a gerir e aproveitar tudo ao máximo.
Contigo ganhei o gosto pela cozinha. Aprendi a fazer o teu Bolo de Laranja, os teus sonhos, os teus croquetes de batata, o teu frango grelhado, as tuas felhós de Natal entre tantas outras coisas…
Lembro-me de me ensinares a procurar por entre as almofadas do sofá da sala, as moedas que o avô deixava cair dos bolsos durante a sesta. Ou das listas de “pecados” que me fazias fazer antes de irmos confessar e à missa à sexta feira - e como eu não gostava nada desse programa. De rezar o terço às 18h30 pela rádio Renascença, enquanto tu aproveitavas esse tempo para passar a ferro.
Lembro-me de chegar das férias na praia e encontrar sempre uma camisa de dormir nova feita por ti. E de mais tarde me fazeres vestidos de acordo com os modelos que eu te pedia.
A fatiota mais bonita que a minha Barbie tinha era um conjunto saia-casaco, vermelho de fazenda, com um casaco perfeitinho que eu te “obriguei” a fazer.
Não havia nada que eu gostasse mais do que as nossas conversas depois de almoço, com o cafezinho e um bocadinho de bolo. Dos conselhos e das confidências. E da alegria dos teus olhos no dia em que soubeste que ias ser bisavó!
E a história do jantar só de doces que fizeste uma vez para os amigos da mamã, de como eras até muito “moderna” para a idade e dizias coisas tão inteligentes como “os homens não precisam de saber tudo”!
Agora que cá não estás - mas, onde quer que estejas estarás sempre a olhar por nós - quero apenas e só lembrar-me de como gosto de ti, de como me ajudaste a tornar a mulher que sou hoje.
Eras a doçura a pessoa, e só não fazias por nós o que não podias. É por isso que acredito que tinha chegado a tua hora. Porque se pudesses tu tinhas ficado por cá mais algum tempo apenas para nos veres a todos felizes.
Obrigada por teres sido a melhor avó que alguém podia ter. E agora aí de cima feita estrelinha - como eu disse ao Zé Maria - olha por todos nós.
Um beijinho doce avó. Vais fazer-me muita falta.




Sonhos de Natal da Avó 

65 comentários :

  1. Um beijinho. Aos poucos perdemos tantos pedaços de nós...

    (parabéns pelo novo look!)

    ResponderEliminar
  2. Bonita homenagem a uma querida avo. Beijinhos e os meus sentimentos.

    ResponderEliminar
  3. Já me vieram as lágrimas aos olhos. Também aprendi muito com a minha avó. Fica cá sempre muito dos que partem. Obrigada pela partilha. Grande beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada como avós que nos ensinam.
      Obrigada.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  4. Uma estrela no céu a zelar pela Joana e pela família. Beijinho e força.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Lipa.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  5. Anónimo09:22

    Que as memórias continuem sempre presentes bem como todos os bons momentos. Tive pena de não conhecer as minhas avós e avôs. Mas compreendo a dor de perder alguém de família, os meus pais, com quem aprendi muito. Um grande beijinho e força! Sara Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas suas palavras Sara.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  6. A forma mais sábia que temos de imortalizar os que já partiram é dar voz a tudo o que com eles aprendemos. Essa é a maior homenagem que pode prestar à sua querida avó. É sinal que ela continua viva dentro de si.
    Um beijinho de conforto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Miss Smile,
      Para mim a minha avó claro que estará sempre presente.
      Um beijinho e obrigada pelas palavras.
      Joana

      Eliminar
  7. Cristina11:11

    Um beijinho, Joana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Cristina.
      Um beijinho
      Joana

      Eliminar
  8. Anónimo11:12

    Os meus sinceros sentimentos, é sempre tão difícil perder uma avó, ainda para mais esta que te ensinou tanto, beijinhos
    mae_qb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras.
      Um beijinho também.
      Joana

      Eliminar
  9. Anónimo11:30

    Querida Joana,

    fiquei com um nó na garganta, também eu tenho uma avó com quem mantenho uma relação assim e nem quero imaginar o momento em que tenha de partir...
    Faço minhas as palavras deixadas acima pela Miss Smile e deixo-lhe um beijinho.
    Raquel
    (P.S. - gosto muito da nova apresentação do blog)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Raquel.
      Há coisas que nem vale a pena pensar... só mesmo aproveitar as pessoas enquanto as temos ao pé de nós.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  10. Um grande beijinho e muita força!
    Cris

    www.lima-limao.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Cris.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  11. as memórias ficam, um beijinho grande e os nossos sentimentos
    ps: o novo look está fantástico

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eunice, Obrigada pela força.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  12. Ficará sempre viva e presente no seu coração.
    Os meus sentimentos!

    ResponderEliminar
  13. bonita homenagem... os meus sentimentos

    ResponderEliminar
  14. O Amor compensa tudo e manifesta-se de forma surpreendente.

    Lamento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Telma.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  15. Um beijinho Joana.. a "Avó Cila" irá continuar a inspirá-la!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim! Ela estará sempre presente.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  16. Um beijinho Joana.
    Para lhe dizer, também, que gosto da nova "cara" do Blog. Está muito fresco, lembra a Primavera...

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  17. Anónimo21:31

    Muita força, Joana. Eu já não tenho nenhuma comigo aqui e fazem-me muita falta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazem, não fazem?
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  18. Um beijinho grande e um forte abraço...

    ResponderEliminar
  19. Que texto lindo ! Podia ter sido eu a escrevê-lo às minhas avó e tia - avó . Tb me ensiram tanto e continuo sentir lhes à falta mas , face à inevitabilidade, o mais importante é termos tido a fortuna de ter estas pessoas tão especiais nas nossas vidas . Força e um grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras de força.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  20. Respostas
    1. Obrigada.
      Um beijinho também.
      Joana

      Eliminar
  21. Um beijinho querida Joana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada.
      Um beijinho para si também.
      Joana

      Eliminar
  22. Anónimo13:14

    Querida Joana, não podemos manter sempre junto a nós quem mais amamos, mas as lembranças são eternas, são a herança mais valiosa, especialmente quando são tão simples e especiais. Um grande beijinho. Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marta,
      Obrigada pelas palavras. é isso mesmo.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  23. catarina.beltrao@gmail.com13:51

    Muito bonita esta forma de homenagem. Como me identifiquei com este relato de meninice e a relação neta-avó. Também tive esse privilégio. Um beijinho, Joana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Catarina.
      é realmente um privilégio!
      Um beijinho.
      Joana

      Eliminar
  24. Muito bonito, Joana. Um grande beijinho, força, coragem e serenidade !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sunflower,
      Obrigada pela força.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  25. Anónimo17:54

    Joana é muito triste perdermos uma avó tão querida como a sua...como a minha também era mas os seus ensinamentos ficam para sempre!muita força e um beijinho

    Catarina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras Catarina.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  26. Joana,
    Sigo o blog há muito tempo mas nunca tinha comentado, hoje era inevitável. Há conceitos de avó que são universais. Revi-me muito nas suas palavras e memórias que, felizmente, ainda partilho com a minha avó.
    Um beijinho muito grande! Há estrelinhas que vão sempre olhar por nós

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rita,
      Obrigada pelas suas palavras e pela sua partilha.
      Aproveite bem a sua avó.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  27. Os meus sentimentos Joana :( Nem consigo imaginar perder a minha avó (e bisavó, que ainda tenho bisavó!). A dor não deve ter fim, mas é como disseste: relembrar o momentos bons. E foi uma bela homenagem esta tua publicação...
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras Anouska.
      Um grande beijinho,
      Joana

      Eliminar
  28. Joana,
    Também tive a sorte de ter tido uma avó assim. Já nos despedimos dela há uns 4 anos. Hoje sei que vou passar o dia a pensar nisto... E, ao ler-te, fartei-me de chorar.
    Um beijinho, marta.
    (o blog está lindo!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marta,
      Obrigada pelas palavras doces.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  29. Sinto muito Joana...
    temo também por essa perda inevitável. A descrição que fazes das actividades com a tua avó, são quase iguais às que tenho com a minha "vó".
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vera,
      Obrigada pelas palavras.
      Custa muito, mas a vida é mesmo assim.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  30. hi,, i like to visit this site,, have a nice day :)

    ResponderEliminar

Imprimir