segunda-feira, Setembro 10, 2012

Bruschetta de Pão de Centeio com Tomate e Coentros


Ao longo dos anos algumas pessoas me têm desiludido. Eu sei que acontece, que a culpa é também nossa que confiamos demasiado nessas pessoas, mas o que é certo é que nos desiludem sem estarmos a contar, sem estarmos preparados.Com outras pessoas até podemos saber que mais tarde ou mais cedo isso vai acabar por acontecer: há sinais que nos vão alertando para isso e basta estar um bocadinho atento. Mas com outras pessoas é tão inesperado, tão sem lógica, tão despropositado que começamos a pensar "o que será que eu fiz de mal".
Não sei se já vos aconteceu o mesmo, mas as desilusões que sofri serviram para me tornar mais alerta, mais cuidadosa e cautelosa na maneira como escolho os amigos e as pessoas que me rodeiam e, em alguns aspectos tornaram-me mais "dura" na maneira como me relaciono com as pessoas à minha volta. A conversa não vem a propósito de nenhuma desilusão, mas sim da falta que algumas dessas pessoas ainda me conseguem fazer sentir. Das vezes que ainda me lembro delas, e de como nenhuma vida complicada, agitada ou o trabalho servem de desculpa para deixar de cuidar as amizades e os nossos sentimentos....
O que não tem desiludido é a pequena horta na varanda. Já colhemos imensos tomates este verão, sem dúvida o que se tem dado melhor a par com as primeiras alfaces e os morangos. Os últimos tomates que apanhei acabaram preparados numas delicadas bruchetas para assim os podermos saborear em todo o seu esplendor. Descomplicado e sem desiludir, como todas as coisas (e pessoas) deviam ser.

Ingredientes para 2 pessoas:

4 fatias de pão de centeio (ou outro a gosto)
4 tomates chuchas pequenos
8 azeitonas pretas
2 colheres de sopa de coentros picados
sal e pimenta q.b.
vinagre balsâmico q.b.
Azeite q.b.

Preparação:

Lave os tomates e corte-os em cubinhos. Corte também as azeitonas em pedaços. Coloque tudo numa taça e tempere com os coentros frescos picados, azeite, vinagre balsâmico e sal e pimenta a gosto. Misture bem.
Entretanto, numa frigideira ou chapa anti-aderente, torre ligeiramente as fatias de pão. Regue-as depois com um fio de azeite e coloque-lhes a mistura de tomate.
Sirva como entrada ou como refeição ligeira.

Bom Apetite!

9 comentários:

  1. Percebo completamente... Quando a desilusão vem de onde menos se espera tem um efeito devastador... Mas assim fez-me crescer como pessoa e não me deixar enganar pelos afectos (que podem levar a relações pouco saudáveis).

    Mas a receita parece ser bem apetitosa e saudável! :-)

    ResponderEliminar
  2. Olá
    Infelizmente há sempre pessoas que nos desiludem mas temos de conseguir ultrapassar isso ;)
    As bruschettas têm um ar apetitoso ;p
    bjs

    ResponderEliminar
  3. Boa sugestão, que terei em conta na escolha da ementa para o jantar com amigos de logo à noite!

    http://fotografiaminha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Eu adoro bruschetta!!

    Meu marido não gosta muito, mas sempre que saímos para algum lugar que tenha, sempre é pedido!!

    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Conheço o sentimento, infelizmente. Porém, se virmos com atenção, até essas "surpresas" às vezes vão deixando pistas... será que nós é que não as queremos ver? E já agora, óptima receita, vou experimentar!

    http://limited-edition-since2012.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Uma bela receita, com uma não menos bela introdução! Crescemos c isso, é certo, mas continuamos a desiludir-nos c certas pessoas.. pq achamos q dessa vez até vai correr bem... Bjinhos e força!

    ResponderEliminar
  7. Uma delicia, e super saudavel.
    amei.
    Beijos
    boracozinhar-lu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Una cena estupenda, además de ligera y saludable aunque... yo le añadiría un filete de jamón encima, que le vamos a hacer nos pierde la carne. Besicos.

    ResponderEliminar
  9. As amizades ás vezes são como aquelas receitas que queremos muito fazer, quando estão prontas têm um aspecto maravilhoso, mas quando provamos acabam por não ser aquilo que esperávamos. No entanto vamos sempre á procura de receitas novas ou confiar ainda mais naquelas que já temos.
    A verdade é que nunca desistimos e é isso que torna as relações humanas uma coisa maravilhosa, há sempre algo de novo ao virar da esquina.
    Não queria deixar de lhe dizer que o seu blog é inspirador...Obrigada.

    ResponderEliminar

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin