Masala Dosa


Os sabores exóticos e orientais fazem parte da minha lista de preferências. É por isso muito frequente existirem por aqui receitas com especiarias, que eu acho que são quase como pós mágicos, que fazem a diferente entre uma coisa banal e uma coisa especial.
Esta Masala Dosa, que é basicamente um crepe indiano preparado com farinha de grão de bico e recheado com uma espécie de caril de batata doce e ervilhas, foi outra das nossas refeições livres de carne e de peixe. Até o pequeno Zé Maria provou, dizendo que “pica”, não que estivesse picante, mas talvez um pouco temperado demais para o seu paladar ainda muito ligeiro e pouco adaptado a estas aventuras gastronómicas. Para ele havia algo mais convencional, mas é normal acompanhar-nos na maioria das vezes nas nossas refeições “meat free”.
O caril de batata doce e ervilhas, que serve de recheio, é por si só uma excelente refeição. E com umas “apas” ou pão naan têm também uma refeição deliciosa, aromática e exótica.

E é já amanhã que estarei no Porto, na iniciativa Moda Up, da Marque Soares. Para quem não pode estar presente esta quinta feira, dia 23 de Abril, não desanime. Estarei cá novamente dia 30 de Abril e dia 7 de Maio. Além de workshops ligados à culinária, e como poderão ver no cartaz abaixo, há outro tipo de workshops, iniciativas e encontros, para todos os gostos.



Ingredientes para 2 pessoas:
(adaptado de “The Green Kitchen Travels”, página 81)

Para os crepes (Dosa):
125g de farinha de grão de bico
40g de farinha de arroz
sal q.b.
1 colher de sopa de sementes de nigella (também conhecidas como cominhos pretos)
250ml de água

Recheio:
2 batatas doces
100g de ervilhas (frescas ou congeladas)
1 molho pequeno de coentros frescos
1 colher de óleo vegetal
1 cebola pequena
1 colher de chá de Garam Masala
1/2 colher de chá de gengibre em pó
1 colher de sobremesa de Curcuma (açafrão das índias)
piri-piri a gosto

Preparação:

Descasque as batatas doces e corte-as em cubos. Leve-as depois a cozer, até ficarem macias em água temperada de sal. Escorra e reserve.
pique depois a cebola e leve-a a fritar no óleo vegetal. Acrescente depois todas as especiarias e deixe cozinhar em lume brando até as especiarias libertarem todo o seu aroma. Junte depois as batatas já cozinhadas e as ervilhas e envolva bem, deixando aquecer e esmagando tudo com as costas da colher de pau. Acrescente os coentros picados, envolva e reserve.
Entretanto prepare os crepes (dosas). Numa taça misture a farinha de grão de bico com a farinha de arroz, as sementes de nigella (se tiver) e o sal. Acrescente a água até formar uma massa grossa.
Entretanto aqueça uma frigideira anti aderente com um pouco de óleo ou manteiga e verta um pouco de massa, de modo a cobrir o fundo da frigideira. Deixe cozinhar de um lado e vire para cozinhar do outro lado. Repita até esgotar a massa. (Dependendo do tamanho da frigideira e da grossura que fizer os seus crepes, pode conseguir fazer 2 ou 4. Eu fiz dois grandes)
Recheie agora cada um dos crepes com a mistura de batata doce e ervilhas e enrole cuidadosamente.
Sirva com iogurte grego misturado com hortelã picada (raitha)e um pouco de chutney.


Bom Apetite!

27 comentários :

  1. Anónimo08:48

    Adoro dosa masala. Na India o crepe e bem fininho e estaladico, mas sempre achei dificil de fazer em casa. A tua versao parece deliciosa e facil. Hei-de fazer.
    Luisa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luisa,

      Realmente também tive alguma dificuldade em fazer o crepe, que, para meu gosto pessoal ficou muito grosso. Mas lá e que estava saboroso e que é simples de preparar, não há dúvida nenhuma.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  2. Se tivesse que escolher um tipo de cozinha internacional (teria muita dificuldade na escolha!) a cozinha Indiana estaria sem dúvida no pódio!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria,

      Também confesso ter um fradinho especial por comida indiana.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  3. Não conhecia este tipo de crepes, mas estou seriamente tentada. Sou fã incondicional de caril, e com um crepe a envolvê-lo, só pode ser ainda mais maravilhoso!
    Beijinho
    Teresa | A Cozinha da Ovelha Negra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teresa,

      é uma sugestão bastante simpática e saborosa. Vale a pena experimentar.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  4. Anónimo09:45

    E assim, vamos viajando pelo mundo, através de sabores exóticos! Não conheço muito da culinária indiana, e esta é uma boa introdução. Agora já tenho um pretexto para usar a farinha de grão, que estava à espera de ser utilizada. Um grande beijinho, Sara Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sara,

      Uma forma muito saborosa e viajar! Experimente e depois conte-me tudo. Eu pessoalmente tive algumas dificuldades com o crepe.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  5. Bom dia,

    Adorei esta sugestão. Só estou com uma dúvida. Onde posso encontrar farinha de grão?
    Obrigada
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:11

      Ana, há venda no Celeiro (onde comprei a minha) e já vi nos supermercados Amor Bio (Praça de Alvalade, Lisboa) e Brio. Sara Oliveira

      Eliminar
    2. Ana,

      Ja lhe responderam. Na lojas Celeiro, que existem um pouco por todo o país é fácil de encontrar. Se viver na zona de Lisboa, o melhor sítio continua a ser mesmo o Martim Moniz.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  6. Olá Joana,
    Também adoro estes sabores. Já comprei a farinha de grão para recriar estes crepes, pois também tenho o livro dos Green Kitchen, mas não vi ainda em lado nenhum a farinha de arroz. Sabe onde costuma haver à venda e se é possível substituir por outra farinha?
    Obrigada e bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sandra,

      A farinha de arroz encontra actualmente com facilidade no Continente ou no Jumbo, junto das outras farinha, normalmente da marca espiga ou ceifeira, ou então de produtos bio.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  7. Óptima sugestão.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/04/bundtcake-de-banana-e-leite-achocolatado.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Clara.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  8. Anónimo12:24

    Para Ana (D. Delícia) e Sandra K, as lojas que vendem produtos naturais/biológicos (tipo Celeiro, Amor Bio e Brio - que são as que conheço) costumam ter estas farinhas. Costumo comprar a farinha de arroz no Pingo Doce ou no Continente (marcas Ceifeira e Espiga), na secção das farinhas. Espero que isto vos ajude, Sara Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:40

      PS: também as lojas de produtos indianos/ingleses (tipo Ayur - Av. Visconde Valmor, LX, e as que estão mo Martim Moniz), também vendem estas farinhas.

      Eliminar
    2. Obrigada Sara Oliveira ;)

      Eliminar
    3. Anónimo12:13

      Obrigada Sara Oliveira. Ana (D. Delicia)

      Eliminar
    4. Obrigada Sara pela resposta pronta Às leitoras!

      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  9. Anónimo18:36

    O molho é só iogurte grego misturado com hortelã picada (raitha)e um pouco de chutney? Onde encontro este último?
    Tem bom aspecto...e com tanta salada às vezes "enjoo" do azeite...
    http://maniadostupperwares.blogs.sapo.pt/
    Obrigada
    MTW

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MTW,
      A raitha é só mesmo a hortelã picadinha com o iogurte grego, mas se gostar poderá misturar um pouco de pepino ralado.
      O Chutney encontra à venda já pronto em qualquer supermercado, na secção dos produtos internacionais ou perto das compotas. Aqui no blogue também encontra receitas para preparar o chutney em casa.

      Espero ter ajudado,
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  10. Não conhecia. Deve ser muito bom.http://aprincesadacasa.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Maria João.
      Realmente é muito saboroso.
      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  11. Anónimo21:16

    Ola

    Dosa regra geral somente farinha arroz e
    farinha urud que encontra nas mercearias indianas ,dosas de grão são pouco comum se tentar só com farinha de arroz e urud vai conseguir fazer crepes mais finos
    Xao fica bem
    Mafaldinga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela informação.
      Realmente segui como estava indicado na receita e achei mesmo o crepe um bocadinho grosso demais para o meu gosto, apesar de delicioso.

      Um beijinho,
      Joana

      Eliminar
  12. Faltou apenas fermentar, a característica mais importante de uma Dosa. Experimente, você verá que ela se torna muito mais digestiva e elástica, facilitando uma panqueca mais fina. Além disso, eu não suprimiria o fenogrego, especiaria principal desta delícia.

    ResponderEliminar

Imprimir