Gratinado de Pescada com Alho Francês, Cenoura e Ovo Cozido


As ementas cá de casa continuam a ser feitas como sempre, sem nos deixarmos alarmar com a OMS e o “filme” das carnes processadas e das carnes vermelhas. Por aqui a moderação há muito que faz parte da nossa alimentação. Raramente consumimos produtos processados, enchidos de vez em quando, e carnes vermelhas da melhor qualidade possível 1 ou duas vezes por semana. Porque há muito que se sabe que em excesso todos estes produtos fazem mal.
O que é necessário, na minha opinião, é não alarmar erradamente as pessoas, mas sim educá-las a fazer escolhas saudáveis e a comerem de forma equilibrada e o mais variado possível. 
Vende-se a ideia de que comer melhor é mais caro, algo com que eu não estou totalmente de acordo. Muitas pessoas que comem regularmente alimentos processados fazem-no mais por uma questão de “preguiça” ou suposta falta de tempo para cozinhar, do que por questões monetárias. E basta fazer duas ou três contas que chegamos a essa conclusão. Um  menú de hamburguer de uma cadeia de fast food pode custar cerca de 6 euros por pessoa. Garanto-vos que se conseguem fazer refeições para 4 pessoas por esse valor sem recorrer a comida processada. É preciso é preparar os alimentos, perder tempo a cozinhar em que se podia estar a fazer outra coisa, mas é possível comer melhor, sem recorrer  - numa base regular - a alimentos processados ou carne vermelha em excesso.
Acreditem que não tenho nada contra alimentos processados. Raramente os compro ou consumo, mas entram muito ocasionalmente cá em casa e na nossa alimentação. Exatamente porque o fazemos esporadicamente, não acho que seja por isso que nos vão fazer mal. Moderação é essencial.
E hoje há pescada gratinada aqui no blogue só porque sim.

Ingredientes para 3 pessoas:

4 lombinhos de pescada
2 ovos
400g de batatas
1 alho francês
2 cenouras pequenas
1 molhinho de salsa
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.
300 ml de molho bechamel (eu uso caseiro)
pão ralado q.b.

Preparação:

Descasque as batatas e corte-as em cubos pequenos. Leve-as a cozer numa panela com água e sal, juntamente com os ovos.
Entretanto corte o alho francê em rodelas e lave-o bem para libertar todas as impurezas. Descasque as cenouras e rale-as. Reserve.
Leve ao lume um tacho com um pouco de azeite e deixe aquecer um pouco. Junte o alho francês e a cenoura e deixe refogar um pouco. Junte depois os lombinhos de pescada previamente cortados em cubos e tempere a gosto dam um pouco de sal e pimenta, e acrescente a salsa picada. deixe refogar uns minutos em lume brando até o peixe estar cozinhado.
Assim que as batatas estiverem cozidas escorra-as bem e envolva-as na mistura de peixe e legumes. Descasque os ovos, corte-os em quartos ou rodelas e misture-os também à mistura de peixe e batatas.
Coloque tudo num tabuleiro que possa ir ao forno e cubra depois com o molho bechamel e polvilhe tudo com um pouco de pão ralado.
Leve ao forno previamente aquecido a 180ºC e com o grill ligado,  apenas para gratinar a superfície.
Sirva com uma salada verde ou legumes cozidos.


Bom Apetite!

14 comentários :

  1. Que bom, já sei o que vai ser o jantar de hoje!

    ResponderEliminar
  2. Hum..tenho isto tudo, está decidido? Será que o meu de 3 anos vai comer... :)

    ResponderEliminar
  3. Anónimo09:56

    Uma forma diferente de comer a pescada! Concordo com o que disse, e como em tudo nesta vida, há que comer com "peso, conta e medida". Há que comer com moderação, mesmo os alimentos mais saudáveis e os "menos saudáveis", ainda que estes últimos de forma esporádica. Um grande beijinho, Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  4. Que óptimo gratinado,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/
    www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  5. Anónimo10:35

    Concordo, embora haja mais um factor a ter em conta: o económico.
    Há muitas pessoas sem possibilidades a quem fica mais barato comprar uma sopa feita num supermercado, por exemplo, do que comprar os legumes, usar água e luz para os cozinhar, e por isso fazer uma sopa fresca em casa.
    Como comprar um hamburger em vez de comprar a carne, os ingrediente, usar água e luz para os cozinhar.
    Há pessoas que nem o forno usam para não gastarem luz.
    Infelizmente comer bem nem sempre depende da nossa vontade, mas das possibilidades económicas.
    Bem haja e beijinhos,
    Susana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:30

      Susana, este é um factor que nem sempre se fala, mas que existe. Fala-se sempre na comodidade, o ser prático e uma justificação para não quererem cozinhar, mas nunca neste factor. Estou a lembrar-me de pessoas que alugam quartos e que não têm possibilidade de fazer refeições do "zero". É sempre uma questão delicada, e que dá azo a muita discussão. Um grande beijinho, Sara Oliveira

      Eliminar
    2. Anónimo13:05

      Bem haja, Sara. E também há quem tenha problemas de saúde e por isso não possa cozinhar como gostaria. Vejo por mim que tenho uma doença ortopédica que me provoca dores 24 horas por dia e por vezes recorro aos alimentos processados porque não consigo cozinhar como gostaria.
      Cada caso é um caso, não podemos generalizar.
      Beijinhos com gratidão,
      Susana

      Eliminar
  6. Óptima sugestão!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Dos meus pratos preferidos, adoro!
    Mark Margo
    www.markmargo.net (site cor de rosa com celebridades, cinema e playmates )

    ResponderEliminar
  8. Adoro gratinados e este encheu-me as medidas :)
    Convido-te a fazer-me uma visita em Gulosoqb

    ResponderEliminar
  9. Concordo inteiramente! O que há é muita preguiça e falta de organização.

    ResponderEliminar
  10. ¡Fantástica receta! Fácil de elaborar, con buenas fotografías y un resultado final delicioso. Me encanta. Muchas gracias por compartir con todos/as.
    / http://www.mascasaonline.com

    ResponderEliminar
  11. Quando digo ao homem da casa que o jantar vai ser peixe, é logo motivo para caras feias. Se lhe digo que é pescada, cai a casa. O meu filho de 3 anos é um espectaculo e come tudo.
    Ontem decidi fazer esta receita sem anunciar. A unica alteração que fiz foi a substituição do bechamel por aquele molho de natas de soja.
    Comeram, repetiram, elogiaram e violá era pescada. :D Obrigada pela ideia!

    ResponderEliminar
  12. Anónimo17:10

    Muito bom, já fiz várias vezes e é óptimo!!

    ResponderEliminar

Imprimir