terça-feira, Abril 05, 2011

Pimentos Recheados com Couscous e Courgette

A primavera chegou, e com ela começam os meus "problemas de consciência" - continuo com uns quilos a mais! Eu sei que devia evitar comer algumas coisas, reduzir os jantares e a vida social à volta da mesa, e aumentar o exercício físico. Para já, tenho a questão do exercício físico resolvida, e tenho evitado comer alimentos pouco saudáveis e ricos em açúcar e gordura. Quanto a reduzir a vida social à volta da mesa, parece-me praticamente impossível. Mas eu tenho feito um esforço para mandar embora de vez estes quilos pouco saudáveis. Comer ou não comer, eis a questão!
Estes pimentos recheados, não podiam aparecer em melhor altura: uma refeição mais leve, cheia de sabor e com poucas gorduras. E vegetariana, o que não aparecia por aqui há algum tempo. Deliciosos!

Ingredientes para 2 pessoas:
(adaptado de "Woman´s Own Easy Recipes" Fev/Mar 2011, pág. 10)

2 pimentos vermelhos
1/2 courgette
75g de couscous
75ml de água fervente
sal e pimenta q.b.
1 colher de chá de Caril em pó
azeite q.b.
1/2 bola de mozarella fresca

Preparação:

Lave os pimentos e corte-os ao meio no sentido do comprimento. Retire as sementes e coloque-os num recipiente que vá ao forno. Tempere com um fio de azeite e uma pitada de sal e leve a forno quente (180ºC)cerca de 20 minutos.
Entretanto prepare os couscous. À água fervente junte uma pitada de sal e o pó de caril. Coloque os couscous numa taça e junte-lhe a água. Deixe repousar cerca de 5 minutos até os couscous estarem totalmente hidratados. Solte-os depois com um garfo e reserve.
Lave depois a courgette e corte-a em cubinhos. Numa frigideira anti-aderente coloque um fio de azeite e salteie a courgette. Tempere com uma pitada de sal e junte depois os couscous prontos misturando tudo. Retire do lume.
Recheie os pimentos com a mistura de couscous e courgette e sobre estes coloque um pouco do queijo mozarella cortado em fatias. Leve novamente ao forno até o queijo derreter.
Sirva com uma salada verde!

Bom Apetite!

15 comentários:

  1. Com tanta coisa deliciosa, e normal que não consigamos por as iguarias de parte!!!!!!!!!!!!!!!

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. E que aspecto têm!
    Eu também tenho de ter especial cuidado com a alimentação sobretudo agora, quer pela saúde do meu bebé quer pelo facto de saber que depois de ele sair terei de recuperar a forma :P

    ResponderEliminar
  3. Os pimentos ficaram fantásticos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Muito bom. Já comi também pimentos recheados com atum e carne picada. e fica...

    http://pratosdeouro.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Olá J.,
    Sou fã de comida vegetariana cheia de sabor. Esta já está na minha lista de espera para fazer...
    Ah! Gostei do livro!
    Beijinhos,
    Magda

    ResponderEliminar
  6. eu tamebm bem que tento fechar a bpoca a tantos doces mas nao e nada facil nao. mas tal como tu estou a começar a por em pratica o exercico tem de ser depois e mais facl
    com esta refeiçao entao que esta uma maravilha
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Gostei da receita! Na sexta inspirei-me na tua sugestão de pizza com farinheira que ficou uma verdadeira delícia. Quando postar, claro que farei referência ao seu autor! A questão é que quase morri de remorsos por ter sido tão gulosa!
    Ainda por cima, depois de uma semana a controlar os disparates...
    Beijinho
    http://osdiasdanossavida.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. mas que ideia deliciosa., tambem preciso de mandar embora uns quilitos, vou aproveitar a sujestao..
    bjus

    ResponderEliminar
  9. Anónimo18:31

    Acho muito bem que comece a mudar esses hábitos alimentares. Estava a ver que não dava conta dos efeitos de anos de iguarias e condimentos. Até já está com ares de Nigella, não desfazendo pois ela até é bem bonita. Mas não é só virar-se para a comida vegetariana… se bem me parece este pitéu foi a gratinar com queijo, certo! Que tal esquecer os queijos e os molhos. Opte por uns menus… não direi saudáveis pois as comidas são quase todas saudáveis desde que tenham os cuidados e as doses recomendadas, mas menos pesados. Aproveite que vem ai o Verão e não apetece cozinhar, faça 100 saladas diferentes, quando chegar o Outono vai ver os resultados. Mas depois não se meta a fazer compotas, nem festas com 10 bolos diferentes, quer dizer, faça faça, para oferecer e mostrar, nos agradecemos. E depois publique outro livro, com resultado na experiencia, título possível: “Como recuperei a linha na cozinha”.

    ResponderEliminar
  10. Adoro o seu blog !!! Adoro cozinhar, quando tenho tempo!!! As suas receitas são fantásticas e já experimentei algumas que colocou aqui, infelizmente sou estudante universitária durante a semana e ao fim de semana trabalho e não tenho disponibilidade financeira para comprar o seu livro, pois os meus € estão todos contadinhos!!!vou ter que fazer uma "vaquinha" para quando puder, experimentar todas as suas receitas :D MUitos Parabéns

    ResponderEliminar
  11. ficou muito bom e eu que fiz um bolo o que dizes mas ficou muito bom gostei beijinhos

    ResponderEliminar
  12. oi, como vai vc? estou pesquisando uns blog para ter novas idéias para o meu e gostei muito do seu, muito inspirador. http://rosigarotadoblog-sabercomer.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Caro Anónimo:

    Assume, como tantas outras pessoas, e fazendo juízos de valor apenas tendo como base o que vê aqui no blogue, e sem me conhecer, que os meus quilos a mais se devem a excesso de comida e a gula "Nigelliana".
    O que não é o caso.
    Porque apesar de gostar de cozinhar, de ter o prazer da mesa e de, como todas as pessoas ter alguns excessos de quando em vez, essa não é a causa destes quilos que teimam em não sair.
    O que sabe o anónimo dos meus habitos alimentares para escrever "Acho muito bem que comece a mudar esses hábitos alimentares. Estava a ver que não dava conta dos efeitos de anos de iguarias e condimentos."?
    Tal como diz, toda a comida é saudável, desde que se tenham certos cuidados. Cuidados que eu tenho, e sempre tive. A minha alimentação vai além do que é aqui colocado no blogue - como as sopas, fruta, legumes e saladas, o peixe grelhado, as carnes magras - cujas preparações nada de novo trariam a um blogue de culinária.
    Acredito que não tenha feito este juízo de valor por mal, mas ler o que escreveu - de alguém que não sabe o que se passa dentro das 4 paredes de minha casa - demonstra um preconceito em relação a quem gosta de cozinhar, a quem assume que gosta de comer, mas principalmente preconceito em relação a quem tem uns quilos a mais. Se por acaso eu fosse mais magra (como já fui, exactamente com os mesmos habitos alimentares de agora)certamente que não tinha feito o seu comentário. Não se preocuparia com os meus habitos alimentares, porque afinal eu nem tinha quilos a mais. Provavelmente até diria: quem me dera ser assim, comer de tudo em tantas festas e jantares, e não engordar!(E eu que conheço tanta gente magra com habitos alimentares tão maus!!)
    Só mais uma coisas - eu não sei se costuma seguir o blogue, mas de vez em quando, coloco algumas receitas vegetarianas. Apenas porque sim, e sem nenhuma ligação a dietas ou tentativas de perder peso. E as compotas, são efectivamente para oferecer nos cabazes de Natal. Ah, e os 10 bolos por festa? São para dividir e partilhar por cerca de 50 pessoas.
    (E olhe que é mesmo verdade que a televisão, além dos quilos que temos, ainda nos engorda uns quantos mais!)

    Joana Roque

    ResponderEliminar
  14. Parece tão delicioso e fácil de fazer, vou tentar experiemantar fazer logo a noite :D

    ResponderEliminar

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin