sexta-feira, junho 29, 2007

Pudim de Coco

Esta é mais uma receita da minha"avó" goesa. É, a par com a famosa Bebinca (bolo de camadas indiano), uma das preferidas da família.
É bastante rápida de fazer e, até para quem não gosta muito de coisas com coco, como eu , é simplesmente deliciosa e fresca.
O sabor a coco é extremamente subtil e perfumado, devido ao facto de se utilizar apenas leite de coco.
Mas atenção: não podem usar leite de coco de lata ou de garrafa, pois o resultado é totalmente diferente deste, em textura e em sabor!
Devem fazer o leite de coco à maneira tradicional, utilizando para 1 litro de água a ferver 200gr de coco ralado que se deixa em infusão até arrefecer. Depois é só coar e utilizar o líquido daí resultante!

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
2 medidas (lata de leite condensado) de leite de coco - feito como se explica em cima
3 colheres de sopa bem cheias de farinha maisena (amido de milho)

Preparação:
Misturar bem todos os ingredientes e levar a lume brando, mexendo sempre, até engrossar.
Retirar do lume (atenção, não deve ter caroços! Se tiver engrumado passar com a varinha mágica) e colocar numa forma de pudim.
Tapar e levar ao frigorífico de um dia para o outro.
Desenformar e servir bem frio!

Bom Apetite!

quinta-feira, junho 28, 2007

Mini-Quiches


Tenho uma adoração por comida em doses individuais ou em tamanho pequeno...Daí ter decidido que em vez de ir fazer uma quiche, ia fazer mini quiches, usando para isso as minhas forminhas individuais!
Experimentei uma receita nova de massa que muito me agradou por ser extremamente prática de fazer, usando o robot de cozinha.
A receita foi publicada na Revista Blue Cooking nº14 de Abril de 2007.
Para rechear as quiches usei 3 combinações diferentes:
Mozarella e manjericão
Atum, tomate e oregãos
Cogumelos, azeitonas verdes e tomilho
Estas mini quiches são uma excelente sugestão para levarem para um piquenique!
Ingredientes:
Massa
1 e 3/4 chávena de farinha sem fermento
1/4 colher de chá de sal grosso
3 Colherers de sopa de água fria
9 Colheres de sopa de manteiga sem sal fria cortada em pedaços
1 ovo + 1 gema

Recheios
1 bola de mozarela cortada em cubos
6 folhas de manjericão frescas
1 lata pequena de atum
1 colher de chá de oregãos
1 tomate limpo de sementes e em cubos
1 lata pequena de cogumelos laminados
8 azeitonas verdes descaroçadas
1 colher de café de tomilho
1 ovo
30 gr de parmesão ralado
sal e pimenta q.b.
130 ml de leite

Preparação:
Num robot de cozinha misture a farinha e o sal até estarem misturados. Adicione a manteiga e bata até a mistura se assemelhar a migalhas grossas.
Numa tigela pequena bata a gema e o ovo com a água fria. Com o robot a trabalhar, deite a mistura de ovo lá para dentro e misture até a massa começar a formar-se. Faça um disco com a massa, embrulhe em papel aderente e leve ao frigorífico pelo menos por 30 minutos.
Ao fim deste tempo, começe a preparar as quiches.
Ligue o forno e regule-o para 200ºC.
Com o rolo da massa estenda a massa e forre 6 formas individuais de quiches (a quantidade de massa deve dar para cerca de 8 mini quiches!).
Em duas deles coloque a mozarella em cubos e as folhas de manjericão inteiras. Noutras duas coloque o tomate em cubos, o atum bem escorrido e desfiado e os oregãos, e nas duas restantes os cogumelos laminados, o tomilho e as azeitonas descarroçadas.
Bata o ovo com o leite, junte o parmesão ralado na hora e tempere de sal e pimenta.
Divida esta mistura pelas 6 mini quiches e leve ao forno já quente durante 20 a 30 minutos, até a massa estar cozinhada e o recheio tostadinho.
Deixe arrefecer uns minutos, desenforme e sirva com uma salada verde.
Bom Apetite!

quarta-feira, junho 27, 2007

Cataplana de Frango com Ameijoas e Camarão

Desta vez uma trago aqui a receita de uma bela cataplana! Há quem prefira as cataplanas apenas de marisco, mas as minhas preferidas são mesmo as que também levam uns bocadinhos de carne de porco ou de frango.
E se não tiverem cataplana podem fazer esta receita na mesma. É só utilizar um tacho que feche bem, e que não deixe sair o vapor!

Ingredientes para 2 pessoas:

1/2 Frango
250gr de ameijoas (eu usei das congeladas)
6 camarões grandes
2 dentes de alho
1 folha de louro
colorau
pimenta
sal
1 copo de vinho branco
2 cebolas médias
azeite
um pouco de bacon ou presunto ou chouriço
Coentros

Preparação:
Começe por partir o frango em pedaços pequenos, e tempere com sal, pimenta, colorau e o alho esmagado.
Leve o azeite ao lume juntamente com a folha de louro e a cebola cortada em meias luas finas. Quando começar a querer alourar junte o vinho branco e deixe ferver uns minutos.
Entretanto, leve a carne a alourar na cataplana bem quente com um pouco de azeite. Ponha as ameijoas e os camarões por cima da carne e regue com a cebolada. Coloque os pedacinhos de bacon ou chouriço e polvilhe com os coentros.
Feche a cataplana deixe cozinhar em lume brando durante 15 minutos!
Sirva com batatas fritas em cubinhos e uma salada!
Bom Apetite!

terça-feira, junho 26, 2007

Rolos de Bacalhau com Risotto de Tomate

Dei por mim, num normal jantar de semana (em que normalmente tento sempre simplificar o que vamos comer) a preparar algo mais demorado e com várias etapas de preparação!
O resultado final agradou-me imenso.... Para quem ia fazer qualquer coisa com bacalhau e um arroz de tomate, acabei com um delicioso risoto de tomate e uns rolinhos de bacalhau que ficaram muito bons!

Ingredientes para 2 pessoas:

1 posta de bacalhau
1 pimento de conserva vermelho (ou pimento assado)
1 cenoura pequena ralada
1 cebola pequena
1 dente de alho
2 colheres de sopa de farinha
100 ml de leite
sal, pimenta e noz moscada
4 a 6 folhas de Massa Brick
1 medida de arroz arbório (a quantidade para 2 pessoas)
2 medidas de água quente
1/2 lata de tomate pelado
1/2 cebola picada
50 ml de vinho branco
5ogr de parmesão ralado
sal e pimenta

Preparação:

Começei por cozer a posta de bacalhau, que depois deixei arrefecer e desfiz em lascas.
Levei a alourar num tachinho, com um pouco de azeite, a cebola em rodelas fininhas, o alho e a cenoura ralada. Deixei estufar um pouco e juntei o bacalhau lascado.
Adicionei depois o pimento em pedacinhos, a farinha e o leite e deixei engrossar, mexendo sempre. Temperei de sal pimenta e noz moscada.
Recheie então as folhas de massa brick com este preparado, que depois enrolei. Coloquei num pirex, e levei a tostar em forno quente.
Entretanto fui fazendo o risotto da maneira habitual: Levei a alourar a cebola picada num pouco de azeite, juntei o tomate pelado partido em cubinhos e deixei cozinhar um pouco. Juntei o arroz arbório e deixei cozinhar até o arroz estar translúcido. Juntei depois o vinho branco e, com o lume no mínimo fui mexendo até o vinho estar totalmente absorvido. Fui juntando depois a água quente, aos poucos e poucos, e sem parar de mexer, até todo o líquido ter sido absorvido!Temperei de sal e pimenta, e quando o risotto estava no ponto, firme mas cozido, juntei o queijo parmesão, e mexi uma ultima vez.
Servi os rolos de bacalhau bem estaladiços, com o risotto bem cremoso. E foi um bom jantar.

Bom Apetite!

segunda-feira, junho 25, 2007

Sopa Cremosa de Bróculos e Couve Flôr

Mais uma receita para participar no Colher de Tacho.
Apesar de já começar a estar calor, trago uma sopa cremosa e muito simples de fazer, que tanto pode ser comida fria, como quente.

Aqui fica a minha sugestão.

Ingredientes:
500gr de Couve Flôr
500gr de Bróculos
1 cebola
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de azeite
1 litro de leite magro
sal, pimenta e noz moscada


Preparação:

Começe por cozer ao vapor a Couve flôr e os bróculos separados em raminhos.
Entretanto leve uma panela ao lume com o azeite e refogue aí a cebola em rodelas finas e os dentes de alho picados.
Assim que a cebola começar a ficar dourada, junte os bróculo e a couve flôr já cozidos e envolva no refogado. Junte o leite e deixe levantar fervura.
Quando o leite começar a ferver desligue e com a varinha mágica bata bem a sopa, de modo a ficar um puré cremoso.
Tempere de sal, pimenta e noz moscada e bata novamente com a varinha mágica.
Sirva quente ou fria!

Bom Apetite!

sexta-feira, junho 22, 2007

Gelado de Morango

Com a vinda do tempo quente a minha máquina de gelados começa a ter cada vez mais uso!
Desta vez resolvi fazer gelado o clássico gelado de morango.

Ingredientes:

500gr de morangos
1 pacote de 200ml de natas
200 ml de leite
açúcar a gosto
sumo de limão
2 gemas

Preparação:

Começe por levar ao lume as natas e o leite até que levantem fervura. Desligue e deixe arrefecer ligeiramente.
Entretanto lave e tire o pé dos mrangos. Deixe ficar cerca de 8 morangos de lado e triture os restantes com a varinha mágica até estarem reduzidos a puré. Misture o sumo de limão.
Junte a mistura de leite e natas à mistura dos morangos e adoce a gosto com açúcar. Adicione 2 gemas de ovo e leve tudo ao lume novamente mexendo sempre e deixe ferver 2 minutos.
Retire, adicione os restantes morangos partidos em pequenos pedaços e leve ao frigorífico.
Utilize a sua máquina dos gelados de acordo com as instruções do fabricante.
Se não tiver máquina de gelados proceda do seguinte modo: leve a mistura ao congelador e, de hora a hora, retire-a e bata-a com um garfo ou batedeira para quebrar os cristais de gelo. Repita a operação quantas vezes as necessárias até o gelado apresentar a textura cremosa e homogénea que o caracteriza!

Bom Apetite!

quinta-feira, junho 21, 2007

Lasanha de Pão com Fiambre

O nome de Lasanha poderá ser um engano... É mais uma sanduiche gratinada no forno.
Da lasanha apenas trás a inspiração e as camadas alternadas de pão (em vez da massa)!
Foi uma refeição ligeira deliciosa, rápida e pratica!

Ingredientes:

pão de forma sem códea
tomate fresco
fiambre
queijo mozarella ralado em fio ou em bola
azeite
oregãos
sal
molho bechamel (de pacote ou feito em casa....)


Preparação:

Ligue o forno para a temperatura máxima.
Num tabuleiro que vá ao forno coloque uma camada de pão de forma de modo a cobrir todo o fundo do tabuleiro. Coloque uma camada de tomate fresco cortado em rodelas, tempere com um fio de azeite, oregãos e umas pedrinhas de sal. Cubra com uma camada de fiambre e outra de queijo, e regue com um pouco de bechámel. Volte a cobrir tudo com pão, repita as camadas de tomate, fiambre, queijo e bechámel e cubra com uma ultima camada de pão, bechamel e um pouco de queijo ralado.
Leve ao forno bem quente, cerca de 15 minutos, ou até ficar o queijo derretido e o molho gratinado!
Sirva cortado em pedaços com uma salada!

Bom Apetite!

quarta-feira, junho 20, 2007

Torta de Requeijão

A minha avó lá me mandou outro requeijão... Acabados os caseiros da prima, ainda me arranjou este da fábrica. Não é tão bom como os outros... Por isso mesmo foi parar a esta torta que eu descobri no site Vaqueiro, aqui!

Ingredientes:
1 requeijão
180 g de açúcar
5 ovos
1 limão
1 colher de sopa de farinha
1 colher de sopa de canela
margarina para untar o Tabuleiro

Preparação:

Ligue o forno e regule-o para os 180°C.
Bata o requeijão com o açúcar até obter uma pasta homogénea e lisa. Continue a bater e vá adicionando os ovos um a um. Junte a raspa da casca e o sumo do limão, a farinha e a canela e misture muito bem. Pincele um tabuleiro para tortas com a margarina, forre com papel vegetal e volte a pincelar.
Deite a massa no tabuleiro e leve a cozer no forno entre 20 a 25 minutos. Volte a massa sobre outra folha de papel vegetal polvilhada com açúcar, retire cuidadosamente o papel que usou para forrar o tabuleiro e enrole cuidadosamente.
Coloque num prato de servir e, depois de fria polvilhe com canela e com açúcar em pó!

Bom Apetite!

terça-feira, junho 19, 2007

Pataniscas de Bacalhau

Há quanto tempo que eu não comia umas pataniscas de bacalhau. E estas estavam mesmo deliciosas: estaladiças por fora e super fofinhas por dentro.
Eu sei que toda a gente faz pataniscas de bacalhau, mas todos têm os seus pequenos truques!
Souberam-me muito bem... e a acompanhar um arrozinho de feijão!

Ingredientes:

Bacalhau (para cozer ou algum resto que tenha sobrado de outra refeição)
salsa
cebola
ovos
farinha
sal e pimenta
àgua gaseificada
àgua de cozer o bacalhau
óleo para fritar

Preparação:

Faz-se o bacalhau em lascas. Pica-se muito bem a salsa e a cebola.
À farinha juntam-se os ovos e mexe-se tudo. Junta-se a salsa e a cebola e rectifica-se de sal e pimenta. Junta-se a água de cozer o bacalhau, o bacalhau, e em último a àgua gaseificada.
Mexe-se bem.
Frita-se às colheradas em óleo bem quente, deixando escorrer sobre papel absorvente.
Sirva com um arroz de feijão e uma salada verde!

Bom Apetite!

segunda-feira, junho 18, 2007

Risotto de Alheira

Mais uma invenção à volta do risotto e da comida portuguesa.
Depois do Risotto de bacalhau com grão, lembrei-me de experimentar um risotto que tivesse como base a alheira que, depois da morcela é o meu enchido favorito!
Foi mais um que ficou aprovado! Aqui por casa estamos cada vez mais rendidos à versatilidade do risotto!


Ingredientes:

1 chávena de chá de arroz arbório
caldo de galinha quente
1 cebola pequena
azeite
sal e pimenta
1 alheira de boa qualidade
1 copo de vinho branco (100ml)
50 gr de Queijo parmesão ralado na hora
pimenta rosa para decorar

Preparação:

Pique a cebola e leve-a alourar num tacho juntamente com o azeite. Junte depois o arroz e mexa. Assim que o arroz ficar translucido, junte a alheira previamente removida da tripa e deixe misturar e desfazer bem.
Reduza o lume para o mínimo, junte um copo de vinho branco e, sem para de mexer deixe o vinho ser absorvido na totalidade.
Começe depois, aos pouco e poucos, e sem nunca parar de mexer, a juntar o caldo de galinha no dobro da quantidade do arroz. (Eu tive que juntar um pouco mais do que duas chávenas de caldo!)
Tempere de sal e pimenta e, assim que sentir o arroz cozido mais ainda firme, cerca de 35 minutos, junte o parmesão ralado e mexa bem.
Sirva de imediato polvilhado com um pouco de pimenta rosa!

Bom Apetite!

sexta-feira, junho 15, 2007

Shot de Morangos com Vinho do Porto



Aqui fica uma sobremesa fresca, rápida e refrescante que será certamente apreciada quando chegarem os dias de calor!


Ingredientes:

250gr de morangos
1 iogurte natural
1 cálice de vinho do porto
Açúcar a gosto
sumo de 1 limão
folhas de hortelã


Preparação:


Lave e retire o pé dos morangos. Triture-os com a varinha mágica juntamente com o vinho do porto, o sumo de limão e as folhas de hortelã. Junte o iogurte natural, misture e adoce a seu gosto.
Coloque em copos de shot, e leve ao frigorífico até servir.
Antes de servir decore cada copinho com uma folhinha de hortelã!


Bom Apetite!

quinta-feira, junho 14, 2007

Bacalhau com Coentros

Esta receita foi tirada há já muitos anos de uma das Revistas Vaqueiro. Infelizmente, não sei qual o número nem o ano, mas fica aqui registada a fonte!
Costuma fazer algum sucesso, apesar de ser um pouco trabalhosa. Para mim, é o tipo de receita que eu gosto de fazer para os almoços de Domingo!

Ingredientes:

6 batatas médias
óleo
2 cebolas
6 dentes de alho
80g de margarina
2 postas de bacalhau demolhado
2clh sopa de farinha
6dl de leite
sal, pimenta e noz moscada
4clh sopa de coentros picados
100g de queijo ralado em fio

Preparação:

Descasque as batatas e corte-as em batata palha. Lave-as e seque-as à medida que as for fritando em óleo quente. Deixe-as ficar ligeiramente douradas e escorra-as em papel absorvente.
Corte as cebolas e os alhos em rodelas finas e leve a cozer na margarina. Retire as peles e espinhas ao bacalhau, embrulhe num pano e esfregue para desfiar.
Junte o bacalhau e as batatas à cebola e deixe estufar um pouco. Polvilhe com farinha, mexa e regue com o leite.
Tempere com sal, pimenta e noz-moscada e deixe cozer, mexendo até engrossar. Junte os coentros e metade do queijo e deite num tabuleiro untado.
Polvilhe com o resto do queijo e leve a gratinar.
Sirva com salada!

Bom Apetite!

quarta-feira, junho 13, 2007

Polenta com Salsichas e Mozzarela

Descobri esta receita aqui. Há que tempos que andava com vontade de experimentar polenta, e, assim que vi esta receita sabia que seria a eleita!
O resultado foi muito bom, e, por aqui convenceu!

Ingredientes para a polenta:

1 medida de semola de milho
4 medidas de água
sal
1 colher de sopa de manteiga

Ingredientes:

azeite
1 lata de tomate pelado
oregãos
1 cebola pequena
1/2 pimento
1 dente de alho
sal e pimenta
piri-piri
salsichas frescas (removidas da tripa)
mozarella fresca em bola
polenta


Preparação da polenta:

Leve a água temperada de sal ao lume. Quando a água estiver a ferver, junte a semola, e mexa bem. Baixe o lume para o mínimo, adicione a manteiga e deixe cozer durante cerca de 30 minutos, mexendo ocasionalmente. Rectifique de sal e reserve.

Preparação:

Coloque azeite num tacho e junte o tomate pelado, os oregãos e um pouco de sal. Deixe cozinhar em lume brando durante 15 minutos.
Enquanto o molho de tomate cozinha, leve ao lume uma frigideira com um pouco de azeite ao lume e adicione a cebola cortada em meias luas, o pimento em tiras, o alho picado, sal, pimenta e o piri-piri. Deixe cozinhar no mínimo durante 5 minutos. Adicione as salsichas, e vá mexendo e partindo para que a carne fique o mais esmigalhado possível. Deixe cozinhar, junte o molho de tomate, rectifique de temperos e deixe ficar por mais uns minutos.
Entretanto coloque a polenta previamente preparada num tabuleiro que vá ao forno untado com azeite. Pincele a polente com mais um pouco de azeite e leve ao forno a tostar até ficar dourada.
Retire, coloque o molho de salsichas e tomate por cima e cubra com o queijo mozarela fatiado.
Leve ao lume até o queijo estar derretido e a começar a ficar tostado.
Retire e deixe arrefecer alguns minutos antes de servir!

Bom Apetite!

terça-feira, junho 12, 2007

Fake Sushi


Desde que vi isto aqui e aqui, que sabia que tinha de fazer algo parecido!
Fica uma entrada bastante bonita e apelativa. Ideal para servir num jantar de amigos.
Assim foi o que saiu com o que havia em casa, mas creio que as possibilidades são infinitas... Mais um simples jantar de Domingo!

Ingredientes:

Pão de forma sem códea
Queijo creme ou requeijão cremoso
Maionese
sementes de sésamo ou/e papoila
pó de caril
pimenta
Fiambre fumado e espargos verdes cozidos (podem usar os recheios que quizerem... pasta de atum, salmão fumado, abacate, pepino, delicias do mar...)

Preparação:

Comecei por achatar as fatias de pão de forma com o rolo da massa, de modo a ficarem bem espalmadas e finas.
Fiz depois dois tipo de recheios. No primeiro usei requeijão cremoso para barrar as fatias de pão (dos 2 lados, sendo que do lado de fora só barrei com uma pequena camada para depois fazer aderir as sementes de sesamo), salpiquei com pimenta moída e cobri com o fimbre fumado. No outro usei uma mistura de maionese com pó de caril para barrar o pão também dos 2 lados, e recheie com 2 espargos cada fatia de pão, deixando as pontas dos espargos de fora numa das extremidades.
Enrolei cuidadosamente ambos os rolos apertando bem, rolei-os sobre as sementes e coloquei-os em papel alumínio apertando novamente. Levei ao frigorífico até servir.
Antes de servir, tirei o papel de alumínio e cortei os rolos em fatias

Bom Apetite!

segunda-feira, junho 11, 2007

Tostas de Cogumelos e Queijo de Cabra

Aconselho vivamente estas tostinhas, principalmente se forem amantes de queijo. Eu fiz com queijo de cabra, mas podem usar outro queijo. Não posso garantir é que fiquem tão boas!

Ingredientes:

1 pão cacete de mistura (podem aproveitar pão rijo)
cogumelos frescos tipo champignons ou portobelo
1 cebola
azeite
alho em pó
flôr de sal
Queijo de cabra

Preparação:

Pré aqueça o forno em temperatura média. Corte o cacete em fatias no sentido da diagonal e coloque-as num tabuleiro que vá ao forno. Polvilhe as fatias de pão com alho em pó e a flôr de sal e regue com azeite.
Leve ao forno até o pão ficar tostado.
Entretanto leve ao lume uma frigideira com um pouco de azeite e salteie aí a cebola costada em meias luas e os pezinhos dos cogumelos. Tempere de sal e pimenta, deixe cozinhar e reserve.
Assim que o pão esteja tostado, retire do forno e barre cada fatia com a mistura de cebola. Coloque sobre cada tosta 1 cogumelo fresco partido ao meio e cubra com 1 fatia de queijo de cabra.
Leve ao forno até o queijo estar derretido, e sirva bem quentes!

Bom Apetite!

sexta-feira, junho 08, 2007

Migas de Espargos com Filetes de Dourada

Há coisas que parece que nascem do nada. Foi o que aconteceu com este jantar!
A dourada já tinha sido destinada para o jantar, mas quanto ao resto....
Passei pelo supermercado depois do emprego e antes de ir para casa apenas para comprar aquelas coisas do dia-a-dia: fruta, fiambre, iogurtes... mas, de repente, uns lindíssimos espargos verdes surgiram no meu campo de visão. Não resisti. Trouxe-os para casa sem saber bem o que ia fazer com eles!
Já em casa descubro também algum pão que já estava rijo. Estava dado o mote para o acompanhamento do jantar!

Ingredientes:

2 douradas
fatias de pão alentejano com mais de um dia
espargos verdes
azeite
alho
sal e pimenta
sumo de limão.

Preparação:

Comece por cozer os espargos. Leve ao lume uma panela com água temperada de sal onde os espargos caibam em altura. Antes de os colocar na água a ferver, parta as partes fibrosas da extremidade. Não deixe os cozer demasiado 3 ou 4 minutos devem ser suficientes.
Escorra os espargos, mas reserve a água da cozedura.
Leve um tachinho ao lume com os dentes de alho esmagados e azeite e deixe fritar um pouco.
Coloque depois as fatias de pão e vá misturando no azeite. Amoleça-as com a água da cozedura dos espargos até as migas terem a consistência desejada. Rectifique de sal e pimenta e junte os espargos cortados em pedaços. Reserve.
Entretanto corte filetes das douradas, ou peça na peixaria que lho façam, mas mantenha a pele.
Tempere de sal e pimenta, e leve a grelhar na chapa colocando sempre em primeiro lugar a pele virada para baixo. Não deixe o peixe secar. Dois minutos de cada lado devem ser suficientes. Depois de cozinhados regue os filetes com sumo de limão.
Sirva os filetes com as migas de espargos.

Bom Apetite!

quinta-feira, junho 07, 2007

Crepes Gratinados

Mais uma comidinha para um jantar mais simples...aquilo que eu chamo comida de Domingo à noite.
Podem variar o recheio dos crepes. Estes foram recheados com queijo e fiambre, mas podem rechear com restos de frango ou de carne assada, atum, camarão, pescada, vegetais, cogumelos... uma infinidade de opções. Ideal para limpar os restos do frigorífico.


Ingredientes:


Para os crepes:
2 ovos
250gr de farinha
200ml de leite
25 gr de manteiga
sal
Manteiga


Para o recheio:
100gr de fiambre
100gr de queijo mozarella ralado em fio
3 colheres de sopa de maionese


Para o Molho Bechámel:
300ml de leite
1 colher de sopa de farinha
2 colheres de sopa de manteiga
sal, pimenta, noz moscada e sumo de limão


Preparação:


Começe por fazer o molho bechámel. Leve ao lume um tacho e derrete a margarina. Junte a farinha de uma só vez e deixe cozinhar com a manteiga até se começar a formar uma película no fundo do tacho. Vá então juntando o leite quente, aos poucos e poucos, de modo a ser absorvido pela farinha e formar uma espécie de creme. (Se ficar com grumos use a varinha mágica até desaparecerem.)
Deixe engrossar um pouco e tempere de sal, pimenta, noz moscada e sumo de limão a gosto. Reserve.
Prepare depois os crepes: misture os ovos com a farinha a manteiga derretida e o leite e tempere de sal. Leve uma frigideira anti aderente ao lume e pincele-a comum pouco de manteiga. Coloque na frigideira 1 concha de massa e rode a frigideira de modo a que toda a superfície fique com 1 camada fina de massa. Deixe cozinhar e, com a ajuda de uma espátula vire o crepe e deixe cozinhar do outro lado. Repita esta operação até esgotar toda a massa.
Para o recheio corte o fiambre em pedacinhos, junte o queijo ralado e misture com a maionese.
Coloque o recheio no centro do crepe, dobre duas estremidades para dentro e enrole. Coloque os crepes com a abertura virada para baixo num prato que possa ir ao forno.
Depois de todos os crepes estarem enrolados e no tabuleiro (não sobreponha os crepes!), regue com o bechamel previamente preparado (também pode usar bechamel de pacote!)
Leve a forno quente até ficar gratinado, e sirva com uma salada verde!


Bom Apetite!

quarta-feira, junho 06, 2007

Pastéis de Espinafres

Tenho o hábito de fazer uma refeição vegetariana de quando a quando. Desta vez foram uns deliciosos pasteis de espinafres feitos com massa folhada.
Ficaram muito saborosos, mas devo-os ter fechado mal, pois quase no fim da cozedura começaram a abrir e a quererem deitar o recheio para fora.
Se os fizerem não se esqueçam de os fechar bem!

Ingredientes:

1 base de massa folhada para tartes
400gr de espinafres congelados
2 dentes de alho
azeite
2 colheres de sopa de farinha
150 ml de leite
50 gr de queijo mozarela ralado em fio
sal, pimenta e noz moscada
gema de ovo
sementes de sésamo

Preparação:

Leve um tachinho ao lume com azeite e coloque aí o alho picado. Assim que o alho começar a querer fritar junte os espinafres, ainda congelados, e deixe ficar em lume brando mexendo de quando a quando, até os espinafres estarem descongelados e cozinhados.
Adicione depois a farinha e o leite e vá mexendo até ficar uma mistura homogénea. Assim como uma espécie de esparregado.
Tempere de sal, pimenta e noz moscada e acrescente o queijo. Retire do lume e deixe arrefecer.
Desenrole a placa de massa folhada e divida-a em 4.
Recheie cada pedaço de massa com a mistura de espinafres já fria e dobre ao meio, no sentido do comprimento, cada pastel fechando bem as pontas.
Pincele com gema de ovo e polvilhe com sementes de sésamo.
Leve a forno bem quente 220ºC durante cerca de 20 minutos, ou até os pasteis estarem cozinhados e dourados.
Sirva com um arroz de cogumelos e passas.

Bom Apetite!

terça-feira, junho 05, 2007

Bruschetta Italiana

Na maioria dos domingos à noite, não costumo fazer jantar. Normalmente é sempre um jantarzinho ligeiro com umas tapas, ou uma pizza, ou umas tostas... Desta vez, e para aproveitar umas coisitas que estavam no frigorífico, resolvi finalmente fazer estas deliciosas bruchettas!

Ingredientes:

1 pão cacete de mistura
tomate fresco
mozarella ralada em fio
azeitonas pretas
azeite
flôr de sal
alho em pó
manjericão fresco

Preparação:

Ligue o forno e regule-o para 180ºC.
Corte o pão em fatias diagonais, o tomate limpo de sementes aos cubinhos, e corte as azeitonas descaroçadas em rodelas.
Ponha o pão num tabuleiro ou prato que vá ao forno polvilhe de alho em pó, flôr de sal e regue com um fio de azeite. Leve ao forno até o pão dourar.
Retire do forno e coloque o tomate em cubos e o queijo ralado. Leve novamente ao forno até o queijo derreter e começar a ficar tostado.
Disponha as azeitonas por cima do queijo derretido e coloque uma folhinha de manjericão fresco.
Sirva ainda quentes!

Bom Apetite!

segunda-feira, junho 04, 2007

Feijoada

Eu chamei-lhe feijoada, mas para os verdadeiros apreciadores esta foi uma feijoada aldrabada! Não tinha nem chispe, nem orelha, coisas que eu não gosto nada de comer, e ainda menos de preparar! Mas tirando essas faltas até que estava muito boa!

Ingredientes:

Feijão vermelho
1 chouriço de carne
1 morcela
1 couve portuguesa
1 tira de entrecosto com febra partida ao meio e em pedacinhos
4 tiras de entremeada em pedaços
1 pedaço de toucinho de porco salgado (eu usei de porco preto)
polpa de tomate
vinho branco
piri-piri
azeite
cebola
alho
louro

Preparação:

Coze-se o feijão em água temperada com sal.
Faz-se um refogado com azeite, cebola, alho, louro. Juntam-se as carnes em pedaços pequenos, o chouriço cru em rodelas, e a morcela inteira espetada com uns palitos para não rebentar. Junta-se o vinho branco e deixa-se cozinhar lentamente em lume brando. Se necessário adiciona-se um pouco de água de cozer o feijão.
Assim que a morcela estiver cozida retira-se e depois de fria corta-se em rodelas.
Quando as carnes estiverem bem cozinhadas e apuradas, junta-se a couve lavada e arranjada e um pouco de polpa de tomate e deixa-se cozer. Se necessário juntar um pouco mais de água de cozer o feijão.Adiciona-se então o feijão e a morcela já cortada, rectifica-se de temperos e picante e deixa-se ferver mais uns minutos.
Servir bem quente com arroz branco.

Bom Apetite!

sexta-feira, junho 01, 2007

Doce de Requeijão com Amêndoa


Esta receita foi para aproveitar aquele que foi o último requeijão da época. Para quem não sabe, deixa agora de ser época de requeijão e de queijo da serra. Agora já só volta a ser tempo de bom leite, quando houver bons pastos, lá mais para o final do ano!
É claro que continuará sempre a existir requeijão no supermercado. Mas destes, caseiros, que eu tenho ainda a sorte de consumir, já só para Outubro!


Ingredientes:

300g de açúcar
2dl de água
230g de requeijão
60g de miolo de amêndoa
5 gemas

Preparação:

Leva-se ao lume o açúcar com a água até obter ponto de cabelo, e junta-se o requeijão misturado com a amêndoa pelada e passada pela máquina. Ferve até engrossar.
Retira-se do lume e deixa-se arrefecer. Adicionam-se as gemas batidas e volta ao lume para cozer.
Depois de frio deita-se num prato de ir ao forno e vai a alourar.


Bom apetite!

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin